A WWE transmitiu esta quarta-feira, a partir do Capitol Wrestling Center, mais uma edição do NXT na USA Network, sem nenhum especial anunciado e em concorrência com o AEW Dynamite.

Resultados

– Dexter Lumis venceu NXT North American Champion Johnny Gargano (Non-Title Match)
– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Zoey Stark
Xia Li venceu Kacy Catanzaro (por decisão do árbitro)
– Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) venceram Killian Dain & Drake Maverick
– Karrion Kross venceu NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar (No Disqualification Non-Title Match)

Report

O NXT abriu com um video package a promover o combate entre Karrion Kross e o NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar, que será um No Disqualification Match, mas o título não estará em jogo.

– Dexter Lumis venceu NXT North American Champion Johnny Gargano (Non-Title Match): Dexter Lumis entrou muito melhor neste combate, mas a ajuda dos outros elementos dos The Way que distraíram o pouco ortodoxo lutador, fez com que Johnny Gargano virasse o ímpeto e dominasse durante alguns minutos.

Passado algum tempo, a maior força de Dexter Lumis veio ao de cima e este virou o ímpeto e acabámos por ter os dois lutadores a quase vencer por várias vezes. No final, Johnny Gargano fingiu uma lesão e Candice LeRae queria que Austin Theory atacasse Dexter Lumis com a cadeira, mas isso não aconteceu.

Toda esta confusão abriu espaço para que Dexter Lumis acertasse o seu Side Slam e depois aplicasse a sua submissão, para assim vencer o NXT North American Champion.

De seguida tivemos um video package com os vencedores do Dusty Rhodes Tag Team Classic, os MSK. A equipa de Wes lee e Nash Carter falaram da vitória que tiveram, da sua amizade e de tudo o que os motiva fora do ringue. Nos bastidores, os MSK iam ser entrevistados, mas os Grizzled Young Veterans atacaram os seus rivais pelas costas, um ataque que foi parado por vários árbitros.

De regresso ao ringue tivemos Malcolm Bivens, que afirmou que Leon Ruff é como um filho que nunca teve, mas que hoje ele vai perceber o porquê de Tyler Rust ser o lutador de futuro do NXT. Ainda antes deste combate começar, Isaiah “Swerve” Scott atacou Leon Ruff de forma bastante violenta e assim não podemos ver Tyler Rust em ação.

Nos bastidores vimos Cameron Grimes a oferecer dinheiro a um trabalhador de backstage se este conseguisse driblar 10 vezes uma bola de basquetebol. O trabalhador conseguiu fazer isso e Cameron Grimes lá teve de lhe dar o dinheiro, culpando Ted DiBiase por isso.

Foi anunciado que Kyle O’Reilly não está autorizado pela equipa médica da WWE para competir e por isso ficará afastado entre 4 a 6 semanas.

– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Zoey Stark: Zoey Stark parecia que ia perder rapidamente este combate contra Io Shirai, mas a jovem lutadora conseguiu dominar a campeã durante alguns minutos.

Io Shirai acabou por mostrar porque é a NXT Women’s Champion e equilibrou o combate, mas Zoey Stark estava decidida em sair deste NXT como uma estrela e quase venceu por várias vezes. No final, a “Genius of The Sky” mostrou a sua superioridade e com o seu Moonsault arrecadou a vitória.

Assim que o combate terminou, Toni Storm veio para perto do ringue e afirmou mais uma vez que Io Shirai não a consegue vencer. O segmento terminou com Io Shirai a aceitar o desafio de Toni Storm.

Os The Way foram entrevistados no backstage e Austin Theory disse que Dexter Lumis é só uma pessoa incompreendida e também Indi Hartwell defendeu o pouco ortodoxo lutador, o que deixou Candice LeRae e o NXT North American Champion Johnny Gargano perplexos. Este último mandou Austin Theory para uma terapia.

Fora do Capitol Wrestling Center, Cameron Grimes convenceu uma rapariga a driblar 10 vezes a bola de basquetebol e fintou mesmo o homem mais rico do NXT, algo que deixou Cameron Grimes fora de si.

– Xia Li venceu Kacy Catanzaro (por decisão do árbitro): Xia Li dominou desde cedo este combate, mas Kacy Catanzaro mostrou uma grande vontade de vencer e quase o conseguiu fazer por algumas vezes. No entanto, fora do ringue, Xia Li atacou o joelho de Kacy Catanzaro de tal forma que esta não pôde continuar o combate por decisão do árbitro.

Já depois do combate, Xia Li atacou Kacy Catanzaro e esta teve de ser assistida pelo pessoal médico da WWE.

Logo a seguir vimos um video package a promover o combate pelos WWE Women’s Tag Team Championships que acontecerá no próximo NXT, entre as campeãs Nia Jax & Shayna Baszler e a dupla de Dakota Kai & Raquel González.

De novo no parque de estacionamento do Capitol Wrestling Center, Cameron Grimes fez alguém driblar uma bola de basquetebol, mas desta vez atacou o aluno do Performance Center e fez uma festa como se tivesse ganho um combate.

– Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) venceram Killian Dain & Drake Maverick: O duo de Killian Dain e Drake Maverick entrou melhor neste combate e dominaram durante os primeiros minutos.

Com o passar do tempo os Grizzled Young Veterans isolaram Killian Dain e dominaram este Tag Team Match por algum tempo, mas o homem forte conseguiu fazer o tag e Drake Maverick usou a sua energia para virar o ímpeto. O final foi algo caótico, mas os Grizzled Young Veterans conseguiram levar a melhor e venceram este combate.

– Karrion Kross venceu NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar (No Disqualification Non-Title Match): O No Disqualification Match entre Karrion Kross e Santos Escobar começou no parque de estacionamento do Capitol Wrestling Center e o ex-NXT Champion mostrou-se mais apto nesta guerra, pelo menos até Joaquin Wilde e Raul Mendoza virem em auxílio do NXT Cruiserweight Champion. Os três dominaram Karrion Kross durante algum tempo, mas este mostrou a sua força ao tirar Joaquin Wilde e Raul Mendoza de jogo.

Porém, o Legado del Fantasma voltou ao controlo quando as armas entraram em combate, com Santos Escobar a focar o seu ataque no ombro esquerdo de Karrion Kross. No entanto, o ex-NXT Champion usou a sua maior força para equilibrar a contenda e por fim livrou-se de Joaquin Wilde e Raul Mendoza.

No final, Karrion Kross aplicou um Saito Suplex em Santos Escobar que fez este atravessar a mesa de comentadores e já no ringue aplicou a sua letal cotovelada para vencer o combate.

Logo a seguir tivemos uma promo de LA Knight a dizer que se vai estrear no NXT quando quiser, nos seus termos e à sua maneira, e que ninguém tem nada a ver com isso.

A fechar este NXT tivemos Adam Cole no ringue a explicar que não gosta do homem que se tornou nas últimas semanas e que primeiro sentiu-se irritado por Kyle O’Reilly ter tido várias oportunidades e não ter conseguido conquistar o NXT Championship, mas que depois do que aconteceu sente-se enojado, porque não deveria ter feito o que fez. Adam Cole começou a falar para a câmara como se tivesse a falar com Kyle O’Reilly, pediu desculpa e disse que vai fazer de tudo para melhorar o que fez e para corrigir o erro que cometeu.

Roderick Strong interrompeu Adam Cole e disse que o ex-NXT Champion destruiu aquilo que significava a Undisputed ERA e que quando Kyle O’Reilly recuperar, ele não sabe se vai conseguir pará-lo.

Foi então que tivemos o NXT Champion Finn Bálor a vir ao ringue e este atacou Adam Cole, mas Roderick Strong acabou por ajudar e Adam Cole com um Superkick deitou o campeão por terra.

Já no ringue, Roderick Strong atacou Adam Cole, que só lhe pediu desculpa. Os dois acabaram por-se abraçar, mas no final Adam Cole acertou um low blow e um Superkick no “Messiah of the Backbreaker”, deitando por terra qualquer hipótese da Undisputed ERA algum dia voltar a existir.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

19 Comentários

  1. Tribal chief2 meses

    O kross jacket era bem melhor como finisher do que essa cutuvelada na nuca, um golpe que nem parece que é finisher

    • Na minha opinião, o “Kross Jacktet” parecia um dos Suplex que o Lesnar usa 182982382 de vezes no combate, aquele final contra o Keith Lee deixou claro que o move era fraco para ser um finisher (foi bem anticlimatico), prefiro o Elbow to neck mesmo.

    • Tribal chief2 meses

      O kross jacket é um golpe de submissão o suplex que vc fala se chama de domsday saito ou saito suplex

  2. Victor WWE2 meses

    Dexter Lumis já provou que consegue tirar o título do Johnny Gargano mas eu pensei que ele ia perder nesse combate, amei o combate do Kross vs Escobar e parecia que o Karrion estava como face turn e foi super agressivo este combate.

  3. Eduardo2 meses

    Parece me K O Kross Fez ai o Face Turn. Essa Cotevolada na Nuca Nem parece um Finisher preferia O Kross Jacket Era muito Melhor. Parece K A Undisputed Era Acabou mesmo

    • Victor WWE2 meses

      Eu acho que foi só nesse combate que ele fez face turn, provavelmente vai continuar como heel e ir atrás do título do Finn Balor.

  4. Acabaram com os Undisputed Era na NXT para depois o Vince McMahon não a estragar no main roster.

  5. pedro2 meses

    amo muito a io shirai meu amor

  6. Balhote2 meses

    Mais um grande NXT. Teve bons combates, particularmente o Kross vs Escobar e teve bons desenvolvimentos das storylines. Estou a gostar bastante de tudo o que envolve esta separação da UE.

  7. El Cuebro2 meses

    Então temos o fim efetivo da Undisputed Era? E sobre o Kross, foi só o impacto da cadeirada do Escobar no braço ou já foi registrada uma lesão?

  8. Rui jesus messias2 meses

    Esta separação dos UE é mais ” sentimental ” do que a dos Shield

  9. Jaul2 meses

    Que nxt brutal, destaco ao grande combate do Kross vs Escobar, sou grande fã de ambos, para mim foi uma luta bastante física e deixou o Escobar até que credível porque ele foi o lutador que fez o Kross passar por mais dificuldades, acho que o tipo de lutas do Kross é este.

    • 3v1 é natural o kross levar grande tareia, nao sei que credivilidade deixa o escobar quando perde com 2 aliados contra um… No entanto concordo qua do dizes que foi uma grande luta

  10. Foi mais uma boa edição do NXT.
    Destaque claro para o No DQ match que foi brutal, e história em torno do fim da UE.
    O Kross realmente está sendo tratado como o psicopata e gostei da mudança do finisher, a cotovelada me parece muito mais violenta do que um suplex… Ótima apresentação do Escobar também, só um adendo, acho que o Escobar pode aparecer mais pela sua qualidade no ringue (que tem imenso) do que pelas trapaças às vezes.
    E o fim da UE está sendo muito bem contado, acho que vai acabar com Triple Threat entre o Cole vs Bálor vs Kyle e o vencedor perde o título para o Kross.

  11. Bom NXT
    Destaco:
    – muito boa luta entre o Kross e o Escobar, brutal mesmo
    – bom main event, estou a gostar de como estão a abordar a história

  12. Anónimo2 meses

    Foi mais um bom NXT. Destaco o combate entre o Escobar e Kross, e os desenvolvimentos entre os UE, foram bons.

  13. Gostei deste episodio do NXT,muito consistente.
    Destaques:
    -Combate brutal entre o Escobar e o Kross,bom storytelling por parte de ambos.
    -Bom combate entre o Lumis e o Gargano.
    -Cameron Grimes a ser a parte comica do show é simplesmente otimo,muito entertaining esta sua nova gimmick.
    -Estou a gostar da forma como estao a contar a historia a volta dos UE.

    • O grimmes sempre foi comico, mas hoje esteve on fire mesmo, ele a tentar superar o milion dollar man foi muuto bom

  14. Novo show decente por parte do NXT. Gostei do No DQ Match que opôs Karrion Kross a Santos Escobar, Io Shirai vs Zoey Stark foi bacano (a Zoey tem algum potencial) e o angle de main event foi bastante efetivo na história que estão a contar sobre a separação da Undisputed ERA.