Faz login e remove a publicidade
Frank casino

A WWE transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do NXT na USA Network, novamente na Full Sail University à porta fechada e em concorrência direta com o AEW Dynamite, numa altura em que nos vamos aproximando do NXT TakeOver: In Your House, que acontecerá no dia 7 de Junho.

Resultados

– Karrion Kross venceu Liam Gray
– El Hijo del Fantasma venceu Akira Tozawa
– Mia Yim venceu Santana Garrett
– Roderick Strong venceu Dexter Lumis
– Oney Lorcan & Danny Burch venceram Ever-Rise
– Drake Maverick venceu Kushida
– Io Shirai venceu Rhea Ripley (por desqualificação)

Report

– Karrion Kross venceu Liam Gray: O NXT abriu com um estrondo, com Karrion Kross a destruir no seu segundo combate no NXT, tendo vencido Liam Gray com o Kross Jacket.

Assim que o combate terminou, tivemos o regresso de Tommaso Ciampa, que fez uma promo onde elogiou Karrion Kross, dizendo que ele é especial e que até o respeita pelo que fez ao tê-lo atacado. Só que Karrion Kross vai perceber que ele também é especial e que, no NXT TakeOver: In Your House, ele o irá introduzir ao main event.

– El Hijo del Fantasma venceu Akira Tozawa: No último combate do Grupo B do torneio que irá definir o novo campeão interino do NXT Cruiserweight Championship, o combate entre Akira Tozawa e El Hijo del Fantasma começou de forma bastante equilibrada e técnica, com nenhum dos lutadores a levar grande vantagem .

No entanto, El Hijo del Fantasma começou a dominar o combate e trabalhou a zona lombar de Akira Tozawa durante vários minutos. Porém, o lutador japonês continuou a lutar e quase venceu o combate, em especial depois de um Senton da terceira corda.

No final foi El Hijo del Fantasma a vencer o combate com o seu Michinoku Driver e também o Grupo B, garantindo assim um lugar na final do torneio que irá definir o novo campeão interino do NXT Cruiserweight Championship.

No backstage tivemos Timothy Thatcher a fazer uma promo onde disse que Matt Riddle só tem de escolher onde os dois voltam a lutar e que desta vez não haverá nenhum pin fortuito que valha ao “Original Bro”. Ficou assim lançado o desafio para um novo combate entre os dois.

De seguida tivemos um video package de Shotzki Blackheart, onde a lutadora falou do seu amor por tanques e punk rock, e que ela quer destruir a divisão feminina, em especial Dakota Kai e Raquel Gonzalez.

– Mia Yim venceu Santana Garrett: No primeiro combate feminino da noite, Mia Yim dominou quase por completo contra Santana Garrett, tendo vencido o combate com o Protect Ya Neck.

Depois do combate, Johnny Gargano e Candice LeRae apareceram, com a lutadora a gozar por Mia Yim ter perdido contra Charlotte Flair e que se fosse ela não teria perdido. O casal veio ao ringue e Candice LeRae atacou Mia Yim, até que o NXT North American Champion Keith Lee veio em auxílio da sua namorada.

A seguir tivemos um video package de Cameron Grimes onde este se vangloriou por ter vencido Finn Bálor na semana passada. Este video package também serviu para recordar o ataque de Damian Priest a Finn Bálor.

No backstage tivemos uma entrevista a Drake Maverick, que afirmou que neste NXT vai ter de fazer um pin ou fazer desistir o melhor lutador do mundo (Kushida), e que ele pode não ser Bret Hart, mas que arranjará uma forma de conseguir vencer.

Ainda antes do próximo combate, durante a entrada de Roderick Strong, Adam Cole anunciou que para a semana vai celebrar o facto de ser NXT Champion há 1 ano.

– Roderick Strong venceu Dexter Lumis: De regresso aos combates, tivemos Dexter Lumis a enfrentar Roderick Strong. Dexter Lumis dominou os primeiros minutos do combate usando a sua maior força, mas a experiência e qualidade do “Messiah of the Backbreaker” veio ao de cima, e o membro dos Undisputed ERA dominou por vários minutos.

O final do combate foi bastante equilibrado, mas Roderick Strong conseguiu com um pin rápido vencer Dexter Lumis.

Assim que o combate acabou, Dexter Lumis atacou Roderick Strong e prendeu-o no Anaconda Vice, e manteve a submissão presa mesmo enquanto era atacado por Bobby Fish e o NXT Champion Adam Cole. O ataque dos Undisputed ERA acabou por demorar pouco, pois Velveteen Dream veio tentar ajustar contas com Adam Cole e fê-lo ao acertar o Purple Rainmaker para fora do ringue.

No parque de estacionamento, Akira Tozawa foi atacado por dois mascarados. No entanto, El Hijo Del Fantasma conseguiu sair do seu carro e expulsar os dois raptores.

– Oney Lorcan & Danny Burch venceram Ever-Rise: Oney Lorcan & Danny Burch fizeram dos Ever-Rise um exemplo e mostraram bastante agressividade durante todo o combate, tendo no final Oney Lorcan feito Chase Parker desistir com o Half Crab. Já depois do combate, Oney Lorcan & Danny Burch gozaram com a pose dos novos NXT Tag Team Champions Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel).

Mais tarde, a dupla afirmou que tem a sua atenção nos NXT Tag Team Championships.

No backstage, Keith Lee é entrevistado e afirma que viu o jantar dos Garganos no episódio da semana passada e que ele não gostou do que eles fizeram a Mia Yim. O NXT North American Champion sente que o problema dos Garganos irá acabar no NXT TakeOver: In Your House.

Noutro lugar do Performance Center tivemos Matt Riddle a dizer que se Timothy Thatcher quer lutar então eles vão lutar, mas num sítio em que os dois estão habituados a lutar: numa jaula. Ficou assim marcado um Steel Cage Match entre os dois para a próxima semana.

– Drake Maverick venceu Kushida: O combate começou de forma técnica e equilibrada, mas rapidamente Kushida fez do braço esquerdo de Drake Maverick o alvo do seu ataque. O japonês dominou o combate quase por completo, enquanto Jake Atlas estava fora do ringue em apoio ao lutador britânico.

Kushida continuou a sua estratégia de atacar o braço esquerdo de Drake Maverick e quase o fez desistir por várias vezes, mas o britânico estava decidido em que era preferível perder o braço do que desistir e assim manteve-se na luta. No final, essa perseverança valeu-lhe o combate, pois conseguiu contra atacar o Cross Armbreaker de Kushida com um pin rápido e vencer o combate.

Assim que o combate acabou, Byron Saxton avisou que como os três lutadores estavam empatados, na da próxima semana teremos um Triple Threat Match entre Drake Maverick, Kushida e Jake Atlas para definir o vencedor do Grupo A. O vencedor vai defrontar El Hijo del Fantasma na final do torneio que irá coroar o novo campeão interino do NXT Cruiserweight Championship.

Em seguida tivemos Damian Priest a desafiar Finn Bálor para um combate no NXT TakeOver: In Your House.

– Io Shirai venceu Rhea Ripley (por desqualificação): O main event da noite foi entre Rhea Ripley e Io Shirai, e começou de forma equilibrada, com a ex-NXT Women’s Champion a tentar fazer valer a sua força. Só que a velocidade de Io Shirai foi sempre um problema para a lutadora australiana.

O equilíbrio durou vários minutos e quando as duas lutadoras se encontravam fora do ringue foi então que tivemos a surpresa e a NXT Women’s Champion Charlotte Flair apareceu para ver o combate de perto.

Isso acabou por não correr bem a Charlotte Flair, que levou com Rhea Ripley em cima. Já dentro do ringue, parecia que o combate ia continuar, mas a “Queen” decidiu atacar Io Shirai e Rhea Ripley e o combate acabou em desqualificação. Os últimos momentos do NXT tiveram o foco em Charlotte Flair, pousando o NXT Women’s Championship.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

25 Comentários

  1. Show interessante mas penso que o da próxima semana ainda será melhor

  2. – Drake Maverick vs KUSHIDA foi um combate muito bom. O storytelling foi tremendo – o KUSHIDA domina, o Drake vende a lesão no braço de uma forma brutal durante o combate e no fim consegue o upset. A historia de underdog que estão a contar com o Drake é bastante captivante. Acho que ganha o triple threat para a demands.

    – Io Shirai vs Rhea Ripley estava a ser um bom combate até a Charlotte aparecer. O final foi previsivel e é mais do que óbvio que vamos ter um triple threat no TakeOver. Só espero que a Charlotte perca o titulo porque já chega ter que levar com ela no Raw e Smackdown.

    – o Dexter Lumis é brutalíssimo. A parte final com o Cole e o Bobby Fish a tentarem separá-lo do Roderick e o Dexter a não vender o ataque.. muito bom. É uma gimmick que me intriga bastante. Espero ver mais dele.

    Thatcher/Riddle num cage match para a semana! Promete.

    • Tambem estou adorar o Lumis, goatava que fosse ele a terminar o reinado do adam cole embors tambem acho qie o dream merecia esse titulo

    • Acho que ainda é cedo para o Dexter andar em programas pelo título mundial, mas chegará lá um dia com certeza.

  3. Episódio com bons combates e desenvolvimento das feuds para o Takeover.

    Destaco pelo positiva:

    – O segmento do Kross e do Ciampa que foi muito bom e sem o Kross ter de dizer uma palavra se quer. Este Ciampa é ouro merece estar no main roster a segurar em títulos! Acho que o NXT está a ficar pequeno demais para ele.

    – A storyline à volta destes mascarados que voltam a atacar, desta vez o Tozawa, está a me deixar curioso e penso que seja tudo feito pelo El Hijo del Fantasma que na minha opinião será o vencedor do torneio.

    – Destaco também o combate entre o Maverick vs Kushida que teve um um storytelling muito porreiro dentro de ringue, apesar do final ter sido um pouco atabalhoado sendo que o pin do Maverick até foi com o Kushida com um ombro levantado… a triple threat foi bem marcada, penso que o vencedor será o Kushida e o Atlas vai custar a vitória ao Maverick.

    – Gostei da ideia do Riddle vs Thatcher ser numa steal cage, acho que vai ser um bom combate, apesar de achar que o Thatcher é apenas um bom worker e pouco mais do que isso, na minha opinião está uns furos abaixo do Riddle.

    – Estou curioso para ver o que se segue para o Cameron Grimes, depois da vitória contra o Balor tem de ser encaminhado para um bom caminho.

    – E por fim gostei muito do combate/brawl entre o Dream/Lumis contra os Undisputed Era, este Lumis está cada vez melhor, tem um personagem MUITO interessante, é bom em ringue e tem um bom look, sei do que vale desde que o vi na TNA por isso não é surpresa para mim este destaque que está a ter, é um lutador MUITO completo espero que a WWE o aproveite.
    Quanto ao NXT Championship match acho que das duas uma ou o Cole perde ou o Lumis traí o Velvateen… não vejo com bons olhos uma segunda derrota limpa do Velvateen.

    Pela negativa destaco:

    – O squach do Lorcan e Burch, já passaram dessa fase à muito e está na hora da WWE saber o que fazer com eles… ou os sobe ou vão ficar a apodrecer no NXT até serem despedidos.

    – Esperava mais desta primeira iteração física entre o Gargano/Candice e Lee/Yim e a mesma coisa em relação à feud com o Balor vs Priest visto que esperava uma intervenção física neste episódio, se querem construir uma feud mais pessoal deviam ter mais envolvimento físico, brawls, ataques surpresa… esse tipo de coisas.

    – E por fim mais uma presença da Charlotte que veio destruir um bom combate, espero que perca o título rápido já chega disto de aparecer em 3 shows, é completamente estúpido sem falar que se era para terminar assim o main event era preferível ter sido o combate entre o Strong vs Lumis sempre teve melhor final do que este…

    • Acho que aquele squash do Lorcan e do Burch serviu para cimentá-los como os próximos candidatos aos títulos de tag-team. Os Imperium precisam de alguém e eles são uma equipa babyface relativamente over e capaz de lhes dar um bom combate.

    • Sim também me apercebi do mesmo mas não acredito que os Imperium percam já os títulos logo o Lorcan e o Burch irão perder, mais uma vez, acho que é uma tag team que já não está a fazer nada no NXT.
      Depois desse combate preferia vê-los subir ao main roster.

    • Certamente que prefiro ver o Lorcan e o Burch no main-roster do que os Forgotten Sons.

    • Os forgoten sao muito bons e faz mais sentido eles no smackdown, os carecas so se fossem para a raw mas se calhar iriam ser jobers em pouco tempo, mais vale terem primeiro a feud com os imperium e pelo meio conseguirem vitorias sobre outras equipas e depois os subir de forma a serem mais destacados

    • Doughc1 semana

      Acho que a derrota dessa forma protege o Kushida afinal pra mim é impensavel uma derrota dele pro Maverick.

    • Concordo @Gangrel_Rules, feud dom os Imperium – Algumas vitórias – Main Roster (RAW) acho que era o melhor percurso para eles… mas não deixo de pensar que no main roster irão ser tratados como jobbers em pouco tempo, afinal de contas eles tem uma falta de carisma enorme, um manager podia fazer maravilhas nesta tag team.

    • Um zeb colter ou um mick foley certamente os levava a patamares interessantes

  4. Anónimo1 semana

    Essa Charlotte ja cansa.

    • É prova de que é excelente hell, a charlotte tem apenas a capacidade e csrregar divisoes as costas, nao desvalorizo as outras.melhores ppis nos dias de hoje temos muito talento feminino, mas a poucos anos atras so tinhas 4 ou 5 lutadoras de jeito no main roster e ela elevou a divisao… so nao concordo com a presenca dela em todos os shows se é nxt champion ela devia ser da brand amarela apenas

    • Anónimo1 semana

      Não vejo nada de boa heel*, e sim overbooking.

    • Nao ves nada de boa hell? Nao consigo perceber o teu ponto de vista, ela é uma das melhores hells da historia

    • Ela é boa heel – é uma natural, tal como o pai. O problema da Charlotte é que está a ser das superstars mais overpushed dos últimos quase 20 anos. É boa? Sim, acho que é muito boa até, mas o pessoal fala do push do Roman Reigns quando a Charlotte tem recebido um booking ainda mais extremo. Já viram a quantidade de títulos que já ganhou? E qual foi a ultima vez que perdeu limpo? Tudo isso acabar por cansar imenso, já para não falar que está neste momento a aparecer em 3 bands, logo overexposure ao máximo (e se olharem para os ratings do NXT, ela tem sido um fracasso como uma draw).

  5. Bom episódio por parte do NXT, com combates sólidos referentes ao torneio dos cruiserweights e um main event agradável até à interferência de Charlotte Flair (tal como já havia vaticinado).

  6. El Cuebro1 semana

    E um NXT a todo vapor, como deve ser, mas Charlotte Flair causando mais uma DQ ninguém merece hein, espero que na triple threat pelo título se acontecer não a vejamos sair do TakeOver com o cinturão, os 1 e 2 possivelmente encarando a Imperium e ficou um tanto claro que o Fantasma pode ser o líder dos mascarados que sequestram todo mundo não? No mais alguns confrontos se desenhando para o TakeOver!

    • El Cuebro, eu acho que o El Hijo del Fantasma poderá revelar na final do torneio (seja antes, durante ou após o combate) que é ele que tem estado todo este tempo por detrás desses ataques dos luchadores.

    • El Cuebro1 semana

      Faz muito sentido isso tudo, aliás será que vai ser algo como uma Dark Order de luchadores? E no caso seria com o Raul Mendoza e o DJZ não é?!

    • Acredito que sim, El Cuebro. Vamos esperar mais algumas semanas, mas parece-me que seja esse o trajeto desta história.

  7. Anónimo1 semana

    Foi bom NXT. Não contava muito com a vitória do Drake Maverick, é ver agora onde isto vai dar. Gostei do main event, foi um bom combate. No Takeover devemos ter uma Triple Threat Match pelo titulo feminino do NXT.

  8. Santana Garrett é uma wrestler fantastica, acompanhava bem antes de entrar no nx, espero que não tenha sido contratada para ser jobber , tem qualidade a mais para isso