Frank casino

A WWE transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do NXT na USA Network, novamente em concorrência direta com o AEW Dynamite. A brand amarela da WWE tem os olhos postos no Worlds Collide do próximo sábado e no TakeOver: Portland em meados de Fevereiro.

Resultados

– Grizzled Young Veterans (Zack Gibson & James Drake) venceram NXT Tag Team Champions Undisputed ERA (Kyle O’Reilly & Bobby Fish) (Meia-final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic)
– Toni Storm venceu Io Shirai (por desqualificação)
– Finn Bálor venceu Joaquin Wilde
– Shayna Baszler venceu Shotzi Blackheart
– Matt Riddle & Pete Dunne venceram Imperium (Marcel Barthel & Fabian Aichner) (Meia-final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic)
– Keith Lee venceu NXT North American Champion Roderick Strong

Report

Grizzled Young Veterans (Zack Gibson & James Drake) venceram NXT Tag Team Champions Undisputed ERA (Kyle O’Reilly & Bobby Fish). A edição desta semana do NXT abriu com a primeira meia-final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic 2020 e a ação foi intensa, como tem sido ao longo de todo o torneio. O domínio foi em grande parte da dupla dos Undisputed ERA, que se concentraram maioritariamente na perna esquerda de James Drake.

Porém, a dupla britânica conseguiu equilibrar o combate nos últimos minutos e quando até parecia que iria ser Kyle O’Reilly & Bobby Fish a vencer o combate, tocou a música dos Imperium, o que causou uma distração. Esta foi suficiente para os Grizzled Young Veterans vencerem o combate e seguirem assim para a final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic 2020.

Toni Storm venceu Io Shirai por desqualificação. O segundo combate da noite foi também o primeiro embate feminino deste episódio e viu Io Shirai a dominar, em grande parte, Toni Storm. Porém, a lutadora do NXT UK começou a equilibrar o combate e quando parecia mesmo que estava a encaminhar-se para a vitória, essa chegou de uma forma que Toni Storm não queria, pois foi atacada por Bianca Belair, o que faria o combate terminar por desqualificação.

Bianca Belair atacou também Io Shirai, até que a NXT Women’s Champion Rhea Ripley veio ao ringue e atacou a sua adversária do NXT TakeOver: Portland. Porém, Io Shirai com um belo Springboard Dropkick em Rhea Ripley e já fora do ringue com um espetacular Moonsault para cima da NXT Women’s Champion e de Bianca Belair, mudou o ímpeto do segmento. No entanto, este acabaria por sorrir a Toni Storm, que voou na direção de Io Shirai antes de entrar em ringue e pegar no título, lembrando que no Worlds Collide pode ser ela a nova campeã.

No backstage tivemos uma promo dos Undisputed ERA, que estavam indignados com os Imperium, mas que hoje só interessava em garantir que Keith Lee não venceria o NXT North American Championship de Roderick Strong.

Finn Bálor venceu Joaquin Wilde. No que foi um combate bastante curto, a agressividade de Finn Bálor não teve resposta de Joaquin Wilde e o “Prince of NXT” fez o que quis do seu adversário, tendo acabado o combate usando o seu Coup de Grace, seguindo do 1916.

De novo no backstage tivemos uma pequena promo de Shayna Baszler, onde esta prometeu acabar com a carreira de Shotzi Blackheart ainda antes dela começar.

Shayna Baszler venceu Shotzi Blackheart. Naquilo que foi um combate muito mais equilibrado do que se pensava ao início, Shotzi Blackheart esteve por várias vezes no domínio do mesmo. Só que quando tentou um Senton da terceira corda, Shayna Baszler desviou-se e aplicou o seu Kirifuda Clutch. Apesar da luta de Shotzi Blackheart, esta foi incapaz de se livrar da ex-NXT Women’s Champion e não teve outra hipótese se não desistir.

Depois tivemos um vídeo a promover a rivalidade entre Tegan Nox e Dakota Kai e foi também anunciado que no episódio da próxima semana do NXT teremos um combate entre as duas rivais.

Outra vez no backstage, Cathy Kelley entrevistou o NXT Cruiserweight Champion Angel Garza, que afirmou que não sente pressão e que no Worlds Collide não interessa quem venha do NXT UK ou do NXT, ele vai continuar campeão.

Matt Riddle & Pete Dunne venceram Imperium (Marcel Barthel & Fabian Aichner). A segunda meia-final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic 2020 começou de forma rápida e intensa, como seria de esperar. Marcel Barthel & Fabian Aichner aproveitaram a inexperiência de Pete Dunne & Matt Riddle como equipa para ganhar o domínio do combate e o manter durante vários minutos. Os últimos minutos do mesmo foram feitos a um ritmo alucinante e ambas as equipas tiveram a hipótese de vencer. No entanto, a dupla dos BroserWeights conseguiu surpreender a equipa dos Imperium e seguir assim para a final do NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic.

Já depois do combate, os BroserWeights foram interrompidos pelos Grizzled Young Veterans, que afirmaram que na próxima semana eles iriam vencer o NXT Dusty Rhodes Tag Team Classic.

Keith Lee venceu NXT North American Champion Roderick Strong. No main event deste NXT vimos o NXT North American Champion Roderick Strong colocar o seu título em jogo contra Keith Lee, num combate de contrastes. A força de Keith Lee foi determinante nos primeiros momentos do combate, mas a tenacidade do “Messiah of the Backbreaker”, a aproveitar a lesão que os Undisputed ERA causaram no tornozelo de Keith Lee no episódio da semana passada, fê-lo ganhar o domínio do mesmo.

O domínio manteve-se por vários minutos e sempre com o foco no tornozelo de Keith Lee, porém a força do “Limitless” equilibrou o combate e de que maneira. Os últimos minutos foram de várias trocas de quase vitórias entre os dois lutadores e depois de Roderick Strong quase ganhar com um Strong Kick, Keith Lee conseguiu recuperar e do nada, com o seu Big Bang Catastrophe, venceu o combate e tornou-se assim o novo NXT North American Champion.

No entanto, a noite que estava a correr mal para os Undisputed ERA ainda haveria de acabar pior. Os Imperium seguiram para o ringue e atacaram o grupo do NXT nos momentos finais do episódio desta semana. A feud entre as duas stables está assim ao rubro para o WWE Worlds Collide de sábado.

O que achaste do WWE NXT desta semana?

17 Comentários

  1. Eugen38 meses

    Está edição do nxt não pareceu um bocado desajeitada? Nomeadamente os combates de tags dos UE e dos Bros? As coisas não estavam a sair fluidas

  2. Facebook Profile photo

    E pronto já está encontrada a tag vencedora do torneio… matt readle e o pete dunne….

    • Showstealer8 meses

      Acho que já era óbvio que eles iriam vencer este torneio desde o momento em que se conheceu o quadro.
      É a equipa que mais precisa disto para ganhar legitimidade e desafiar os campeões pelos títulos brevemente.

    • ANDRE XAVIER PECCINI8 meses

      Eu tô torcendo muito pros GYV e acho que eles tem chance de ganhar tbm

    • Anónimo8 meses

      É a equipa mais provável para ganhar.

  3. Bruno Vieira8 meses

    Eu, ao acabar de ver a chapada do Walter a Adam Cole:

    112 qual é a sua emergência?
    Gostaria de reportar um homicídio

    Finalmente o Keith Lee (Woop Woop) tem o seu reconhecimento. O Grandalhão tem tudo para ser um grande campeão. Este combate entre Imperium e UE promete…

  4. Showstealer8 meses

    Um episódio decente do NXT, especialmente os últimos dois combates que valeram pelo show inteiro.
    Esta equipa pouco ortodoxa de Matt Riddle e Pete Dunne está a resultar muitíssimo bem, tem sido uma surpresa agradável.
    Quanto ao main event, vitória justíssima de Keith Lee. Bom ver que o booking do NXT raramente falha em termos de timings para “premir o gatilho”.

  5. Hunter8 meses

    O NXT nunca decepciona, ao contrário do raw e do SmackDown em algumas ocasiões.

  6. JOAO PEDROOOOO8 meses

    Eu penso que se a equipa do Bruseweight e o Original Bro ganhar, vai com tudo para os títulos. Gostava muito que ganhassem para que no TakeOver que vai anteceder a Wrestlemania, fossem esses dois contra o DYH.
    Keith Lee tem aqui a hipótese de defrontar Finn Balor ou um regressado Velveteen Dream. Também gostava de ver o EC3 a voltar aqui e lutar pelo título (era talvez a grande surpresa após o TakeOver).
    Quanto ao NXT title acho que seria excelente termos uma rivalidade dos Undisputed Era vs Imperium até lá, com o Walter a sair vencedor ao Adam Cole para que estes depois de perderem todos os títulos, pudessem subir ao Main Roster e o Walter seria o 1º a conseguir o NXT title e o NXT UK title ao mesmo tempo.
    A divisão feminina nem é preciso falar, é neste momento a melhor divisão do NXT, portanto é só continuar.

    • JOAO PEDROOOOO8 meses

      …seria excelente termos uma rivalidade dos Undisputed Era vs Imperium até lá (ao TakeOver antes da Wrestlemania)*

  7. El Cuebro8 meses

    Grande NXT sem dúvidas, ótimos combates! Seria interessante ver uma fatal-4-way entre Rhea, Toni, Io e Bianca, fizeram um grande angle! Keith Lee campeão, ótimo sem dúvidas, poderia vê-lo campeão do NXT ainda esse ano! E pena ver o DJZ perder com um domínio tão grande do Finn.

  8. El Cuebro8 meses

    Não entendi o angle com os Moustache Mountain no começo ali, eles iriam lutar com alguém?

    • Showstealer8 meses

      Deve ter sido para promover o combate deste sábado contra os DIY, no Worlds Collide.

    • El Cuebro8 meses

      Faz sentido, fiz a pergunta porque eles estavam vestidos para lutar.

  9. Anónimo8 meses

    Foi um excelente NXT, com bons combates, destaco os combates Toni Storm/Io Shirai e Keith Lee/Roderick Strong. Com os desenvolvimentos que temos visto ao longo das semanas, o Worlds Collider promete ser execelente!

  10. Weiden8 meses

    Estou gostando de ver esse Finn Balor heel, isso certamente foi a salvação da carreira dele na wwe.

  11. Flávio Jr8 meses

    Ótimo show como sempre!
    Merecida a vitória do Lee e espero que essa derrota seja a primeira derrota dessa stabe que tem tudo para ser uma das melhores da história, porém eles tem que perder todos os títulos para seguirem novos rumos. Da um pouco de pena ver o reinado do do Strong acabar, mas acredito que seja necessário.