WWE transmitiu este domingo, a partir da Dickies Arena em Fort Worth, Texas, o seu primeiro pay-per-view de regresso à estrada e com milhares de fãs ao vivo, o Money In The Bank.

O WWE Money In The Bank foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram SmackDown Tag Team Champions Rey & Dominik Mysterio (Kickoff)
– Nikki ASH venceu Alexa Bliss, Asuka, Liv Morgan, Naomi, Natalya, Tamina e Zelina Vega (Women’s Money In The Bank Ladder Match)
Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos venceram Viking Raiders (Erik & Ivar)
– WWE Champion Bobby Lashley venceu Kofi Kingston
– Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Rhea Ripley
Big E venceu Drew McIntyre, John Morrison, Kevin Owens, Matt Riddle, Ricochet, Seth Rollins e Shinsuke Nakamura (Men’s Money In The Bank Ladder Match)
– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Edge

Report

– The Usos (Jey & Jimmy Uso) venceram SmackDown Tag Team Champions Rey & Dominik Mysterio (Kickoff): Os Mysterios entraram melhor neste combate, mas Jey Uso com um pouco de batota travou a velocidade de Rey Mysterio e assim os The Usos começaram a dominar. O problema é que dominar Rey Mysterio durante muito tempo é algo muito complicado e o lendário luchador conseguiu fazer o tag ao seu filho, que entrou em combate com tudo, mas acabou por cometer um erro fora do ringue e os The Usos voltaram ao controlo.

Depois de dominarem durante vários minutos, Dominik conseguiu fazer o tag e Rey Mysterio mostrou porque é uma lenda, virando o combate do avesso. Foi então que o cansaço foi aparecendo e quando o “Mestre do 619” acertou o seu golpe em Jimmy Uso, que protegeu o seu irmão. Isso fez com que Jey Uso tivesse oportunidade de acertar um Superkick seguido de um Splash da terceira corda, mas Rey Mysterio sobreviveu como só ele sabe.

No final, a confusão instalou-se e Jey Uso fez um pin rápido em Rey Mysterio, e nas costas do árbitro o seu irmão ajudou-o. Assim, os The Usos venceram o combate e são os novos SmackDown Tag Team Champions!

– Nikki ASH venceu Alexa Bliss, Asuka, Liv Morgan, Naomi, Natalya, Tamina e Zelina Vega (Women’s Money In The Bank Ladder Match): As lutadoras decidiram que ir buscar escadotes logo ao primeiro segundo era boa ideia, o problema foi que Alexa Bliss quis tentar usar os seus poderes, mas Asuka não deixou que isso acontecesse e começou o caos que todos esperavam.

As lutadoras iam lutando sem que nenhuma ganhasse grande controlo, excepto Alexa Bliss, que foi usando os seus poderes… Ainda assim, a pouco ortodoxa lutadora acabou por ser tirada de combate durante algum tempo.

Com o tempo, o cansaço foi-se começando a acumular e só depois de vários minutos de combate é que as WWE Women’s Tag Team Champions perceberam que poderiam trabalhar em equipa e as outras lutadoras perceberam que era boa ideia ajudar a enterrar Alexa Bliss debaixo de vários escadotes.

No final, seis lutadoras estavam a dar tudo em cima de três escadotes, mas vinda do nada, Nikki ASH subiu um dos escadotes aproveitou a confusão para pegar a mala e tornar-se a nova “Ms. Money In The Bank”.

No balneário do WWE Universal Champion, os The Usos estavam muito felizes e Roman Reigns explicou que esta foi a parte fácil e que eles os ajudou, mas que agora está na altura de eles lhe darem o que querem. Os Usos voltaram a afirmar que Roman Reigns é o seu “Tribal Chief” e o segmento acabou com um abraço dos três.

– Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos venceram Viking Raiders (Erik & Ivar): Os Raw Tag Team Champions entraram melhor neste embate, porque Omos usou a sua força desde o primeiro segundo, mas quando o “Phenomenal One” entrou em ringue os Viking Raiders conseguiram ter o ímpeto do seu lado. Só que AJ Styles contou com a ajuda de Omos para aplicar um golpe de equipa fenomenal e os campeões voltaram ao controlo.

Depois de um domínio de vários minutos, Ivar conseguiu finalmente fazer o tag a Erik e este virou o combate do avesso, tendo os Viking Raiders conseguido deixar AJ Styles por terra. Os candidatos principais deixaram Omos pela primeira vez em dificuldade e isso irritou o gigante, que usou toda a sua força e no final aplicou a sua Double Hand Chokeslam em Erik, e assim os campeões retiveram os seus títulos.

Nos bastidores, Drew McIntyre foi entrevistado e este explicou que tem de ganhar o Men’s Money In The Bank Ladder Match, pois esta é a sua “última” oportunidade para chegar a um título mundial.

– WWE Champion Bobby Lashley venceu Kofi Kingston: Kofi Kingston tentou usar a sua velocidade mas Bobby Lashley tinha avisado o seu adversário durante o Raw. O “All Mighty” entrou com tudo e dominou o seu rival usando toda a sua força.

O WWE Champion dominou como quis e bem lhe apeteceu, fazendo questão de prolongar a tareia que ia dando a Kofi Kingston. No final e depois de três Dominators, Bobby Lashley decidiu que estava na hora de ir para casa e aplicou o seu Hurt Lock, e assim reteve o seu WWE Championship.

– Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Rhea Ripley: Os fãs decidiram gritar “We want Becky!” logo a abrir o combate e isso irritou Charlotte Flair. Quem pagou foi a Raw Women’s Champion Rhea Ripley, com a “Queen” a entrar de forma bastante agressiva. Ainda assim, a “Nightmare” começou a equilibrar a contenda e a usar a sua força para ter algum ímpeto, mas Charlotte Flair nunca se deixou controlar.

Com o passar dos minutos, o cansaço começou a aparecer e com isso as quase vitórias foram começando a ser cada vez mais frequentes, sendo que Charlotte Flair ficou tão frustrada que até começou a chorar por não conseguir ganhar.

Quando parecia que Rhea Ripley estava no controlo, Charlotte Flair fora do ringue atirou a cabeça da campeã contra o poste e depois aproveitou para colocar o pé da “Nightmare” entre o poste e as escadas, tendo destruído o tornozelo da sua adversária. Assim que entrou em ringue, a “Queen” aplicou o seu Figure 8-Leg Lock e fez a australiana desistir, para assim termos nova Raw Women’s Champion!

Nos bastidores, Riddle foi falar com Rick Boogs e fez logo questão de dizer que está com saudades de Randy Orton. A conversa terminou com Riddle a pedir a Rick Boogs para tocar a música do “The Viper”, e o segmento terminou com os dois a cantar e Shinsuke Nakamura fazia a pose de Randy Orton, enquanto Kevin Owens olhava pouco impressionado para toda esta situação.

– Big E venceu Drew McIntyre, John Morrison, Kevin Owens, Matt Riddle, Ricochet, Seth Rollins e Shinsuke Nakamura (Men’s Money In The Bank Ladder Match): Os oito lutadores decidiram entrar com tudo e no final logo se via como as coisas acabavam. Desde lutadores a voar porque queriam, a lutadores a voarem às mãos dos seus adversários, este Ladder Match foi o caos desde o primeiro segundo, como se esperava e como se queria.

Já com os escadotes em jogo tivemos a inesperada aliança entre John Morrison e Seth Rollins a dominar este combate e a deixarem os outros lutadores por terra. Isto até o “Messiah” achar que estava na altura de trair o seu amigo de ocasião.

Como seria de esperar, as marcas de guerra foram aparecendo. Drew McIntyre mostrou estar em casa no meio de todo este caos e parecia mesmo que ia vencer, mas Veer & Shanky e depois Jinder Mahal atacaram o “Scottish Warrior” e arrastaram-no para fora de combate.

Ricochet começou a voar como se tivesse asas, mas Riddle com vários RKO’s parecia que estava no controlo, mas isso não existe num combate destes, sendo que quando Kevin Owens parecia que ia vencer, Seth Rollins fê-lo atravessar um escadote com uma Powerbomb.

A vitória parecia que ia sorrir ao “Messiah”, mas Big E não estava aqui para ser negado e aplicou o seu Big Ending do topo do escadote, para no final voltar a subir, agarrar a mala e tornar-se  “Mr. Money In The Bank”!

Nos bastidores, Seth Rollins ainda combalido foi entrevistado e estava irritadíssimo por ter perdido o Men’s Money In The Bank Ladder Match e afirmou que desta vez vai agir e que independentemente de quem vencer o combate pelo WWE Universal Championship, ele será o próximo candidato principal.

– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Edge: O main event do Money In The Bank começou num ritmo lento por parte dos dois lutadores, com os mind games a aparecerem logo no primeiro segundo desta guerra. As estratégias dos dois lutadores eram óbvias, Edge fez do braço esquerdo do “Tribal Chief” o seu alvo preferencial, sendo que Roman Reigns queria o ritmo um pouco mais rápido e que o combate fosse mais uma brawl do que uma batalha táctica.

Foi fora do ringue que o “Head Of The Table” virou o ímpeto a seu favor e começou a dominar a seu bel-prazer, impondo o seu maior poderio físico. Roman Reigns dominou durante longos minutos, mas Edge já provou que não desiste e sempre que conseguia tentava ter alguma ofensiva para tentar virar o ímpeto a seu favor, e foi isso que conseguiu ter apesar de todo o dano que já tinha sofrido.

As submissões foram começando a aparecer no combate, com Edge a aplicar um STF e depois o seu Crossface, mas Roman Reigns sobreviveu ao ponto de aplicar o seu Guillotine Choke, mas os dois acabaram fora do ringue. Foi aí que o “Tribal Chief” tentou acertar o seu Spear, mas foi contra a barreira de separação. Edge foi ao ringue e parou a contagem, mas assim que voltou a sair acertou um Spear e os dois atravessaram outra barreira de separação.

Já em ringue, Roman Reigns parecia estar melhor e foi que sem querer, Edge caiu em cima do árbitro depois de sofrer um Superman Punch. Isso abriu espaço para que o “Tribal Chief” fosse buscar um ferro de uma cadeira, mas o “Rated R Superstar” foi sobrevivendo e aplicou ele o Crossface com o ferro na boca de Roman Reigns.

Os The Usos vinham para o ringue, mas Rey & Dominik Mysterio não deixaram que os novos SmackDown Tag Team Champions ajudassem o seu primo. Foi então que do nada Seth Rollins apareceu e atacou Edge.

Ainda assim, Edge quase venceu com um Spear e quando se preparava para acertar um outro Spear, Seth Rollins voltou a causar uma distracção, tendo sido atacado pelo Hall of Famer. Tudo isto abriu espaço para que o “Tribal Chief” acertasse o seu Spear e vencesse esta guerra.

Assim que o combate terminou, Seth Rollins atacou Edge e ficou cara a cara com Roman Reigns, dizendo-lhe que ele era o próximo adversário dele e que não era ele que mandava neste programa. A questão é que Edge ainda tinha energia e a brawl entre os dois continuou, sendo que ambos foram para o meio do público e bastidores.

Quando parecia que o Money In The Bank ia terminar depois de Roman Reigns dizer que todos tínhamos de o reconhecer como o nosso “Tribal Chief”, houve uma pessoa que decidiu vir mostrar que isso não seria assim, e essa pessoa foi… John Cena!

Depois de uma explosão na Dickies Arena, John Cena entrou em ringue, olhou para Roman Reigns e para o seu WWE Universal Championship e parece que está encontrado o próximo adversário do “Tribal Chief”.


O que achaste deste WWE Money In The Bank?

51 Comentários

  1. Tito Miguel2 semanas

    Um bom ppv para todos!!

  2. El Cuebro2 semanas

    E temos novos champs, agora toda a stable samoana com títulos, ao menos por enquanto!

  3. 19042 semanas

    Nicky?! Porra…ganda pulga, foi la e sacou a frente de todas…

  4. Carlos manuel2 semanas

    Please welcome the your Mrs money in the Bank Nikki a.s.h.

  5. Facebook Profile photo

    Este MITB feminino foi de longe a pior ladder match da história da empresa. Desleixado, cheio de botches, estupido… depois claro que os ratings caem, com estes intervenientes.

  6. Construiram a Liv toda como uma Miss Money pra chegar lá e a Nick com esta personagem ridícula ganhar? , Não vejo graça nesse negócio de super-heroina

  7. Bankonthat2 semanas

    Nicki A.S.H agora é Miss Money in the Bank e agora pode ser chamada Nicki ASC almost super champion

  8. Blissful2 semanas

    Nossa, a forma como esse combate aconteceu e a forma como acabou realmente foi deprimente. Particularmente não sou fã da Nikki Cross, nem mesmo da sua personagem, porém fico feliz que ela tenha vencido. Mas colocar a Tamina no combate, que não consegue nem vender um hurricanrana e fazer a Nikki vencer daquele jeito, com todas em cima das escadas, foi ridículo.

    • Foi ridículo kkkkkkkkk nunca vi tantos erros em um combate feminino. Me senti em 2006.

    • Blissful2 semanas

      Sinceramente eu preferia que tivessem colocado a Eva Marie pra ficar la parada do lado de fora, do que a Tamina …

  9. Aaah, mas a divisão feminina da WWE é maravilhosa. Sem defeitos. Só lutadora Elite!!!! Que m3rd# foi essa????? Nunca vi algo tão ruim quanto essa luta. Tô impressionado com as meninas não conseguiram acertar NADA. QUE FIASCO.

    • Tudo isto porque a divisão da AEW é de fato uma merda?

      Olha, o combate foi realmente ruim, mas, levando em consideração que não havia nenhuma lutadora ali do alto escalão da divisão (com exceção da Alexa), então entende-se. Basta ver o combate da Ripley e Charlotte.

      O pior é as outras empresas que as campeãs lutam num nível da Tamina kkkk… pode espumar, mas a WWE tem de fato a melhor divisão do gênero no mundo atual.

  10. 19042 semanas

    O Kofi esteve no combate? ahah

  11. Hehehehehehehe
    O público a cantar “We Want Becky” e a Charlotte faz um “suck it” e dedo do meio
    Adoro

  12. Blissful2 semanas

    Finalmente uma decisão acertada e um combate muito bom. Parabéns a ambas e principalmente a Charlotte pela conquista. O público ficou tão dividido que eu não sei quem era a Heel e a Face do combate.

    • Blissful2 semanas

      Aliás, depois do Pop que a Belair recebeu não imaginei que estariam contra a Ripley, me impressionou um pouco.

  13. A sério que colocaram outra vez a Charlotte Flair campeã? LOL que grande bosta

    • Kay Orton2 semanas

      Se não tiver uma das 4HW com um título nas mãos a divisão feminina não gira e para de funcionar. apenas uma grande merda pra um reinado que estava ao meu ver bom e consistente e só tinha a melhorar.

    • Mr.02 semanas

      Tudo isso pra becky lixo voltar e ganhar dnv

    • Facebook Profile photo
      A Marcos2 semanas

      Concordo.

  14. 19042 semanas

    Ouvi “WE WANT AMBROSE”? AHAHHAH

  15. 19042 semanas

    Big E faz cash hoje? 🙂

  16. brazio2 semanas

    BIG EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE

  17. Blissful2 semanas

    Não esperava de forma alguma esse resultado do MITB masculino. Tô muito feliz pelo Big E, espero que ele tire o título do Lashley.

  18. tomatoo2 semanas

    Tem sido um ótimo ppv talvez um dos melhores deste ano. Todos os combates foram ótimos, destacando apenas como negativo o combate pelo título do Bobby(esperava mais xd) e o resultado final do Raw Women´s Championship (achei desnecessário mais uma vitória da Charlotte)

  19. Tiago2 semanas

    AHHHHH EU TINHA O PRESENTIMENTO QUE O BIG E IA GANHAR E NÃO É QUE GANHOU?

  20. 19042 semanas

    Para mim começou so agora o PPV…EDGE

  21. 19042 semanas

    O Romam que ature agora a dita “velha guarda”….o fim do reinado está proximo se assim pretendem!!! Ja chega de reinado do Roman

  22. Marco2 semanas

    Cena is Back

  23. Um bom show, porém a luta principal teve um final totalmente previsível

    • Kay Orton2 semanas

      Tirando os golpes a forma que o combate ocorreu, foi tudo 90% óbvio. Eu ainda dei sorte pois não vi a matéria que Cena iria retornar.

  24. Nathan2 semanas

    Minhas previsões:

    (retem) Roman vs Cena. (Summerslam)
    (retem) Roman vs Rollins (Rumble)
    Roman vs Balor (ganha na WM)

    Bie E vai cashar no Lashey no Summerslam, depois daquele massacre no Kofi ficou meio claro onde a WWE quer chegar com isso

  25. The truth hurts2 semanas

    A destacar o grande combate da Charlotte e da Rhea e do regresso do Cena.
    Parece que ainda não é desta que o John Morrison dá o salto para ganhar um título mundial, o homem já merecia.

  26. Que belo evento, grandes lutas e o John Cena, que saudades, quem dera que fique algum tempo por cá.
    A sério que a Nikki é MITB? Uma personagem destas? Nada contra a perfomer mas imaginam o Hurricane a WWE Champion?
    Os combates de tag team acho que tiveram os resultados certos, O combate do Lashley foi genial, devia ter sido assim desde o dia em que regressou. A Charlotte ganhar é me igual, o reinado da Rhea estava a ser péssimo, nem sei que ela é heel ou face, merecia muito melhor que este booking ridiculo. Gostei de ver o Big E a ganhar, não era o meu preferido, espero mesmo que a WWE não estrague tudo como sempre. Roman vs Edge foi genial, incrível como o Edge ainda consegue dar destes combates e o Roman a provar o excelente wrestler que é.

  27. MC2 semanas

    Bom PPV em geral com destaque claro para o regresso do Cena. E que pop monstruoso. Quem diria há uns anos atrás?

  28. ESTAMOS DE VOLTA!
    Grande PPV, meu Deus, tivemos um show de wrestling e entretenimento. Fiquei muito feliz, até pensando em assinar novamente a WWE Network, mas, quem mora no Brasil sabe que é difícil pagar 60 reais mensais num serviço de stream…

  29. Bruno Fec2 semanas

    Melhor PPV em largos anos

  30. Aquele final do combate foi tão mas TÃO previsível foi o que tinha dito anteriormente lol mas valeu que o match foi excelente.

  31. BRRM2 semanas

    PPV bastante agradável sem assim muitos erros a apontar

    Usos vs Mysterios – combate bem trabalhado, com as duas equipas a desempenharem bem o seu papel. Fiquei contente com a vitória dos Usos.

    Women’s MITB – foi bonzinho. Faltou smoothness nalguns spots e tal mas não se pode dizer que tenha sido um mau combate. Sobre a vencedora, gosto bastante da Nikki, e por isso estou feliz por ela, mas esta personagem não me convence e a forma como ela vence foi meio meh. Desde que ela mudou de gimmick que tem ganho combates só com base na sorte e apesar de isso ser melhor do que não ganhar combates de todo (que era o que lhe andava a acontecer antes) não deixa de não ser uma boa forma de construir uma potencial futura campeã. A ver se mudam isso mas não vou depositar muitas esperanças…

    Styles & Omos vs Viking Raiders – outro tag team match em que ambas as equipas fizeram exatamente o que deviam fazer.

    Lashley vs Kofi – compreendo quem achar que foi demasiado one-sided mas a verdade é que o Almighty precisava disto e o Kofi está numa posição em que não fica descredibilizado por ter uma derrota destas frente ao atual WWE Champion. Mas vá, agora também depende do que vão fazer a seguir…

    Charlotte vs Ripley – combate muito bom para contrastar com uma storyline com um booking bastante questionável. É pena pela Rhea cuja apresentação no main roster tem deixado muito a desejar e agora ainda voltou a perder um título para a Flair.

    Men’s MITB – uma conquista super merecida para o Big E e um ótimo combate cheio de spots de deixar qualquer um boquiaberto (o bump do Owens por um escadote adentro foi assustador) onde todos tiveram a sua oportunidade de brilhar. btw adorei o Riddle a fazer aquele spot de puxar a perna de um gajo para fazer um RKO que o Orton faz em praticamente todos os Money in the Bank ladder matches que participa ahahah

    Roman vs Edge – eu podia repetir o que já disse mais do que uma vez sobre a quantidade de interferências e outros shenanigans mas prefiro focar-me na demonstração de storytelling que isto foi. Adoro a vibe mais old school que o Reigns trouxe de volta aos main events de PPVs, com combates longos, metódicos, com um crescendo constante no ritmo e na emoção e com uma história sempre a ser contada. Ele transformou-se num génio da psicologia do wrestling e o Edge, pqp, é capaz de ainda estar melhor do que antes nesse aspeto (se é que isso é possível). Enfim, um belo combate e um lindo final de evento com a perspetiva de duas “novas” rivalidades que já se adivinham excelentes. E, por falar nisso, até o retorno do Cena foi genial, com a t-shirt a dizer que o respeito tem de ser merecido e depois ele a desrespeitar por completo o Tribal Chief (que tanto se considera merecedor do respeito de toda a gente) ao nem sequer o abordar de forma digna. Muito bom mesmo, venham daí essas promos e esse combate no SummerSlam 😀 (e, já agora, parti-me a rir quando o Cole começou a gritar que nem uma menina “Cena’s here” e o McAfee disse “where?” lmao)

  32. Grande show por parte da WWE.

    O Kick-off foi excelente, o Rey Mysterio está numa forma incrível para a idade que tem.

    O combate MITB feminino não me agradou muito mas achei uma escolha interessante meterem a mala na Nikki. A Alexa Bliss está muito mais Over que aquilo que eu pensava, odeio a personagem.

    Combate engraçado pelos títulos de tag team do RAW.

    O Lashley destrói o Kofi certamente para o prepararem para um combate com o Lesnar ou com o Goldberg. O Kofi foi uma boa escolha para este combate.

    Grande combate entre a Charlotte e a Ripley, com a vitória da Charlotte parece cada vez mais provável que a Lynch vai regressar para combater com a campeã no SummerSlam, é um combate entre duas das melhores de sempre da divisão, que tiveram das melhores rivalidades da última década, um combate que vende bem em qualquer circunstância.

    MITB masculino muito sólido, bons spots, excelente escolha no vencedor. A WWE tem aqui main eventer no Big E. O Riddle está cada vez mais a tornar-se na principal razão para ver o RAW. O Big Ending aplicado ao Rollins foi lindo. Pareceu-me que os fãs estão um pouco fartos do Drew.

    Roman Reigns é realmente uma estrela. O combate foi excelente, desenrolou bastante bem, mas realmente o finish é fraco, um combate com esta qualidade merecia um finish mais forte. Grande pop para o John Cena, e grande maneira de acabar o show.

    Roman vs Cena
    Edge vs Rollins
    ? Lashley vs Goldberg/Lesnar
    ? Charlotte vs Becky Lynch

    Pode ser um grande SummerSlam, secalhar o evento que a WWE percisa para recuperar parte dos fãs que foi perdendo ao longo do último ano e meio

  33. Vamos lá a isto. Este foi o 1º PPV da WWE que vi em direto em algum tempo. Valeu a pena?

    Gostei:
    – AJ Styles & Omos vs Viking Raiders. Um bom combate repleto de ação. Todos os 4 tiveram a sua hipótese de brilhar, o spot da hurricanrana do AJ foi brutal, os Viking Raiders mostram o porquê de serem uma das melhores Tag teams e Omos continua monstro. Único negativo: o selling de Omos. Fraquissimo. De resto, nada a apontar.
    – Bobby Lashley vs Kofi Kingston. Para quem gostar de ação em Ring, não é o melhor combate. Para quem gostar de storytelling, temos perfeição aqui. Bobby Lashley mostra o porquê de ser WWE Champion e destrói completamente Kofi. Squashes em PPV são algo que não aprecio, mas aceito aqui. Kofi também não sai fraco daqui. Vejam, vale a pena!
    – Rhea Ripley vs Charlotte Flair. Para ser honesto, estava à espera de um bom combate, não da masterclass que fizeram. Apesar do público querer a Becky (refiro novamente a resposta épica da Charlotte), as 2 ignoraram e fizeram aqui um dos melhores combates do ano. Os spots, as manobras, o próprio final do combate foi bem executado. Temia que Ripley fosse enterrada caso perdesse, mas acho que até pode sair mais estrela deste combate. Vejam!
    – Men’s Money in the Bank e, com a qualidade em Ring, era impossível falhar. Os lutadores fizeram o que sabem melhor e resultou num dos melhores MITB’s dos tempos recentes! Apesar de alguns botches, o combate teve vários spots brutais (Powerbomb a Owens pela escada, superplex a Owens na escada, qualquer coisa que o Ricochet tenha feito). O resultado é brutal e que Big E a campeão seja uma realidade próxima! Vejam este combate!
    – Edge vs Roman Reigns. O combate começou lento, que era algo inesperado para mim, pensei que eles saltassem logo para a bulha. Foram aumentando o ritmo, o público cada vez mais ruidoso e foi melhorando imenso. O Edge a perder por causa do Rollins é algo completamente aceitável, mas não gostei que o Rollins teve que aparecer 2 vezes. Também não gostei da demora da substituição do árbitro. Mesmo assim, temos bons momentos, nomeadamente aqueles na barricada e quando Edge reverte o Spear de Roman no seu próprio spear, e é um combate que vale a pena ver.
    – Após o combate, Roman pega no microfone e diz que não resta ninguém. Mas aí “PAPAPAPAAAA”! O homem invisível, John Cena volta! Dei um pop enorme às 4:20 da manhã e levei dos vizinhos hoje. Mas valeu a pena! Cena vs Reigns vai ser brutal! Vejam!!!

    Não Gostei:
    – Bem, começamos mal com o Women’s MITB. O que é uma pena, pois o começo do combate prometeu. Mas depois começaram as coisas da Alexa Bliss, que a este ponto já estão mais que saturadas. Depois tivemos as lutadoras a fazer várias decisões estúpidas (ex: Liv Morgan a ajeitar a escada durante 30 segundos quando estava sozinha). O fim é criativo, dou-vos isso, mas faz com que todas as outras pareçam burras. Pedia-se melhor aqui.

    Overall: 9/10. Só não dou o 10 por causa das coisas da Alexa e o combate dela e outros pontos negativos que apontei. O evento foi dos melhores da WWE este ano, quase tudo é algo que recomendo a verem e ainda deu para promover Rollins vs Edge e Cena vs Reigns! We move to SummerSlam!

  34. Samuel Amselem2 semanas

    Ainda esperando por um combate entre Brock Lesnar e Bobby Lashley.

  35. Muito bom PPV no cômputo geral, sendo que os últimos três matches claramente elevaram o nível. Antes de mais, adorei aquele trailer logo no pre-show onde os Mysterios passaram um portal para entrar numa nova dimensão e aparecer com um novo look e o combate contra The Usos pelos títulos de tag team do SmackDown foi ótimo (merecia ter estado no main card, mas isso é outra conversa).

    Outros destaques: vitória algo lógica para Nikki ASH (tem ganho quase sempre desde que mudou de gimmick); excelente combate entre Rhea Ripley e Charlotte Flair pelo Raw Women’s Championship (fique incrédulo por ver a Rhea dar kick-out àquele Natural Selection da terceira corda); segmento de backstage engraçado entre Riddle, King Nakamura e Rick Boogs (eles a tocar e cantar a theme song de Randy Orton e a reação de Kevin Owens foram momentos fixes); brutal Money In The Bank Ladder Match masculino (match of the night, para mim) com um vencedor assertivo (Big E já merecia uma conquista deste nível); e ótimo main event em termos de psicologia in-ring (embora o finish tenha sido um bocado meh) e que contou ainda ainda com a aparição de John Cena (penteado fixe e que p*** de pop) como cliffhanger final do evento.

  36. Anónimo2 semanas

    Foi um MITB muito bom. Gostei do fato de os vencedores das malas terem sido alguém que nunca tiveram essa oportunidade.
    O combate entre a Charlotte e Rhea, foi excelente. Grande MITB masculino, teve bons spots. Excelente main event entre Roman e Edge, ambos estiveram muito bem. E destaco também o regresso do John Cena, está rivalidade com o Roman promete.

  37. Facebook Profile photo

    O melhor PPV produzido pela WWE em algum tempo. Embora eu tenha visto o show ás 3 pancadas e com sono (tenho de repensar qual a melhor forma de ver os PPV sem começar a dormir a meio).

    Women’s MITB: foi o combate mais fraquinho, mas não posso dizer que foi mau. Embora preferisse a vitória da Liv, que está bem over com o publico, aceito a vitória da Nikki, embora acho que têm de trabalhar melhor ela, porque não a estou a ver como futura campeã. btw o público fez uma falta do caraças, se este combate fosse no thunderdome, esquece já tinha desistido nos primeiros 5 minutos.

    Styles & Omos Vs Viking Raiders: bom combate, um combate onde todos os intervenientes fizeram o que tinham a fazer. Destaque para o spot do hurricarana do AJ, os campeões estão cada vez com mais química e cada vez menos a precisarem de usar só a força do Omos (embora o conceito da equipa seja esse).

    Lashley Vs Kofi: foi o que tinha de ser, uma squash match, para mostrar o poderio do campeão.
    …(não vou fazer mais porque vi o resto do show ás 3 pancadas, com sono e dores de cabeça e já não lembro nada, depois irei rever os combates, talvez)… Só deixar aqui um ponto para o regresso do John Cena, os meus vizinhos já me vão dar na cabeça. agora imaginem se não fosse tão obvio por causa dos rumores.

  38. Quando há público os PPV´s tornam-se um regalo aos olhos!