Frank casino

A pandemia do coronavírus afectou gravemente o funcionamento de milhares de empresas. Apesar de algumas de Wrestling continuarem a funcionar por serem consideradas “essenciais”, a verdade é que foram obrigadas a fechar a porta aos fãs e a cancelar vários shows não televisionados.

Um desses casos foi a WWE, que não realiza live events há vários meses e apenas faz transmissões ou gravações dos seus principais shows a partir do Performance Center ou Full Sail University. Apesar dos live events já não ser uma área de negócio tão rentável, continua a ser do interesse da WWE explorar.

Segundo o WrestleVotes, apesar de ainda não haver uma previsão concreta de quando é que podemos voltar a ter público (fãs) nas arenas, a WWE já estará a preparar o regresso dos seus live events. A empresa está a preparar o “regresso à normalidade”, ainda que esta só deva acontecer depois de Julho.

A WWE parece interessada em ser uma das primeiras empresas a voltar a realizar live events com público, mesmo que isso implique uma menor quantidade de fãs nas arenas e várias medidas de segurança adicionais.

Quando é que achas que a WWE poderá regressar com os live events? Achas que fazem falta no calendário da WWE?

5 Comentários

  1. Anónimo4 meses

    Acho que deviam racionalizar os lives event pelo menos nos EUA
    Tipo live nos EUA e Canadá só na Road to WrestleMania, ferias de verão, semana do dia de ação de graças e entre 20 de dezembro a 6 de janeiro. Liberando o Natal pra passarem com suas famílias

  2. Shows semanais com publico acho que deve ser a prioridade da WWE assim que haja devidas condições para tal.
    Quanto aos live events não sei se serao rentáveis numa altura destas,em condições normais os números de assistência não estavam grande coisa,na situação pandémica em que nos encontramos é provável que os números fiquem piores…no ponto de vista financeiro acho que nao compensa fazer live events

  3. Só vejo o regresso dos live events a partir do final de julho. Sinceramente (e já o disse algumas vezes), a WWE não ganha grande coisa nos últimos anos em fazer estes house shows nos EUA e/ou Canadá. Se estivesse a cargo desse “departamento”, manteria apenas as tours para o estrangeiro (América Latina, Europa, Ásia e Oceânia).

  4. El Cuebro4 meses

    Eu sinceramente não concordo com essa volta desses shows, tanto pela questão de proteger público e funcionários, mas também porque eles não tem mesmo rendimento e audiência de outros tempos, pelo menos em território estadunidense!

  5. Anónimo4 meses

    Não sei se é o melhor começar já a pensar em Live Events. Quando for seguro começar a ter algum público, deviam se focar nos shows semanais, e deixar os Live Events para quando poderem ter a lotação toda. Uma coisa que achei boa foi as barreiras e segurança que a WWE meteu a volta do ringue, assim quando deixarem entrar algum público tanto os lutadores como os fãs estão protegidos.