A WWE divulgou esta quinta-feira os resultados financeiros do primeiro trimestre de 2021, um período novamente fustigado pela pandemia do coronavírus. No entanto, a empresa voltou a registar lucros recorde para este início de ano, mantendo os excelentes resultados do ano transacto.

Estes foram alguns dos destaques financeiros desta apresentação de resultados da WWE:

– As receitas diminuíram cerca de 9%, registando 263,5 milhões de dólares comparativamente aos 291 milhões obtidos no mesmo trimestre do ano passado. A isto deve-se a falta de live events e sobretudo a não realização de um evento internacional na Arábia Saudita, comparativamente ao primeiro trimestre de 2020.

– O resultado operacional deste primeiro trimestre de 2021 foi de 65,1 milhões de dólares, um aumento de cerca de 22% face aos 53,3 milhões de igual período de 2020. Já o resultado de OIBDA Ajustado (antes da depreciação e amortização) aumentou para os 83,9 milhões de dólares, um aumento de 9% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

– Os lucros foram 43,8 milhões de dólares, um valor muito superior ao registado em igual período de 2020, que foi de apenas 17,6 milhões. Este resultado deve-se sobretudo ao facto da WWE não estar a realizar live events, que representavam um grande custo, e estar a poupar imenso ao realizar os seus eventos no ThunderDome.

Nesta apresentação de resultados, a WWE também destacou o seguinte:

– A WWE migrou o seu conteúdo da WWE Network nos Estados Unidos da América para a plataforma de streaming Peacock, graças a um acordo bilionário de 5 anos que estabeleceu com a NBCUniversal.

– O Raw e o SmackDown foram entretanto transacionados para o Yuengling Center em Tampa Bay, onde está neste momento instalada a estrutura do ThunderDome. Já a WrestleMania 37 aconteceu no Raymond James Stadium e a WWE mantém que lá estiveram 51 350 fãs no total das duas noites.

– A WWE anunciou uma extensão de contrato para o NXT com a USA Network, garantindo que o programa continuará a ter duas horas de duração e será transmitido à terça-feira ao longo dos próximos anos.

– As visualizações de vídeos nos canais digitais e redes sociais (Facebook, Instagram, YouTube, etc) diminuíram em 2%, registando os 9,4 bilhões. Já as horas de conteúdo consumido aumentou em 7%, registando 367 milhões no total das várias redes sociais e plataformas.

– As visualizações de vídeos durante a WrestleMania Week bateram o recorde de 1,1 bilhões, um aumento de cerca de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Durante a semana, foram vistas cerca de 32 milhões de horas de conteúdo, um aumento de 9% em relação ao mesmo período de 2020.

Todos os detalhes deste relatório e contas da WWE podem ser vistos aqui (WWE.com) e aqui (PDF). Já aqui (PDF) podem ser vistos vários indicadores de performance.

Em comunicado, Vince McMahon comentou o seguinte sobre este terceiro trimestre de 2020 da WWE:

Durante o primeiro trimestre, continuámos a executar a nossa estratégia com eficácia, demonstrando a nossa capacidade de nos adaptarmos a um ambiente desafiador de eventos ao vivo e de expandir o alcance e a monetização de nosso conteúdo num cenário de média em constante mudança.

O lançamento da WWE Network no serviço de streaming da NBCU, Peacock, a extensão de vários anos para distribuir o NXT na USA Network e a apresentação bem-sucedida da WrestleMania ilustram o valor duradouro e crescente da marca WWE como a base para o crescimento a longo prazo.

Já a diretora financeira Kristina Salen, referiu o seguinte:

No trimestre, os resultados do OIBDA Ajustado foram impulsionados pelo reconhecimento da receita do nosso acordo Peacock. Embora o OIBDA Ajustado tenha aumentado no trimestre, não estamos ajustando a nossa orientação de OIBDA Ajustado para o ano anterior de 270 milhões de dólares para 305 milhões de dólares neste momento, dada a incerteza quanto ao tempo e ritmo de retorno para público pagante e a nossa capacidade de atrair grandes públicos em eventos internacionais de escala, devido às restrições COVID-19.


O que achaste destes resultados da WWE no primeiro trimestre deste ano?

18 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Foram excelentes resultados, e se continuar assim, a WWE não mudará seus shows tão cedo.

  2. El Cuebro3 semanas

    Lucros desse tipo mesmo aproveitando tão mal certos lutadores e mandando muitos outros embora, uma pena, mas realmente são de se admirar!

    • THORIN3 semanas

      E QUEM TER OBRIGA ASSISTIR OS SHOWS DA EMPRESA TEM ALGUEM COM UMA ARMA NA TUA CABECA TER OBRIGANDO SO SABER RECLAMA COM CERTEZA E DESSES NAO GASTA UM REAL FURADO NAS EMPRESAS DE WRESTLING E AINDA ACHA QUER TEM DIREITO DE EXIGIR ALGUMA COISA NA VIDA PRA SER EZIGIR ALGUMA COISA TEM QUER SER DA PRIMEIRO

    • Miguell _Legend-13 semanas

      Thorin só te digo isto: Aprende a escrever, respeitar e a sustentar o que dizes. Estás te a tornar num meme do site.

    • El Cuebro3 semanas

      Falou bem Miguell!

  3. Anónimo3 semanas

    São excelentes resultados.

  4. Hugo3 semanas

    Bom……
    Eu acho que se impõe uma auditoria forense às contas da Wwe.

    • joao (só para diferenciar dos restantes)3 semanas

      porque…???

    • THORIN3 semanas

      E QUEM MORREU LA GENIO NAO SABER NEM OQUE ESTA COMENTANDO SO POR DEUS

  5. joao (só para diferenciar dos restantes)3 semanas

    “tá a morrer!”

  6. Facebook Profile photo

    Já a qualidade dos mesmos fica muito a desejar

  7. JP273 semanas

    Excelente resultado económico mas com alguns sinais preocupantes. As audiências têm vindo com o galheiro e, agora, estão a descer em conjunto com as visualizações online, que era a justificação para a descida das audiências em TV. Os próximos contratos vão ser mais difíceis de negociar… Mas até lá, vão fazer muito dinheiro

  8. THORIN3 semanas

    TUDO POBRE COMENTANDO QUER NAO CONHECE NADA DO BUSINESS SO SABEM COMER FARINHA COM AGUA

  9. São muito bons resultados!