A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao Battleground de 9 de Junho.

Resultados

TNA Knockout’s World Champion Jordynne Grace venceu Stevie Turner (Non-Title Match)
– Jazmyn Nyx venceu Thea Hail
– NXT Heritage Cup Champion Tony D’Angelo venceu Damon Kemp
– Natalya venceu Izzi Dame
– Michin, Sol Ruca & Jaida Parker venceram Kelani Jordan, Lash Legend & Fallon Henley

Report

Em destaque neste NXT tivemos a estreia de Jordynne Grace e um segmento com Ethan Page e o NXT Champion Trick Williams.

3 Comentários

  1. É uma boa ideia termos wrestlers da TNA a lutar no NXT. Acho que vai ajudar o programa a ficar melhor. O próximo passo, é talvez um dia termos um Survivor Series especial: WWE vs TNA.

  2. mateus2 semanas

    + um NXT ruim em q necessitamos de wrestlers de outras empresas para melhorar a visibilidade do show e a audiência. Infelizmente o booking só piora a cada dia nas storylines dos lutadores do próprio nxt.

    Primeiro qero destacar a péssima atuação do meu ponto de vista da Ava como GM. De Dustin Rhodes, John “Bradshaw” Layfield e William Regal, foi uma péssima transição terem colocado Ava. Não tem carisma, não é uma figura de relevante liderança e se veste como uma adolescente gótica, sendo que até nesse tipo de aspecto a personagem poderia ter melhorado. Sei que ela é filha do Rock e tal’s, mas tanta gente bacana para se fazer essa personagem de GM, inclusive o Booker T e colocam uma mina que nem como lutadora deu certo apesar da idade?

    Bom o combate de Jordyne, sólida como sempre. Não tem muito o que se destacar, sem dúvidas foi a principal atração da noite na minha opinião; A Stevie também foi bem na dinâmica da luta.

    Os segmentos envolvendo o lance amoroso da Lash e do Trick e o Shawn com o Briggs foram simplesmente ridiculos. Nem vale a pena dar relevância porém mostra pessima atuação do booking. Destaque tbm para o segmento ridículo do Charlie Dempsey a imitar um italiano e do drama envolvendo o Ridge Holland e a CHASE U.

    Combate da Jasmine com a Thea foi fraquíssimo. O desfecho pior. Gosto da Jazmyn e acho que ela vai evoluir mt para ter destaque ano que vem no NXT. A Thea não vejo a mínima relevancia nela como lutadora, exceto jobber nessa divisão feminina. Seria uma boa terem a evoluído a personagem com a Jace Jayne, mas preferiram-na como essa adolescente retardada fascinada pela universidade. O Riley tbm merecia algo mais decente na carreira, tem talento.

    Segmento desnecessário do ataque dos OC a Frazer e Axiom. Isso cheira a, infelizmente, vitória dos faces. Não tem sido um bom reinado e acho que alguma dupla de maior ímpeto, como os OC, poderiam estar com esses belts. Eu duvido muito que os faces vão perder no PPV dia 09.

    Segmento sem sentido do Shawn com o Briggs mais uma vez e a interferência do Je’Von. Je’Von precisa evoluir primeiro, ele tem talento mais já estão a enfia-lo direto em storylines arriscadas ao meu ver. Shawn não sabem se o usam como produtor ou saco de pancadas do NXT tbm, tá difícil msm par ao booking.

    A luta pelo NXT Heitage Cup foi simplesmente ridícula e demonstra o declínio do mid-card masculino do NXT. A luta em si foi péssima, tendo o Tony a carregado quase sozinho e com dificuldades. Merecia mt mais do que esses segmentos pelo trabalho já feito. O Kemp é simplesmente mal no ringue, não evoluiu nd durante todos esses anos no NXT. A rivalidade dessas stables é simplesmente horrível, principalmente pela descredibilidade dos No quartes. O Dempsey, por exemplo, no segmento da semana passada disse que ao perder a taça perdeu “uma parte dele”. Aí por que diabos eles, por exemplo, não atacaram a The Family depois da derrota? Perderam uma luta importante para eles e, como hells, ficam por isso mesmo? Outro reflexo do booking ruim do NXT. Infelizmente ainda deve persistir essa feud e não tem especulação de luta para o PPV do dia 09. Há rumores que o Regal poderá ser mentor dos no quartes mas é perda de tempo, esses caras não funcionam como grupo e a family já deu, o Tony precisa estar a solo.

    A luta da Natalya contra Izzi foi uma encheção de linguiça. Não tem enredo, desfecho e nem expectativas para uma história legal com a Natalya. Enfim…

    Muito bom o ataque do Gallus. Realmente acho que tem sido uma parte mais interessante do show para o público mais maduro. Queria o Joe Coffey com o título, mas acho que o Wes deve vencer apesar que, se for isso, preferia o Oba retendo. O Oba está imbatível, e estão forçando mt essa entrada do Wes após muito tempo de lesão. Lembrando que gostam de mistificar o reinado do Wes Lee como o título norte americano do NXT, mas que na verdade do meio para o final não foi um bom reinado. É esperar para ver, mas os Gallus estão de parabens pelo trabalho.

    Para intensificar a péssima gestão do booking da ala feminina do NXT a Wendy Choo vai retornar e com a mesma personagem. Parece até piada isso, na boa. Querem piorar o roster feminino mesmo. Gosto da feud do Lexis com o Chen, mas queria o Lexis tendo mais destaque.

    A luta de trios do NXT foi boa, mas nada de surpreendente. Queria a Fallon ou a Ruca com esse novo belt.

    A assinatura de contrato não foi um cenário legal para fechar um NXT cque já estava sendo ruim. Trick não faz um bom reinado. No mais, outro NXT que não agrada o público mais maduro que é fã de wresteling.

    • Natan2 semanas

      Ainda bem que você não faz críticas patéticas assim como o Conde costuma fazer desejando o mal para muitos, mas realmente ando decepcionando muito ultimamente, botar Shawn Spears pra apanhar do Je’Von é brincadeira, parece que gosta de botar o novato pra se machucar, as mulheres estão cada vez piores, principalmente no midcard, Michin merecia vencer esse novo título pra elevar as mais genéricas, Gallus sabem muito bem como dominar o ringue, mas infelizmente o HBK tem é outros planos, Trick Williams acho que precisa desenvolver um pouco mais nas storylines, principalmente nessa com Ethan Page pra ficar mais interessante e a Roxane Perez tô começando de gostar um pouco mais dela por causa das novas rivalidades, em especial a Jordynne Grace que me agradou bastante, mas o resto foi muito ruim, a stable patética de Dempsey continua um horror como sempre, Tony D’Agelo deveria voltar a lutar na carreira solo