A WWE realizou esta quinta-feira, dia 21 de Outubro, e a partir da cidade de Riade na Arábia Saudita, mais uma edição do seu grande evento no país árabe, o Crown Jewel.

O WWE Crown Jewel é transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin (Kickoff)
– Edge venceu Seth Rollins (Hell in a Cell Match)
– Mansoor venceu Mustafa Ali
Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram AJ Styles & Omos
– Zelina Vega venceu Doudrop (Final do Queen’s Crown)
– Goldberg venceu Bobby Lashley (No Holds Barred Falls Count Anywhere Match)
– Xavier Woods venceu Finn Bálor (Final do King of the Ring)
– WWE Champion Big E venceu Drew McIntyre
– SmackDown Women’s Champion Becky Lynch venceu Sasha Banks e Bianca Belair
– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Brock Lesnar

Report

Nos bastidores do Crown Jewel e ainda durante o Kickoff, Paul Heyman foi entrevistado e explicou mais uma vez que vai entrar no Crown Jewel ao lado do WWE Universal Champion Roman Reigns e que irá sair ao lado do WWE Universal Champion, deixando no ar que este último poderá ser Brock Lesnar ou o “Tribal Chief”.

– SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram Cedric Alexander & Shelton Benjamin (Kickoff): Os The Usos entraram melhor, mas a maior agressividade de Cedric Alexander & Shelton Benjamin fez o embate virar a seu favor. O duo do Hurt Business isolou Jey Uso durante vários minutos, mas este conseguiu aguentar e fez o tag ao seu irmão, que entrou com tudo e quase venceu o combate sozinho.

Com o passar dos minutos, as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes, com os quatro lutadores em ringue quer fossem o lutador legal ou não. No final, os SmackDown Tag Team Champions conseguiram acelerar o ritmo e depois de um Splash da terceira corda venceram este combate de equipas.

– Edge venceu Seth Rollins (Hell in a Cell Match): Este Hell In A Cell começou de forma bastante agressiva por parte dos dois rivais, com a jaula a ser uma arma desde os primeiros momentos. O “Visionary of Drip” acabou por se colocar no controlo desta luta e mostrou toda a sua agressividade e raiva para dominar o Hall of Famer. Porém, Edge não veio ao Crown Jewel para perder e continuou a dar luta, apesar de ter levado com um ferro no olho.

Seth Rollins acabou por cometer um erro ao subir ao terceiro canto de costas para o seu adversário e o veterano fê-lo pagar, pois empurrou-o contra a jaula e este acabou por atravessar uma mesa fora do ringue, e foi este momento que virou esta “guerra” do avesso durante algum tempo.

O cansaço foi sendo cada vez mais evidente por parte dos dois lutadores e com isso as false finishes foram sendo cada vez mais frequentes. Edge decidiu que estava na hora de ir buscar uma mesa e um escadote, sendo que os dois acabaram a lutar no topo do mesmo e vimos de forma incrível o “Rated R Superstar” sobreviver uma Sunset Flip Powerbomb que o fez atravessar a mesa.

O “Messiah” acabou por perder a cabeça e foi buscar uma corrente, tendo-a prendido ao pé e acertou um Superkick em Edge, mas Seth Rollins ainda não estava satisfeito e meteu uma cadeira debaixo da cabeça do Hall of Famer, mas este conseguiu contra atacar acertando com essa mesma cadeira entre as pernas do seu rival.

Quando parecia que Edge ia vencer com o seu Crossface apoiado pela corrente e uma chave inglesa, o veterano decidiu que tinha de vencer de forma enfática e foi buscar uma cadeira e acertou o Stomp em Seth Rollins, vencendo este Hell in a Cell Match.

– Mansoor venceu Mustafa Ali: Mansoor entrou melhor neste combate, algo que frustrou Mustafa Ali, sendo que este só com batota virou o embate a seu favor. O antigo líder dos RETRIBUTION dominou durante alguns minutos e aproveitou para ir insultando o seu antigo parceiro de equipa, mas o lutador da casa acabou por aproveitar toda essa conversa para ter uma abertura para equilibrar esta contenda.

No final, os dois lutadores quase venceram, em especial Mustafa Ali com o Koji Clutch, mas Mansoor conseguiu sobreviver e no final voou do apron e por cima da terceira corda acertou o seu Neckbreaker, para assim conseguir esta vitória especial na sua terra natal.

Depois do combate, Mustafa Ali atacou Mansoor e foi então que tivemos a entrada de uma figura toda tapada, que quando chegou ao ringue tirou a sua burca e era Tareg Hamedi, o karateca árabe que venceu a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2020. Este despachou Mustafa Ali com um pontapé e festejou com Mansoor.

Ainda antes do próximo combate começar vimos Riddle a abandonar Randy Orton na sua entrada, e tudo para regressar e entrar montado num dromedário.

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram AJ Styles & Omos: Os RK-Bro entraram em alta e dominaram os primeiros minutos, mas tudo mudou quando Omos entrou, tendo este virado o combate a favor da sua equipa. Depois de alguns momentos de domínio, Randy Orton decidiu que só conseguiria livrar-se de Omos se fizesse batota e teve razão, pois isso abriu espaço para fazer o tag em Riddle.

Riddle entrou com tudo e com o passar dos minutos os RK-Bro voltaram ao controlo, e depois de um RKO a contra atacar o Phenomenal Forearm, Randy Orton deixou Riddle voltar ao ringue e com o Floating Bro os campeões venceram este embate e retiveram os seus títulos.

Nos bastidores, a SmackDown Women’s Champion Becky Lynch foi entrevistada e explicou que a conversa do ímpeto não significada nada e que Bianca Belair também tinha muito ímpeto e depois de um soco na cara isso acabou. A “The Man” afirmou que não veio até tão longe para perder o seu título e vai mostrar porque é a melhor.

– Zelina Vega venceu Doudrop (Final do Queen’s Crown): Doudrop usou a sua força e dominou durante os primeiros momentos desta final, mas Zelina Vega conseguiu virar o ímpeto a seu favor e tentou manter a sua adversária no chão, o máximo de tempo possível. A força de Doudrop parecia que ia ser um problema para Zelina Vega, mas esta com o seu Code Red surpreendeu tudo e todos e venceu este Queen’s Crown Tournament.

– Goldberg venceu Bobby Lashley (No Holds Barred Falls Count Anywhere Match): Goldberg partiu com tudo para cima de Bobby Lashley, mas este com uma corrente de ferro virou o embate a seu favor rapidamente. O “All Mighty” foi buscando as armas que queria e dominou a seu bel-prazer, tendo feito do joelho esquerdo de Goldberg o seu alvo preferencial de ataque.

No entanto, Goldberg conseguiu desviar-se de um Spear do seu rival e Bobby Lashley destruiu a mesa que estava no canto do ringue. Isto abriu espaço para que o Hall of Famer acertasse a sua habitual combinação de Spear e Jackhammer, mas Goldberg não queria acabar aqui. Fora do ringue, a lenda fez Bobby Lashley atravessar a barreira de separação com mais um Spear.

Ainda fora do ringue, Goldberg estava a dar cabo do “All Mighty” e os outros membros do Hurt Business tentaram ajudar com kendo sticks, mas nada feito. O Hall of Famer estava decidido a vingar-se do seu rival e no final, com um Spear, atirou Bobby Lashley contra uma série de mesas que estavam na parte debaixo da zona de entrada, vencendo o combate.

– Xavier Woods venceu Finn Bálor (Final do King of the Ring): Os dois lutadores começaram de forma lenta e tentaram de forma técnica ganhar a vantagem nesta final, sendo que foi Finn Bálor a levar a melhor, isto até Xavier Woods aumentar a velocidade. Porém, o equilíbrio esteve sempre presente neste combate, com a agressividade a aumentar com o passar dos minutos.

Os minutos finais viu os dois lutadores a terem várias hipóteses para vencer este embate, mas no final Xavier Woods aguentou toda a ofensiva do “Príncipe”. No final, o lutador dos New Day acertou a sua Elbow Drop da top rope e cumpriu assim o seu sonho de ser King of the Ring.

– WWE Champion Big E venceu Drew McIntyre: Os dois lutadores tentaram usar a sua força desde o primeiro segundo e foi Drew McIntyre que conseguiu ajustar a sua estratégia mais rapidamente e usou a sua técnica para controlar o WWE Champion durante vários minutos. Big E aguentou a ofensiva do escocês e começou a equilibrar este embate, sendo que o WWE Champion até quase venceu primeiro com o Stretch Muffler e depois o Big Ending.

Drew McIntyre quase reconquistou o WWE Championship quando acertou o Claymore Kick, mas Big E levantou o ombro antes da contagem de 3 e manteve-se na luta. Isto frustrou o “Scottish Warrior”, que cometeu um erro ao tentar aplicar o Big Ending, mas o campeão reverteu a sua própria manobra e acertou o seu golpe final pela segunda vez, e reteve assim o WWE Championship.

– SmackDown Women’s Champion Becky Lynch venceu Sasha Banks e Bianca Belair: A força de Bianca Belair foi um problema para as suas duas adversárias desde o primeiro segundo, sendo que as duas lutadoras mais experientes decidiram tirar a “EST da WWE” do combate para tentarem vencer o embate de forma rápida.

O caos foi a palavra-chave deste Triple Threat Match, sendo que foi a “The Man” que conseguiu ter um maior controlo no meio de toda a confusão habitual num combate destes, mas a campeã acabou por ser alvo de uma aliança temporária das suas adversárias.

A “EST da WWE” fez sempre questão de usar a sua força para sair do Crown Jewel com o SmackDown Women’s Championship, mas a veterania das suas adversárias foi um problema, pois a “The Man” e a “The Boss” continuavam sempre na luta. O cansaço foi-se apoderando das três lutadoras e com isso as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes, e o combate esteve perto de acabar por várias vezes.

As três lutadoras começaram a arriscar e o caos ficou ainda maior. Quando parecia que Bianca Belair ia vencer depois do seu KOD, Sasha Banks tirou a “EST da WWE” do ringue e quando foi fazer o pin em Becky Lynch, esta apanhou-a com um small package enquanto segurava as cordas, e reteve seu título.

– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Brock Lesnar: Brock Lesnar entrou com tudo neste combate usando a sua força, sendo que o “Tribal Chief” só conseguiu alguma ofensiva fora do ringue e teve de fazer coisas que ninguém estava à espera, como um salto por cima da terceira corda.

Já dentro do ringue, Brock Lesnar sobreviveu a um Spear de Roman Reigns, sendo que o WWE Universal Champion foi acertando vários Superman Punches para tentar deixar a “Besta” por terra, mas este saltou por cima do “Tribal Chief” para evitar um Spear e virou o combate do avesso.

De seguida tivemos uma passagem pela Suplex City, com a “Besta” a acertar 4 German Suplexes, antes de acertar um F-5 ao qual Roman Reigns de forma incrível conseguiu sobreviver. Depois de alguns contra-ataques, Brock Lesnar de forma inadvertida atirou Roman Reigns contra o árbitro, o que deu espaço para o Universal Champion sobreviver.

O facto de não haver árbitro fez com que Paul Heyman atirasse o WWE Universal Championship para dentro do ringue e explicou aos dois lutadores para eles decidirem quem é o campeão. Quando parecia que a “Besta” ia levar a melhor, os The Usos apareceram e atacaram-no com um Double Superkick. O “Tribal Chief” aproveitou e acertou com o WWE Universal Championship na cabeça de Brock Lesnar e conseguiu assim sobreviver e reter o título.

O Crown Jewel terminou com Paul Heyman a sair ao lado do WWE Universal Champion Roman Reigns e dos SmackDown Tag Team Champions The Usos, enquanto Brock Lesnar se mostrava furioso em ringue.


O que achaste deste WWE Crown Jewel?

83 Comentários

  1. Facebook Profile photo
    Diogo1 mês

    Ridiculo o Rollins perder desta maneira…

    • Shockmaster1 mês

      Entre Edge e Seth prefiro o Edge, o seth precisa de uma rivalidade diferente

  2. Muito legal a referee do maior combate que já teve na Arábia Saudita ser a Jessika… Espero que isso ensine uma pequena lição para os habitantes.

  3. Anônimo1 mês

    a wwe está enterrando o Seth Rollins.

  4. BigMando1 mês

    As mulheres lá vão ter de lutar todas tapadas, até a árbitra do Edge vs Rollins teve de tapar os braços

    • Facebook Profile photo
      André Sousa1 mês

      sabes as regras e tradiçoes daquele pais? ate acho uma sorte elas estarem la

    • BigMando1 mês

      sei mais ou menos. Pelo menos, sei que as mulheres lá nem podiam entrar nos estádios para ver futebol, por exemplo

    • Facebook Profile photo

      Elas deviam recusar-se a ir lá.
      É uma vergonha.
      Só faltava lutarem de burca!

    • É uma questão complicada né.
      Por um lado, você pode achar GLORIOSO elas conseguirem lutar no evento, mas por outro também pode ser VERGONHOSO elas “aceitarem” essas condições de vestimenta e afins.

  5. ??1 mês

    Grande Mansoor.

  6. 19041 mês

    Riddle fez uma entrada em cima do António Costa xd

    • MC1 mês

      Não tinha percebido este comentário, porque ontem à noite, quando cheguei a casa, vi apenas os combates que me interessavam ver, no WatchWrestling, e o RKBro vs Omos e AJ não foi propriamente um desses combates…

      Hoje vi a entrada do Riddle algures no Twitter e lembrei-me deste comment… HAHAHAHA. Este é o comentário mais underrated que vi em algum tempo. O que eu me ri. 😂😂

  7. Broddie griffin1 mês

    Que vitoria do edge, agora para os totós da net aqui, fazer o crossfit jesus ganhar do edge em pleno crown jewel é sem sentido, vcs não sabem o que é enterrar.. viva o edge!! O rollins terá sua chance mas não contra o edge hahahaha

    • Facebook Profile photo
      Diogo1 mês

      Totos da net??isto nao é enterrar?? Porque e que o rollins nao podia ganhar ao Edge??
      Nao me digas que o edge ainda tem uma longa carreira para n falar que e part timer…e por estas situaçoes que a wwe nao tem novas superstars

    • Broddie griffin1 mês

      E o rollins é uma nova superstar? Esse ppv nem é tão importante assim, deixa o publico árabe ser feliz

    • Ryu1 mês

      Bro chill, o Rollins não perde nada com a derrota, ainda mais se vão usar o Edge no futuro também tem de estar credivel.

      Vocês stressam por tudo, calma

    • John mit1 mês

      KKKKK, “enterro do Rollins”… O Rollins já tem credibilidade, o cara só ganhou do lesnar já wrestlemania… Idiotas

    • Facebook Profile photo
      Diogo1 mês

      Nao perde nada?? O Rollins ja nao sai por cima de uma feud desde do rey misterio…perdeu no SS e na Mania…e ja agora como isso do lesnar ja foi ha 2 anos como uma pessoa ganha credibilidade tb a perde com o booking…mas pensem assim por isso e que essa companhia esta assim

  8. Blissful1 mês

    Mais uma luta muito rápida do Queen of the ring. Pelo menos agora a Zelina vai ter uma gimmick, porque desde que voltou ela me pareceu bem perdida na personagem. Aliás, aproveitando o comentário pra dizer que essa luta do Rollins x Edge foi insana. Não acho que o Rollins perder seja ruim, nem mesmo acho que está sendo enterrado. Enfim, opiniões …

  9. André Santos1 mês

    Até agora acertei tudo

  10. Joe1 mês

    A sério que o palhaço do Xavier woods ganhou limpo ao Balor ? 🙄 sempre a enterrar

    • Ester Nazaré Dias Cabral1 mês

      Joe com que razão você chama palhaço ao Xavier Woods, por não gostar dele dá direito de ofender de forma gratuita? Não se cure não. Temos pena, azar se não gosta do Xavier agora não faltava nada agradável agora a WWE fazer a vontade a si ou a quem que seja. Eles metem quem quiser a vencer e você não e outros não têm de se queixar de nada. Fartinho de maltinha como você que se passa com as vitórias de lutadores que vocês não curtem.

    • JONATAS SANTOS PESSOA1 mês

      também achei sacanagem com o Balor, já não bastou rebaixar ele pro NXT, seria bem vindo na AEW

    • Victor Silva1 mês

      Até que gostei do Bálor não ter ganho esse King Of The Ring e mudar para aquela Gimmick horrivel, deixa para o Xavier mesmo que combina com ele

  11. Bem os resultados para já igual a um live show.

  12. Tiago Rodrigues1 mês

    Feliz pela zelina Vega 👑👑
    Farto deste infantil do Big e. Dêem o título a outro qualquer por favor. McIntyre sim é um campeao

    • Ester Nazaré Dias Cabral1 mês

      aahhh, chora mais a pensar porquê é que a WWE não gosta de lhe fazer a vontade, devia ser lindo de se ver a WWE a fazer só aquilo que você queria. Cresce e aparece, claro que o Big E deveria ter ganho só em sonhos você pensaria que ele iria perder. Epá poupa-me Tiago Rodrigues, o que eu sei é que você ficou danado com a vitória do big E. Os autores da WWE não fazem aquilo que vocês queriam, azar. Tenho pena que essa sua azia Tiago Rodrigues, lhe faça não ter tento na língua e comece a injuriar o Big E.

    • Tiago Rodrigues1 mês

      Ester Nazaré conhece me de algum lado para falar comigo sequer quanto mais se impor de alguma forma a umim? Cresça voce estou aqui na palhaçada e na desportiva. Levam demasiado a sério estas coisas? Você ganha o salário de algum destes senhores trabalhadores que se batem uns nos outros e no fim vão beber umas jolas juntos? Respire um pouco e não me dirija mais a palavra se faz favor. Boa noite e passe bem

  13. 19041 mês

    Alguém me sabe explicar porque é que meteram a musica antiga do Roman no fim?

    • MC1 mês

      Está mesmo bugado aqiela themesong final, já não é a primeira vez. É do hábito… 😂

    • Que exagero! Não foi nem um segundo sequer, falando assim parece que trocaram as músicas 😂😂

  14. Luís1 mês

    Esta wwe é uma palhaçada 😬

    • Luís1 mês

      As 3 últimas lutas acabam de forma q só a wwe consegue fazer.. Merda!!
      A Becky ganha com batota o Roman idem idem aspas aspas, e depois admiram se que os ratings estejam na merda,.. Tristes figuras!

  15. joao (diferenciado)1 mês

    foi um show agradável, até o combate do goldberg foi bom

  16. AndreTaker1 mês

    Honestamente ver o Reigns a ganhar assim fica difícil algum ser humano tirar o título.
    Não retiro mérito atenção mas também se visse o Lesnar a ganhar também seria novamente o “vira o disco toca o mesmo”…
    Contudo gostaria que o Universal Title mudasse de mãos para alguém imprevísivel.

  17. Joe1 mês

    Que raio se passava com a música do Roman 😂

  18. Victor Silva1 mês

    Honestamente. Card bom, show fraco. Alguns combates acabaram rápido, salvou-se apenas o que vinha sendo desenvolvido nos shows semanais: Edge Vs Rollins e Roman Vs Lesnar, apesar que eu esperava mais desse Main Event, a rivalidade continua mas podemos chegar a conclusão de que hoje o Tribal Chief zerou a divisão #☝

    • Kenny Alpha1 mês

      Não vimos o mesmo evento então.

    • Victor Silva1 mês

      Nunca saberemos Kenny. mas eu pessoalmente tinha expectativas em alguns combates que não foram alcançadas. O No Holds Barred passou longe de ser um combate com essa estipulação, provavelmente por ter um idoso Goldberg nesse combate. A Triple Threat feminina até foi boa em alguns momentos, e no Main Event… como já disse, eu esperava mais

    • joao (diferenciado)1 mês

      victor, então que expectativas tinhas? tu proprio reconheces que o goldberg tava no combate.

    • Nao foi um no holdd barred? Kendonsticks, steps, chairs, barricade e aquele spot final, para alem da interfere cia de mais 2 elementos da heart business, sem duvida foi um normal match onde tudo isso é valido…

  19. JONATAS SANTOS PESSOA1 mês

    AEW!!!! AEW!!! AEW!!!

  20. ??1 mês

    Foi um evento muito bom, agradavel de ser ver do inicio ao fim, pena é não ter tido um resultado mais surpreendente, mas em questão de wrestling foi muito bom.

  21. Victor1 mês

    Poxa q fiasco esse papel q colocaram o Brock Lesnar, perder assim.
    Espero que no Survivor Series ele arrebente e conquiste o titulo, ja q foi assim com Becky Lynch… De resto foi bom o crown jewel …

  22. Gostei:
    – Edge vs Seth Rollins. Este foi um dos melhores Hell in a Cell matches da história. Tantos spots memoráveis e um combate perfeito para terminar a melhor feud do ano. Eu gostava de puder elogiar mais este combate, mas todos os elogios do mundo não seriam suficientes. Vejam este combate!
    – Mansoor vs Mustafa Ali. Talvez o combate em que o público fez mais barulho, devido ao Mansoor, e acabou por ser um bom combate.
    – RKBro vs Styles & Omos. A entrada do Riddle foi brutal, adorei. O combate foi diferente dos anteriores entre ambas as equipas, mas no bom sentido. Bom trabalho de todos os 4.
    – Goldberg vs Bobby Lashley. Muito melhor que o combate dos 2 no SummerSlam. O spear pelo palco abaixo pelas mesas… brutal, um dos melhores spots que Goldberg fez na sua carreira. Ótimo combate aqui.
    – Xavier Woods vs Finn Balor. Mais um ótimo combate, com o público a apoiar Xavier Woods ao longo do combate. Vamos ver como King Woods funcionará.
    – Big E vs Drew McIntyre. Um ótimo combate para verdadeiramente solidificar Big E como WWE Champion. Mantiveram um bom ritmo ao longo da disputa e tivemos excelentes spots. Vejam este combate!
    – Becky Lynch vs Sasha Banks vs Bianca Belair. Um combate maravilhoso com excelente química das 3 mulheres. A Lynch usou de tudo e um roll-up acaba por lhe dar a vitória. Vejam este combate!
    – Roman Reigns vs Brock Lesnar. Um ótimo main event que teve um final um bocado chato, mas previsível. Mas em geral, quase tudo aqui esteve fantástico e é mais um combate que vale a pena ver!

    Não Gostei:
    – Zelina Vega vs Doudrop. O combate não foi mau, mas também não foi bom. Acredito que foi o único combate a passar a marca dos 5 minutos neste torneio portanto… não sei se é um positivo ou negativo.

    Overall: 8/10. Não tinha muita concorrência, mas foi de longe o melhor show que a WWE fez na Arábia Saudita. Há 4 combates fantásticos e o show foi fácil de ver. Mas, só para destacar mais um bocado, vejam o combate de abertura. Sério candidato a combate do ano.

    • ??1 mês

      Enfim uma analise coerente.

    • Facebook Profile photo

      Espero sempre para ler os teus comentários, pois concordo quase sempre a 100% com os teus comentários.
      Achei que foi um PPV bom, com um card excelente, e sem dúvida o melhor evento feito na Arábia Saudita. A única coisa que mudava era na vitória do Goldberg, mas percebo que a WWE lhe tenha atribuído a vitória, visto que tinha vindo a perder os últimos combates, e acredito que se os combates dele fossem do género deste, o homem não teria tanto hate como tem.

    • Facebook Profile photo
      Fábio Peres1 mês

      O show foi muito bom, mas para o “Crown Jewel” ser tratado com respeito eles tem que dar mais valor às mulheres – não às lutas, esplêndidas, mas a elas em si. Olhar para Dubai, Catar ou Irã faria bem para os sauditas.

    • Facebook Profile photo

      Boa análise, como sempre, parabéns Soares.

      Eu pessoalmente gostei do final do Lesnar x Reigns, gostei da forma que eles arranjaram para prolongar não só a rivalidade entre ambos, mas também para continuarem com a história do Heyman.

      De resto concordo contigo em tudo. Rollins x Edge foi das melhores coisas que a WWE produziu em anos, e o Xavier merecia um momento destes. Vamos ver, quem sabe, não venha a ser campeão mundial no futuro. Se o Kofi e o Big E já o conseguiram, quem sabe.

  23. Shockmaster1 mês

    Opinião controversa secalhar, mas eu acho bem o Edge ter ganho, apesar de ambos estarem numa posição em que quem quer que seja que perca ninguém fica contente, mas o Edge não dura pra sempre (nem era suposto ter voltado), na minha opinião adorava ver o Edge ser campeão mundial, e depois largar título para alguém como o Seth

  24. rated r1 mês

    Juro que não percebo esta empresa. Trazem os Hurt Business de volta, sem explicação nenhuma para continuarem sem fazer nada e a serem tratados como lixo, enfi.

    • E vão continuar a não servir para nada que é como está o produto atualmente um lixo. Querem melhor mudem de canal esta merda de companhia já deu o que tinha a dar

  25. X wrestler1 mês

    Todos podem perder menos o cão, continua a palhaçada a meterem areia pelos olhos dos fãs

  26. Joe1 mês

    Ester Nazaré dias Cabral , eu não estou a maltratar o Xavier woods apenas não gosto do estilo dele acho-o demasiado palhaço tal como o kofi Kingston e antes também achava o big E esperemos que agora com o título bookem como alguém mais sério… agora vir gente dizer que “ah e tal ele tem de ser o vencedor porque era o sonho dele ser king of the ring” se for assim acho que no roster tens la muitos lutadores que sonham , desde criança em ser campeões universais, se fosse a cumprir sonhos de todos eles teríamos campeões novos semana sim semana não …

  27. Vitor Oliveira1 mês

    Povo só reclama. O evento foi mto bom no geral e ponto.

  28. The Name1 mês

    Melhor crown jewel até à data, também não era difícil superar os outros! 😂
    Talvez o melhor ppv do ano para a wwe 👏🏻

  29. Facebook Profile photo

    e nada do anderteiker

  30. BRRM1 mês

    De todos os eventos na Arábia Saudita este é confortavelmente aquele de que mais gostei, apesar de obviamente também ter tido falhas. A plateia, que até costuma nem ser das melhores, desta vez esteve muito animada, o que ajuda sempre.

    Usos vs Hurt Business – combate bastante bom para aquecer a crowd. Foi fixe ver os Usos a voltarem a trabalhar num estilo mais babyface.

    Edge vs Rollins – um GRANDE combate com bons spots, storytelling… enfim, exatamente tudo aquilo que se queria destes dois magníficos performers dentro da Hell in a Cell. Adorei as expressões faciais do Edge no final do combate

    Mansoor vs Ali – foi bem nice até. O Mansoor tem vindo a melhorar bastante. O pós-combate foi uma forma eficaz de maximizar o mark out para o público presente na arena

    RK-Bro vs Styles & Omos – foi bom, assim dentro daquilo que se esperava. Gostava bastante de ver o AJ voltar a lutar a solo mas por outro lado nota-se que o Omos tem vindo a evoluir e seria uma pena estragar tudo ao pô-lo sozinho

    Zelina vs Doudrop – podia dizer que estava contenta pela Vega mas a verdade é que é difícil acreditar que ganhar um torneio onde os combates rondaram todos os 3 minutos vá ter um efeito substancial na carreira dela. Booking vergonhoso

    Goldberg vs Lashley – o velho cepo que gosta de fazer ameaças de morte em televisão destruiu o ex-campeão mundial que está a atravessar a melhor fase da carreira e ainda despachou o Shelton e o Cedric como se não fossem nada. Que top…

    Woods vs Bálor – também não tenho muitas esperanças que esta vitória vá mudar muito a carreira do Xavier mas fico feliz por ele ter realizado o seu sonho, ele merece. O combate foi bastante agradável de se assistir

    Big E vs McIntyre – dois powerhouses super talentosos a darem tudo o que tinham. Ótimo combate e uma grande vitória para o atual campeão

    Becky vs Sasha vs Bianca – as três arrasaram do início ao fim do combate. Sequências bué fluídas, emoção, storytelling, demonstrações de força impressionantes por parte da Belair e uma vitória obtida de forma oportunista e inteligente por parte da Lynch. Não é de surpreender que três wrestlers com esta qualidade tenham feito isto mas de qualquer maneira estão de parabéns

    Roman vs Brock – infelizmente não foi o clássico que eu sei que estes dois conseguem ter porque decidiram ir pelo caminho mais fácil, provavelmente para alongarem a feud. Mas pronto, acho que até foi um combate mais bem trabalhado do que os anteriores entre eles (à exceção do primeiro, na WM 31).

  31. Kick_Ass1 mês

    PPV fraco… Valeu o Edge vs Rollins e o Reings vs Lesnar. De resto foram combates repetitivos e demasiado previsíveis.

    Agora o Woods ganhar limpo ao Balor é algo que me ficou atravessado na garganta… Pelo menos coloquem o Balor heel para remediar está porcaria de resultado. 🤦

  32. Goat WK1 mês

    De novo outra vez again o Seth salva o ppv com o melhor combate. Gostaria de Seth x Roman na Mania. Minha opinião apenas.

  33. – The Usos vs Hurt Business: Bom combate para um kick off, boas ofensivas de ambas as equipes e o resultado foi bem previsível visto que desde o retorno da Hurt Business eles não causaram nenhum impacto, nem parecem os mesmos de antes da separação. NOTA: 6,5

    – Edge vs Seth Rollins: Melhor combate da noite, mais de trinta minutos de spots incríveis, um storytelling fantástico e uma química fenomenal entre os dois. A criatividade de ambos e a emoção que eles conseguem transmitir é algo maravilhoso, e essa é a melhor versão do Edge é muito tempo! Um combate para ver, rever e guardar na lista de grandes combates desse ano. NOTA: 9,5

    – Mansoor vs Mustafa Ali: Bom combate entre dois lutadores bastante talentosos, o resultado era bem previsível mas de qualquer forma foi divertido de assistir. O neckbreaker que o Mansoor usa como finalizador é plasticamente muito bonito. NOTA: 6

    – RK-Bro vs AJ & Omos: Combate ok, não houve nada que me fizesse “levantar da cadeira” mas também não foi ruim. Gosto da dupla de AJ e Omos mas a proteção que a WWE quer dar ao Omos prejudica muito o Styles, que é sempre o “elo fraco” da dupla e acaba saindo por baixo quase sempre. NOTA: 5

    – Zelina Vega vs Doudrop: Feliz pela vitória da Zelina, mas o combate foi sem sal assim como todo o torneio feminino. NOTA: 3,5

    – Goldberg vs Bobby Lashley: Bom combate, muita força física e bons spots de ambas as partes, o final foi muito bacana. Uma pena o Lashley sair por baixo, mas vamos ver o que se segue pra ele. NOTA: 7

    – Xavier Woods vs Finn Bálor: Óimo combate, bem técnico, com o Woods entregando tudo de si para sair com vitória, e fico muito feliz que ele tenha conseguido. Espero que ele consiga ter um bom reinado como ‘King Woods’. NOTA: 7,5

    – Big E vs Drew McIntyre: Bom combate, com o Big E mostrando domínio e capacidade de agir sério quando isso lhe é exigido. Vitória previsível mas que serve para dar um ímpeto maior ao novo campeão, que sai por cima de um dos grandes nomes da WWE na atualidade. NOTA: 7

    – Becky Lynch vs Sasha Banks vs Bianca Belair: Grande combate como era de se esperar, muita química envolvida, bom storytelling e ótimos spots. Não tenho nem o que dizer sobre Becky e Sasha, duas das melhores performers da história da WWE, e se seguir nesse ritmo a Bianca também estará nesse “hall” mais cedo ou mais tarde, ela é incrível. NOTA: 8,5

    – Roman Reigns vs Brock Lesnar: O reinado do Tribal Chief continua impecável, que trabalho fantástico do Roman e que grande combate tivemos entre esses dois, toda a história em torno do Paul Heyman trouxa mais contornos de drama ao combate, porém o final foi o que era de se esperar de um imparável Roman Reigns. NOTA: 8

  34. Este Crown Jewel 2021 acabou por ser o melhor PPV da WWE na Arábia Saudita até agora (se bem que a “barra” não estava muito alta) e um dos melhores PPV’s deste ano.
    Curti do combate do Kickoff entre The Usos e Cedric Alexander & Shelton Benjamin, o Hell in a Cell Match entre Edge e Seth Rollins foi brutal e um dos melhores embates de sempre com esta estipulação, e praticamente tudo o que aconteceu a partir da final do torneio King of the Ring correu bastante bem.

  35. comentador1 mês

    Li cerca de 65 comentarios e a maioria esmagadora, curtiu o evento. Os que comentaram luta a luta, tiveram a mesma perspectiva dos combates, mas ainda tem as viuvas dos anos 90, as namoradinhas da AEW. Algumas pessoas que comentam aqui, são frustrados por não serem roteiristas da WWE, só pode ser isso. Reclamam de tudo que acontece.

    • Ahahah, frustados por não ser roteiristas da WWE, essa é nova.Aceita que as pessoas podem ter opiniões diferentes

  36. The truth hurts1 mês

    Que coisa mais previsível…

  37. Não vi tudo, mas pareceu-me um belo evento.

    Edge vs Rollins- excelente combate para terminar uma excelente rivalidade, pena o Rollins não ter saído por cima, isto só prova o que a WWE não vê nele uma superestrela. Mas fogo, é sempre tão bom ver o Edge em ação, o grande vilão da minha infância
    Mustafa vs Mansoor- foi só mesmo para alegrar o ditador
    RK Bro vs Styles & Omos- Normal, ganhou a equipa certa (odeia que se usem animais para espetáculos, deixa-me enojado)
    Goldberg vs Lashley- foi bom e nota-se um grande esforço do Goldberg para entregar algo decente. No entanto lá vai o Lashley outra vez ser só mais um
    Doudrop vs Zelina- Mais um combate num torneio vergonhoso, no entanto é bom ver a Zelina a ter destaque, pena ter sido naquele país
    Woods vs Bálor- Foi um belo combate de dois belos lutadores, no entanto só serve mesmo para usar uma coroa ridícula
    Big E vs McIntyre- Mais um belo combate entre dois belos lutadores, no entanto não consigo ver mais uma derrota do Drew, que parecia que ia estar ao nível do Roman, mas agora vai ser apenas mais um
    Sasha vs Bianca vs Becky- Um belo combate entre 3 excelentes lutadoras, no entanto acho nojento as condições em que lutaram, que seres tão primitivos, foi um rool-up, mas foi o único no show, eu apenas me queixo quando a maioria acaba assim
    Brock vs Roman- Bom ver o destaque do Roman, finalmente a WWE está a conseguir fazer uma grande estrela, a unica desta geração. Agora bom era na WM ser drew vs Roman, mas isto é WWE, óbvio que tem que ser uma part-timer a vencer o Roman, provavelmente vai ser mesmo o Brock num rematch na WM ou até o Goldberg

    Acho que é de longe, o melhor evento na arábia saudita, no entanto e acima de tudo, acho isto tudo vergonhoso. Desde a forma como as mulheres são tratadas, á utilização de animais, ajudar a promover uma ditadura, a WWE não tem mesmo problemas em vender a alma para meter dinheiro ao bolso

  38. mãe de santo esquizofrenica1 mês

    os camelos em computação gráfica estilo sega saturn e nintendo 64 foram o ponto alto do show. os tapetes voadores tbm. nem 1 pouco estereotipados.

  39. Anónimo1 mês

    Foi um bom PPV, o melhor que a WWE fez na Arábia Saudita. Excelente Hell in an Cell entre o Rollins e Edge, para mim foi o melhor combate da noite. Bom combate entre o Finn Bálor e Xavier Woods. Ótimo combate entre a Becky, Bianca e Sasha. E destaco também o main event, foi um ótimo combate.

    • Anónimo1 mês

      Sem esquecer o combate do Big E e McIntyre, foi um ótimo combate também.

  40. Luis victor1 mês

    N foi como esperado principalmente a volta da besta …. Espero q o Survivor Series dia 21 seja melhor.
    Pois foi decepcionante ver bianca ser derrotada, uma grande estrela espero q ela ganhe o titulo, e q brock reconquiste o titulo da qual sempre pertenceu kkkkk ….