Why? #6 – O Começo

Bem-vindos à sexta edição do “Why?”, o meu nome é Nuno Paço e hoje vou partilhar convosco “O Começo”, isto é, a história que me levou a tornar um verdadeiro fã de wrestling.

Antes de partirmos então para o assunto, acho que é importante fazer um levantamento do que se tem passado nas últimas semanas. Talvez tenham reparado que já não publico há algum tempo, situação que lamento desde já. A verdade é que, nas últimas semanas tenho tido pouco tempo para escrever artigos. Para além disso, a esta falta de tempo aliou-se uma gripe que também não ajudou.

De resto, comecei a escrever um artigo sobre Sami Zayn há cerca de uma semana baseado numa sugestão dada por um de vós mas que ainda não se encontra no ponto e, por isso, só deverá ser publicado nas próximas semanas.

Posto isto, vamos então ao tema de hoje!

Acho que é seguro afirmar que o meu primeiro contacto com wrestling foi em 2004 quando tinha 8 anos.

Como todas as boas histórias, tudo começou com um simples zapping na televisão lá de casa que parava muitas vezes no canal da Sic Radical onde estava a dar a WWE.

Nesse ano não me lembro de nenhuma rivalidade específica, apenas de alguns combates com indivíduos de cabelo comprido que hoje deduzo que fossem Triple H e Edge.

Bom, como um verdadeiro fã iniciante de wrestling e porque gostava de jogar PS2 decidi pedir aos meus pais para me comprarem o SmackDown vs Raw pelo natal. Acreditem ou não, foi a jogar este jogo que comecei pela primeira vez a conhecer de facto alguns wrestlers que depois identificava na televisão.

Em 2005, comecei então a gostar de acompanhar algumas rivalidades no SmackDown que vivi com todo o entusiasmo como, por exemplo, a rivalidade entre Rey Mysterio e Eddie Guerrero, a rivalidade entre John Cena e JBL e a rivalidade entre Udertaker e Randy Orton.

Por esta altura, os meus wrestlers favoritos eram Rey Mysterio, Eddie Guerrero e Undertaker.

Escusado será dizer que as férias de natal foram passadas a jogar o SmackDown vs Raw 2006 porque aqueles troféus dos vários modos de jogo não se iam desbloquear sozinhos.

Chegou 2006 e posso dizer-vos que este foi a primeira vez em que acompanhei o SmackDown e o Raw durante o ano inteiro.

Na verdade, foi em 2006 que eu me tornei um verdadeiro fã de wrestling. Why? – Perguntam vocês.

Por várias razões.

Em primeiro lugar, assisti ao meu primeiro Royal Rumble que foi ganho por Mysterio em honra de Eddie Guerrero. Não sei se foi por ter sido o primeiro ou pelas circunstâncias, mas já vi vários Royal Rumbles e até hoje este permanece um dos meus favoritos.

Em segundo lugar, assisti a uma rivalidade que me marcou até hoje, estou a referir-me claro à rivalidade entre John Cena e Edge.

Na altura já tinha ouvido dizer que o wrestling era combinado mas ainda assim quando via estes dois atletas a lutarem ou a realizarem promos, não conseguia conceber que assim fosse. John Cena tinha uma atitude bem diferente da atual e Edge era seguramente o melhor heel da companhia o que me fez odiá-lo primeiro e admirá-lo durante os anos seguintes.

Por último, num dos PPV do SmackDown, assisti àquele que foi um dos melhores combates (o melhor na altura) que já vi em toda a minha vida: Kurt Angle vs The Undertaker no No Way Out. Este combate foi tão bem executado ao nível técnico por dois dos atletas mais profissionais da história do wrestling que me deixou completamente maravilhado. Até ver esta disputa, nunca tinha pensado que um combate pudesse dizer tanto sem que uma palavra fosse proferida.

Enfim, chegou 2007 e logo em janeiro assisti ao melhor Royal Rumble de sempre onde Taker saiu vencedor depois de um combate épico que terminou com a eliminação de Shawn Michaels.

Pouco depois veio a rivalidade entre Undertaker e Batista que foi, no meu ver, bastante boa também.

Adiante, no final de 2008 comecei a deixar de ver com regularidade wrestling.

Para vos ser completamente verdadeiro, de 2009 a 2013 acompanhei mesmo muito pouco quer a WWE, quer o TNA.

Foi só no final de 2014 e início de 2015 que comecei a ver com regularidade outra vez a WWE.

Este regresso deveu-se essencialmente a um momento de nostalgia que terminou comigo a comprar o WWE2K14 e, sem me aperceber, a história repetiu-se!

Depois disso, comecei a ler vários sites relacionados com wrestling e MMA, entre os quais, o Wrestling PT! O resto vocês já sabem e por isso chego ao fim da minha história!

Em suma, por todas as alegrias que o wrestling me deu desde que o comecei a ver aos domingos na Sic Radical, considero-me hoje um verdadeiro fã da modalidade!

Espero sinceramente que tenham gostado do artigo mesmo que não tenha seguido o seu formato habitual.

Um obrigado a todos os que leram esta partilha. Aguardo ansiosamente para ler as vossas opiniões, sugestões de títulos para futuros artigos e responder a perguntas que tenham. Resto de uma boa semana para todos!

Sobre o Autor

8 Comentários

  1. FambroseDxDx - há 7 meses

    Bom artigo Nuno. Tás melhor?

  2. Nuno Paço - há 7 meses

    Bem melhor e obrigado! 😉

    • Vince - há 7 meses

      Podes não acreditar , mas estava a ler e a pensar , este sou eu?? llol Epá já conhecia bue cenas de wrestling porque tenho memorias do hulk hogan do ric flair e assim , mas a parte de começar realmente a seguir mais atentamente é igualzinha a tua , foi por causa do jogo , a rivalidade do cena com o edge era das alturas que seguia os shows todos e comprava os dvds dos ppv’s , até hoje é uma das rivalidade que mais gostei e a conta dela o Edge tornou se o meu wrestler favorito , o combate que recordaste do Kurt angle vs Undertaker foi um dos meus preferidos tambem, lembro me de um combate do Angle contra o Mark henry incluido nessa rivalidade que tambem foi brutalissimo , e depois como tu falaste ai deixei de acompanhar por volta de 08/09 , depois foi o wwe 2k14 que me voltou a suscitar o interesse e apartir dai voltei assistir na net.
      Hoje em dia não só tento sempre andar por dentro do que acontece no smackdown e raw , como ainda tento assistir nxt, lucha underground, ring of honor, tna, njpw ,wxw, progress, wcpw e sei lá quantas mais empresas 🙂

      • Nuno Paço - há 7 meses

        Bem que coincidência! Muito obrigado pela partilha Vince, fiquei contente em saber que não sou o único!

  3. GreenBluntern - há 7 meses

    Lembro me ver o Undertaker, Tatanka e o Yokozuna quando era bem miúdo na RTP1, não tenho uma data especifica em que me tornei fã, acho que sempre fui desde o primeiro momento que tive interacção com a WWE. Mas a primeira feud que mais teve impacto para mim foi a do Triple H vs HBK e depois com o Scott Steiner que gerou consequentemente a formação dos Evolution. Bons tempos…

    • Nuno Paço - há 7 meses

      Quem me dera ter começado a ver a WWE durante essa altura para ter acompanhado a rivalidade entre Triple H e Shawn Michaels. Só a vi anos mais tarde e adorei!

  4. Pedro M. - há 7 meses

    Bem vindo de volta, já tinha notado a falta deste artigo. obrigada por partilhares a tua experiencia, eu próprio andei meio que desligado do wrestling, mas voltei a pouco tempo a seguir algumas noticias e os teus artigos, principalmente este, têm feito crescer ainda mais a vontade de voltar a acompanhar. Boa cena, continua!

Comentar

Editar avatar »