Frank casino

A WWE transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do NXT na USA Network, a partir da Full Sail University, a poucos dias do NXT TakeOver 31 e novamente em concorrência direta com o AEW Dynamite.

Resultados

– Shotzi Blackheart venceu Dakota Kai
– Cameron Grimes venceu Ariel Rodriguez
– Cameron Grimes venceu Ridge Holland (por decisão do árbitro)
– Kushida venceu Tony Nese
– Adam Cole venceu Austin Theory
– Kayden Carter venceu Xia Li
– Johnny Gargano & Candice LeRae venceram NXT North American Champion Damian Priest & NXT Women’s Champion Io Shirai

Report

– Shotzi Blackheart venceu Dakota Kai: O NXT abriu com Shotzi Blackheart a dominar contra Dakota Kai, fazendo uso de toda a sua técnica para ter o ímpeto do seu lado contra a lutadora neozelandesa. Todavia, uma distração de Raquel González abriu espaço para Dakota Kai virar o combate do avesso.

Depois de um grande domínio, a pouco ortodoxa lutadora começou a ganhar ímpeto e voltar a tê-lo do seu lado. Os minutos finais foram bastante equilibrados, onde tivemos um Sliced Bread no apron de Shotzi Blackheart, que quase se lesionou para tentar o vencer o combate.

No final, Raquel González interferiu nas costas do árbitro, mas acabou por ser atacada pela sua rival Rhea Ripley.

Toda esta confusão abriu espaço para que Dakota Kai falhasse um pontapé e Shotzi Blackheart aproveitou e com um pin rápido venceu o combate.

A seguir tivemos uma “conversa” entre o NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar e Isaiah “Swerve” Scott, com o o candidato principal a falar que sempre que enfrentou o seu rival houve interferências e outras questões que o proibissem de vencer. Já Santos Escobar acusou-o de estar a arranjar desculpas. O segmento escalou com vários insultos e com os dois lutadores a prometerem que irão vencer.

Logo de seguida tivemos a transmissão de mais uma vignette sobre o misterioso lutador (ou lutadora) que vai regressar ao NXT durante o TakeOver 31, desta vez vindo de mota.

Depois tivemos um video package do candidato principal ao NXT Championship Kyle O’Reilly, a falar de como mesmo se nunca tivesse chegado ao NXT, seria feliz a lutar por 5 dólares. O lutador explicou de como a Undisputed ERA é a melhor coisa que lhe aconteceu.

Adam Cole também falou do seu amigo e de como conhece Kyle O’Reilly há 12 anos e sabe que ele quer ser NXT Champion. Este último também fala de como sempre quis enfrentar Finn Bálor, mas que só agora terá essa hipótese e logo no main event do NXT TakeOver, irá fazer com que os últimos 15 anos tenham valido a pena.

No backstage tivemos uma entrevista ao casal Gargano, com Johnny a afirmar que é justo que a sua mulher tenha lesionado Tegan Nox depois desta lhes ter partido a televisão, e que no NXT TakeOver 31 os dois irão conquistar os dois títulos.

De regresso ao ringue, Cameron Grimes pegou no microfone e acusou de ter perdido a sua oportunidade por causa de uma ideia estúpida, o Gauntlet Eliminator Match, e por isso ele ia lançar um desafio, o Cameron Grimes Invitational Stepping Stones to the Moon.

– Cameron Grimes venceu Ariel Rodriguez: O primeiro adversário deste desafio foi um lutador muito abaixo das capacidades de Cameron Grimes, que este venceu sem dificuldade.

O segundo lutador também seria, mas Ridge Holland atacou o desconhecido lutador antes de entrar em ringue, e tomou assim o seu lugar neste desafio.

– Cameron Grimes venceu Ridge Holland (por decisão do árbitro): Ridge Holland atacou Cameron Grimes de tal forma que o árbitro teve que parar o combate. Não foi totalmente claro quem venceu, se foi Ridge Holland que saiu por cima com um TKO ou se foi dada a vitória por desqualificação a Cameron Grimes.

Nos bastidores tivemos uma entrevista de Austin Theory a gozar por Kyle O’Reilly ter demorado 15 anos a lutar pelo NXT Championship, visto que ele aos 22 anos já lutava na WrestleMania e que ele é que é o futuro.

Logo de seguida tivemos um video package sobre Kushida sobre a sua jornada na WWE e de como muitos subestimam a sua humildade por fraqueza e que Velveteen Dream vai perceber isso no NXT TakeOver 31.

– Kushida venceu Tony Nese: Tony Nese usou a sua força para dominar os minutos iniciais do combate, mas o lutador japonês virou o combate rapidamente a seu favor e venceu o combate com o Hoverboard Lock.

Assim que o combate terminou, Velveteen Dream apareceu no titantron para avisar Kushida para ele trazer a sua melhor performance possível no NXT TakeOver 31 de domingo, pois vai precisar.

Nos bastidores vimos Cameron Grimes ainda a sofrer do ataque de Ridge Holland e com a sua noite a ficar pior ao dar de caras com o regressado Dexter Lumis.

Em seguida tivemos Adam Cole a falar de como a Undisputed ERA dominou o NXT desde que chegaram à brand amarela da WWE e que não aceita que ninguém ache que não têm de respeitar a Undisputed ERA e os seus elementos, e que por isso Austin Theory tinha de vir ao ringue. Já com o jovem lutador na entrada, Adam Cole explicou-lhe que ele ou entrava no ringue a bem e os dois tinham um combate, ou a Undisputed ERA ia dar-lhe uma tareia.

– Adam Cole venceu Austin Theory: Falando em tareia, foi isso que Adam Cole deu a Austin Theory durante vários e longos minutos, castigando de forma severa o jovem lutador.

Ainda assim Austin Theory conseguiu sobreviver e acabou por virar o ímpeto a seu favor. Todavia, o antigo e histórico NXT Champion acabou por mostrar estar uns patamares acima do jovem lutador e, depois de uma sequência impressionante, acabou por vencer o combate.

Nos bastidores tivemos uma entrevista ao NXT North American Champion Damian Priest e à NXT Women’s Champion Io Shirai, em que os dois falaram de como iriam vencer não só no NXT como também no TakeOver.

– Kayden Carter venceu Xia Li: A lutadora chinesa começou o combate de forma dominante, mostrando a sua maior explosividade e também experiência, dominando Kayden Carter durante vários minutos. No entanto, o confronto foi ficando equilibrado com o passar dos minutos, até que Kayden Carter venceu com um pin rápido.

Assim que o combate terminou, tanto Kayden Carter e Kacy Catanzaro tentaram cumprimentar Xia Li, mas esta mostrou estar aziada com a sua derrota.

Logo a seguir tivemos o cara a cara entre o NXT Champion Finn Bálor e Kyle O’Reilly, moderado por Shawn Michaels, com os dois a começarem de forma cordial e a elogiarem-se mutuamente.

No entanto, o candidato principal quis picar o campeão e começou a dizer que ele vai ser o novo NXT Champion e que irá acabar com o reinado do “Príncipe do NXT”. Finn Bálor não achou piada às provocações de Kyle O’Reilly e afirmou que esse pode ser o maior momento da sua vida, mas só durará uma noite, pois ele não irá perder o NXT Championship.

Os dois continuaram a dizer que iam vencer e Finn Bálor chegou mesmo a dizer que outro qualquer lutador perderia contra Kyle O’Reilly no NXT TakeOver do próximo domingo, mas que ele não é um lutador qualquer.

– Johnny Gargano & Candice LeRae venceram NXT North American Champion Damian Priest & NXT Women’s Champion Io Shirai: A dupla dos campeões começou de forma dominante, com a força de Damian Priest e a agilidade de Io Shirai a serem determinantes, mas Candice LeRae conseguiu isolar a NXT Women’s Champion durante alguns minutos, até que o “Archer of Infamy” entrou novamente em ringue e virou o ímpeto a seu favor.

O final do combate foi bastante caótico e aconteceu quando Io Shirai acertou o seu Moonsault em Jonny Gargano e parecia que íamos ter Damian Priest a acertar o seu The Reckoning. No entanto, nas costas do árbitro, Candice LeRae acertou com um low blow no NXT North American Champion, o que deu espaço ao seu marido de acertar o seu Slingshot DDT para vencer o combate.

Já depois do final deste main event, Candice LeRae atacou Io Shirai e os Garganos acabaram este episódio do NXT a segurar tanto o NXT North American Championship como o NXT Women’s Championship.


O que achaste do WWE NXT desta semana?

15 Comentários

  1. Vamos lá pra mais um bom NXT, ótimo show a todos 💥

  2. Victor Márcio3 semanas

    Austin Jobber Theory

  3. João Victor3 semanas

    Austin Theory saiu do grupinho do Rollins pra ser jobber na nxt, vai entender

    • Tem 4 derrotas seguidas, é verdade, mas tirando a primeira para o Kushida, que foi em 3 minutos, todas as outras foram a rondar os 10 minutos. Isso não faz dele um “jobber”. Tem 24 anos, dêem-lhe tempo…

    • Anónimo3 semanas

      Ele nem devia ter subido tão cedo ao main roster, foi a decisão certa voltar para o NXT. E como disse o Luís Salvador, ele ainda é novo, tem tempo.

  4. Tribal chief3 semanas

    Santos escobar novamente a carregar o nxt nas costas

  5. Lucas Vaz ferreira3 semanas

    Quem ganhou foi o Cameron Grimes por DQ e tbm ganhou outra do NXT superstar que não sei o nome

    • Não é claro quem ganhou, a WWE não o anunciou. Mas como tudo te faz comichão e não comentas neste site sem ser para apontar “erros”, alterei.

  6. Io e Priest são uma equipa fantástica.

  7. Foi um bom NXT!

  8. Bom NXT.
    Destaco:
    – o bom main event
    – o segmento do Cameron Grimes e do Ridge Holland
    – regresso do Dexter Lumis

  9. 13 cm3 semanas

    Casal íntegro e de respeito.

  10. El Cuebro3 semanas

    Ótimo show, Dexter Lumis de volta, quem sabe para confrontar um possível Johnny Garganno campeão! E uma dúvida, aquele que o Holland estava “destruindo” antes da luta com o Cameron era um dos Lockharts?

  11. Anónimo3 semanas

    Mais um bom NXT. Destaco o main event, foi um bom combate.

  12. Foi um go home show para o Takeover interessante.
    Destaco a situaçao a volta do match entre o Kyle e o Balor e o main event