A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT 2.0 na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao New Year’s Evil de 4 de Janeiro de 2022.

Resultados

Cameron Grimes venceu Duke Hudson (Holds Barred Match)
– Ivy Nile venceu Amari Miller
– Harland venceu Guru Raaj
– Cora Jade venceu Dakota Kai
– Tony D’Angelo venceu Andre Chase
– Boa venceu Edris Enofé
– Jacket Time (Kushida & Ikemen Jiro) venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson)
– Bron Breakker venceu NXT Cruiserweight Champion Roderick Strong (Non-Title Match)

Report

O NXT desta semana começou com um video package a lembrar o final do programa da semana passada, nomeadamente o ataque de Grayson Waller a Johnny Gargano, e com fãs a vaiar o lutador.

– Cameron Grimes venceu Duke Hudson (Holds Barred Match): Cameron Grimes entrou com tudo neste Holds Barred Match, sendo que as armas vieram para o ringue logo nos primeiros minutos, com a força de Duke Hudson a ser um problema para o seu rival. O domínio do australiano durou algum tempo, sendo que Cameron Grimes só sobreviveu a uma Powerbomb na mesa de poker porque o pin demorou a ser feito.

No final, Duke Hudson foi buscar uma máquina de cortar o cabelo e essa distração abriu espaço para que Cameron Grimes recuperasse, e depois de um grande pontapé acertou o seu Cave-In para a vitória.

Assim que o combate terminou, Cameron Grimes aproveitou e tirou a peruca do seu rival.

Nos bastidores, Cora Jade estava a ser entrevistada, mas foi rapidamente interrompida por Dakota Kai, que tentou explicar que Raquel Gonzalez a está a usar. A jovem não quis saber e ainda chamou de forma sarcástica “mãe” à sua adversária de hoje, que pareceu ficar ainda mais perturbada do que já está.

A seguir tivemos imagens de Josh Briggs & Brooks Jensen e Kacy Catanzaro & Kayden Carter num concerto de música country.

No regresso ao ringue tivemos Grayson Waller, que gozou com o que fez a Johnny Gargano na semana passada, tendo dito que se tornou na maior estrela do NXT em apenas uma semana. O lutador continuou a gabar-se do que fez, tendo insultado os comentadores, antes de dizer que não precisa de fãs, nem de amigos e que só precisa dele próprio para ser o melhor neste negócio.

De seguida tivemos a Diamond Mine, com Malcolm Bivens a dizer que Roderick Strong vai mostrar que é o verdadeiro campeão no NXT quando enfrentar Bron Breakker esta noite, motivando também Ivy Nile para o seu combate.

A seguir tivemos mais uma edição do Lashing Out, com os Jacket Time como convidados. Lash Legend perguntou qual o problema deles com os Grizzled Young Veterans e a dupla japonesa de Ikemen Jiro & Kushida prometeu destruir os britânicos… Wendy Choo também apareceu no segmento.

– Ivy Nile venceu Amari Miller: De forma inesperada, Amari Miller foi dando mais luta do que seria de esperar, mas Ivy Nile aumentou a agressividade e usou a sua força e técnica para fazer a sua adversária desistir.

Nos bastidores, Xyon Quinn foi entrevistado e de forma sucinta disse que agora que percebeu as regras do jogo, o Legado Del Fantasma está avisado. Robert Stone não deixou a entrevista acabar e afirmou que está farto de ser desrespeitado e que a partir de agora vai ser levado a sério.

De forma desrespeitosa, Von Wagner interrompeu Robert Stone e explicou que na semana passada destruiu Kyle O’Reilly porque pode e para a semana fará o mesmo a quem se atrever a entrar em ringue com ele.

A seguir tivemos os MSK com o seu shaman Riddle, que estava a ver o conteúdo do saco dos ex-NXT Tag Team Champions. Dentro do saco estavam os mais variados itens, e Riddle explicou que todas estas coisas estavam a ocupar a cabeça dos MSK, e que eles têm de se livrar de tudo se querem voltar a ser campeões. De alguma forma, também estavam três trotinetes e os três lutadores saíram dali nas mesmas.

– Harland venceu Guru Raaj: Como seria de esperar, Harland destruiu o seu adversário sem problemas e venceu na sua estreia.

Já depois do combate, Harland continuou o ataque ao adversário até que Joe Gacy o mandou parar.

LA Knight chegou ao NXT e fez logo questão de explicar que Grayson Waller é um palhaço e que alguém pode avisar o australiano que LA Knight está na arena e quer falar com ele.

Nos bastidores, Brian Kendrick e outros oficiais da WWE estavam a tentar falar com Joe Gacy e Harland, mas o poderoso lutador pegou no veterano e atirou-o escadas abaixo.

– Cora Jade venceu Dakota Kai: A jovem lutadora entrou melhor neste embate, mas Dakota Kai com alguma astúcia virou-o a seu favor, tendo feito do ombro esquerdo da adversária o seu alvo favorito de ataque. O domínio durou alguns minutos, mas Cora Jade foi conseguindo equilibrar a contenda, apesar do maior ímpeto estar sempre do lado da neozelandesa. No final, a frustração de Dakota Kai custou-lhe o combate, pois foi fora do ringue buscar uma pá, mas não a usou, e Cora Jade aplicou um pin rápido para a vitória.

Assim que o combate acabou, Dakota Kai atacou Cora Jade, mas Raquel Gonzalez veio atrás da sua rival. No entanto, as NXT Women’s Tag Team Champions Gigi Dolin & Jacy Jayne distraíram a jovem e isso abriu espaço para que a NXT Women’s Champion Mandy Rose atacasse Cora Jade.

Nos bastidores, Tiffany Stratton e Io Shirai refilaram com Grayson Waller, que continua a achar que as pessoas gostam dele.

A seguir tivemos imagens do parque de estacionamento do NXT, onde vários árbitros estavam a impedir Raquel Gonzalez e Dakota Kai de lutarem.

– Tony D’Angelo venceu Andre Chase: Tony D’Angelo levou Andre Chase à escola durante os minutos iniciais deste embate, sendo que este último só com alguma batota teve algum ímpeto, mas o italo-americano usou a sua força e esperteza de rua para virar o combate a seu favor. No final, Tony D’Angelo fez uma oferta que o senhor professor não pôde recusar e depois de um Spinning Neckbreaker venceu o combate.

Assim que o combate terminou, Tony D’Angelo estava a falar de Pete Dunne e este não perdeu tempo a aparecer e a dizer que o rival fala muito para quem tem pouco tempo disto. Os dois ficaram cara a cara no ringue, com Pete Dunne a dizer que quer lutar, mas Tony D’Angelo explicou que tinha de ir tratar de outros assuntos, mas que para a semana podiam “conversar”. O italo-americano tentou atacar o “Bruiserweight” à traição, mas acabou por ser apanhado e viu o britânico a tentar partir-lhe dois dedos.

No balneário, Bron Breakker mandou Grayson Waller pegar nas suas coisas e sair do mesmo, pois já não era mais bem-vindo àquele balneário.

A seguir foi informado que Brian Kendrick foi assistido pela equipa médica da WWE após o ataque de Harland.

– Boa venceu Edris Enofé: Boa entrou de forma dominante contra Edris Enofé, mas este com o passar dos minutos foi equilibrando. No entanto, o chinês aplicou o seu Claw antes de acertar o seu Spinning Kick que lhe deu a vitória, num combate que mereceu a atenção de Solo Sikoa no backstage.

No balneário tivemos Raquel Gonzalez a explicar que precisa de destruir Dakota Kai e que as duas têm de se enfrentar numa Street Fight.

A seguir vimos Grayson Waller com Tiffany Stratton dentro do carro de LA Knight e o australiano começou a insultar o veterano, antes de pegar no carro deste e ir-se embora. Quando o carro saiu da frente, foi quando vimos que LA Knight estava deitado no chão.

– Jacket Time (Kushida & Ikemen Jiro) venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson): Os Jacket Time entraram bem, mas os Grizzled Young Veterans conseguiram virar o combate a seu favor e isolar Kushida durante alguns minutos, mas acabaram por perder um pouco o foco por causa da presença dos Creed Brothers (Brutus & Julius Creed).

Isto abriu espaço para que Ikemen Jiro entrasse em ringue e virasse a ofensiva a favor da sua equipa. Depois de algumas quase vitórias, os Creed Brothers distraíram mais uma vez os Grizzled Young Veterans e permitiu que Ikemen Jiro fizesse o pin vencedor.

No backstage, Trick Williams e o NXT North American Champion Carmelo Hayes receberam um desenho de Dexter Lumis.

– Bron Breakker venceu NXT Cruiserweight Champion Roderick Strong (Non-Title Match): Bron Breakker fez questão de mostrar a sua força desde o primeiro segundo, sendo que o NXT Cruiserweight Champion Roderick Strong só fora do ringue e graças à sua experiência conseguiu virar este main event a seu favor.

Apesar da diferença de tamanhos, o “Messiah of the Backbreaker” foi dominando o poderoso lutador, mas este usou toda a sua força para virar o combate do avesso. Ainda assim, a primeira grande quase vitória pertenceu a Roderick Strong depois de um Superplex seguido de uma grande Tiger Bomb.

No final, Bron Breakker meteu uma mudança acima e venceu este main event depois do seu Military Press Powerslam.

Assim que o combate terminou, de forma inesperada tivemos o NXT Champion Tommaso Ciampa a acertar o Willow’s Bell em Bron Breakker, deixando assim um aviso bem claro ao seu rival.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

9 Comentários

  1. Sdsdsd1 mês

    Alguém poderia explicar se o hachiman=o Japones da Diamond Mine seria lutador ou treinador dos membros da Diamond Mine nunca vi ele lutando.

  2. Nem lembrava direito que o Kushida ainda tava na WWE 😅

  3. nzo1 mês

    esse personagem do andre chase é muito ridiculo , o cara luta bem mais não da pra levar o personagem dele a serio se fizessem uma mudança melhor nesse personagem talvez ele não fica-se perdendo o tempo todo

    • Bruno Vieira1 mês

      Não é dos piores. Eu até gosto da personagem. Poderá ser interessante no futuro

  4. Bruno Vieira1 mês

    Kushida nos Jacket Time parece um downgrade do que ele era antes. Das Tag Teams da WWE, a que mais gostei até agora neste NXT 2.0 é sem dúvida Briggs & Jenssen. Futuros tag champs se o gágá não os despedir antes

  5. Meh, foi um show ok. Destaco o bom opener entre Cameron Grimes e Duke Hudson, a promo de Grayson Waller (a quantidade de heat que gerou foi significativa), o segmento Lashing Out de Lash Lagend com os Jacket Time, e o ótimo main event entre Bron Breakker e Roderick Strong e o ataque de Tommaso Ciampa no final.

  6. Julia Ann1 mês

    Cadê a porra do Dexter Lummis?

  7. Gostei:
    – Duke Hudson vs Cameron Grimes. O combate teve bons spots, talvez esperava-se mais, mas ainda foram bons. Um erro acaba por custar o combate ao heel. Após o combate, Grimes retira a peruca de Hudson e ainda bem, que peruca horrível.
    – Promo de Grayson Waller. Mais uma vez, o NXT tem ouro aqui. Este homem escolheu muito bem tudo o que disse e saiu-lhe tudo bem. Ótima promo.
    – Joe Gacy motiva Harland antes do combate. Isto foi bom. Segue-se Harland a demolir completamente Guru Raaj. Uma boa estreia para o estreante, incluindo após o combate terminar.
    – Voltando a Harland, que destrói completamente um homem inocente nos bastidores. 1 episódio com destaque a ele e já começo a gostar da personagem.
    – Felizmente, após Kai vs Jade, Kai continua o ataque mas Raquel Gonzalez vem ajudá-la. Depois disso, Mandy Rose, com ajuda das Toxic Attraction, ataca a sua futura desafiante. Um bom segmento aqui para avançar todas estas feuds.
    – Após D’Angelo vs Chase, D’Angelo faz uma promo e é interrompido por Pete Dunne. Dunne ataca D’Angelo e destroí-lhe os troféus. Mais um bom segmento para continuar esta feud.
    – Mais um segmento de Grayson Waller, com Bron Breakker a expulsá-lo do balneário. Adoro com as ações dele na semana passada fizeram com que fosse odiado por todos.
    – Raquel desafia Dakota Kai para uma street fight. Este combate deverá ser bom, no que poderá ser a despedida de qualquer uma destas 2 do NXT.
    – Roderick Strong vs Bron Breakker. Um bom main event, com os 2 a mostrarem as suas melhores manobras. Strong podia ter vencido este combate, mas uma distração de Carmelo e Trick custa-lhe. Após o combate, Ciampa ataca Breakker, continuando a feud entre estes 2. Um bom final de show.

    Não Gostei:
    – Ivy Nile vs Amari Miller. Cumpriu o objetivo de meter a Nile mais over mas não há muito a dizer sobre isto.
    – Cora Jade vs Dakota Kai. O combate começou demasiado lento. Depois começou a ganhar ritmo, mas a Kai foi buscar uma pá, meteu-se numa bulha com o árbitro e Jade venceu com o roll-up…
    – Tony D’Angelo vs Andre Chase. Nada demais aqui.
    – Boa vs Edris Enofe. Após uma boa estreia, Enofe deixou a desejar aqui. Boa teve bem.
    – Jacket Time vs GYV. O combate até que foi decente mas acabou com uma distração e isso tirou um bocado.

    Overall: 6/10. Um bom episódio, com destaque para Waller, Harland e alguns bons combates. Conseguiram avançar bem algumas storylines e começar algumas novas.

  8. Anónimo1 mês

    Ótimo combate entre Roderick Strong e Bron Breakker.