A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT 2.0 na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao Heatwave do próximo dia 16 de Agosto.

Resultados

– Nikkita Lyons venceu Kiana James
– Wes Lee venceu Trick Williams (Rounds Match)
– Arianna Grace venceu Thea Hail
– Apollo Crews venceu Roderick Strong
– Pretty Deadly (Elton Prince & Kit Wilson) venceram Malik Blade & Edris Enofé
– Zoey Stark venceu Cora Jade

Report

O NXT abriu com um video package onde tivemos imagens do combate pelos NXT Women’s Tag Team Championships que aconteceu na semana anterior, e também tivemos os lutadores que irão estar envolvidos nos combates de hoje a prometer vitória.

Nos bastidores, Nikkita Lyons e Zoey Stark foram entrevistadas e a dupla improvável falou da oportunidade que têm no torneio que irá definir as novas WWE Women’s Tag Team Champions.

– Nikkita Lyons venceu Kiana James: O opener começou de forma algo equilibrada, com Kiana James a tentar atacar o joelho onde Nikkita Lyons teve uma lesão. O domínio durou alguns momentos, mas Nikkita Lyons com os seus pontapés e força virou o ímpeto a seu favor e depois do seu Spinning Kick e pin pouco ortodoxo venceu este combate de abertura.

Depois do combate terminar, Kiana James atacou Nikkita Lyons pelas costas.

Nos balneário da Diamond Mine, Apollo Crews estava a ver combates com os NXT Tag Team Champions Creed Brothers, algo que irritou Roderick Strong. Depois duma troca de palavras entre os dois, ficou então marcado um combate para mais tarde.

Nos bastidores, Lash Legend estava ao telefone e por azar, Malik Blade apareceu e ficou a ouvir a lutadora falar sem parar.

– Wes Lee venceu Trick Williams (Rounds Match): O primeiro round foi um combate de boxe e tivemos muito equilíbrio, mas sem ninguém conseguir a primeira fall.

No segundo round, já tivemos Wrestling e até parecia que Wes Lee estava melhor, mas uma interferência de Carmelo Hayes ajudou Trick Williams a fazer o 1-0. O tempo foi passando e já no quarto round, Trick Williams estava no controlo, mas a velocidade do ex-campeão de equipas começou a ser um problema e com um Crucifix Pin empatou a contenda.

No quinto round, Trick Williams voltou ao controlo e tentou usar uma luva ilegal, mas no final, Wes Lee apanhou o seu rival com a tal luva e conquistou o combate.

Nos bastidores, Andre Chase estava a pedir desculpa a Arianna Garce por lhe ter acertado com uma bola que foi atirada por Thea Hail, tendo ficado marcado um combate entre as duas.

De regresso ao ringue, tivemos o NXT North American Champion Carmelo Hayes a falar de Nathan Frazer e quando o britânico apareceu, Giovanni Vinci apareceu em ringue e elogiou o campeão, tendo desafiado o “A-Champion” para um combate. Este aceitou o desafio, mas ainda fez algumas pequenas provocações ao italiano.

A seguir tivemos um video package a promover o combate entre o NXT Champion Bron Breakker e JD McDonagh que acontecerá no Heatwave.

Nos bastidores, Malik Blade continuava bastante aborrecido a ouvir a conversa de Lash Legend.

– Arianna Grace venceu Thea Hail: Arianna Garce entrou de forma dominante e controlou a jovem aluna da Chase U durante algum tempo, mas Thea Hail conseguiu ter alguma ofensiva. O final, foi algo confuso e isso abriu espaço a Arianna Grace para vencer este embate com o Wasteland.

Em seguida tivemos imagens do Falls Count Anywhere Match entre Solo Sikoa e Von Wagner. No gabinete médico, Solo Sikoa descobriu que terá de ficar de fora durante algumas semanas por lesão, sendo que Cameron Grimes apareceu para lhe dar os parabéns pela vitória, tendo o samoano apontado baterias ao NXT North American Championship.

– Apollo Crews venceu Roderick Strong: Este embate começou de forma técnica como seria de esperar e até chegou a parecer que Apollo Crews estava a começar a levar a melhor, mas Roderick Strong usou a sua habitual agressividade para se colocar no controlo.

O líder da Diamond Mine dominou durante alguns minutos, mas Apollo Crews nunca se deixou ficar e foi também ele aumentando a agressividade, o que fez com que o equilíbrio aparecesse.

O cansaço foi aparecendo e com isso as quase vitórias acontecendo de forma cada vez mais frequente. No final, Apollo Crews mostrou a sua maior força e no final conquistou a vitória com um Chokeslam.

Nos bastidores, Malik Blade e Edris Enofé fartaram-se da conversa de Lash Legend, e com isso os Pretty Deadly (Elton Prince & Kit Wilson) apareceram e depois de uma troca de palavras, ficou marcado um combate entre as duas equipas.

Ainda no backstage, Valentina Feroz e Yulisa Leon estavam a falar com Sanga, tendo as NXT Women’s Tag Team Champions Kayden Carter & Katana Chance aparecido e afirmado que estas as podem enfrentar sempre que quiserem. O segmento terminou com Sanga a prometer que na próxima semana irá ajudar Valentina Feroz e Yulisa Leon a encontrar o equilíbrio que precisam.

No balneário da Diamond Mine, os Creed Brothers e Damon Kemp continuavam a ver combates, tendo sido interrompidos por Roderick Strong que começou aos gritos com eles, sendo que Julius Creed ficou cara a cara com o seu líder, que acabou por partir o computador antes de sair de cena.

A seguir tivemos a reunião entre Tony D’Angelo e Santos Escobar e os dois não perderam tempo a começarem a atirar farpas um ao outro. O líder dos Legado Del Fantasma fartou-se então da conversa e lançou um desafio a “Don D’Angelo”, se este o vencer, ele vai-se embora do NXT, mas se perder os Legado Del Fantasma separa-se da família D’Angelo. Tony D’Angelo aceitou o desafio, tendo também dito que este combate será uma Street Fight.

Em seguida tivemos imagens de Tiffany Stratton a chegar ao seu balneário, mas foi rapidamente atacada por Wendy Choo que afirmou que a rivalidade entre elas ainda não terminou.

– Pretty Deadly (Elton Prince & Kit Wilson) venceram Malik Blade & Edris Enofé: Os Pretty Deadly entraram melhor neste embate e dominaram até ao momento em que os NXT UK Tag Team Champions Josh Briggs & Brooks Jensen apareceram, o que abriu espaço para Malik Blade & Edris Enofe terem espaço para virar o ímpeto a seu favor. O final acabou por ser um pouco confuso com os campeões de equipa a tentarem interferir, mas a ideia correu-lhes mal e a vitória acabou por sorrir aos Pretty Deadly.

Após o combate terminar, Lash Legend atacou Fallon Henley.

Cameron Grimes preparava-se para sair do CWC, mas foi parado por Joe Gacy que voltou a provocar o ex-NXT North American Champion.

No balneário tivemos Nikkita Lyons a motivar Zoey Stark e a dizer que ninguém se irá meter entre ela e o NXT Women’s Championship e que nenhuma equipa as impedirá de vencerem os WWE Women’s Tag Team Championships.

– Zoey Stark venceu Cora Jade: Zoey Stark entrou com tudo neste main event e controlos os momentos iniciais, mas Cora Jade conseguiu virar o ímpeto a seu favor e com isso dominou durante alguns minutos.

A jovem ainda assim nunca conseguiu ter o controlo a 100% e a candidata principal ao NXT Women’s Championship foi começando a equilibrar esta contenda. Ora com o cansaço a ser cada vez mais visível as quase vitórias foram surgindo e Cora Jade foi ficando cada vez mais frustrada por Zoey Stark não se dar por vencida.

No final, Cora Jade quis usar o seu kendo stick, mas Roxanne Perez não deixou e isso abriu espaço para que Zoey Stark vencesse este main event.

Após o main event Roxanne Perez tentou atacar Cora Jade com o kendo stick mas esta fugiu de ringue.

No meio da confusão, Mandy Rose tentou atacar a sua adversária do Heatwave, mas Zoey Stark com a sua versão do GTS deitou a campeã por terra.


O que achaste deste WWE NXT?

5 Comentários

  1. Até o NXT UK é superior… mas é normal quando despedem 90% do roster original para contratar gente genérica quecnunca teve num ringue de wtestling… o HBK nao pode fazer melhor com aquilo que tem…

    Despeçam é metade desse roster vergonhoso e contratem e recontratem gente de jeito…

    • Concordo. Existe um plantel fraco para um nxt, e claro que há quem se aproveite mas dá para ver que falta experiência aos combates. Mas acho que o Triple H não pode fazer nada quanto a isso, se não já tinha feito algo.

    • Claro quecpode, recontratem os ex NXT e mandem os atuais paraco performance center e outros despedem…

      Até o Apolo esta estragado, foi paraco nxt e virou um tipo genérico, quando tinha uma boa gimmick e tudo… claro foi o lindo serviço do Vinçe, mas o HHH poderia e deveria levar para lá talento de verdade, Djakovic, Apollo voltaria tambem á gimmick anterior que lhe deu sucesso, kay lee ray volta as origens, metam lá a Jinny, recontratem o Bronson Reed, Lorcan e Burch, tragam o Aichner para o main roster e voltar aos Imperium, tragam de novo o Boa e aproveitem o homem que anda sumido, Xia Li poderia regressar ao Nxt e ser uma top heel lá, Ricochet e Ali poderiam ir para lá e serem 2 dos principais lutadores da brand…

      O NXT crescia facilmente

  2. Gostei:
    – Roderick Strong vs Apollo Crews. Ótimo combate entre 2 lutadores que já não deviam estar numa “brand de desenvolvimento” e protagonizaram aqui boa TV.
    – Segmento entre Santos Escobar e Tony D’Angelo. Um bom segmento para aumentar o hype para o seu combate. Fico convencido, com este segmento, que o tempo de Escobar no NXT terminou.
    – Zoey Stark vs Cora Jade. Bom combate, com resultado previsível, dado que Stark vai lutar pelo título e Jade está na feud com Roxanne. Nunca mais metam a Mandy Rose nos comentários, os meus ouvidos genuinamente sangraram.

    Não Gostei:
    – Nikkita Lyons vs Kiana James. Combate curto. Para além de ter tido pouco a dizer, ainda teve algumas falhas.
    – Wes Lee vs Trick Williams. Esperava melhor, honestamente. Senti que não combinaram muito bem, e a estipulação podia ter sido melhor aproveitada.
    – Promo de Carmelo Hayes, interrompido por Giovanni Vinci. Gosto de ver o Vinci a querer desafiar pelo NA Title, mas as promos neste segmento não estiveram à altura.
    – Thea Hail vs Arianna Grace. Vi coisas positivas, mas foi muito curto. Gostava que tivesse durado mais 2/3 minutos.
    – Pretty Deadly vs Enofe & Blade. Um combate curto que serviu de “2° plano” para a feud entre os Pretty Deadly e Brooks & Jensen.

    Overall: 5/10. NXT a voltar aos shows menos bons. Bem medíocre, com o único destaque a ser Strong vs Crews.

  3. Anónimo2 meses

    Ótimo combate entre o Roderick Strong vs Apollo Crews.