A WWE transmitiu esta quarta-feira, a partir do Capitol Wrestling Center, mais uma edição do NXT na USA Network, desta vez um especial New Year’s Evil e em concorrência com a primeira noite do AEW Dynamite New Year’s Smash.

Resultados

– Karrion Kross venceu Damian Priest
– NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar venceu Gran Metalik
Xia Li venceu Katrina Cortez
– Raquel González venceu Rhea Ripley (Last Woman Standing Match)
– Kushida & Shotzi Blackheart venceram NXT North American Champion Johnny Gargano & Candice LeRae
– NXT Champion Finn Bálor venceu Kyle O’Reilly

Report

O NXT abriu com um enigmático Dexter Lumis a ligar as luzes do Capitol Wrestling Center.

– Karrion Kross venceu Damian Priest: Karrion Kross entrou de forma bastante dominante neste combate, usando a sua força para controlar Damian Priest durante vários minutos, que nunca mostrou vontade de desistir.

Depois de um longo domínio, o “Archer of Infamy” começou a recuperar e com vários golpes reverteu o ímpeto e até quase venceu esta luta de abertura do New Year’s Evil.

Os minutos finais tiveram algum equilíbrio, mas Karrion Kross começou a aumentar o ímpeto e no final Damian Priest ainda tentou provocar, mas uma cotovelada fortíssima na cabeça foi o suficiente para a vitória.

De seguida tivemos o anúncio das equipas que vão lutar na Dusty Rhodes Tag Team Classic. Nos bastidores, Adam Cole e Roderick Strong elogiaram os Breezango e afirmaram que os irão vencer, mas que mais importante é que hoje Kyle O’Reilly se torne o novo NXT Champion.

– NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar venceu Gran Metalik: Gran Metalik usou a sua velocidade e agilidade para ter o ímpeto do seu lado desde o primeiro minuto desta lucha.

Porém, quando Gran Metalik ia tentar uma Hurricanrana da terceira corda, o campeão conseguiu contra atacar e atirou o luchador contra a barreira de protecção.

Santos Escobar dominou então durante vários minutos, até que Gran Metalik foi recuperando e usou a sua agilidade para equilibrar. Os minutos finais viram os dois lutadores a quase vencer, mas nos últimos segundos Santos Escobar acertou o Phantom Driver e reteve o seu NXT Cruiserweight Championship.

A seguir tivemos imagens do regresso de Mercedes Martinez ao NXT, em que atacou a NXT Women’s Champion Io Shirai, afirmando que quer o título.

– Xia Li venceu Katrina Cortez: No combate de regresso de Xia Li, a lutadora chinesa mostrou novos recursos e acabou por vencer facilmente Katrina Cortez depois de um pontapé incrível.

Em seguida tivemos o General Manager do NXT William Regal a explicar que Timothy Thatcher está lesionado e que a Fight Pit contra Tommaso Ciampa só irá acontecer quando o lutador estiver recuperado.

– Raquel González venceu Rhea Ripley (Last Woman Standing Match): Como seria de esperar, este Last Woman Standing Match abriu de forma bastante agressiva, com armas a virem para combate desde cedo. Fora do ringue acabou por ser Raquel González a beneficiar do ambiente e quase venceu o combate depois de atirar a “Nightmare” contra a mesa de comentadores.

A guerra continuou pelo Capitol Wrestling Center, sendo que nos bastidores da arena tivemos uma mesa em ação e de forma inesperada Dakota Kai apareceu para atacar Rhea Ripley, que conseguiu sobreviver de alguma forma.

Já perto da zona de entrada, as duas lutadoras continuaram a tentar destruir-se, mas no final Raquel González conseguiu acertar a sua Powerbomb, que partiu o palco do Capitol Wrestling Center, sendo que foi neste momento que a Rhea Ripley não conseguiu responder à contagem de 10. Assim, a “Big Mommy Cool” venceu este Last Woman Standing Match.

A seguir tivemos o NXT North American Champion Johnny Gargano e os restantes membros da The Way a festejar em ringue por o campeão finalmente ter defendido um título individual com sucesso, tendo quebrado a maldição.

Os The Way deram várias prendas a Johnny Gargano, incluindo um cartaz do grupo, tal como se fossem super heróis, tendo também o NXT North American Champion anunciado que ele e Austin Theory irão participar no Dusty Rhodes Tag Team Classic.

No entanto, Shotzi Blackheart com o seu tanque interrompeu os The Way, tendo acabado por disparar uma arma contra as partes baixas de Austin Theory, antes de entrar em ringue e despachar Indi Hartwell e Candice LeRae.

Kushida juntou-se à festa e foi então que Dexter Lumis marcou um Mixed Tag Team Match.

– Kushida & Shotzi Blackheart venceram NXT North American Champion Johnny Gargano & Candice LeRae: Apesar da surpresa, foram os Garganos que dominaram durante alguns minutos, com Candice LeRae a ter o controlo sobre Shotzi Blackheart. O problema foi quando a extravagante lutadora fez o tag e Kushida entrou em ringue, virando o combate do avesso.

O final foi caótico, com os The Way a tentar interferir, mas no final Kushida apanhou Johnny Gargano com um pin rápido e venceu o combate.

Ainda antes do main event, foi anunciado que este ano teremos a primeira edição da Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic.

– NXT Champion Finn Bálor venceu Kyle O’Reilly: O main event deste New Year’s Evil começou de forma bastante técnica, algo que claramente beneficiou Kyle O’Reilly. Quando a intensidade subiu, foi óbvio o plano do NXT Champion, partir o maxilar de Kyle O’Reilly, tal como este lhe tinha feito no TakeOver: 31.

Finn Bálor passou então vários minutos a atacar o maxilar do seu adversário, sendo que Kyle O’Reilly sempre que podia atacava o braço esquerdo do campeão.

Como seria de esperar pela agressividade imposta por estes dois lutadores, o cansaço e as marcas de guerra foram começando a ficar evidentes, com os dois lutadores a resistir à dor e tudo pelo NXT Championship.

Nos minutos finais, tanto um como outro quase venceram por várias vezes em especial usando as suas submissões. No final, Finn Bálor voltou a uma tática que já tinha funcionado no TakeOver: 31, um ataque certeiro ao fígado de Kyle O’Reilly, que acabou por ceder. O “Príncipe do NXT” apanhou então o seu rival numa submissão e Kyle O’Reilly acabou por não ter outra hipótese se não desistir.

No final, a Undisputed ERA veio apoiar Kyle O’Reilly que estava desconsolado com esta derrota.


O que achaste deste WWE NXT New Year’s Evil?

12 Comentários

  1. Tribal chief2 semanas

    Kross tem que melhorar em ringue ainda ele ta muito limitado

  2. Rui jesus messias2 semanas

    A rhea tem de subir, se não ganhar o RR que vá para o Raw, no nxt já não faz nada e acumula derrotas…

    • Eu não gosto muito de vê-la perder, porém essa derrota em específico pode fazer sentidos se for a última match dela, até porque para mim ela é uma das favoritas a vencer o RR e a minha torcida vai para ela também.

  3. The Phenomenal One2 semanas

    Grande episódio do NXT, grandes lutas e muito bom saber que haverá pela primeira vez um Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic, resta saber quais serão as duplas (algumas já sei, como Candice LeRae e Indi Hartwell, Dakota Kai e Raquel González), meus destaques:
    • Mais um combate brutal entre Finn Bálor e Kyle O’Reilly, similar ao do NXT TakeOver 31, com muita técnica e raça apresentadas pelos dois lutadores.
    • Mais uma derrota da Rhea Ripley, agora nesse Last Woman Standing Match para Raquel González, quem sabe agora ela suba para o main roster.

  4. lol2 semanas

    gostei imenso deste nxt

  5. Bom New Year’s Evil, sendo que desfrutei do combate entre Raquel González e Rhea Ripley e de mais um excelente main event entre Finn Bálor e Kyle O’Reilly.
    Estou curioso para ver o que se segue para Rhea e Damian Priest, visto que tenho a sensação de que podem ter feito as suas despedidas do NXT depois de terem perdido neste especial.

  6. El Cuebro2 semanas

    Ótimo episódio, main event bom, gostei da entrada nova da Xia também e da luta de duplas mistas principalmente!

  7. Villain2 semanas

    O torneio feminino é uma grande ideia. Espero que as vencedoras como prémio tenham uma oportunidade pelo título.
    Já agora tanto no torneio masculino como feminino não era melhor entrarem também equipas do raw e smack down. Assim tornavam o torneio mais interessante e eram divididos pelos 3 shows como se fosse um king of the ring.

  8. duzonraven2 semanas

    Excelente episódio, ótimos combates!!!

    Gostei muito do Last Woman Standing e principalmente da vencedora, que precisava desta vitória que a Rhea, que por mim poderia já ir ao main roster, não há nada relevante para ela fazer no nxt mais

    A nova persona da Xia também está muito boa, ela sempre teve qualidade dentro do ringue porém aquela personagem de vestido chinês e movimentos de kung fu era realmente muito fraca…

    O main event foi ótimo como já esperávamos, porém ainda gostei mais do primeiro combate entre eles. Mas parabéns aos wrestlers por terem feito um combate bastante diferente do primeiro e com muita qualidade!

  9. Anónimo2 semanas

    Excelente NXT! Bons combates, destaco o main event, foi um excelente combate.

  10. Gostei deste NXT especial,muito consistente.
    Destaques:
    -Grande match entre a Rhea e a Raquel,bem melhor que o primeiro que tiveram,foi intenso e teve varios spots bacanos.Daqui a uns tempos nao me admirava se a Raquel fosse a nova campea do NXT.
    -Bom combate entre o Kross e o Priest,mas confesso que esperava um pouco mais da parte deles.
    -Main event muito bom entre o Balor e o O’Reiley,tem grande quimica entre eles e conseguem fazer combates de grande nivel juntos.
    Tenho pena que o O’Reiley nao tivesse ganho,mas mostrou que merece o destaque que lhe tem sido dado nos ultimos tempos

  11. Muito bom NXT.
    Destaco:
    – Muito boa luta entre a Rhea Ripley e a Raquel
    -Bom combate entre o Kross e o Priest
    -Muito bom combate entre o Balor e o Kyle O’Reiley, mais uma vez a mostrar a quimica que têm em ringue.