A WWE realizou este sábado, dia 1 de Janeiro, o seu primeiro pay-per-view do ano, o Day 1. Este novo evento da empresa foi transmitido na WWE Network a partir da State Farm Arena em Atlanta, Geórgia.

Resultados

– Sheamus & Ridge Holland venceram Cesaro & Ricochet (Kickoff)
– SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram New Day (Kofi Kingston & King Woods)
– Drew McIntyre venceu Madcap Moss
Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford)
– Edge venceu The Miz
– Raw Women’s Champion Becky Lynch venceu Liv Morgan
– Brock Lesnar venceu WWE Champion Big E, Bobby Lashley, Kevin Owens e Seth Rollins

Report

– Sheamus & Ridge Holland venceram Cesaro & Ricochet (Kickoff): O duo de Cesaro & Ricochet entrou melhor, tendo o “One and Only” até partido o nariz a Ridge Holland. Apesar disso e de ficar sozinho no combate, Sheamus conseguiu isolar o seu adversário e dominou durante vários minutos. Ricochet conseguiu aguentar a ofensiva do “Celtic Warrior” e fez o tag a Cesaro, que entrou com tudo e virou o combate do avesso e até quase o venceu.

Só que Sheamus foi aguentando tudo de tal forma que conseguiu com o White Noise fora do ringue deixar o “One and Only” fora de ação. Já no ringue e com o seu Brogue Kick, acabou por fazer o pin em Cesaro e sair deste combate vencedor.

– SmackDown Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram New Day (Kofi Kingston & King Woods): Os New Day entraram melhor neste combate de abertura do main card, mas com alguma batota à mistura os The Usos isolaram Kofi Kingston e colocaram-se no controlo. O domínio dos SmackDown Tag Team Champions durou vários minutos, mas o ex-WWE Champion conseguiu aguentar e fez o tag a King Woods, que encontrou com tudo e virou o combate a favor da sua equipa, mas ainda assim as primeiras quase vitórias pertenceram aos The Usos.

As duas equipas foram sobrevivendo a tudo o que os seus adversários faziam, e com o passar do tempo o caos e o cansaço foi sendo cada vez maior. Foi então que do nada, os The Usos sacaram um “coelho da cartola” e aplicaram o 3D e venceram este combate.

Nos bastidores, o WWE Champion Big E foi entrevistado e mostrou-se confiante que pode sair do Day 1 como campeão, mas que sabe que vai ser bastante difícil, mas que vai dar tudo e no final do dia vai continuar com o título.

De seguida, os rappers Migos foram entrevistados no backstage.

De regresso ao ringue tivemos Happy Corbin e Madcap Moss, que fizeram várias “piadas” antes de Drew McIntyre aparecer.

– Drew McIntyre venceu Madcap Moss: Drew McIntyre usou a sua força e agressividade para dominar Madcap Moss, mas este conseguiu virar o combate a seu favor depois de uma distração de Happy Corbin.

O domínio de Madcap Moss durou alguns minutos, mas a força do “Scottish Warrior” virou o combate a seu favor e quase o venceu depois de um Spinebuster impressionante. Depois de várias quase vitórias por parte dos dois lutadores, Drew McIntyre meteu o pé no acelerador e com o seu habitual Claymore Kick venceu este embate.

Nos bastidores, Kevin Owens explicou que Brock Lesnar ser adicionado ao combate pelo WWE Championship é uma tragédia e que ele vai aproveitar para se vingar do que a “Besta” fez à sua alma gémea (Sami Zayn) no SmackDown. Quando o “Prizefighter” ia contar o seu plano para conquistar o WWE Championship, deixou a entrevistadora sozinha e afirmou que ia falar com Seth Rollins.

– Raw Tag Team Champions RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram Street Profits (Angelo Dawkins & Montez Ford): O combate pelos Raw Tag Team Championships começou a um ritmo lento e acabaram por ser os Street Profits que dominaram durante vários minutos, tendo isolado Riddle para assumirem o controlo do combate. Quando o “Original Bro” teve uma abertura para fazer o tag, Randy Orton entrou em ringue e virou o combate a favor dos campeões, mas ainda assim Montez Ford meteu a quinta mudança e voou como só ele sabe.

Porém, no final, os RK-Bro mostraram estar um passo à frente e tivemos Riddle a atirar Montez Ford ao ar e este acabou por ser apanhado num RKO que deu a vitória aos campeões.

Depois do combate, os ainda Raw Tag Team Champions RK-Bro festejaram com os rappers Migos, antes dos Street Profits cumprimentarem os campeões, numa demonstração de respeito.

Nos bastidores, Drew McIntyre estava a ser entrevistado e foi atacado por Happy Corbin e Madcap Moss, um ataque que terminou com os dois a tentar lesionar o pescoço do escocês com uma cadeira e estrutura metálica.

Ainda no backstage, Kayla Braxton tentou entrevistar Brock Lesnar, mas este explicou que faz o que quer, porque é um free agent graças a Paul Heyman e que hoje irá sair do Day 1 como WWE Champion.

– Edge venceu The Miz: Os dois lutadores começaram o combate de forma cautelosa e quando parecia que o Hall of Famer ia começar a dominar, Maryse causou a distração necessária fora do ringue para que o seu marido assumisse o controlo. O “A-Lister” fez da perna esquerda de Edge o seu alvo preferencial, mas o “Rated R Superstar” foi aguentando o ataque do rival. Ainda assim, The Miz continuou a dominar, isto até ir de cara contra a mesa dos comentadores.

Ainda assim, tivemos The Miz a aplicar o Figure 4-Leg Lock, mas não conseguiu a vitória nem com a submissão, nem com um pin batoteiro, o que o levou a sofrer um Crossface, que só não ditou o final do combate por causa de Maryse.

A agressividade foi subindo de tom com o passar dos minutos e The Miz e Maryse tentaram fazer batota, mas isso não funcionou e fez com que Beth Phoenix viesse atrás da mulher do “A-Lister”. Toda esta confusão abriu espaço para que Edge acertasse o seu Spear em The Miz e assim vencesse este embate.

Nos bastidores, MVP e Bobby Lashley foram entrevistados e o manager explicou que Brock Lesnar é sem dúvida um atleta único e que todos os outros lutadores deveriam ter medo dele, mas que o “All Mighty” não é como os outros lutadores e também ele é um atleta único e que irá sair do Day 1 com o WWE Championship. Bobby Lashley terminou a entrevista dizendo que está ansioso para colocar Brock Lesnar no Hurt Lock e fazê-lo desistir.

– Raw Women’s Champion Becky Lynch venceu Liv Morgan: Liv Morgan entrou com tudo e dominou os primeiros minutos deste combate, sendo que Becky Lynch só com batota virou-o a seu favor.

A “Big Time Becks”, mesmo enquanto dominava, ia-se mostrando bastante frustrada pela luta que a sua adversária lhe estava a dar, e isso fez com que Liv Morgan conseguisse voltar a virar o ímpeto a seu favor. As quase vitórias foram aparecendo, com Liv Morgan a ter a primeira false finish quando acertou uma Sunset Flip Powerbomb. A candidata principal foi mantendo o ímpeto, apesar de Becky Lynch tentar fugir do ringue sempre que podia.

Foi fora do ringue que Liv Morgan usou as escadas para se vingar do que Becky Lynch lhe tinha feito e a jovem quase venceu depois do Rings of Saturn, mas do nada a “The Man” acertou o seu Manhandle Slam e reteve o Raw Women’s Championship.

Nos bastidores, Seth Rollins foi entrevistado e relembrou que era para ser o seu combate pelo WWE Championship, mas depois lutador atrás de lutador foram sendo adicionados ao mesmo, mas que ele vai fazer o que faz melhor, pisar a cabeça dos seus adversários e conquistar o WWE Championship.

De seguida tivemos um vídeo de Johnny Knoxville (do Jackass) a dizer que quer lutar no Royal Rumble.

– Brock Lesnar venceu WWE Champion Big E, Bobby Lashley, Kevin Owens e Seth Rollins: Como seria de esperar, este main event começou de forma caótica e Brock Lesnar começou a distribuir German Suplexes a Kevin Owens e Seth Rollins, mas acabou por ser atirado para fora do ringue pelo WWE Champion Big E e Bobby Lashley destruiu uma barreira de separação com um Spear na “Besta”.

O caos foi-se mantendo até que o duo de Kevin Owens e Seth Rollins assumiu o controlo do combate, mas acabou por ser Big E a fazer o “All Mighty” atravessar a mesa de comentadores.

As quase vitórias foram aparecendo desde cedo e o combate parecia que estava nas mãos do Brock Lesnar quando acertou três F-5, mas Bobby Lashley veio do nada e com um Spear deixou a “Besta” no chão e depois quase a fez desistir com o Hurt Lock, tal como tinha prometido, mas Big E não deixou isso acontecer.

Isso foi um erro, pois Big E acertou o seu Big Ending no “All Mighty” e quando se preparava para fazer o mesmo a Brock Lesnar, este contra-atacou e com um F-5 conquistou o WWE Championship.


O que achaste deste WWE Day 1?

42 Comentários

  1. Nostradamus3 semanas

    Já valeu a pena só para ver a maryse assim kkkkk

  2. joao (diferenciado)3 semanas

    pelo final, parece que era suposto o Lesnar e o Lashley saírem os 2 com títulos. agora o mais provável é Lesnar vs Lashley e Roman vs McIntyre na Wrestlemania.

    • Facebook Profile photo

      Roman vs McIntyre é vitoria certa para o Roman. Na minha opinião o Roman so perde o título para o The Rock ou para o Lesnar. Não vejo ninguém dentro do universo WWE com hype suficiente para o fazer sem ser esses dois.

    • Irracional3 semanas

      Shiva pois infelizmente vai ser isso mesmo que o joao falou.

    • joao (diferenciado)3 semanas

      nenhum “part-timer” não-chamado-Lesnar vai vencer o Roman. quem o vencer, vai ficar estabelecido imediatamente como mega estrela. e pode ser o Drew. senão, após ele, só se for o Bron Breakker

    • Okami3 semanas

      Só quem poderia além do Lesnar seria o Fiend com hype, mas o Vince não tem mais ele. Poderia ser o Rock, mas duvido.

    • Okami3 semanas

      Mas não me surpreenderia o Corbin vencendo o Lesnar ou Roman numa mania. O Vince é louco.

    • Anonimo3 semanas

      wow nesse caso que jogada de genio darem só titulo ao lesnar que palhaçada já te estão a dizer quem é o melhor dos dois sem nem haver rivalidade enfim

  3. Unknown3 semanas

    Foi um bom ppv, tenho o feeling que a Becky não era para ganhar, ela estava a procura das cordas no final. Fiquei com pena pela a Liv, pode ser que ela volte a lutar pelo o titulo no Royal Rumble ou então que vença aquilo para a Wreslemania

  4. jefferson3 semanas

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk wwe sendo wwe

  5. Facebook Profile photo

    Esta vitória do Lesnar só faz sentido se for na WrestleMania “Lashley vs Lesnar” e “Roman vs The Rock”

    • joao (diferenciado)3 semanas

      pessoalmente, acho que se o Rock fosse para lutar, já tinha sido anunciado. a wwe iria ordenhar o máximo de dinheiro possivel.

    • Irracional3 semanas

      Sentido e WWE são coisas questionáveis, no mais deve ser bem o Drew vs Roman mesmo. A nao ser que eles comecem a feud agora no RR.

    • Joelson Souza Ribeiro3 semanas

      Na wrestlemenia Roman Regins vs drew ou rollins ou the Rock Bobby lashey vs Brock lesnar não vai ter valendo dois esqueci

  6. Danie3 semanas

    Até que fim big e perdeu, agora só falta o roman ganhar do lesnar na wrestlemania e terminar de se consolidar

    • joao (diferenciado)3 semanas

      até que enfim? ganhou o titulo há 3 meses

    • Danie3 semanas

      Por mim não tinha sido nem por 1 dia

    • Irracional3 semanas

      Depois fica reclamando quando a wwe não dá oportunidade para novos talentos, eu sinceramente achei uma boa aposta, pena que a wwe não fez um Big E. Mais sério e dominante desde do começo, pois teria sido melhor para o reinado.

    • joao (diferenciado)3 semanas

      @irracional, este não vai ser o seu único reinado. foi uma espécie de teste e para mim, fez um bom trabalho dentro daquilo que lhe foi dado.

    • Danie3 semanas

      Não adianta irmão tamo falando de brock lesnar, to cagando pra novos talentos quando se tem lutadores desse porte em um ringue, sem contar que prefiro mil vezes assistir lesnar x lashley por exemplo na wrestlemania do que Big E x alguém

    • Okami3 semanas

      O Big E para um novo reinado ele precisa tirar o New day do personagem dele e ser mais Big E um novo visual uma nova atitude cairia bem.

  7. nzo3 semanas

    O brock não foi universal champion dessa vez mais ele se tornou o novo wwe champion agora é só esperar uma rivalidade com o bob lashley ou o seth rolins no royal runble ou na wreselmania

  8. Facebook Profile photo
    Sasha is My Boss but Liv is life3 semanas

    Não foi dessa minha Liv, mas sinto que o teu momento chegará.

  9. Irracional3 semanas

    Eles podiam ter trabalhado melhor o main event, tinham ótimos lutadores, e o começo do combate realmente deixou a galera intusiamada, uma pena que o pouco tempo que tinham virou o final uma guerra de finisher, mas ao menos surpreendeu com a vitória do Lesnar. Agora a RTWM começa e a gente ja começa a especular os combates.

    • joao (diferenciado)3 semanas

      segundo o SRS, o main-event devia ter tido mais 10 minutos mas algo deve ter acontecido para o combate ser tão curto para a sua magnitude

  10. Irracional3 semanas

    Espero que essa feud do Miz vs Edge so dure ate o RR, que se forem fazer combate de casais, que faça no RR.

  11. Huellisson Camargo3 semanas

    Foi um Bom pay-per-view pra início de 2022… Único Combate que na minha opinião deixou à “desejar” foi Edge & Miz, no mais um bom Evento.

  12. É verdade que a Eva Marie estava no backstage wrestling pt? Saiu uma foto no twitter.

  13. The Name3 semanas

    Ricochet, New day, Street profits, Lashley e Big E perderam… A big swole vai perder a cabeça… 😡

  14. Até estava com vontade de ver, ainda bem que não o fiz

  15. Gostei:
    – The Usos vs The New Day. Que combate para começar o show! Foi muito disputado, vários spots, atiraram todas as manobras que tinham e curioso os Usos vencerem com o 3-D, a manobra dos Dudleyz. Vejam este combate!
    – RK-Bro vs Street Profits. Era difícil falhar. Todos tiveram uma boa exibição, nomeadamente o Montez que me deixa boquiaberto sempre com aqueles saltos. Bom combate.
    – Edge vs The Miz. O combate começa lento mas vai ganhando o seu ritmo. Acaba por ser bem disputado. Maryse tenta ajudar Miz mas Beth Phoenix regressa e impede isso. Um bom combate.
    – Becky Lynch vs Liv Morgan. Eu estava à espera dum bom combate, mas superaram as expectativas e entregaram um ótimo combate. Arrasaram completamente. Já falei muito de quanto a Liv Morgan melhorou ao longo destes últimos 3/4 anos e aquela sunset powerbomb é prova disso.
    – Fatal Five Way pelo WWE Championship. Não deixem a duração do combate vos enganar, isto é sempre a andar. Foi puro caos e adorei. Não concordo necessariamente com a decisão do Big E perder, mas não me importo. Desde que leve a Lesnar vs Lashley pelo título na Mania. De resto, um combate que recomendo a verem!

    Não Gostei:
    – Drew McIntyre vs Madcap Moss. Nada de especial. Não foi bom, mas não foi mau. Ao menos o Drew venceu.

    Overall: 8/10. Que forma de começar o ano. Quase todos os combates foram ótimos. Se houvesse alguma crítica, retiraria aquele McIntyre vs Moss e dava mais tempo ao main event. Mesmo assim, ótimo trabalho da WWE.

  16. Maurício Lopez3 semanas

    A rivalidade entre Lashley e Lesnar estava guardada no bolso da camisa do Vince para mais adiante, mas o afastamento em cima do laço do Reigns o fez antecipar a rixa, por se tratar de algo tão esperado quanto inédito no Wrestling. Agora, creio, não dá prá voltar atrás.

  17. BRRM3 semanas

    A melhor forma de descrever este evento será “nem mau nem bom”. Obviamente, o covid não ajudou mas, de qualquer das maneiras, não aconteceu nada de horrível nem de incrível. Foi um evento que simplesmente aconteceu e não deixou grande marca (tirando o resultado do main event, claro).

    Sheamus & Holland vs Cesaro & Ricochet – foi uma pena a lesão do Ridge e há que parabenizar os restantes envolvidos pela forma como lidaram com isso, no entanto, acho que a decisão correta aqui seria mudar os vencedores. Por melhor que o Sheamus seja, custa um bocado a ver o Cesaro e o Ricochet juntos a perder para ele que passou a maior parte do combate sozinho.

    Usos vs New Day – é incrível que mesmo depois de tantos combates entre estas duas equipas ainda arranjem forma de fazer algo diferente. Aqui o ritmo foi mais controlado do que o usual, um pouco semelhante aos combates do Roman, e penso que isso foi uma boa decisão tendo em conta a história.

    McIntyre vs Moss – a vitória do Drew nunca esteve em causa (e bem) mas ele foi generoso o suficiente para dar alguns momentos ao seu adversário que claramente ainda está verde

    RK-Bro vs Street Profits – um bom combate que beneficiou todos os intervenientes apesar de não ter chegado a níveis muito elevados de qualidade. Algumas pessoas podem dizer que o envolvimento dos Migos foi desnecessário mas tendo em conta o estatuto deles (ainda para mais em Atlanta) percebe-se o porquê de os terem posto a acompanhar os campeões (e foi melhor isto do que um envolvimento físico portanto não tenho queixa nenhuma)

    Edge vs Miz – o combate foi aquilo que se esperava e representa bem quem o Miz é no ring: um gajo sólido mas que dificilmente entrega um combate espetacular. Não estou a tentar criticá-lo, ele tem outros pontos fortes, mas é a verdade. Tendo isto em conta, é fácil dizer que seria preferível colocar o Edge numa feud com outro wrestler mas compreendo que a tentação de fazer um mixed tag match envolvendo o Rated-R Superstar e a Beth Phoenix seja demasiado grande para resistir.

    Becky vs Liv – outro combate que cumpriu sem ser extraordinário. A Lynch fez o que pôde para ajudar a Morgan e esta última, mesmo estando uns passos atrás da campeã, esforçou-se para entregar uma boa performance. Infelizmente, é difícil levar a Liv a sério com a forma como ela é apresentada pelo booking.

    Fatal 5 Way – vou-me tentar abster de fazer comentários precipitados sobre a decisão de pôr o título no Lesnar por causa do impacto que o covid teve nisto tudo mas não posso deixar de expressar a minha desilusão no reinado do Big E. Nada contra o performer em si, muito pelo contrário: ele já mostrou mais que uma vez que é um wrestler super carismático, talentoso no ring e perfeitamente capaz de alternar entre diversão e intensidade dependendo do que as circunstâncias pedem. Aqui o problema foi mesmo a insistência da WWE em colocá-lo em segundo plano, algo que não deveria acontecer com nenhum campeão, muito menos com o campeão principal (e ainda para mais quando este está no seu primeiro reinado e portanto precisava de se estabelecer). Enfim, que ele não fique perdido no midcard depois disto e que arranjem uma boa forma de dar o follow-up nas histórias agora que o Brock voltou a ser o campeão principal do Raw.

  18. Ronaldo3 semanas

    a WWE voltou a usar audios gravados da crowd?????

  19. Kick_Ass3 semanas

    Achei um PPV para cumprir calendário… não foi nada de especial e por culpa do COVID acabou por se tornar um pouco confuso principalmente com a inclusão do Lesnar no combate pelo WWE Championship.

    Não sou contra o Lesnar ganhar o título porque está numa fase muito popular e a WWE agiu bem em catapultar essa popularidade como top face. Tirando isso, tenho que dizer que A-M-O esta entrada do Edge, podiam era trazer o Gangrel para o acompanhar até ao ringue.

    Existiram foi várias coisas negativas que tenho a apontar, principalmente as construções de histórias para este PPV que deixaram MUITO a desejar!
    – Drew vs Moss nunca devia ter sido um combate para um PPV, não tem peso nem hype para isso. O Drew merece bem melhor que estar em feud com alguém que tem das piores gimmicks da história da WWE.
    – Gosto dos Street Profits mas não deveriam ter sido escolhidos como oponentes para os RK-Bros, isto porque acredito que toda a gente que assiste o RAW sabe que os RK-Bros nunca iriam perder este combate. Foi completamente previsível…
    – Edge vs Miz era muito obvio!! O Miz com o booking da treta que tem não está no patamar do Edge. Olho para o Edge e vejo um main eventer, olho para o Miz e vejo um mid carder que eleva novos faces. Se queriam explorar esta feud ao máximo deveriam ter trazido uma versão mais séria do Miz, uma versão sem fatos ridículos e mais agressiva/cruel.

    Veremos se a WWE melhora daqui para a frente porque isto está cada vez mais difícil de assistir, poucas são as histórias e lutadores que despertam o interesse do público.

  20. Anónimo.3 semanas

    No geral foi um bom PPV com bons combates. Ótimo combate entre Usos e New Day. Bom combate entre RK-Bro e Street Profits. Bom combate entre Edge e Miz. Ótimo combate entre a Becky e Liv Morgan, destaco o bom trabalho da Liv. Destaco também o main event, foi bom, gostava que tivesse durando mais um bocado.