WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao Great American Bash de dia 6 de Julho.

Resultados

– Adam Cole venceu Carmelo Hayes
– Io Shirai & Zoey Stark venceram Aliyah & Jessi Kamea
– Johnny Gargano & Austin Theory venceram Pete Dunne & Oney Lorcan
– Franky Monet venceu Elektra Lopez
– Hit Row (Top Dolla & Ashante “Thee” Adonis) venceram Ever Rise (Chase Parker & Matt Martel)
– Kyle O’Reilly venceu NXT Cruiserweight Champion Kushida (Non-Title Match)

Report

O NXT abriu com Adam Cole irritado com o que aconteceu na semana passada, dizendo que Samoa Joe tem de perceber que ele é que manda no NXT e por isso ele não vai combater, porque não lhe apetece. Foi então que Carmelo Hayes veio ao ringue e explicou que existe uma frase muito famosa que cita “Ruthless Aggression!” e deu um estalo em Adam Cole.

– Adam Cole venceu Carmelo Hayes: Carmelo Hayes entrou melhor, mas Adam Cole virou o ímpeto a seu favor e dominou o jovem lutador durante vários minutos.

Carmelo Hayes demorou alguns minutos até conseguir aplicar a sua velocidade e o lutador até conseguiu ter algumas quase vitórias, mas no final Adam Cole aplicou o Panama Sunrise e venceu este opener.

A seguir vimos imagens de uma conversa que aconteceu durante o dia de hoje entre Aliyah, Jessi Kamea e Franky Monet, com esta a dizer como seria bom que as três vencessem hoje. Robert Stone apareceu e tentou agradar à “Wera Loca”, mas o cãozito da lutadora mostrou não gostar de Robert Stone.

Nos bastidores, Zoey Stark foi entrevistada e explicou que ganhou nome no NXT por causa de Io Shirai, mas que sabe como a “Genius Of The Sky” é picuinhas sobre as suas parceiras de equipa e por isso ficou surpreendida por ela querer fazer equipa. A entrevista terminou com Io Shirai a dizer que respeita Zoey Stark, mas não gosta dela.

Em seguida tivemos o Million Dollar Champion LA Knight a explicar que agora que é campeão já se pode ver livre do “velho” (Ted DiBiase) e que Cameron Grimes afinal não quer saber do dinheiro, mas sim do Hall Of Famer, e que a próxima vez que tiverem em ringue, vai voltar a destruí-lo.

De regresso ao ringue tivemos Johnny Gargano e Austin Theory, com o líder dos The Way a dizer que o NXT agora que tem uma nova chefia, precisa de uma nova cara que não Karrion Kross, e que se voltarem a lutar, ele vai mostrar que nem no seu pior dia Karrion Kross consegue lutar contra ele.

Pete Dunne acabou por interromper Johnny Gargano, a dizer que este só pode ser estúpido em achar que é o candidato principal. Johnny Gargano explicou que eles são homens mudados e que não se envolvem em confusões e foram saindo do ringue, mas o “Bruiserweight” apanhou Austin Theory e atacou-lhe os dedos da mão.

No balneário de Adam Cole, este foi entrevistado e explicou que ia destruir Kyle O’Reilly no Great American Bash tal como destruiu Carmelo Hayes. O General Manager William Regal interrompeu a entrevista e veio explicar ao lutador que não existe animosidade entre ele e Samoa Joe, e que não deverá haver retaliação. Adam Cole mostrou-se irritado e acabou por sair do balneário.

A seguir tivemos mais uma vignette da bateria a carregar.

A seguir tivemos Johnny Gargano e Austin Theory a falar com o General Manager William Regal, a pedirem para que este fizesse algo contra Pete Dunne & Oney Lorcan. Os dois lutadores deram várias ideias, mas William Regal anunciou que ainda neste NXT iria haver um combate de equipas entre os quatro.

– Io Shirai & Zoey Stark venceram Aliyah & Jessi Kamea: Io Shirai & Zoey Stark entraram melhor, sendo que só com alguma batota as duas lutadoras da Robert Stone Brand conseguiram isolar Zoey Stark e assim dominar o combate. Depois de alguns minutos no controlo, Io Shirai finalmente entrou em ringue e virou o combate do avesso, e pouco depois conseguiu aplicar o seu Moonsault para vencer o combate.

Assim que o combate terminou, as NXT Women’s Tag Team Champions Candice LeRae & Indi Hartwell ficaram num cara a cara com as duas lutadoras em ringue, mas primeiro o duo da NXT Women’s Champion Raquel Gonzalez & Dakota Kai e depois a dupla de Ember Moon & Shotzi Blackheart também vieram reclamar o seu direito de lutar pelos títulos de equipas femininos. Tudo acabou numa grande brawl, que só terminou às mãos de vários árbitros e dos seguranças de Samoa Joe.

– Johnny Gargano & Austin Theory venceram Pete Dunne & Oney Lorcan: Johnny Gargano entrou melhor neste embate, mas Austin Theory acabou por ser apanhado pelos seus adversários e como seria de esperar o alvo de ataque foi a mão e braço esquerdo do jovem lutador, que ainda assim tentava dar luta, mas a agressividade de Pete Dunne & Oney Lorcan esteve sempre presente.

Depois de um domínio de vários minutos, Austin Theory conseguiu finalmente fazer o tag a “Johnny Wrestling” e este virou o combate do avesso, com a sua equipa a ser a primeira a ter uma quase vitória.

Os minutos finais foram o caos, com os quatro lutadores a estarem em ringue quer fossem o homem legal ou não e isso fez com que as false finishes fossem aparecendo. No final, Johnny Gargano meteu a quinta mudança e com um Suicide Dive DDT tirou Pete Dunne do combate, antes de acertar o One Final Beat em Oney Lorcan para a vitória.

Enquanto festejava, o NXT Champion Karrion Kross deu uma cotovelada na nuca de Johnny Gargano.

A seguir voltamos a ver a vignette da bateria a carregar e já está nos 41%.

Nos bastidores, o NXT Champion Karrion Kross teve um cara a cara com Samoa Joe, sendo que o campeão relembrou que ele só o pode atacar se for provocado. O segmento terminou com Samoa Joe num cara a cara com Pete Dunne.

– Franky Monet venceu Elektra Lopez: Elektra Lopez tentou dar luta a Franky Monet, mas esta dominou o combate por alguns minutos. Apesar de alguma resistência da adversária, Franky Monet venceu o combate depois da sua versão do Glam Slam.

No backstage, o NXT North American Champion Bronson Reed foi entrevistado e explicou que já fez Santos Escobar atravessar a barreira, então não percebe o que mais ele quer. Esta entrevista foi interrompida por Isaiah “Swerve” Scott e os restantes membros dos Hit Row.

– Hit Row (Top Dolla & Ashante “Thee” Adonis) venceram Ever Rise (Chase Parker & Matt Martel): Os dois lutadores dos Hit Row entraram com tudo e os Ever Rise ainda tentaram dar luta, mas a combinação da força de Top Dolla e a agilidade de Ashante “Thee” Adonis foi demasiado para os seus adversários.

Nos bastidores, Mercedes Martinez foi entrevistada e foi-lhe dito que na próxima semana irá ter de escolher um parceiro para enfrentar Xia Li & Boa. Quando Mercedes Martinez estava a explicar que não tem muitos amigos no NXT, foi atacada pelas costas por Xia Li, sendo que quando Boa se aproximou da veterana, este foi atacado por Jake Atlas.

A seguir tivemos novamente mais imagens da bateria a carregar, desta vez já estando nos 51%.

– Kyle O’Reilly venceu NXT Cruiserweight Champion Kushida (Non-Title Match): Como seria de esperar, Kushida e Kyle O’Reilly começaram este combate de forma bastante técnica e tivemos uma batalha muito equilibrada, com os dois lutadores sempre a usarem o seu jogo de submissões, mas com o passar do tempo a agressividade foi aparecendo e também começaram a aparecer vários strikes e suplexes incríveis.

Como seria de esperar de uma batalha tática como esta, o cansaço foi aparecendo e com isso também as quase vitórias. No final, até aprecia que Kushida estava melhor nesta parte do combate, mas Kyle O’Reilly com um pin rápido arrecadou a vitória.

Assim que o combate terminou, os dois mostraram ter um grande respeito um pelo outro, mas Adam Cole veio ao ringue para atacar o seu rival e os dois tiveram uma grande brawl, que nem os seguranças de Samoa Joe conseguiram parar.

Quando se pensava que o NXT tinha terminado, um homem encapuzado atacou Kushida e esse homem foi nada mais nada menos do que Roderick Strong! Este apareceu acompanhado por Tyler Rust, Malcolm Bivens e Hideki Suzuki, como sendo o grupo Diamond Mine, e mostrou interesse no NXT Cruiserweight Championship.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

35 Comentários

  1. filipe1 mês

    Cade o Dexter Lumis nesse show?

    • Gonçalo1 mês

      Tambem gostava de saber o que se passa com ele

    • Está em depressao porcausa da indi 🤣🤣🤣

      Tambem gostava de saber ele atualmente é o meu favorito do nxt e queria o ver com o north american title e nao gostocmuuto desta cena com a undi e segmentos de comedia, tem resultado bem admito, mas eu gostava mais daquele lumis obscuro e sem sentimentos, mais psyco

  2. Zoro sola1 mês

    Adam cole não me desce a garganta, esse cara é uma piada

  3. Bruno Vieira1 mês

    Roddie! Roddie! Roddie!

  4. Eduardo1 mês

    Bom show! Destaque para o retorno do Roderick Strong, se aliando ao Hideki Suzuki e ao Rust. Acho que essa stabe tem tudo para ser fantástica.

  5. Rui jesus messias1 mês

    Como sempre, a noite de terça feira tem mais wrestling de qualidade do que à segunda à noite

  6. pedro1 mês

    o roderick strong nao tinha pedido demição pro willian regal

  7. L26MC1 mês

    Criam grupos de sucesso dentro do NXT, desmancham os grupos, criam outros grupos com membros de outro antigo grupo, voltam a ter um certo sucesso, voltam a criar outros grupos…

    Campeões mundiais juntam-se a outro gajo qualquer para criar uma equipa, voltam a ter oportunidade pelo título mundial, voltam novamente para outra equipa qualquer…

    O NXT pode ter muita qualidade, mas é estranho ver certos lutadores a encher chouriços no NXT enquanto o main roster está carente de main eventers ou até mesmo de sangue novo para todos os setores.

    • O main roster carente de main eventers??? É .ais o main roster enterra toda a gente, o keith lee é material main eventer e nem o ves, o black, strowman e afins foi o que foi… será carencia ou será os responsaveis que so fazem borra da???

    • L26MC concordo quando dizes que o main roster precisa de “reforços” e acrescento que tem alguns lutadores que já não acrescentam nada no NXT, já deram o seu contributo e está mais do que na hora de subirem, mas também concordo com o Gangrel_Rules na questão dos main eventers, no main roster há certos nomes que já podiam ter sido puxados para o main event, mas o booking preguiçoso e fraco que têm não ajuda em nada a criar histórias interessantes para por over um lutador.

      Por exemplo no Raw porque não dar uma chance ao Elias, Priest, Garza, Morrinson… de subirem no card nem que seja temporariamente, era bom para os lutadores e para refrescar um pouco também a programação com combates novos.

    • L26MC1 mês

      Neste momento é mais fácil pôr alguém do NXT over no Main Roster, do que forçar um grande push a lutadores que noutros tempos os fãs desesperavam por um push.
      O Strowman é um grande exemplo, super popular, a personagem em si agradava bastante os fãs, mas sempre que tinha oportunidade de ser campeão mundial, falhava. Quando finalmente venceu e teve o seu reinado, os fãs já nem ligaram tanto.

      Elias, Priest, Garza e Morrison, são lutadores que dificilmente vão ser campeões mundiais na WWE, pelo menos é a noção que vou tendo. Se nem o Andrade teve duvido que o Garza tenha mais sorte.

    • O priest seria forçado??? O tipo ainda nao saiu por baixo em nenhuma feud… keith lee estava em ascensao e tem o fisico que tem sendo facil ter credibikidade ao main event… o problema é mesmo os icebergs no main rozter que adoram afundar aquilo… até o Strowman foi o qie foi, 99% dos fãs ficaram espantados…

    • Kay Orton1 mês

      Existe um boato dentro do NXT que todos tem medo de ir pro MR, muitos usam várias desculpas como: “ainda não fiz tudo que podia no NXT” “quero ficar mais tempo e deixar mais pessoas overs” “queria ter um reinado antes de ir pro MR” não culpo nenhum deles, pois eu faria o mesmo.

      Todos sabem que não será a mesma coisa, o booking, liberdade, promos, rivalidades, tudo vai cair por terra e vc será apenas mais um nome limitado do MR. Ver outros vários nomes que vieram do NXT com potencial pra serem grandes falhando no MR em menos de 1 ano, com certeza afeta a cabeça de muitos por lá.

  8. Gostei:
    – Começamos com Adam Cole. Cole recusa-se a combater e entra Carmelo Hayes. Hayes imita a RUTHLESS AGGRESSION do Cena e temos combate. Ótimo segmento para iniciar o show.
    – Hayes vs Cole começou muito bem com ambos a fazerem enormes manobras. No entanto, ficou lento quando Cole começou a dominar. Hayes esteve bem, apesar da química estar um bocado fraca, mas os 2 esforçaram-se para fazer um combate fantástico. Adam Cole vence com um belo Panama Sunrise.
    – Johnny Gargano fez uma promo muito boa sobre Karrion Kross. Pete Dunne interrompe e isto deixou Theory chateado. Theory acaba por sair a chorar após Dunne estalar-lhe os dedos. Bom segmento.
    – Após o combate, The Way estão prestes a entrar em ring, mas Dakota Kai e Raquel interrompem a dizer que merecem mais uma oportunidade que Shirai & Stark. Shotzi e Ember vêm e informam que estão fora de controlo. Isto rapidamente transformou-se numa brawl enorme. Samoa Joe apareceu e chamou segurança, que tratou do problema.
    – The Way vs Pete Dunne & Oney Lorcan. Isto foi daqueles combates que não estavas à espera que fosse assim tão bom. Ambas as equipas mostraram as suas melhores habilidades. Austin Theory esteve em maior destaque aqui. O combate acabou com uma sequência fantástica com Gargano a conseguir a vitória. Que combate e recomendo a verem!
    – Após o combate, Karrion Kross atacou Johnny Gargano. Theory tenta ajudar Gargano após o massacre. Bom segmento.
    – Franky Monet squasha Elektra Lopez e Monet pareceu uma estrela aqui. Bom.
    – Nova squash, Hit Row vs Ever Rise para elevar os Hit Row. Eles venceram com o hitmaker. Após o combate, Swerve fez um Kingdom’s Call kick brutal a ambos os membros dos Ever-Rise. Ótimo!
    – Kushida vs Kyle O’Reilly foi um combate técnico deveras interessante. Não foi tão bom como os combates que fizeram no Japão, mas foi muito bom muito devido às novas manobras. O’Reilly venceu com o roll-up.
    – Após o combate, Kushida e O’Reilly mostraram o respeito que tinham um pelo outro antes de O’Reilly ver Adam Cole. Começa uma brawl enorme. Samoa Joe aparece e chama a segurança mas os 2 continuam. Entretanto, Diamond Mine fazem a sua estreia e atacam Kushida no ring. O grupo é liderado por Roderick Strong. Tyler Rust, Hideki Suzuki e Malcolm Bivens são os restantes membros. Excelente forma de terminar o show e recomendo a verem!

    Não Gostei:
    – Io Shirai & Zoey Stark derrotaram Robert Stone Brand num combate típico que testou a química de Shirai e Stark. A evolução de Aliyah e Kamea em ring continua a ser pouquíssima.

    Overall: 7/10. NXT continua a ser, na minha opinião, o melhor show semanal de wrestling. The Way vs Dunne & Lorcan é o combate da noite, numa noite que teve vários combates minimamente decentes. O show teve 2 squashes, que é um bocado meh, mas ambos entregaram. A chegada dos Diamond Mine foi surpreendente e estou super curioso pelo futuro deles.

  9. Facebook Profile photo

    Eu tento dar várias oportunidades ao nxt mas isto nao faz nada o meu estilo.

    • Facebook Profile photo

      Então? Qual é o teu estilo?

    • Facebook Profile photo

      Por muito unpopular que seja atualmente, prefiro muito mais o produto do main roster, ainda que mediano na sua maioria, do que este “indie style” do nxt e da aew. Normalmente quanto mais wrestling num show semanal, regra geral, menos eu me interesso. Mas isto sou só eu claro.

    • Facebook Profile photo

      Entendo, neste caso o teu estilo é mesmo o Main Roster. Mas aconselho-te a pelo menos acompanhares as promos mais faladas do NXT, porque ultimamente tem sido “PipeBomb” atrás de “PipeBomb” (em aspas pq só 1 pessoa neste mundo é o mestre das PipeBombs ahahahaha).

    • Facebook Profile photo

      O grande punk. Saudades.

  10. Alguem sabe o estado do Danny Burch?

    E sobre o bryan kendrick ele ainda está na wwe?

    • Danny Burch encontra-se lesionado há vários meses e continua em fase de recuperação. Brian Kendrick tem trabalhado como produtor no 205 Live, salvo erro.

    • Sim eu sei da lesao, eu perguntava era se alguem sabia da sua situação de recuperação, se já existe algum tipo de previsao ao seu regresso

    • Kay Orton1 mês

      Bryan Kendrick eu li meses atrás que ele tinha se aposentado do Wrestling, e como Jorge disse agora esta como produtor.
      Danny Burch é uma situação mais complicada, não sei se ele chegou a fazer uma cirurgia, mas parace que é semelhante com a de Karrion Kross, se for Danny fica de 3 ou 5 meses afastado pra poder se recuperar totalmente.

    • Obrigado, mas sobre o burch ele está de fora á 4 meses salvo erro e ainda nada mais foi falado sobre ele, isso me leva a crer que será bem mais de 5 meses nao?? 🤔

    • Kay Orton1 mês

      Eu aposto num retorno surpresa, lembre-se que o NXT tem aquela bateria carregando avisando que alguém está retornando ou fazendo um debut 🤭

    • A bateria nao me parece que esteja ligada ao burch, mas nunca se sabe

  11. Depois do ótimo programa na semana transata, mais um show bem porreiro de se acompanhar. Felizmente parece que a brand amarela está no caminho certo depois do último TakeOver. Continuo a gostar da forma como Samoa Joe se impõe e demanda respeito a todos perante a autoridade de William Regal, rapidamente se tornando um dos grandes atrativos do NXT.
    As minhas notas principais vão para: o excelente opener (Carmelo Hayes impressionou novamente, tanto na promo – com alusão à estreia de John Cena na WWE diante de Kurt Angle – como no combate), Johnny Gargano & Austin Theory vs Pete Dunne & Oney Lorcan também foi muito bom (ver Gargano a atuar como babyface é fantástico – especialmente nos hot tags) e o main event brutal que culminou com um grande e surpreendente angle no final como cliffhanger (estreia do Diamond Mine, representado – pelo menos para já — por Roderick Strong – welcome back e haircut fixe, btw –, Tyler Rust e um outro sujeito japonês e sendo Malcolm Bivens o presumível manager, via ataque a Kushida).

  12. Italo DX1 mês

    Essas encaradas do Joe com Dunne, eu espero duas coisas, uma das melhores lutas da história do NXT ou Joe ajudando o Dunne a ganhar do Karrion

  13. Anónimo1 mês

    Mais um bom NXT. Bom combate entre o Adam Cole e Carmelo Hayes, e destaco também o main event, foi bom.

  14. Facebook Profile photo

    Por muito unpopular que seja atualmente, prefiro muito mais o produto do main roster, ainda que mediano na sua maioria, do que este “indie style” do nxt e da aew. Normalmente quanto mais wrestling num show semanal, regra geral, menos eu me interesso. Mas isto sou só eu claro.

  15. André Ferreira Pereira1 mês

    Aliyah essa menina e ouro, ela merecia tanto uma oportunidade espero mesmo que ela seja valorizada.

  16. Bom NXT
    Destaco:
    – muito bom main event
    – opener de boa qualidade