A WWE transmitiu esta terça-feira, a partir do Capitol Wrestling Center, mais uma edição do NXT na USA Network, numa altura em que ainda não temos mais nenhum especial ou TakeOver anunciados.

Resultados

– Isaiah “Swerve” Scott venceu Leon Ruff (Falls Count Anywhere Match)
– Cameron Grimes venceu Ashler Hale
– Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher venceram Grizzled Young Veterans
– Sarray venceu Zayda Ramier
– LA Knight venceu Jake Atlas
– Candice LeRae & Indi Hartwell venceram NXT Women’s Tag Team Champions Shotzi Blackheart & Ember Moon (Street Fight)

Report

– Isaiah “Swerve” Scott venceu Leon Ruff (Falls Count Anywhere Match): Isaiah “Swerve” Scott entrou de forma muito dominante, mostrando trazer a lição estudada, tendo contra-ataque para tudo o que o Leon Ruff por norma faz. Ele dominou então de forma clara, tanto dentro como fora do ringue, mas já se sabe que Leon Ruff nunca desiste e o que tivemos depois foram momentos incríveis por parte do ex-NXT North American Champion a equilibrar o combate.

O cansaço foi começando a aparecer e com isso as quase vitórias, sendo que até ferramentas vimos a serem usadas neste combate. Fora do ringue, depois de acertar dois Cutters, Leon Ruff parecia que ia para um Super Cutter, mas AJ Francis apareceu do nada e atacou-o, o que deu abertura para que dentro do ringue Isaiah “Swerve” Scott pudesse vencer o seu rival.

Logo a seguir vimos imagens de Finn Bálor a chegar ao Capitol Wrestling Center.

Nos bastidores vimos o NXT North American Champion Johnny Gargano e Austin Theory a interromperem uma conversa entre William Regal e Scarlett. Johnny Gargano acabou por ser expulso, mas Austin Theory ficou encantado a olhar para as… unhas de Scarlett, mas o líder dos The Way foi buscar o seu discípulo.

– Cameron Grimes venceu Ashler Hale: O estreante Asher Hale entrou bem neste combate, sendo que foi surpreendendo o ricaço do NXT. Porém, Cameron Grimes virou o ímpeto muito rapidamente e acertou o seu Cave-In e assim venceu este embate.

Nos bastidores, tivemos Kayden Carter e Kacy Cantanzaro a falar de Xia Li, antes de dizerem que querem ser as próximas candidatas aos NXT Women’s Tag Team Championships. As duas acabaram por ser interrompidas por Franky Monet, que disse que elas eram adoráveis, mas que iam demorar até um dia serem campeãs.

Ainda no backstage, Cameron Grimes estava feliz com a sua vitória e foi interrompido pelos Ever Rise, que tentaram criar uma parceria, mas o menino rico do NXT não quis saber deles.

Ainda antes do próximo combate, tivemos os Grizzled Young Veterans a insultar os fãs do NXT e também Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher, que nem deixaram os britânicos terminarem a sua promo.

– Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher venceram Grizzled Young Veterans: A dupla de Tommaso Ciampa e Timothy Thatcher entrou bastante dominantes, usando a sua agressividade natural para dominar James Drake e Zack Gibson durante vários minutos.

Os britânicos só conseguiram começar a dominar quando fizeram batota e isolaram Timothy Thatcher durante algum tempo. Porém, quando Tommaso Ciampa entrou em ringue, este virou o combate do avesso, mostrando estar numa forma física impressionante, sendo que quase venceu este combate de equipas sozinho.

Com o passar dos minutos, a agressividade e o caos foram aumentando e assim as quase vitórias foram aparecendo. Quando parecia que os Grizzled Young Veterans estavam prestes a vencer, Tommaso Ciampa decidiu roubar um sapato a Wade Barrett e atirou-o para o ringue, e nas costas do árbitro, Timothy Thatcher usou essa “arma” pouco ortodoxa, tendo em seguida feito Zack Gibson desistir.

Novamente nos bastidores, o NXT North American Champion Johnny Gargano tentou fugir de ter um combate contra Bronson Reed, mas nada feito. O General Manager William Regal também explicou que Austin Theory enfrentará o NXT Champion Karrion Kross na próxima semana.

No ringue tivemos o NXT Champion Karrion Kross, acompanhado por Scarlett, que fez logo questão de dizer quer lutar e já estava a explicar o que ia fazer a Austin Theory na próxima semana.

Porém, o campeão foi interrompido por Kyle O’Reilly, que explicou que com todo o respeito não tem medo do NXT Champion. Em seguida foi Pete Dunne quem interrompeu, explicando que não quer saber do novo Kyle O’Reilly e não quer saber de Karrion Kross. Quem também apareceu foi Finn Bálor, que explicou que já venceu Pete Dunne e Kyle O’Reilly, e antes de terminar de falar atacou o NXT Champion Karrion Kross.

Tivemos então uma brawl entre os quatro lutadores, sendo que a equipa de segurança do NXT lá conseguiu parar a confusão, apesar de ter sido o NXT Champion Karrion Kross que levou a melhor.

Porém, o segmento não tinha terminado. O NXT North American Champion Johnny Gargano e Austin Theory atacaram Karrion Kross pelas costas e apesar deste ter dado alguma luta, os dois lutadores dos The Way conseguiram deixar uma mensagem bem clara ao campeão para o combate da próxima semana.

– Sarray venceu Zayda Ramier: O combate começou de forma técnica, mas agressiva, com as duas lutadoras a darem tudo desde o primeiro segundo. Sarray apresentou alguns strikes incrivelmente agressivos, que foram colocando o ímpeto do seu lado.

Porém, Zayda Ramier não veio a este NXT para brincar e até começou a ganhar algum controlo, mas Sarray com um incrível Suplex venceu este seu segundo combate na brand amarela da WWE.

Já no backstage, Sarray foi cumprimentar Zayda Ramier e as duas iam sendo atacadas por Toni Storm, mas Zoey Stark impediu o ataque da sua rival.

No balneário dos Imperium, vimos WALTER a conversar com os lutadores do seu grupo, sendo que Alexander Wolfe não pareceu ouvir o que o seu líder tinha para dizer.

A seguir tivemos novamente imagens a promover o Diamond Mine.

– LA Knight venceu Jake Atlas: Jake Atlas entrou melhor neste combate, muito porque LA Knight está sempre com a taxa de bazófia em alta. O carismático lutador conseguiu controlar este embate, mas por pouco tempo, sendo que Jake Atlas quase surpreendeu tudo e todos. Ainda assim, no final e vindo do nada, LA Knight venceu este combate.

No balneário dos The Way, Candice LeRae estava a tentar motivar Indi Hartwell, ao mesmo tempo que não deixava a jovem lutadora ver o desenho que Dexter Lumis lhe deixou. Falando em Dexter Lumis, este apareceu com um ramo de rosas atrás de uma porta, mas a “Poison Pixie” não deixou que Indi Hartwell visse o seu amor.

Logo a seguir tivemos Toni Storm a falar de Zoey Stark e de como esta não merece nem sequer respirar o mesmo ar que ela, e afirmou que quando as duas se enfrentarem novamente, ela vai destruir a rival.

De regresso ao ringue tivemos o Legado del Fantasma, pela voz de Santos Escobar a dizer que o que aconteceu na semana passada é uma premonição para o futuro, pois ele irá recuperar o seu NXT Cruiserweight Championship. A seguir foi a vez de Joaquin Wilde e Raul Mendoza falarem de como venceram os MSK na semana passada e que querem um combate contra os NXT Tag Team Champions.

No titantron tivemos o NXT Cruiserweight Champion Kushida a desafiar Santos Escobar para um combate pelo título na próxima semana.

De seguida tivemos entrevistas à NXT Women’s Champion Raquel González e Mercedes Martinez, com as duas lutadoras a trocarem vários insultos e ameaças. No final, a campeã prometeu que Mercedes Martinez é a sua primeira adversária pelo título, mas não será a última. Tudo isto rumo ao NXT Women’s Championship Match da próxima semana.

Ainda antes do main event tivemos o cão de Franky Monet a aparecer dentro do tanque de Shotzi Blackheart, para felicidade da pouco ortodoxa lutadora, pelo menos até Ember Moon reparar na “prenda” que o cão lá deixou.

Fora do CWC tivemos Cameron Grimes a tentar entrar num clube privado, mas não o deixaram entrar, para irritação deste. Cameron Grimes ainda ficou pior quando Ted DiBiase apareceu e explicou que comprou o clube.

– Candice LeRae & Indi Hartwell venceram NXT Women’s Tag Team Champions Shotzi Blackheart & Ember Moon (Street Fight): Esta Street Fight começou ainda antes do árbitro dar o sinal e fora do ringue as quatro lutadoras começaram logo a usar armas e a não querer perderem tempo.

Foram as NXT Women’s Tag Team Champions que acabaram por entrar melhor no meio deste caos, usando várias armas, mas a força de Indi Hartwell apareceu do nada e as The Way começaram então a dominar, em especial quando Candice LeRae decidiu que estava na altura de usar um extintor.

O cansaço foi-se começando a notar, sendo que Shotzi Blackheart decidiu que era boa ideia atirar-se da terceira corda e acertar um Senton em Candice LeRae que estava num escadote. Também com escadote, tivemos Indi Hartwell a segurar num mini-escadote que tinha Shotzi Blackheart em cima e Candice LeRae decidiu vingar-se com um Lionsault.

Fora do ringue, Indi Hartwell teve a ideia de usar a mesa de comentadores como arma, mas a ideia correu-lhe mal, pois Shotzi Blackheart, que esteve em todo o lado neste combate, partiu a caneca de Wade Barrett nas costas da adversária, subiu a um poste do CWC e voou com um Splash incrível.

No final e já depois de Indi Hartwell ter acertado uma Elbow Drop, Candice LeRae acertou o seu Wicked Stepsister em Shotzi Blackheart e assim as lutadoras dos The Way conquistaram os NXT Women’s Tag Team Championships.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

20 Comentários

  1. André1 semana

    Graças a Deus candice conseguiu seu Ouro aaaaaaaaaaaaaaaaaa tô muito feliz.

  2. André1 semana

    Ela é minha favorita, é muito frustrante ver um talento desse sem um título

  3. BigMando1 semana

    O NXT aparenta ter um programa mais equilibrado e interessante do que o Raw e SmackDown

    • Kay Orton1 semana

      A melhor coisa que eu fiz foi começar assistir o NXT e o NXT UK, pode começar sem medo.
      Main Roster pra mim já virou algo que é triste de tentar assistir, é tudo óbvio.

    • BigMando1 semana

      A divisão feminina do NXT dá 10-0 à divisão feminina do Main Roster, a nível de aproveitamento e rendimento, até os tag team titles femininos têm melhor concorrência do que os do Main Roster. Podiam colocar a Riott Squad no NXT, aí iriam mostrar o seu verdadeiro valor, coisa que não acontece no SmackDown

  4. No cômputo geral foi mais um bom episódio do NXT. Adorei o opener e Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher vs Grizzled Young Veterans, com exceção das finishes com interferência ou distração.
    E o main event também foi bem louco, apesar de não ter apreciado o quase no-sell dos spots mais perigosos (a queda de Shotzi Blackheart sobre Indi Hartwell na mesa de comentadores, por exemplo).

    • E o proprio dive da indi sobre a ember na mesa já proximo do final, como o proprio kick em stereo sobre a indi com o caixote, ela poderia ter estado mais tempo a vender o sell… mas fora isso achei um combate bem agradavel de se ver e sem dar sono

    • Aliás o nxt voltou a aumentar a qualidade que se.perdeu nas ultimas semanas embora naontenha sido mau… e para semana tambem tem.2 combates interessantes por titulos e o meuc.aior destaque é que o nxt tem menos tempo que os outros shows e mes.o assim consegue ter mais rivalidades e com melhor build e todos os titulos revantes.. até as feuds secundarios tipo tony e zoe está interessante… o main roster deveria de estar atento ao nxt e tirar ideias

    • Exatamente, concordo a 100%. Tudo dito!

    • BigMando1 semana

      A divisão feminina do NXT está mais ativa do que a do Main Roster. Mais spots e cenas do que no Raw e SmackDown. Lá é que as mulheres evoluem

    • Anónimo1 semana

      BigMando, é isso mesmo. Há uma grande diferença em termos de utilização e parece que toda a gente tem a sua importância, mesmo que obviamente nem todas possam estar no topo.

    • O comentário acima era meu, mas somehow a sessão terminou e ficou como Anónimo xD

  5. El Cuebro1 semana

    Uma pena pelas derrotas dos Veterans e Jake Atlas, espero que a WWE não tenha esquecido deles!

  6. Bom episodio do NXT no geral.
    Destaques:
    -Bom opener entre o Swerve e o Ruff a continuar a historia interessante que tem estado a contar.
    -Bom combate entre Ciampa e Thatcher contra os GYV
    -Bom segmento a volta do titulo do NXT.

  7. Anónimo1 semana

    Mais um bom NXT. Destaco os desenvolvimentos a volta do título principal, e o combate de Tag Team masculino, foi bom.

  8. Bom NXT.
    Destaco:
    – bom segmento do Kross e os restantes que querem uma oportunidade pelo título
    – bons combates entre GYV e Ciampa e Tatcher, main event e Swerve vs Ruff

  9. Gostei:
    – Isaiah ”Swerve” Scott vs Leon Ruff. Começo rápido. Ótimos spots fora do ring. O spinning cutter foi o melhor deles. O final é curioso. Recomendo a assistirem a este combate!
    – Segmento entre Austin Theory, Johnny Gargano, Scarlett e William Regal.
    – Asher Hale vs Cameron Grimes. O típico squash. Entregou.
    – Segmento entre Cameron Grimes, Ever-Rise e, posteriormente, Ted DiBiase.
    – Grizzled Young Veterans vs Timothy Thatcher & Tommaso Ciampa. Combate duro, no bom sentido. O Ciampa & Thatcher melhoram a cada semana que passa. Grizzled Young Veterans também estiveram bem neste combate.
    – Segmento entre Austin Theory, Finn Bálor, Johnny Gargano, Karrion Kross, Kyle O’Reilly, Pete Dunne e Scarlett. Este segmento foi ótimo e recomendo que vejam-no!
    – Sarray vs Zayda Ramier. Uma nova squash, que cumpriu o propósito. O exploder da Sarray foi excelente. O combate só peca um bocado na falta de entrosamento entre ambas.
    – Jake Atlas vs LA Knight. De novo, squash. Cumpriu, de novo.
    – Promo da Toni Storm.
    – Promo dos Legado del Fantasma. Muito bom.
    – Entrevistas da Mercedes Martinez e Raquel Gonzalez. Fantástico.
    – Candice LeRae & Indi Hartwell vs Ember Moon & Shotzi Blackheart. Fantástica street fight. Esta street fight foi mesmo brutal. Destaco em especial a Shotzi Blackheart que se sacrificou imenso aqui! Recomendo a assistirem!

    Não Gostei:
    – Nada.

    Overall: 8/10. Este foi o melhor NXT desde o TakeOver. Continuação das storylines, 2 combates incríveis. Kross dominante. A divisão feminina continua a melhorar com mais feuds. Só não dou uma pontuação mais alta devido aos 3 squashes.

  10. Nuno Santos1 semana

    Finalmente que a Candice conseguiu o seu ouro. Parabéns.

  11. Um NXT agradável, superior ao da semana passada.

    Destaco pela positiva:

    – Isaiah “Swerve” Scott vs Leon Ruff, foi um bom combate muito pelo Swerve que carregou o combate do inicio ao fim, as expressões faciais, o trash talk e o trabalho em ringue valeram um belo combate. Melhor ainda parece que vão lhe dar um rumo como líder de uma stable, também já estava mais do que na hora de apostarem nele.
    – Bom combate entre o Tommaso Ciampa & Timothy Thatcher vs Grizzled Young Veterans.
    – Gostei do segmento do Austin Theory a falar das “unhas” da Scarlett ahaha
    – Boa brawl entre o campeão e os pretendentes ao título.

    Pela negativa dou apenas uma opinião pessoal, já é a segunda mudança de mãos dos títulos tag team femininos que ocorrem fora de PPV’s, no meu ponto de vista é algo que de certa forma descredibiliza um pouco os títulos.