Chelsea Green foi despedida pela WWE em Abril deste ano e desde então esperou pelo fim da cláusula de não competição de 90 dias antes de poder aparecer noutra promotora, o que entretanto já fez na ROH e Impact Wrestling e futuramente fará na NWA.

Só que nesse intervalo de tempo, a “Hot Mess” tem estado numa batalha judicial com a WWE em torno da marca “Chelsea Green” (coincidentemente o nome civil da lutadora), que a empresa havia utilizado durante o percurso desta última.

Em Setembro de 2020, a WWE teria tentado fazer trademark do nome e a própria Chelsea Green havia dado o seu consentimento por escrito dois meses mais tarde, numa altura em que tinha acabado de assinar um novo contrato.

Depois da demissão em Abril deste ano, Chelsea Green voltou então a pedir o registo do seu nome de nascença, mas a WWE “agarrou-se” àquela carta de consentimento para travar a intenção da sua antiga Superstar.

Naturalmente, a noiva de Matt Cardona não reagiu bem a este comportamento da empresa de Vince McMahon e revelou a sua perplexão na sua conta do Twitter.

No entanto, terão havido novos avanços nas últimas horas, visto que o Fightful reporta agora que a WWE terá informado Chelsea Green de que irá desistir da sua intenção de registar o seu nome, deixando-a assim à vontade para o usar.

Desta forma, chega ao fim uma “longa novela” em torno desta situação que já leva quase um ano e Chelsea Green poderá apresentar-se como tal sem qualquer receio em qualquer outra empresa de Wrestling a partir deste momento.


O que achas de toda esta situação envolvendo a WWE e Chelsea Green?

20 Comentários

  1. Mais uma caldeirada desnecessária e sem cabimento

  2. Facebook Profile photo
    A Marcos5 meses

    Se fosse um “nome de guerra”, ok.
    Mas pombas, nome próprio!
    WWE sendo WWE.

  3. Ests empresa é tao mas tao ridicula, já agora obriguem a mulher mudar o nome no BI, lol foi o nome que os pais lhe deram qua so nasceu por amor de deus que direito a wwe tem de ficar com a “marca” que neste caso nao é nenhuma criação da empresa mas sim o nome da propria lutadora, estes tipos animais deviam de se fo d e r todos bem fo d idos

  4. joao (diferenciado)5 meses

    se fosse um nome todo xpto ok, mas o nome dela é ridiculo. mas já nao é a 1ª vez que isto acontece com um nome proprio mas nao me lembro quem foi a outra superstar

    • joao (diferenciado)5 meses

      já foi ha uns anos

    • Entao tambem nao me recordo quem seja

    • Kay Orton5 meses

      Foi o Cody Rhodes, tanto que na AEW ele era apresentado apenas como Cody, pq a WWE tinha o direito de ter o nome “Rhodes”, felizmente desistiram dessa briga. Como ele estrava junto com a sua esposa ambos se completavam no nome: Cody e Brandi Rhoades.

  5. El Cuebro5 meses

    É uma situação completamente sem noção e ridícula por parte da WWE, poxa a Chelsea já foi liberada, nem chegou a aparecer direito, mesmo no NXT, deveriam deixá-la livre para lutar e usar seu nome DE NASCIMENTO fora de lá, espero que a Chelsea vença isso, porque se a WWE insistir é completamente ridículo!!

    • El Cuebro5 meses

      Se não em engano a WWE já chegou a perturbar outras pessoas que saíram da empresa por causa de seus nomes, acho que o EC3 passou por isso, entre outras!

  6. Kay Orton5 meses

    Eu não entendi. Pq diabos a WWE decide prender e deixar X, Y ou Z nome vinculado com a empresa mesmo deoois de uma demissão ? Eles ganham algo com isso ou é só mais uma maneira de atrasar a vida dos wrestlers ?

  7. André IIconics5 meses

    Kay: eu acho que por ser uma marca dá empresa eles querem ficar com o nome, por exemplo eles ficam 90 dias sem competir e quando eles vão para outra empresa eles tem que usar outro nome outra theme Song de alguma forma afeta o público e o lutador e é isso que a wwe quer, tipo nenhuma nostalgia do personagem que eles criaram em outra empresa.
    Tipo imagina john cena em outra empresa com outro nome e outra theme ia ser estranho né.

    • É isso mas neste caso chelsea green nao é marca da empresa é o nome da rapariga mesmo, ela tem vida alem do wrestling que é a suanprofissao e das personagens que vá representado… e por isso é que a wwe é so ridicula mesmo, nao tem o direito de fazer isto é o nome dela, está no BI, carta de conducao, passaporte etc

    • Poupou5 meses

      Só que a Chelsea já usava esse nome a tempos desde as indies, única mudança que teve foi na personagem e só. WWE não tem nenhum direto sobre isso visto que é o nome real dela.

    • Kay Orton5 meses

      Mas isso não faz sentido pq John Cena é o nome real dele, igual o Randy Orton (Randal Orton) e vários outros. A WWE querer fazer vc se renovar é uma coisa, por isso nunca deixam vc usar seu nome real no ringue. prender por exemplo o nome “Dean Ambrose” Jon Moxley “Big Show” Paul Wight, eu entendo pois a WWE transformou esses dois nomes em algo grande, mas quando isso acontece e querem prender o nome REAL da pessoa é muito coisa de arrombado sem carácter, não consigo concordar com isso (porém alguns chamam isso de “negócio”)

  8. Poupou5 meses

    Muita falta de caráter dos responsáveis da WWE, se fosse um nome criado por eles ok, mas não, o nome dela e o nome em que ela já era conhecida, não basta agir de má fé com os wrestlers que contratam e demitem pouco tempo depois, ainda querem congelar a marca criada por eles.

  9. André IIconics5 meses

    Sim sim concordo com tudo que vocês falaram e espero que a chelsea ganhe amo muito ela, é muito triste ela não ter tido chance de mostrar seu trabalho na wwe

  10. Anónimo5 meses

    Dando o consentimento, algo assim podia acontecer, têm de pensar bem antes de assinar. Mas ao menos, a WWE desistiu de registar o nome, fez muito bem. Quando são marcas criadas pela WWE, faz todo o sentido eles querem ficar com elas, e não deixar a pessoa despedida usar. Agora numa situação como está, não acho que valha a pena quer manter o registo do nome.

  11. Provavelmente não deve ganhar nada com isto mas pronto!