A WWE transmitiu esta quarta-feira, a partir do Capitol Wrestling Center, mais uma edição do NXT na USA Network, sem nenhum especial anunciado e em concorrência com o AEW Dynamite.

Resultados

– NXT Tag Team Champions Danny Burch & Oney Lorcan venceram Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher
– Ember Moon venceu Aliyah
– WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler venceram Dakota Kai & Raquel González
– Cameron Grimes venceu Bronson Reed
– NXT Champion Finn Bálor venceu Roderick Strong (Non-Title Match)

Report

– NXT Tag Team Champions Danny Burch & Oney Lorcan venceram Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher: O combate começou de forma técnica, mas rapidamente as coisas ficaram bastante agressivas e foi o duo de Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher que entrou melhor, mas os NXT Tag Team Champions viraram o ímpeto a seu favor e dominaram durante algum tempo.

No entanto, não haveriam de ficar muito tempo no controlo deste opener e o equilíbrio voltou a ser palavra de ordem. Os quatro lutadores acabaram por quase vencer por várias vezes e no final, já com os Imperium a ver o combate de perto, a vitória acabou por sorrir aos NXT Tag Team Champions.

A seguir tivemos Roderick Strong a vir ao ringue e este chamou Adam Cole, mas quem apareceu foi o NXT Champion Finn Bálor que lhe disse que o seu colega não vai aparecer. Roderick Strong culpou então o irlandês por tudo o que está a acontecer com a Undisputed ERA.

Finn Bálor desafiou então Adam Cole para um combate pelo NXT Championship na próxima semana, antes de dizer que o “Messiah of the Backbreaker” só é um seguidor e nunca um líder, e o segmento terminou com os dois a envolverem-se numa brawl que foi parada por vários árbitros.

Em seguida tivemos a sessão de terapia de Austin Theory com todos os The Way. O jovem manteve a sua versão de que nada se passou, enquanto Indi Hartwell escrevia num papel que “Indi Wrestling Lumis”. Tudo isto fez com que Johnny Gargano perdesse a cabeça e fosse expulso.

Nos bastidores, Cameron Grimes estava a chatear um empregado da WWE, mas foi interrompido pelo General Manager William Regal. O lutador tentou comprar o responsável da brand amarela, mas acabou por ver-se num combate contra Bronson Reed.

– Ember Moon venceu Aliyah: Ember Moon entrou melhor neste combate, mas depois de alguma confusão Aliyah virou o ímpeto a seu favor e dominou durante alguns minutos. No entanto, a maior experiência de Ember Moon alterou o rumo do combate. Jessi Kamea e Robert Stone ainda tentaram interferir, mas Shotzi Blackheart não permitiu que isso acontecesse e foi então que Ember Moon aplicou o seu Eclipse para a vitória.

A seguir tivemos uma entrevista a Timothy Thatcher para falar sobre o seu passado com os lutadores dos Imperium, mas Tommaso Ciampa disse que essas coisas estão no passado e só interessa o futuro.

A seguir vimos um video package a promover o NXT Women’s Championship Match entre a campeã Io Shirai e Toni Storm que acontecerá na próxima semana, com a campeã a dizer que este será o desafio mais difícil do seu reinado, enquanto a australiana prometeu que iria vencer o combate e conquistar o título.

– WWE Women’s Tag Team Champions Nia Jax & Shayna Baszler venceram Dakota Kai & Raquel González: As WWE Women’s Tag Team Champions isolaram Dakota Kai desde o início deste combate, apesar desta ter dado alguma luta.

Este foi um domínio bastante prolongado, mas quando Raquel González entrou em ringue destruiu as WWE Women’s Tag Team Champions e as duas lutadoras do NXT quase venceram o combate.

Quando até parecia que Shayna Baszler ia fazer Dakota Kai desistir, Raquel González acabou por atacar sem crer a árbitra do combate. As duas mulheres fortes de cada equipa acabaram por ficar fora de cena e foi Adam Pearce que trouxe um outro árbitro ao ringue. Assim, as campeãs acabaram por reter os títulos quando Dakota Kai estava KO às mãos do Kirifuda Clutch.

A seguir tivemos mais imagens da sessão de terapia de Austin Theory, com Indi Hartwell cada vez mais louca por Dexter Lumis, enquanto Candice LeRae tentava explicar como o pouco ortodoxo lutador era esquisito. As duas acabaram por ser expulsas da sessão de terapia.

A seguir vimos Isaiah “Swerve” Scott num estúdio de música a dizer que a partir de agora o Capitol Wrestling Center é a “Swerve House” e que ele é um lutador diferente.

De regresso ao ringue tivemos LA Knight a dizer que estar no ringue do NXT não é um sonho, é o seu trabalho, e que irá vencer todos os seus adversários. LA Knight disse que vai tornar-se o melhor lutador da história do NXT e que ao contrário de outros que fazem acrobacias e saltos, ele só vai mostrar que é o melhor.

– Cameron Grimes venceu Bronson Reed: Cameron Grimes ainda tentou comprar Bronson Reed, mas nada feito e o “Colossal” dominou os momentos iniciais. Porém, a astúcia de Cameron Grimes fez com que este tivesse o ímpeto do seu lado durante algum tempo.

No entanto, controlar a força e agilidade de Bronson Reed é complicado e o lutador australiano até se preparava para vencer, mas LA Knight apareceu e atacou o lutador nas costas do árbitro e isso deu espaço para que Cameron Grimes com o seu Cave In arrecadar a vitória.

Nos bastidores vimos Kayden Carter a ser entrevistada e esta disse que na próxima semana irá vingar Kacy Catanzaro e mostrar que Xia Li não lhe mete medo.

Na terceira passagem pela sessão de terapia de Austin Theory, a psicóloga afirmou que falou com Dexter Lumis e que este lhe disse que o jovem era a pessoa mais chata de sempre, entre outros insultos. Isto fez com que o jovem lutador saísse a chorar. Johnny Gargano voltou para trás e pagou à psicóloga, por esta ter feito Austin Theory odiar Dexter Lumis.

Depois vimos William Regal prometer um grande anúncio para a próxima semana, relacionado com o que aconteceu no WWE Women’s Tag Team Championship Match e que mudará o panorama da brand amarela.

Quando parecia que íamos ter um combate entre os Ever Rise e os Breezango, Joaquin Wilde & Raul Mendoza atacaram os antigos NXT Tag Team Champions e quando os Ever Rise pareciam que iam sair ilesos, foram atacados pelo NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar. A seguir, este disse que o que aconteceu na semana anterior foi um acaso e quem se atravessar no seu caminho vai sofrer.

– NXT Champion Finn Bálor venceu Roderick Strong (Non-Title Match): Finn Bálor e Roderick Strong quiseram desde o primeiro segundo mostrar quem era o mais técnico e agressividade esteve presente desde então, com o “Messiah of the Backbreaker” com um backbreaker a virar o ímpeto a seu favor. Porém, Finn Bálor não se deixou dominar por muito tempo e começou a tentar atacar o braço esquerdo do adversário, mas Roderick Strong manteve o pé no acelerador e a agressividade esteve sempre bastante elevada.

Os dois lutadores mostraram o porquê de serem dos melhores lutadores da atualidade e os minutos finais teve momentos incríveis, desde quase vitórias a contra-ataques impressionantes. No final, Finn Bálor conseguiu subir ainda mais a parada e depois do seu Coup de Grace, aplicou o 1916 e venceu este excelente main event.

O NXT terminou com o NXT Champion Finn Bálor e Adam Cole a olharem-se à distância, já a promover o combate pelo título que acontecerá na próxima semana.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

15 Comentários

  1. André2 meses

    Dakota e Raquel tem ganhar

  2. Yuri2 meses

    Eu ainda n sei oq a ember ta Fazendo no nxt. Lugar dela e no raw

    • Ethan Parker2 meses

      Ela está sendo fazendo wrestling, coisa que ela não tinha muita liberdade pra fazer no Main Roster

  3. Rod'sweet2 meses

    Dakota Kai & Raquel Gonzales precisam de uma revanche, não fez sentido elas terem perdido a luta pelos títulos, especialmente após se tornarem Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic.

  4. Zoro sola2 meses

    Fica dificil assitir o nxt sem o pete dunne e o dexter

  5. Bankonthat2 meses

    Aposto que o anuncio do regal pra semana é a criaçao de dos nxt women tag team titles

  6. Victor Silva2 meses

    Gosto muito de alguns nomes do NXT que tem a cara do main roster como: Adam Cole, Kyle O’Reilly, Roderick Strong, Johnny Gargano, Candice LeRae, Raquel González & Dakota Kai, Toni Storm, Io Shirai, Finn Bálor e a Rhea Ripley que já subiu. Mas infelizmente quando chegam lá ficam meio que perdidos, sem ter a liberdade de serem wrestlers como acontece no NXT, já que o main roster hoje está mais focado no entretenimento. Uma prova é o próprio Finn Bálor que passou por isso recentemente e está muito badass no NXT.

    Ps: comecei acompanhar o site no ano passado, sempre que vejo a foto do Luís Salvador na matéria me lembra o Dominik Mysterio não sei porque 😂… Em fim abraços do Brasil.

  7. El Cuebro2 meses

    Mais alguém percebeu que é quase sempre o Thatcher quem leva os pins?

  8. Best2 meses

    Como está a Undisputed Era ? Acabou ? Divido ?

  9. Anónimo2 meses

    Foi mais um bom NXT. Destaco o main event, foi um bom combate.

  10. Bom NXT.
    Destaco:
    – boa promo do Balor e do Strong, assim como o combate do main event

  11. Foi um bom episodio.
    Destaques:
    -Bom segmento entre o Strong e o Balor e otimo combate entre eles mais tarde no main event.
    -Bom combate entre os campeoes de tag team e o Ciampa e o Thatcher.
    -Cameron Grimes mais uma vez um dos pontos altos do show.
    -Promo otima por parte do LA Knight,quem ja o conhece esta habituado a sua qualidade no mic,para quem o viu pela primeira vez deve ter gostado do que viu.
    -Teve piada toda a cena da terapia do Theory.

  12. Show decente, mas sem grandes pontos de destaque. Quero só destacar o excelente main event entre dois dos melhores lutadores do NXT.