Frank casino

A WWE transmitiu esta quarta-feira, a partir do Capitol Wrestling Center, mais uma edição do NXT na USA Network e novamente em concorrência com o AEW Dynamite.

Resultados

– NXT North American Champion Leon Ruff venceu Johnny Gargano (por desqualificação)
– Cameron Grimes vs Dexter Lumis (No Contest – Blindfold Match)
– Candice LeRae & Indi Hartwell venceram Kacy Catanzaro & Kayden Karter
– Kushida venceu Arturo Ruas
– Toni Storm & Ember Moon venceram Raquel González & Dakota Kai
– Timothy Thatcher venceu August Grey
– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Rhea Ripley

Report

O NXT abriu com um video package sobre o novo NXT North American Champion Leon Ruff, mas o momento de festa foi interrompido por Johnny Gargano, que insultou o campeão e chamou-o de piada.

– NXT North American Champion Leon Ruff venceu Johnny Gargano (por desqualificação): Johnny Gargano começou de forma dominante, mas Leon Ruff mostrou uma grande agilidade durante vários momentos.

Porém, a agressividade e maior experiência de Johnny Gargano fê-lo virar o combate a seu favor e até acertou o One Final Beat no que parecia que ia ser a vitória. Só que não, Damian Priest pegou em Leon Ruff tirou-o do ringue, pediu-lhe desculpa e deu um soco ao NXT North American Champion, o que causou a desqualificação de Johnny Gargano.

Nos bastidores, Cameron Grimes disse que ia vencer Dexter Lumis no Blindfold Match que os dois iam ter a seguir.

– Cameron Grimes vs Dexter Lumis (No Contest – Blindfold Match): O Blindfold Match começou pior do que um encontro às cegas para Cameron Grimes, que se atirou de cabeça, mas a cair de cara no chão.

O carismático lutador tentou ao máximo bater em Dexter Lumis, mas nunca acertou no seu rival e então por não estar a ver atacou o árbitro. Já depois de tirar a sua venda, Cameron Grimes tentou usar o velho ditado de em terra de cegos quem tem um olho é rei e procurou atacar Dexter Lumis, mas o problema foi quando sem querer também tirou a venda do pouco ortodoxo lutador, que acabou por destruir Cameron Grimes, tanto dentro como fora do ringue até este conseguir fugir.

Nos bastidores, o General Manager William Regal perguntou a Damian Priest o porquê de ter atacado Leon Ruff e o “Archer of Infamy” acabou por dizer que o campeão é uma brincadeira. O NXT North American Champion não gostou do que ouviu e disse que se as pessoas acham que ele é uma piada, então que devolve o título. William Regal rejeitou isso e então Leon Ruff deu um estalo a Damian Priest, para lhe provar que ele não é uma brincadeira.

De seguida tivemos um video package com Shotzi Blackheart a anunciar o NXT TakeOver: WarGames para o dia 6 de Dezembro.

– Candice LeRae & Indi Hartwell venceram Kacy Catanzaro & Kayden Karter: A dupla de Candice LeRae e Indi Hartwell tiveram algumas dificuldades nos momentos iniciais, mas lá acabaram por estar em posição de domínio durante vários minutos. Kayden Karter ainda conseguiu algum ímpeto para a sua equipa, mas no final Candice LeRae acabou por vencer o combate para a sua equipa.

– Kushida venceu Arturo Ruas: Em seguida tivemos o brasileiro Arturo Ruas a enfrentar Kushida e foi um combate bastante técnico e equilibrado desde o primeiro momento.

Kushida acabou por mostrar uma maior experiência, pois quando percebeu que o seu jogo de submissões não ia funcionar, “sacou da cartola” um pin rápido e venceu Arturo Ruas.

No backstage, Ember Moon e Toni Storm foram entrevistadas e explicaram que hoje vão vingar-se do que Dakota Kai e Raquel González têm feito, mas que depois é cada uma por si na luta pelo NXT Women’s Championship.

– Toni Storm & Ember Moon venceram Raquel González & Dakota Kai: Toni Storm e Ember Moon entraram de forma dominante neste Tag Team Match, mas a maior força de Raquel González e o engenho de Dakota Kai fez com que a dupla isolasse a australiana durante alguns minutos. Quando Ember Moon entrou em ringue virou o ímpeto do avesso, mas fora do ringue Raquel González foi novamente decisiva e o ímpeto estava novamente do lado da sua equipa.

Porém, quando Toni Storm entrou em ringue virou o combate a favor da sua equipa e quase venceu. O final foi caótico, mas Toni Storm com um pin rápido lá acabou por arrecadar a vitória.

Assim que Tag Team Match terminou, Candice LeRae e Indi Hartwell atacaram Toni Storm e Ember Moon, atirando-as para o ringue onde acabaram por levar uma Powerbomb cada uma às mãos de Raquel González.

– Timothy Thatcher venceu August Grey: August Grey farto de ser vítima de bullying por parte de Timothy Thatcher tentou dar luta ao agressivo lutador, mas não teve muita hipótese. Timothy Thatcher dominou a seu bel-prazer e no final fez August Grey desistir com uma Guillotine Choke.

Timothy Thatcher continuou o ataque já depois do combate, mas quando Tommaso Ciampa veio ao ringue o agressivo lutador preferiu sair do mesmo antes de haver acção física.

Já nos bastidores, Tommaso Ciampa foi entrevistado e explicou simplesmente que ele quer lutar contra Timothy Thatcher.

Antes do que seria o suposto próximo combate, Johnny Gargano atacou Damian Priest pelas costas e acabámos por ter uma brawl de vários minutos, que acabou por ter a interferência do NXT North American Champion Leon Ruff, que de forma surpreendente conseguiu levar a melhor sob Damian Priest e Johnny Gargano.

De seguida tivemos imagens da noite de terça-feira, quando William Regal foi até casa de Boa e Xia Li para saber do estado das duas Superstars, mas pouco ou nada se soube, pois Boa não deixou o General Manager do NXT entrar e fechou-lhe a porta na cara sem lhe dar grandes explicações, dizendo apenas que “ela está a caminho”.

A seguir tivemos imagens do que aconteceu ao intervalo, com o General Manager William Regal irritado com Leon Ruff, que disse que defendia o seu NXT North American Championship contra os dois lutadores.

– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Rhea Ripley: Como seria de esperar, este combate foi o contraste da força de Rhea Ripley e a agilidade de Io Shirai, e os primeiros minutos foram de extremo equilíbrio. O maior poderio físico da “Nightmare” acabou por ser o factor de desequilíbrio, apesar de Io Shirai nunca ter desistido.

Com o passar do tempo, a “Genius of the Sky” acabou por virar o ímpeto a seu favor. Os minutos finais deste main event foram incrivelmente equilibrados e bastante agressivos, em especial com a NXT Women’s Champion a atacar o braço esquerdo de Rhea Ripley, tanto dentro como fora do ringue.

Nos momentos finais vimos as duas lutadoras a usar o seu jogo de submissões, mas nem assim esta guerra terminou. O final chegou depois de Io Shirai acertar uma Powerbomb em Rhea Ripley, que fez a australiana atravessar a mesa de comentadores. Quando a “Nightmare” entrou em ringue, foi logo vítima do Moonsault da “Genius of The Sky”, que assim venceu o combate e reteve o NXT Women’s Championship.

Assim que o combate terminou tivemos então o regresso do NXT Champion Finn Bálor, que ainda antes de sequer poder falar foi interrompido pelos Kings of NXT, com Pat McAfee a dizer que eles já destruíram Drake Maverick, Killian Dain, os Breezango e a Undisputed ERA, e que se Finn Bálor não lhes entregar o NXT Championship irá sofrer o mesmo destino.

Finn Bálor olhou para o grupo e disse que tinha uma surpresa para eles, e foi então que tivemos o regresso da Undisputed ERA, o que nos levou a uma brawl por todo o Capitol Wrestling Center e que terminou este episódio do NXT de forma caótica.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

17 Comentários

  1. Tribal chief1 semana

    Shirai ganhando da ripley pior do qur isso so o reinado tenebroso do cole

  2. Eduardo1 semana

    O K EU Gostei FOI OS Undisputed ERA de Volta

  3. Rui jesus messias1 semana

    Bom NXT, sólido e bons combates como quase sempre

  4. Io vs Rhea foi tão, mas tão bom. Uma salva de palmas para ambas!
    Ah, e adorei ver o Adam a espancar o Pat.

  5. Felipe Ockner1 semana

    Mano pq o Arturo Ruas tá no NXT e não no RAW?

    • Porque provavelmente a equipa do Raw não tinha planos para ele além do Raw Underground, que já terminou, e na verdade ele nunca foi muito utilizado no NXT.

  6. Foi um show razoável. Já se vai vendo algumas rivalidades a “aquecerem” e o build-up para o próximo TakeOver tem de ser rápido.
    Destaco o excelente combate entre Io Shirai e Rhea Ripley e o segmento final deste NXT, com o regresso dos Undisputed ERA para atacar os Kings of NXT.
    Já agora, aquele cumprimento caloroso e especial entre a Io e a Rhea no final poderá ter sido simbólico e significar o adeus da australiana à brand amarela, visto que já se falou que ela seria a próxima lutadora chamada ao main roster.

  7. Aquele “plano” do Bálor de trazer os Bullet Club para o NXT podia ser já no WarGames. Cole, Bálor, Styles contra o McAfee, Lorcan e Burch, mas com a adição do Pete Dunne (e antes dele iria ser o Holland), é compreensível que não dê.

    Undisputed ERA vs Kings of NXT parece bem

  8. El Cuebro1 semana

    Algo sobre audiência já? Porque esse episódio foi muito bom!

  9. lol1 semana

    show brutal excelente

  10. Foi um bom show.
    Destaques:
    -Historia interessante entre o Ruff,Priest e Gargano que ja teve novos desenvolvimentos,penso que teremos uma triple threat no Takeover.
    -Cameron Grimes é simplesmente hilariante,a contrastar completamente com o Lumis
    -Bom tag match entre a Raquel (que tenho gostado de ver) e a Dakota contra a Toni e a Ember Moon.
    -Otimo main event entre a Rhea Ripley e a Io Shirai,ambas estiveram num nivel muito elevado e gostava de ver mais um combate entre elas quem sabe no Takeover.
    -Finalmente o regresso dos UE,a casa foi abaixo assim que eles apareceram,grande momento.

    Nota para o match entre o Ruas e o Kushida,que foi curto mas interessante e uma boa prestaçao do wrestler brasileiro.

    • Facebook Profile photo

      Concordo com a tua análise. Foi dos melhores NXTs dos últimos tempos a meu ver. Fiquei encantado com o combate feminino

  11. Bom NXT.
    Destaco:
    – muito boa luta entre a Io Shirai e a Rhea Ripley
    – bom main event, muito bom o regresso da UE está aqui uma história que tem tudo para ser excelente
    – Cameron Grimes e Dexter Lumis mais uma vez ambos bem
    – história a envolver o título norte americano também bem

  12. Facebook Profile photo

    8.0 de 0 a 10 do Bruno Meltzer Messiah.

  13. Anónimo1 semana

    Mais um bom NXT. Bom combate entre a Rhea Ripley e Io Shirai, e bom regresso dos Undisputed Era.