Frank casino

A WWE transmitiu este domingo, a partir do renovado Performance Center, agora chamado de Capitol Wrestling Center, mais um especial do NXT, o TakeOver 31. Este foi o 4º especial da brand amarela deste ano.

O WWE NXT TakeOver 31 foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– NXT North American Champion Damian Priest venceu Johnny Gargano
– Kushida venceu Velveteen Dream
– NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar venceu Isaiah “Swerve” Scott
– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Candice LeRae
– NXT Champion Finn Bálor venceu Kyle O’Reilly

Report

O NXT TakeOver abriu com um vídeo a explicar o nome do Capitol Wrestling Center e depois com imagens da nova casa do NXT, neste renovado Performance Center.

– NXT North American Champion Damian Priest venceu Johnny Gargano: O primeiro combate começou com o domínio do campeão, mas quando vieram para fora do ringue a matreirice de Johnny Gargano fez o ímpeto virar a seu favor.

O domínio do candidato principal durou alguns minutos, mas o “Archer of Infamy” equilibrou o combate. Só que a inteligência de “Johnny Wrestling” ia lhe dando o seu segundo reinado como NXT North American Champion, pois ao vir fora do ringue, Damian Priest tentou fazer um dive, mas o seu adversário desviou-se, tendo o campeão acertado em dois seguranças do Capitol Wrestling Center.

Com toda a confusão o árbitro ficou distraído e Johnny Gargano acertou um low blow, que quase lhe valeu o título. Os minutos finais viram os dois lutadores a quase vencer por várias vezes e o final chegou quando Johnny Gargano se preparava para acertar o seu One Final Beat, mas Damian Priest conseguiu reverter e acertar o The Reckoning e reter o NXT North American Championship.

– Kushida venceu Velveteen Dream: Ainda nem o árbitro estava no ringue e Kushida já estava a atacar Velveteen Dream, focando sempre o seu ataque no ombro esquerdo, como tinha feito nos episódios anteriores do NXT.

Depois de vários minutos de domínio do lutador japonês, “The Dream” virou o combate a seu favor e manteve o controlo durante algum tempo.

No entanto, Kushida tinha a agressividade ao máximo e voltou a fazer do ombro esquerdo do seu rival, o seu alvo predilecto, isto até que Velveteen Dream acertou o seu Purple Death Valley Driver seguido do seu Purple Rainmaker, que só não lhe deram a vitória porque o seu ombro estava bastante afectado.

O final mostrou a tenacidade de Kushida, que aplicou o Hoverboard Lock e não largou a submissão durante vários minutos, até que “The Dream” não teve outra hipótese se não desistir.

Já depois do combate, Kushida mostrou não estar satisfeito e aplicou mais algumas submissões a Velveteen Dream, para colocar o seu rival no seu devido lugar.

Logo a seguir tivemos um anúncio que o episódio do NXT de dia 28 de Outubro será um especial de Halloween Havoc.

– NXT Cruiserweight Champion Santos Escobar venceu Isaiah “Swerve” Scott: Isaiah “Swerve” Scott meteu logo um ritmo bastante alto desde o início e assim dominou o campeão que a muito custo conseguiu inverter o rumo do confronto.

O domínio do campeão foi prolongado, mas “Swerve” conseguiu voltar a aumentar a velocidade e quando parecia que se encaminhava para chegar perto do título, Joaquin Wilde e Raul Mendonza vieram no auxílio do seu líder, mas Ashante Adonis veio equilibrar as contas e esta distração quase fez “Swerve” perder o combate, pois Santos Escobar acertou o Phatom Driver, mas não lhe deu a vitória.

A vitória parecia que ia chegar depois de um 450 Splash de Isaiah Scott, mas isso não aconteceu, porém quando “Swerve” bateu com sua cabeça numa parte de metal do canto que estava exposta, o campeão aproveitou para acertar um Double Arm Facebuster no seu joelho para assim reter o seu título.

– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Candice LeRae: A campeã começou de forma bastante dominante, até que a “Poison Pixie” com um Backstabber virou o ímpeto a seu favor. O domínio de Candice LeRae durou alguns minutos, até que Io Shirai voltou a equilibrar a contenda.

Os minutos finais foram bastante confusos, desde o árbitro a ter sido atacado, o que quase levou Candice LeRae a vencer o combate, pois Johnny Gargano tentou fazer ele uma contagem rápida com uma camisola de árbitro, mas não foi o suficiente. Também Candice LeRae acertou com o cinturão na campeã, não foi o suficiente para deixar Io Shirai no chão para uma contagem de 3.

Io Shirai conseguiu a vitória depois de acertar primeiro um Spanish Fly da 3ª corda e depois venceu o combate com o seu Moonsault.

Assim que o combate terminou, Toni Storm apareceu no titantron a dizer que estava de volta ao NXT e iria estar atenta à NXT Women’s Champion.

Logo em seguida tivemos o motociclista mistério a fazer a sua chegada ao Capitol Wrestling Center e assistimos à revelação e regresso inesperado de Ember Moon.

– NXT Champion Finn Bálor venceu Kyle O’Reilly: O main event da 31ª edição do TakeOver começou a um ritmo bastante lento, com os dois lutadores a começarem com um estilo bastante técnico, mostrando todo o respeito que havia entre ambos.

Quando a agressividade começou a aumentar, parecia que a vantagem seria de Kyle O’Reilly, mas Finn Bálor com um pontapé certeiro na zona do fígado virou o combate do avesso e o campeão começou assim o seu domínio.

Só que Kyle O’Reilly não veio a este TakeOver para perder facilmente e o membro da Undisputed ERA sempre que podia empregava o seu estilo forte para tentar tirar o campeão do controlo do combate. Isso começou a acontecer quando Kyle O’Reilly começou a atacar a perna esquerda do “Príncipe do NXT”, a pensar no seu jogo de submissões e também em enfraquecer o Coup de Grace.

Já nos minutos finais do combate o desgaste começava cada vez mais a sentir-se, tanto com Kyle O’Reilly sempre com problemas na zona do fígado, como para Finn Bálor que já só quase se mexia numa perna, e pior ficou quando esteve preso durante bastante tempo num Heel Hook que quase deu vitória a Kyle O’Reilly.

Porém, o NXT Championship não mudou de dono, pois Finn Bálor conseguiu reter ao acertar primeiro um Double Foot Stomp no seu adversário, para depois fechar o combate com um Coup de Grace mesmo com a mira apontada ao fígado de Kyle O’Reilly, não dando assim hipótese a este de se safar.

Já depois do combate, os dois lutadores com a boca ensanguentada e com várias marcas no corpo, cumprimentaram-se no que parecia ser o final deste TakeOver 31.

Todavia, tivemos ainda Ridge Holland a aparecer perto do ringue com Adam Cole ao ombro, atirando o líder dos Undisputed ERA para o chão, antes de sair de cena.

O NXT TakeOver 31 acabou com os Undisputed ERA ao lado do seu líder.


O que achaste deste WWE NXT TakeOver 31?

32 Comentários

  1. Tribal chief3 semanas

    Santos escobar tendo um reinado solido e interessante, carregando a divisão como sempre,que heel foda

  2. El Cuebro3 semanas

    Uma pena que o Swerve não venceu, mas teve intromissão dos Legado e ele foi ajudado pelo Tehuti, espero que haja uma revanche! Boa luta de Kushida e Dream, o japonês venceu bem e era impressão minha ou o Dream estava com o cabelo mais claro? E outra grande luta pelo North American Title, merecida a vitória do Priest, ainda campeão, o Johnny foi muito bem também!

  3. José Carlos3 semanas

    o demogod não sabe o que fala, o otis é o futuro da wwe.

  4. Xico p3 semanas

    Ember!!

  5. Tribal chief3 semanas

    Aeeee minha crush toni storm ta de volta porra respeita

  6. Foi um grande Takeover,muito sólido do princípio ao fim.
    Começar por falar da arena em si,gostei bastante mais pequena e a combinar bem o público virtual com algum presencial.
    Indo ao evento em si:
    -Damian Priest vs Johnny Gargano
    Foi um ótimo opener,combate que teve um bom storytelling e onde ambos mostraram boa química entre eles,aquele final de combate foi muito bom.
    Vitória do Priest que continua o bom reinado que tem feito,e tem evoluído a sua personagem,o que é bom.

    Kushida vs Velveteen Dream
    Foi um combate mais físico e com mais intensidade,gostei da forma bem agressiva como começaram o combate,aquela transição do Dream Valley Driver para o Armbar foi qualquer coisa de incrível e a vitória para o Kushida espero que seja o início de um push para ele.

    Santos Escobar vs Isaiah Scott
    Foi o combate que menos gostei do evento,mas não deixou de ser bom.
    Teve algumas interferências,o que ajudou a dar Heat ao Escobar e a facilitar-lhe a vitória,continuando o bom trabalho que está a fazer com o título.

    Candice LeRae vs Io Shirai.
    Este combate foi muito bom,bons golpes,ótimo storytelling que me prendeu ao ecrã de início ao fim,os minutos finais são muito bons,desde o ref bump,o Johnny a vir tentar garantir a vitória a Candice e mesmo assim a Io a vencer.
    Após o combate tivemos os regresso da Ember Moon e da Toni Storm que vem refrescar a divisão e são duas caras importantes.

    Kyle O’Ryley vs Finn Balor
    Main event que não desapontou,foi excelente e para mim é um contender a match do ano.
    Que masterpiece,storytelling no ponto e o Kyle fez-se main event player do NXT neste combate.
    Foi mesmo muito bom.

  7. Zickelous3 semanas

    4 Takeovers, 4 lutas que o Gargano fez, e perdeu as 4
    A vida não tá fácil pro Johnny

  8. Hugo3 semanas

    Bom…..
    Para mim o melhor combate foi La Rea vs Shirai.
    Quanto ao novo tunderdome,para mim funciona melhor e o design é mais cru menos espetacular que o outro,e ate o ambiente com as devisões entre o público e o ringue com o acrílico tipo rede a dar um ambiente mais underground.

  9. Vlademiro3 semanas

    Gostei muito do nxt takeover 31.Ridge Holland🥳🥳

  10. Rui jesus messias3 semanas

    Ember Moon de volta, que bom!! O Bo Dallas vai continuar ausente xD.
    Pensava que o Cole ia para o raw mas com este ataque do Holland vai haver rivalidade…

  11. Mais uma vez, bom Takeover.

    Priest vs Gargano – muito bom combate para começar o evento.

    Kushida vs Dream – é bom ver o Kushida a finalmente poder mostrar o que vale no NXT. Belo combate e um excelente pós-combate.

    Escobar vs Swerve – combate agradável que honestamente superou as minhas expetativas.

    Io vs LeRae – preferia que o combate se tivesse dado sem interferências e ref bumps mas de resto foi bem nice. Fiquei bastante feliz por ver a Ember Moon de volta.

    Bálor vs O’Rilley – main event muito bem trabalhado, ótimo combate!

  12. Facebook Profile photo

    Bom NXT, já não tinha uma sensação de satisfação à algum tempo do início ao fim! Vou dar 9.0 de 0 a 10 aqui avaliado pelo o Bruno Meltzer Messiah! Veremos se iremos chegar ao 9.5! O Hell in a Cell têm tudo para fazer chegar lá!

    • Facebook Profile photo

      Ps: quem está a entregar o melhor produto de quarta à noite pela a opinião dos leitores?
      NXT ou AEW?
      É só questão e espero não ter sido rude na mesma. Não perguntei quem é a melhor nem a maior, por isso, não se matem fanboys!

    • Para mim AEW,é mais consistente nas histórias e dá tempo para as personagens se desenvolverem.
      O NXT sofre um pouco de fazer as histórias demasiado depressa e exagera em numero de title matches e estipulaçoes,vai muito atrás do que a AEW faz,procurando concorrer.
      Com isto não digo que o NXT seja um mau produto,pelo contrário.

    • Facebook Profile photo

      Obrigado pela tua opinião Demo, ultimamente não tenho estado atento à AEW. Esta quarta volto aos treinos. Sim, concordo com o que dizes sobre ambas as empresas. Gosto do estilo do NXT, mas também gosto de psicologia, técnica, bom Wrestling e nisso, a AEW não está tão à frente, mas nas histórias, desenvolvimento e aproveitamento do talento que têm isso sim, acho que a AEW vai uns pontos à frente. Mas é só uma opinião como a tua, obrigado por a expirimires com argumentos bons!

  13. Quero ver mais do Kyle O’Reilly a solo, não desapontou nada
    Santos Escobar está a fazer um trabalho soberbo com o título e com a divisão Cruiserweight
    Io Shirai vs Ember Moon é o meu dream match neste momento
    Damian Priest tem tudo para ser grande na NXT e no main roster

  14. Muito bom Takeover.
    – Priest vs Jonny Gargano
    Bom combate, gostei bastante do final.
    – Kushida vs Velventenn Dream
    Bom combate, o final com aquela transição do Kushida foi muito bom. Vamos ver o que se segue para ambos.
    – Santos Escobar vs Isaiah Scott, gostei bastante deste combate, o Isaiah é muito bom e o Santos Escobar tem estado muito bem e com um ótimo reinado.
    – Io Shirai vs Candice Leray
    Muito bom combate, desde a maneira como foi progredindo até ao fim com o Jonny. Nota também para os regressos que vêm dar um ar novo á divisão.
    – Finn Balor vs Kyle O’Reilly
    Excelente combate, grande apresentação dos dois mas especialmente do Kyle O’Reilly, que agora quero ver mais oportunidades a solo.

  15. Ridge Holland parecia o irmão mais velho do Pat McAfee à procura de vingança

    • Agora que você comentou isso, lembrei que quando assisti eu pensei por 2 segundos que era realmente o Pat.

  16. Coldslayer3 semanas

    O Gargano sempre luta por título e sempre perde. Tá ficando triste pro lado dele

  17. Foi um excelente Takeover! Bons regressos da Ember Moon e Toni Storm, gostava de saber o motivo do Adam Cole ter sido atacado no final!
    Penso que o Adam ia atacar o Kyle…

  18. El Cuebro3 semanas

    Grande show, mesmo sem mudanças de título, novo cenário aprovado também, grandes retornos e aparições! No mais Kushida na tão sonhada por ele heel turn?! E legal o respeito entre o Kyle e o Finn! Claro que poderíamos ver mudanças de títulos sim, mas acho que o mais chato foi não ver novamente os títulos de duplas do NXT em um TakeOver, acho um tanto desrespeitoso!

  19. Anónimo3 semanas

    Excelente Takeover, com bons combates! Destaco o combate feminino, e o main event, foram bons.

  20. duzonraven3 semanas

    Excelente evento! Combates incríveis!

    Damien Priest é demais, amo seus golpes
    Kushida finalmente sendo mais agressivo e espero que receba cada vez mais destaque
    Main event maravilhoso, porradaria puta, O’Reilly é fantástico e meu preferido da UE