A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT 2.0 na USA Network, especial Heatwave, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida.

Resultados

– NXT North American Champion Carmelo Hayes venceu Giovanni Vinci
– Cora Jade venceu Roxanne Perez
– Tony D’Angelo venceu Santos Escobar (Street Fight)
– NXT Women’s Champion Mandy Rose venceu Zoey Stark
– NXT Champion Bron Breakker venceu JD McDonagh

Report

– NXT North American Champion Carmelo Hayes venceu Giovanni Vinci: O opener deste Heatwave começou de forma técnica e equilibrada, com nenhum dos dois a conseguir ter o ímpeto do seu lado.

Com o passar dos minutos, a força de Giovanni Vinci começou a aparecer, mas o “A-Champion” nunca se deixou dominar por completo, o que fez com ambos os lutadores fossem ficando cada vez mais perto da vitória.

Nos minutos seguintes, chegou a parecer que íamos ter um novo NXT North American Champion, mas uma interferência de Trick Williams, foi tudo o que Carmelo Hayes precisou para  contra-atacar a Powerbomb do italiano e com um pin rápido reter o seu título.

A seguir, tivemos imagens das Toxic Attraction a chegar ao CWC, tendo o trio dado de caras com o NXT Champion Bron Breakker, tendo Mandy Rose provocado o campeão, ao dizer-lhe que hoje iremos ver quem irá sair do Heatwave com o título.

O video package seguinte foi de Von Wagner e Mr. Stone, com os dois a a focarem-se na força e agressividade do lutador.

De regresso ao ringue tivemos a Diamond Mine, com os NXT Tag Team Champions The Creed Brothers a dizerem que quando tiveram uma oportunidade para aprender com Roderick Strong, não perderam tempo, mas que agora parece que o veterano quer destruir a Diamond Mine.

O “Messiah of the Backbreaker” não gostou destas palavras e afirmou que os Creed Brothers têm potencial, mas têm de ser guiados, e que eles são mesmo uma das melhores equipas do Mundo. Julius Creed continuou a não gostar das palavras do seu líder e quando parecia que o ambiente ia aquecer ainda mais, os Gallus apareceram do nada e atacaram a Diamond Mine, marcando posição nesta sua estreia no NXT.

Nos bastidores, Roxanne Perez foi entrevistada e esta admitiu que nunca esteve tão nervosa para um combate como está hoje, mas que irá fazer Cora Jade pagar pelo que fez.

– Cora Jade venceu Roxanne Perez: Como seria de esperar as duas antigas amigas começaram de forma bastante agressiva e foi Cora Jade que com alguma batota à mistura virou o ímpeto a seu favor.

O domínio durou alguns minutos, mas Roxanne Perez nunca se deu por vencida e foi começando a equilibrar as contas deste combate, o que fez com que as quase vitórias fossem começando a aparecer com o passar do tempo. No final, Cora Jade foi buscar o seu kendo stick, mas Roxanne Perez tirou-lhe a arma das suas mãos, mas acabou por não ter coragem de o usar. Isso abriu espaço para que a sua antiga amiga, acertasse um DDT no kendo stick e conquistasse assim a vitória.

No backstage, os NXT UK Tag Team Champions Josh Briggs e Brooks Jensen foram entrevistados e estes começaram a falar dos Pretty Deadly, mas foram interrompidos pelos Gallus que afirmaram que queriam levar aqueles títulos para “casa” (NXT UK).

– Tony D’Angelo venceu Santos Escobar (Street Fight): Os dois lutadores começaram à pancada ainda antes do combate começar de forma oficial, tendo Santos Escobar graças a uma cadeira, quase vencido nos minutos iniciais desta Street Fight.

O líder do Legado Del Fantasma acabou por ser dominado pela maior força de Tony D’Angelo, com o “Don do NXT” a recorrer a algumas cadeiras e um caixote do lixo para tentar vencer o seu rival.

O equilíbrio acabou por ser a nota de destaque desta Street Fight, com os dois lutadores a tentarem de tudo para vencer, sendo que o caos ficou instalado quando “Stacks”, Cruz Del Toro e Joaquin Wilde se envolveram numa grande brawl fora do ringue.

No final, e já depois de várias quase vitórias, Tony D’Angelo conseguiu usar o seu pé de cabra e com isso conquistou a vitória e atirou Santos Escobar para fora do NXT.

Nos bastidores, Indi Hartwell estava a dar os parabéns a Katana Chance & Kayden Carter pela conquista dos NXT Women’s Tag Team Championships, sendo que uma pessoa que trabalha nos bastidores do NXT, deu um papel à australiana. Esse papel, era um desenho de Dexter Lumis, porém a felicidade de Indi Hartwell foi de curta duração, pois Blair Davenport apareceu e rasgou o desenho, antes de se auto-proclamar como uma futura NXT Women’s Championship.

A seguir, tivemos um video package sobre a rivalidade entre Tiffany Stratton e Wendy Choo, tendo sido anunciado um Lights Out Match entre as duas.

– NXT Women’s Champion Mandy Rose venceu Zoey Stark: Zoey Stark entrou de forma agressiva e dominou este embate, até que fora do ringue, Mandy Rose atirou a sua rival de joelhos contra a mesa dos comentadores.

Durante o domínio da campeã, Gigi Dolin & Jacy Jayne tentaram interferir no combate e acabaram por ser expulsas de perto do ringue, tendo Nikkita Lyons feito questão de atacar as ex-campeãs de equipas. Mandy Rose continuou a dominar e Zoey Stark continuou a dar tudo para se manter na luta, o que foi frustrando a campeã e isso abriu espaço para que a candidata principal começasse a virar o ímpeto a seu favor.

Nos minutos seguintes, as quase vitórias foram aparecendo de parte a parte, sendo que Mandy Rose fez sempre questão de atacar o joelho da sua rival. No final, Mandy Rose tirou a sua joelheira e acertou uma grande joelhada em Zoey Stark, que lhe deu a vitória.

A seguir tivemos um video package de Quincy Elliot a dizer que este irá chegar ao NXT e todos irão sentir a presença da “Super Diva”.

Nos bastidores, Grayson Waller foi entrevistado e depois de ter atirado algumas farpas a Apollo Crews e McKenzie Mitchell, tendo anunciado que na próxima semana, ele irá estrear o programa Grayson Waller Effect e o ex-Intercontinental Champion será o seu primeiro convidado.

– NXT Champion Bron Breakker venceu JD McDonagh: Bron Breakker entrou de forma destrutiva e dominou JD McDonagh sem problema durante os minutos iniciais deste main event.

No entanto, JD McDonagh com um Neckbreaker no canto do ringue virou o ímpeto a seu favor e assim conseguiu dominar o campeão durante alguns minutos. O campeão nunca se deu por vencido e isso foi motivo de frustração para o irlandês e com isso, Bron Breakker acertou um Frankensteiner que virou o combate do avesso.

Ainda assim, foi JD McDonagh que quase venceu o NXT Championship depois de um Brainbuster, mas no final, Bron Breakker acertou 3 Spears antes de aplicar o seu Military Press Powerslam que lhe deu a vitória.

Após o main event terminar tivemos mais uma grande surpresa, desta vez com o NXT UK Champion Tyler Bate a aparecer, tendo este NXT terminado com os dois campeões num cara a cara.


O que achaste deste WWE NXT?

7 Comentários

  1. Natan1 mês

    Grandes surpresas da Nxt de hoje, destacando o Gallus marcando a presença atacando a Diamond Mine e logo depois confrontando os campeões da Nxt UK tag team, sem contar a Blair Davenport aparecendo do nada pra lutar pelo título da Nxt Women’s sendo que poderia tomar o título da Meiko Satomura que é a Nxt uk Women’s e por fim a presença do atual campeão do Nxt UK que é o Tyler Bate e ficando cara a cara com o Bron Breaker, todos os combates foram ótimos, esperamos o Santos Escobar indo para o Main Roster com o legado del fantasma e o Strong que dessa vez poderá encerrar o ciclo dos Diamond Mine

  2. Ótimo show. Destaco o combate entre Vinci vs Carmelo, Tony D vs Santos e Breakker vs JD. Três combates que valem a pena rever.

    Tenho gostado muito do trabalho do Vinci, ele tem se mostrado um wrestler completo. É bem melhor tê-lo como um destaque individual do que como um membro dos Imperium. Imagino que ele vai atingir grandes coisas no NXT e futuramente no main roster. Quanto ao Carmelo não é preciso dizer nada, é ouro puro.

    Tony D e Santos fizeram um combate digno para encerrar a rivalidade e marcar o fim do Santos no NXT. O encerramento do combate na minha opinião não poderia ter sido melhor. Foi marcante.

    Já o Breakker segue evoluindo muito bem e eu tenho gostado muito do reinado dele. Gosto da possibilidade de termos Tyler Bate vs Bron Breakker.

  3. Gostei:
    – Giovanni Vinci vs Carmelo Hayes (c). Um bom combate de abertura com uma boa mistura de estilos (Hayes mais no ataque e Vinci mais na defesa). O combate teve um botch bem notável, mas não afetou muito. Já temos um futuro main eventer no Carmelo Hayes, mas o Vinci não ficará muito longe disso se o booking dele continuar consistente e bom.
    – Promo dos Diamond Mine, atacados por Gallus. Um bom segmento aqui. Foi uma surpresa agradável ver os Gallus e isto deve ser a feud que finalmente deverá retirar o Roderick Strong dos Diamond Mine, quer seja para ir para o main roster, quer seja para aceitar o seu pedido de demissão.
    – Roxanne Perez vs Cora Jade. Focaram-se mais na história do que em spots e foi um bom combate. Pode ter existido um ou outro momento de falta de comunicação, mas foi um combate muito sólido entre as 2.
    – Santos Escobar vs Tony D’Angelo. O Santos Escobar vai ser uma estrela enorme no main roster. O combate foi ótimo, com a estipulação a ajudar imenso. Os 2 combinaram bem e cumpriu como combate de despedida para o Santos do NXT.
    – Zoey Stark vs Mandy Rose (c). Dos melhores combates da Mandy desde que se tornou campeã. Claro, este ótimo combate foi principalmente carregado pela Zoey, mas a Mandy esteve bem.
    – Bron Breakker (c) vs JD McDonagh. Ótimo main event. Combinaram bem, mas senti que podia ter sido melhor. Gostava que esta feud continuasse. A aparição do Tyler Bate também foi boa e estou curioso para ver qual vai ser o seu papel no NXT. (e isto pode ser visto como implicar com coisas menores, mas o episódio do NXT UK onde o Tyler Bate conquistou o NXT UK Title ainda não foi transmitido… portanto ele aparecer aqui com o título não foi exatamente brilhante.)

    Overall: 7/10. Um show muito sólido. Terminou algumas histórias, começa novas e continua outras. Esta espécie de “invasão” das estrelas do NXT UK pode ser interessante (Blair Davenport também esteve lá, o segmento dela é que foi algo insignificante). Destaco a Street Fight, Stark vs Rose e o main event.

    • Jon1 mês

      Como que a Zoey carregou a Mandy sendo que a Mandy foi quem fez o maior trabalho? O trabalho dela no joelho da Zoey foi excelente e a joelhada final foi a cereja do bolo, a Zoey praticamente não fez nada, eu sei que a Mandy não é um primor no ringue mas créditos para ela pq ela merece

    • Relendo agora, talvez carregar não foi a palavra correta. Mas a verdade é que a Zoey deu muito mais ao combate que a Mandy, porque “carregar” (não é a palavra certa, mas não me ocorre outra) não é só a quantidade de tempo que um wrestler está no ataque. É o selling, é a psicologia, quando abrandar e acelerar o combate, esconder as limitações do seu adversário, tudo. E a Zoey fez tudo isso muito bem.
      Eu não tirei créditos à Mandy, até disse que esteve bem. Mas a Zoey esteve melhor e deu mais ao combate que a campeã.

  4. Anónimo1 mês

    Ótimo combate entre o Escobar vs D’Angelo, destaco também o main event.