A WWE transmitiu esta terça-feira mais uma edição do NXT 2.0 na USA Network, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, rumo ao Worlds Collide de 4 de Setembro.

Resultados

Gallus Boys (Wolfgang & Mark Coffey) venceram NXT UK Tag Team Champions Josh Briggs & Brooks Jensen (por count-out)
– Cameron Grimes venceu Javier Bernal
– Blair Davenport venceu Indi Hartwell
– The Dyad (Jagger Reid & Rip Fowler) venceram Legado Del Fantasma (Joaquin Wilde & Cruz Del Toro)
– NXT UK Champion Tyler Bate venceu Von Wagner (Non-Title Match)
– Wendy Choo venceu Tiffany Stratton (Light’s Out Match)

Report

O NXT abriu com o NXT Champion Bron Breakker a falar sobre o combate com JD McDonagh, tendo então falado do NXT UK Champion Tyler Bate, tendo-lhe dito para este vir ao ringue. O britânico veio então ao ringue e deu-lhe os parabéns pela vitória e que o respeita, mas que não está aqui só para passear. Foi então que Tyler Bate lançou desafio para que os dois combatesse e unificassem os títulos

Bron Breakker aceitou esse desafio e afirmou que o combate entre campeões deveria acontecer no Worlds Collide, tendo o segmento terminado com um aperto de mão entre os dois.

A seguir tivemos um video package a promover os Gallus Boys, com o trio a dizer que tal como dominaram o NXT UK, irão agora dominar o NXT 2.0.

– Gallus Boys (Wolfgang & Mark Coffey) venceram NXT UK Tag Team Champions Josh Briggs & Brooks Jensen (por count-out): A antiga dupla do NXT UK entrou de forma bastante agressiva, mas os campeões não se deixaram ficar atrás, mas mesmo assim o ímpeto esteve do lado dos Gallus Boys.

Brooks Jensen ainda assim aguentou a ofensiva de Wolfgang & Mark Coffey e quando fez o tag a Josh Briggs este virou o combate do avesso, porém o caos instalou-se quando Lash Legend atacou Fallon Henley e os Pretty Deadly atacaram os campeões, ainda assim o combate não terminou em desqualificação, mas sim em contagem com vitória dos Gallus Boys.

Depois do combate terminar, os Diamond Mine atacaram os Gallus e vingaram-se da semana anterior.

Nos bastidores, Andre Chase apresentou CHarlie Dempsey e este de forma bastante agressiva, algo que irritou Bodhi Hayward e Andre Chase, tendo o ex-NXT UK afirmado que as aulas da Chase U são demasiado softs.

De regresso ao ringue tivemos a primeira edição do Grayson Waller Effect e depois de alguns insultos ao público, o australiano chamou Apollo Crews ao ringue e os dois não perderam tempo a insultarem-se mutuamente, tendo Grayson Waller até feito questão de gozar com a antiga gimmick do ex-Intercontinental Champion.

Apollo Crews respondeu perguntando a Grayson Waller como este se sente a ser uma versão barata de The Miz e depois de mais umas farpas, o veterano atacou o australiano, acabando assim esta primeira edição do Grayson Waller Effect.

Nos bastidores, os Gallus Boys e os Pretty Deadly começaram a discutir e teriam andado à pancada, caso não tivessem sido parados pela equipa de segurança.

A seguir tivemos um video package sobre o NXT UK Champion Tyler Bate.

No backstage, Mr. Stone e Von Wagner foram entrevistados e o lutador afirmou que não quer saber dos feitos de Tyler Bate e que o irá vencer.

– Cameron Grimes venceu Javier Bernal: Cameron Grimes dominou desde cedo, mas com alguma batota, Javier Bernal conseguiu ter alguma ofensiva, porém o ex-NXT North American Champion virou o ímpeto a seu favor e depois do Cave In conquistou a vitória.

De seguida tivemos uma vignette sobre Blair Davenport, com esta a decidida a mandar uma mensagem à divisão feminina do NXT.

Alba Fyre foi entrevistada e explicou que está farta de ver Lash Legend a desrespeitá-la e que a irá fazer pagar por isso.

– Blair Davenport venceu Indi Hartwell: Este embate começou de forma equilibrada, mas Blair Davenport conseguiu virar o ímpeto a seu favor e dominou durante algum tempo. Ainda assim, Indi Hartwell nunca se deixou ficar e até teve a sua hipótese de vencer, mas no final Blair Davenport com um Brainbuster bateu a sua adversária.

Assim que o combate terminou, Blair Davenport voltou a atacar Indi Hartwell e pegou no microfone e afirmou que ela quer o NXT Women’s Championship.

A NXT Women’s Champion Mandy Rose veio então ao ringue e afirmou que a britânica pode dizer o que quiser, mas o NXT 2.0 é o mundo de Mandy Rose e ela é que manda e foi então que tivemos a presença da NXT UK Women’s Champion Meiko Satomura e a veterana afirmou que ela é a campeã mais dominante que existe. Mandy Rose afirmou que Meiko Satomura realmente é uma lenda e que ela a quer vencer.

Blair Davenport voltou a dizer que ela também quer lutar pelos títulos, tendo Meiko Satomura sugerido uma Triple Threat entre as três lutadoras.

Nos bastidores, Tiffany Stratton foi entrevistada e insultar Wendy Choo várias vezes antes de dizer que irá vencer a sua rival e que esta irá ter vergonha de regressar ao NXT.

No balneário de Tony D’Angelo este estava a falar sobre o que os Legado Del Fantasma tentaram fazer na semana passada, mas que agora Santos Escobar está desempregado e que eles têm uma oportunidade para provarem o seu valor.

A seguir, tivemos JD McDonagh a falar da sua derrota e que irá aumentar a sua tolerância à dor e que irá um dia vencer Bron Breakker.

Ainda no backstage, Wes Lee estava a falar com as NXT Women’s Tag Team Champions Katana Chase & Kayden Carter estavam a conversar com Wes Lee, com as campeãs a dizerem que estão preparadas para enfrentar qualquer equipa.

De regresso ao ringue, Indi Hartwell pegou no microfone e afirmou que está numa fase terrível e que está no mesmo sítio na sua carreira, onde estava há quatro meses. Foi então que Dexter Lumis apareceu e os dois acabaram por se beijar antes de saírem de cena.

Já na porta do CWC, Dexter Lumis deu mais um beijo a Indi Hartwell antes de se entregar à polícia.

No backstage, Cora Jade foi entrevistada e esta não perdeu tempo a insultar os fãs e Roxanne Perez tendo dito que só fãs que nunca tiveram encontros com mulheres a sério, é que acham que ela fez batota no Heatwave.

– The Dyad (Jagger Reid & Rip Fowler) venceram Legado Del Fantasma (Joaquin Wilde & Cruz Del Toro): Joaquin Wilde & Cruz Del Toro entraram de forma dominante, mas os Dyad conseguiram virar o ímpeto a seu favor e dominaram durante alguns minutos. Ainda assim os Legado Del Fantasma nunca se deixaram ficar e nos minutos finais, as duas equipas tiveram vários hipóteses para vencer, sendo que a vitória acabou por sorrir aos Dyad depois de um Lungblower.

Nos bastidores, Javier Bernal foi insultar uma rapariga, mas um segurança mandou-o respeitar a rapariga.

No parque de estacionamento do CWC, os Legado Del Fantasma estavam irritados com a sua derrota, sendo que tivemos Santos Escobar a aparecer no seu carro e a perguntar se achavam que ele iria os abandonar.

– NXT UK Champion Tyler Bate venceu Von Wagner (Non-Title Match): Von Wagner desde cedo usou a sua força para dominar Tyler Bate, sendo que o NXT UK Champion nunca se deixou ficar apesar da sua desvantagem de tamanho. Com o passar do tempo, Tyler Bate foi começando a ter cada vez mais ofensiva e com isso as quase vitórias foram aparecendo, sendo que no final, o “Big Strong Boy” provou todo o seu valor e virou o ímpeto a seu favor e conquistou a vitória com um Spinal Tap.

No balneário da Diamond Mine tivemos mais uma vez Julius Creed a discutir com Roderick Strong, sendo que foram interrompidos pelos NXT UK Tag Team Champions Brooks Jensen & Josh Briggs, com as duas duplas de campeões a trocarem várias farpas.

– Wendy Choo venceu Tiffany Stratton (Light’s Out Match): Num combate à meia luz, Wendy Choo entrou com tudo e logo a usar várias armas para dominar a sua rival durante os primeiros minutos deste main event.

Ainda assim, Tiffany Stratton aproveitou um erro para virar o ímpeto a seu favor e controlou durante algum tempo, mas a dorminhoca residente do NXT nunca se deu por vencida. A agressividade foi aumentando de tom com o passar dos minutos e com isso cada vez mais armas foram sendo usadas e as quase vitórias foram aparecendo de forma mais frequente.

No final, tivemos as duas lutadoras fora do ringue e Tiffany Stratton tentou usar um pó, mas Wendy Choo conseguiu contra-atacar e fez a sua rival atravessar o estrado da sua cama e já dentro do ringue, a dorminhoca do NXT acertou uma Vader Bomb da terceira corda e conquistou a vitória.

O NXT terminou com a assinatura de contrato dos combates que irão unificar os principais títulos do NXT e do NXT UK, no Worlds Collide.


O que achaste deste WWE NXT?

8 Comentários

  1. Akihiro1 mês

    Eu vou ficar muito triste se a Mandy Rose vencer a Meiko Satomura. Pq a Mandy até que melhorou e tals,mas ainda não teria chances contra essa última.

    • John1 mês

      A Blair tem que vencer esse combate pelo bem de todos!

    • Akihiro1 mês

      Eu posso estar pensando errado,mas algo me diz que colocaram a Blair no combate só para levar o pin. 🤡

  2. TNT1 mês

    Os The Dyad são os Grizzled Young Veterans ?

    • El Cuebro1 mês

      Foi uma pena o que a WWE não fez por eles no NXT USA, já podiam ter sido campeões, aí mudam as gimmicks deles desse jeito, teria sido muito melhor se mantivessem como eram, somente mudando a trajetória deles, colocando vitórias, títulos e tudo mais! Aliás também não sou muito fã da gimmick do Gacy, soa como um Bray Wyatt genérico!

  3. Gostei:
    – Confronto entre Bron Breakker e Tyler Bate. Foi um segmento sólido para começar o show, com as promos a entregarem o hype suficiente para o combate futuro. O combate de unificação será interessante de se ver e curtia que o Tyler Bate vencesse esse combate, com o Bron a avançar para o main roster.
    – Segmento entre Grayson Waller e Apollo Crews, que termina com Apollo a soquear Waller. Foi um ótimo segmento. Waller a apontar que o Apollo estava a falar sem o sotaque teve piada, e o Apollo em si entregou uma promo sólida.
    – Blair Davenport vs Indi Hartwell. Novo combate curto, mas o talento das 2 sobressaiu e foram uns 4 minutos bem divertidos. A triple threat promete ser interessante. O momento entre a Indi e o Dexter pós-combate foi super fofinho e gostei imenso do facto de eles terem feito isso. InDex <3
    – The Dyad vs Legado del Fantasma. Um combate que teve uma história bem sólida e com um final satisfatório. Ação sólida entre 2 tags talentosas e uma boa forma de despedir os Legado do NXT.
    – Tyler Bate vs Von Wagner. Bom combate, com uma vitória muito boa para o Bate. Os 2 combinaram bem e esperemos que este push a Bate continue.
    – Wendy Choo vs Tiffany Stratton. Diminuir a intensidade das luzes não foi a ideia mais brilhante e tirou um bocado do combate, mas mesmo assim foi uma ótima Lights Out Match. Ambas saíram bem do combate, com spots muito bons e criativos, e termina a feud de uma forma muito satisfatória. Props à Tiffany: que evolução tem tido nestes últimos meses.

    Não Gostei:
    – Gallus vs Briggs & Jensen (c). A ação até foi decente, mas o final foi tão, mas tão estúpido. Odiei tanto isso.
    – Javier Bernal vs Cameron Grimes. Combate curto com pouco de substância.

    Overall: 6.5/10. Um episódio bem decente do NXT. Boas promos, as unificações dos títulos são interessantes e o Dexter a aparecer foi lindo. Destaco o segmento entre Waller e Crews e o main event entre Choo e Stratton.

  4. Anónimo1 mês

    Bom combate entre o Tyler Bate vs Von Wagne.