Depois das duas grandes noites do TakeOver: Stand & Deliver, a WWE transmitiu esta terça-feira na USA Network e a partir do Capitol Wrestling Center, a primeira edição do NXT num novo dia da semana.

Resultados

– NXT Tag Team Champions MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Killian Dain & Drake Maverick
– Mercedes Martinez venceu Jessi Kamea
– Kushida venceu NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar
– Isaiah “Swerve” Scott venceu Leon Ruff
– Bronson Reed, Dexter Lumis & NXT Women’s Tag Team Champions Shotzi Blackheart & Ember Moon venceram The Way (NXT North American Champion Johnny Gargano, Austin Theory, Candice LeRae & Indi Hartwell)

Report

Este primeiro episódio do NXT às terças-feiras abriu com o novo NXT Champion Karrion Kross, que como sempre foi acompanhado por Scarlett. O campeão afirmou que ele tinha avisado que ia conquistar o NXT Championship e assim o fez, mas elogiou Finn Bálor, antes de dizer que ele controla tudo no NXT até dizer o contrário. Quem quiser tentar tirar-lhe o título, é só desafiá-lo, mas que ele vai vencer todos os adversários que o tentarem desafiar.

De seguida tivemos um video package a relembrar tudo o que aconteceu nas duas noites do NXT TakeOver: Stand & Deliver.

– NXT Tag Team Champions MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Killian Dain & Drake Maverick: Os candidatos aos títulos entraram bem melhor neste combate, tendo dominado os primeiros momentos, sendo que quando os MSK tentaram isolar Drake Maverick, não conseguiram e vimos Killian Dain com a sua força a deixar Wes Lee isolado do seu parceiro.

Depois de um domínio de vários minutos, Nash Carter conseguiu entrar em ringue e usou a sua velocidade para virar o combate do avesso. Nos minutos seguintes tivemos as duas equipas a quase vencer por várias vezes.

No final, quando Killian Dain ia atirar Drake Maverick em Powerbomb para cima de Nash Carter, Wes Lee afastou o seu parceiro. Por fim, os MSK conseguiram acertar a sua versão do Hart Attack e assim retiveram os NXT Tag Team Championships.

Assim que o combate terminou, os Imperium, exceto WALTER, vieram ao ringue e atacaram Killian Dain.

A seguir tivemos imagens da tarde desta teça-feira, com Robert Stone e Aliyah, com o fala barato a tentar explicar que as suas lutadoras ainda merecem lutar pelos NXT Women’s Tag Team Championships, mas Mercedes Martinez atacou Aliyah e pediu o dinheiro que Robert Stone lhe disse que ia pagar. Jessi Kamea parou o ataque e ficou assim marcado um combate entre as duas lutadoras para este NXT.

De seguida vimos imagens de Roderick Strong a chegar ao NXT acompanhado da sua esposa Marina Shafir.

Logo a seguir tivemos um video package a falar da rivalidade e do Unsanctioned Match entre Adam Cole e Kyle O’Reilly, tendo mostrado imagens dos dois a serem levados por ambulâncias, sendo que Adam Cole, que estava imobilizado na sua maca, estava a ameaçar que ia destruir Kyle O’Reilly.

– Mercedes Martinez venceu Jessi Kamea: Ainda antes do combate começar, Jessi Kamea atacou Mercedes Martinez e assim dominou por alguns minutos. O problema é que Mercedes Martinez é uma das melhores lutadoras do NXT e assim que teve uma oportunidade acertou uma joelhada seguido do seu Air Raid Crash e venceu o combate.

Assim que o combate terminou, Mercedes Martinez foi atrás de Robert Stone e obrigou-o a pagar. O segmento terminou com Mercedes Martinez a gritar na cara dos comentadores do NXT que vai atrás de Raquel González.

Nos bastidores, os The Way foram entrevistados e o NXT North American Johnny Gargano mostrou-se irritado por um Eight-Person Tag Team Match ter de acontecer. Austin Theory e Candice LeRae partilhavam do mesmo sentimento, mas estavam dispostos a vingarem-se dos seus adversários. Já Indi Hartwell só estava interessada em estar perto de Dexter Lumis, o que desnorteou ainda mais Johnny Gargano.

A seguir fomos de novo ao estúdio de Isaiah “Swerve” Scott, que falou da sua prestação no Gauntlet Eliminator Match e que ele quer continuar a sua carreira, mas primeiro vai ter de ver-se livre de Leon Ruff e é isso que fará ainda neste NXT.

De regresso ao ringue tivemos o Undisputed NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar, que veio acompanhado dos restantes membros do Legado del Fantasma. O campeão explicou que levou este título da obscuridade até ao TakeOver porque ele é um guerreiro, e como é um guerreiro, irá fazer hoje um open challenge, que foi rapidamente respondido por Kushida.

– Kushida venceu NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar: O combate começou a grande velocidade e foi Kushida que entrou melhor, fazendo do braço esquerdo de Santos Escobar o seu alvo. Porém, o NXT Cruiserweight Champion começou a dominar, em especial depois de um ataque bastante agressivo fora do ringue.

Depois de um controlo de vários minutos, Kushida começou a recuperar e usou os seus pontapés e velocidade para quase conquistar o NXT Cruiserweight Championship. O cansaço foi começando a notar-se em ambos os lutadores e numa troca de pin rápidos vimos Kushida apanhar Santos Escobar numa contagem de 3, e assim o lutador japonês é o novo NXT Cruiserweight Champion.

Nos bastidores tivemos Tommaso Ciampa e Timothy Thatcher sentados lado a lado e o “Psycho Killer” explicou que estamos numa nova era do NXT, com um novo NXT Champion e novos NXT Tag Team Champions e que eles vão acabar o que começaram. Timothy Thatcher fechou por dizer que os MSK que se preparem, que eles vão atrás deles.

Na sala dos médicos da WWE, William Regal foi dar os parabéns ao novo NXT Cruiserweight Champion Kushida, mas foi interrompido por Jordan Devlin, que mostrou querer ser o primeiro adversário do novo campeão.

A seguir tivemos a nova NXT Women’s Champion Raquel González em ringue, que explicou que durante o último ano e meio tem treinado para ser campeã e assim o fez, mas que só o conseguiu por Dakota Kai ter acreditado nela.

Raquel González em seguida elogiou Io Shirai por ser uma grande campeã, mas que a era de Raquel González está a começar. Depois tivemos a campeã a ser interrompida pela estreante Franky Monet (Taya Valkyrie), que explicou que Raquel González só está no topo da sua divisão e que ela vai ter de lidar com ela.

A NXT Women’s Champion explicou então que estava bem disposta, porque se não ia pegar no cão e enfiá-lo onde o sol não brilha. A “Wera Loca” percebeu que era boa ideia sair de cena, no que parecia ser o final do segmento.

No entanto, tivemos a nova Raw Women’s Champion Rhea Ripley a vir ao ringue e, depois de um cara a cara com Raquel González, as duas abraçaram-se. Foi então que tivemos também a nova SmackDown Women’s Champion Bianca Belair a vir ao ringue e o segmento acabou com as três campeãs abraçadas e a festejar.

Nos bastidores tivemos Pete Dunne a afirmar que é o melhor lutador técnico na WWE e que se alguém quiser provar o contrário pode tentar.

Em seguida tivemos um video package a promover a estreia de Sarray o NXT, estreia essa que acontecerá na próxima semana.

No gabinete do General Manager do NXT, William Regal, vimos Roderick Strong a entregar a sua demissão, no que foi um momento inesperado.

– Isaiah “Swerve” Scott venceu Leon Ruff: A agressividade neste combate esteve bem patente desde o primeiro segundo, sendo que Isaiah “Swerve” Scott começou a dominar depois de alguma batota, e Leon Ruff tentou sempre usar a sua velocidade para equilibrar a contenda.

Depois de vários minutos de controlo, a velocidade de Leon Ruff foi finalmente demasiado para Isaiah “Swerve” Scott e assim o ex-NXT North American Champion virou o combate do avesso, tendo quase vencido depois de um impressionante Frankensteiner da terceira corda.

Os minutos finais tiveram várias quase vitórias, mas no final Isaiah “Swerve” Scott usou alguma batota e assim venceu Leon Ruff.

No backstage, tivemos Zoey Stark a falar dos seus primeiros quatro meses no NXT e que se sente incrível e que agora está focada no NXT Women’s Championship. Porém, a entrevista foi interrompida por Mercedes Martinez, que afirmou que esta entrevista não deveria estar a acontecer, pois ela é que vai ser a próxima adversária da NXT Women’s Champion Raquel González.

De seguida tivemos um video package do NXT UK Champion WALTER acompanhado pelos Imperium, onde explicou que o grupo vai continuar a dominar e que eles vão continuar a mostrar que o ringue é sagrado.

Nos bastidores, íamos ter uma entrevista a Isaiah “Swerve” Scott, mas este foi atacado por Leon Ruff, que afirmou que esta rivalidade ainda não terminou.

– Bronson Reed, Dexter Lumis & NXT Women’s Tag Team Champions Shotzi Blackheart & Ember Moon venceram The Way (NXT North American Champion Johnny Gargano, Austin Theory, Candice LeRae & Indi Hartwell): As NXT Women’s Tag Team Champions entraram bastante dominantes, tendo atacado tanto Candice LeRae e Indi Hartwell como também Johnny Gargano. Já com Dexter Lumis em ringue, parecia que Indi Hartwell ia finalmente cumprir o seu sonho e beijar o bizarro lutador, mas Candice LeRae puxou a lutadora, sendo que tudo isto fez com que o NXT North American Champion atacasse um dos seus rivais.

Depois de um domínio de alguns minutos, Bronson Reed entrou em ringue e o “Colossal” virou o combate do avesso, sendo, que tivemos o caos completamente instalado, com lutadores e lutadoras em ringue ao mesmo tempo e já ninguém estava preocupado com as regras.

Quando parecia que Johnny Gargano ia desistir na submissão de Dexter Lumis, Indi Hartwell percebeu que esta era a sua oportunidade e deitou-se no ringue, tal como se fosse uma princesa adormecida à espera do seu príncipe encantado.

Quando parecia finalmente que Indi Hartwell ia ter o seu beijo, Austin Theory atacou o bizarro lutador e a lutadora acabou por atirar o seu companheiro de grupo para fora do ringue. Indi Hartwell deitou-se novamente no ringue e foi então que Dexter Lumis pegou na lutadora em braços, para felicidade desta, enquanto o CWC gritava “You deserve it!”.

O árbitro desistiu sequer de tentar com que os lutadores cumprissem as regras e já toda a gente se atacava. No final, foi Bronson Reed com o seu Splash da terceira corda em Austin Theory que venceu o combate.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

21 Comentários

  1. Zoro sola1 ano

    Ja to ansioso pra ver a taya com o titulo

  2. Zoro sola1 ano

    Indie fria e calculista

  3. Victor WWE1 ano

    Eu sabia que ia ser o Kushida o próximo campeão e o adversário de Santos Escobar, mas não pensei que era agora.

  4. Michel Gois1 ano

    Melhor momento da noite Indi & Dexter juntos 👏🏻😂

  5. Devil1 ano

    Este nxt superou de longe o raw

  6. Rui jesus messias1 ano

    TSUNAMIIIIIII 😅

  7. NXT muito melhor do que o RAW!

  8. Bom episódio do NXT.
    Destaques:
    -Promo do Kross
    -Bom combate entre o Kushida e o Escobar e a mudança surpreendente de campeão cruiserweight.
    -História à volta do Strong.
    -Estreia da Taya e momento simbólico com as campeãs individuais de cada brand.
    -Main event ok.

  9. Estreia com o pé direito por parte do NXT nas terças-feiras. Ótima promo de Karrion Kross para abrir o show, combate porreiro entre Santos Escobar e Kushida a culminar com uma troca de título surpreendente, momento emocionante em que temos as 3 campeãs individuais da WWE juntas e a confirmar o excelente trabalho que o NXT tem feito com a sua divisão feminina nos últimos anos (chegou a arrepiar e confesso que me emocionei), segmento curioso em relação a Roderick Strong e ainda a evolução da relação entre Dexter Lumis e Indi Hartwell.

  10. TakerVanderVaart231 ano

    Bom NXT para começar esta fase pós Takeover/Wrestlemania Week. Melhor que o último RAW na minha opinião

  11. Gostei:
    – Ótima promo do Karrion Kross.
    – MSK vs Drake Maverick & Killian Dain. Bom combate. Achei interessante os IMPERIUM a atacarem o Drake & Killian, e ainda mais interessante o Wolfe só a ver o Barthel e o Aichner a atacar… Vamos ver aonde isto vai.
    – Bom squash da Mercedes Martinez. Também gostei do ataque ao Robert Stone e do desafio que propôs a Raquel González.
    – Santos Escobar com uma boa promo. E depois ótimo combate contra o KUSHIDA com a vitória deste último! Fantástico!
    – O segmento entre Thatcher e Ciampa foi bom.
    – A promo da Raquel Gonzalez e a estreia da Franky Monet! Ainda melhor foi a Rhea Ripley e a Bianca Belair a aparecer e as 3 a posarem com os seus títulos. Melhor segmento da noite.
    – Isaiah Scott vs Leon Ruff foi um combate incrível! Arriscaria-me a dizer o melhor combate de ambos desde que chegaram ao NXT. Melhor combate da noite, sem dúvida alguma. O ataque do Ruff ao Scott após o combate também foi bom.
    – Reed, Lumis, Blackheart & Moon vs The Way foi um combate divertido. Vamos ver como avança esta história da Indi Hartwell e Dexter Lumis.

    Não gostei:
    Nada.

    Overall: 8/10. Episódio muito bom do NXT. Bons combates por toda a parte, começo de novas feuds e uma mudança de título inesperada. Entusiasmado com o futuro desta brand!

  12. El Cuebro1 ano

    Ótimo show, gostei muito do que vi, foi muito mais “abrangente” do que o Raw pós-Mania, o que foi esse main event onde tudo que foi coisa doida aconteceu, ação intergender, um momento estranho envolvendo Indi e Dexter, uma agressão indireta dos membros da The Way contra o Theory e o splash imenso do Reed que é incrível! E Imperium se expandindo, será que veremos recrutamentos aí, quem sabe Killian Dain, Thatcher relembrando os tempos da Ringkampf?

    • Jooj1 ano

      Gostaria muito do Killian na stable, Thatcher é americano não acho q seria legal na Imperium

    • El Cuebro1 ano

      Acho que não tem problema ser europeu para estar na Imperium, até porque como disse há o passado do Thatcher e do Walter juntos na Ringkampf que era a stable deles, onde também estava o Barthel.

  13. Bom NXT.
    Destaco:
    – boa promo do Karrion Kross
    – bom combate entre o KUSHIDA e o Santos Escobar
    – a história em torno do Lumis e da Indi Hartwell

  14. Que momento lindo. 3 grandes campeãs. Esperemos agora que tenham um bom reinado que bem merecem.

  15. Anónimo1 ano

    Mais um bom NXT. Boa promo do Karrion Kross. Bom combate entre o Santos Escobar e Kushida, não estava nada a espera de ver está trocar de campeão. Vamos ver o que se segue agora para o Escobar. Destaco também o bom momento de ver as 3 campeãs da WWE juntas. E que venha ai a estreia da Sarray, acredito que seja mais uma boa adição a divisão feminina do NXT.

  16. Bom NXT.

    Pela positiva destaco:

    – A boa promo do Kross na abertura do show. Ainda á alguns iluminados que dizem que o homem não tem carisma, é talento de main event em qualquer brand da WWE.

    – Bom combate e vitória do Kushida, não estava nada á espera da derrota do campeão 😮
    Talvez a subida do Santos Escobar esteja próxima.

    – E o reencontro das campeãs femininas.

    – Também fiquei curioso para o que se segue do Strong.

    Pela negativa aponto apenas 2 coisas:

    – Na minha opinião o Isaiah Scott ainda andar em feud com o Ruff é uma perda de tempo. O Isaiah Scott está a kilometros de distância de qualidade do Ruff sem mencionar que até hoje ainda não entendi esta aposta no Ruff… Nada de relevante mostrou até agora.

    – Não é que o main event tenha sido mau mas não considero que tenha sido o melhor combate para se colocar como último combate do show.