WWE transmitiu este domingo, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, mais um especial da sua brand amarela, desta vez apelidado de NXT TakeOver 36.

O WWE NXT TakeOver 36 foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– Ridge Holland venceu Trey Baxter (Pre-Show)
– Cameron Grimes venceu Million Dollar Champion LA Knight
– NXT Women’s Champion Raquel Gonzalez venceu Dakota Kai
– Ilja Dragunov venceu NXT UK Champion WALTER
– Kyle O’Reilly venceu Adam Cole (2-out-of-3 Falls Match)
1. Kyle O’Reilly venceu Adam Cole (Singles Match)
2. Adam Cole venceu Kyle O’Reilly (Street Fight)
3. Kyle O’Reilly venceu Adam Cole (Steel Cage Match)
– Samoa Joe venceu NXT Champion Karrion Kross

Report

– Ridge Holland venceu Trey Baxter (Pre-Show): Trey Baxter tentou usar a sua velocidade, mas nunca teve hipótese. A força e explosividade de Ridge Holland foi um enigma que Trey Baxter não conseguiu decifrar e no final, depois de um grande Slam, tivemos o inglês a vencer este embate.

Já depois do combate, Ridge Holland explicou que isto é que acontece quando o desafiam e que espera que Timothy Thatcher tenha visto o que se passou neste combate, rumo ao combate que terão no NXT de terça-feira.

– Cameron Grimes venceu Million Dollar Champion LA Knight: Cameron Grimes entrou com tudo e dominou os primeiros minutos, tendo até ajuda do “Million Dollar Man”. Depois de um domínio de alguns minutos, LA Knight com batota virou o combate a seu favor e assim começou a dominar o seu antigo mordomo.

O Million Dollar Champion controlou durante vários minutos, mas Cameron Grimes mostrou uma grande vontade de vencer e começou a equilibrar a contenda, e o cansaço foi-se começando a sentir por parte dos dois lutadores. Com isso as quase vitórias foram começando a surgir, com os dois a fazerem de tudo para vencer o seu rival.

Só que a frustração de LA Knight fez com que este fosse buscar o Million Dollar Championship para o tentar usar contra Cameron Grimes, mas a ideia correu-lhe mal. Nas costas da árbitra, Ted DiBiase atacou o fala barato e isso abriu espaço para que Cameron Grimes acertasse o seu Cave-In e vencesse o combate e o título.

– NXT Women’s Champion Raquel Gonzalez venceu Dakota Kai: Dakota Kai entrou decidida a tirar a sua antiga amiga do sério, e mais do que ter ofensiva, queria estragar a estratégia da NXT Women’s Champion. Ainda assim, Raquel Gonzalez conseguiu usar a sua força durante algum tempo e controlou a ex-amiga, mas a capitã da Team Kick com alguma batota à mistura, seguido de um Yakuza Kick, virou o combate a seu favor.

Só que Raquel Gonzalez foi dando luta e nunca deixou-se dominar por completo, sendo que a sua força sempre foi um problema e com o passar dos minutos a campeã começou a ter cada vez mais hipóteses de vencer, mas Dakota Kai também quase conseguiu uma surpreendente vitória.

No final, chegou a parecer que íamos ter nova campeã, mas Raquel Gonzalez conseguiu aplicar a sua Chingona Bomb da segunda corda e reteve assim o seu NXT Women’s Championship.

Assim que o combate terminou, Kay Lee Ray apareceu e mostrou que quer o NXT Women’s Championship.

– Ilja Dragunov venceu NXT UK Champion WALTER: Ilja Dragunov não mostrou medo de WALTER e fez frente ao UK Champion desde o primeiro segundo, e isso frustrou o campeão, e com isso o candidato principal dominou durante os alguns minutos. Ainda assim, bastou uma simples chapada de WALTER para virar o combate do avesso, sendo que este meteu o ponto de exclamação com uma Powerbomb no apron.

WALTER dominou então a seu bel-prazer tendo atacado de forma bastante agressiva o seu rival, mas a verdade é que Ilja Dragunov nunca deixou de dar luta e com o passar dos minutos foi igualando a agressividade do “General”.

Como seria de esperar, isto ficou mais parecido com uma guerra do que com um combate de Wrestling e como era de prever os kickouts foram começando a ficar cada vez mais perto do 3.

Os dois lutadores continuaram a dar tudo e a acertar vários golpes que venceriam muitos combates, mas foram sobrevivendo e ambos chegaram a um limite que poucos conseguem chegar, em especial Ilja Dragunov que ia sobrevivendo a tudo e continuava a atacar WALTER.

No final, Ilja Dragunov percebeu que a sua melhor hipótese era aplicar um Sleeper Hold e durante vários minutos só se concentrou nisso, e acabou por fazer WALTER desistir. Assim temos o fim do reinado histórico do austríaco e novo NXT UK Champion, Ilja Dragunov.

Nos bastidores, o novo Million Dollar Champion Cameron Grimes mostrou-se orgulhoso pela sua conquista, sendo que Ted DiBiase também se mostrou orgulhoso do novo campeão, prometendo que os dois vão festejar, algo que o novo Million Dollar Champion concordou e disse que no próximo NXT irá haver uma grande celebração.

– Kyle O’Reilly venceu Adam Cole (2-out-of-3 Falls Match): Kyle O’Reilly e Adam Cole entraram com a urgência de quer vencer o mais rápido possível, e quando parecia que Adam Cole estava a ganhar alguma vantagem, Kyle O’Reilly com um pin rápido apanhou o seu rival e venceu a primeira fall.

A segunda fall seria obtida numa Street Fight e começou logo com armas à mistura, e foi novamente Kyle O’Reilly que entrou melhor, mas Adam Cole com um Superkick fez o seu rival cair para fora do ringue e virou o embate do avesso, pois Kyle O’Reilly lesionou-se nas costelas.

O ex-NXT Champion usou várias armas e de forma bastante agressiva controlou esta Street Fight, tendo até aplicado o Lock Jaw da sua namorada, a atual AEW Women’s World Champion Britt Baker.

Ainda assim, Kyle O’Reilly foi sobrevivendo e começou a ripostar e a equilibrar, sendo que os dois decidiram que estava na hora de lutar longe do ringue, mas esta guerra voltou para dentro do ringue onde estavam as armas. Quando parecia que Kyle O’Reilly se encaminhava para o 2-0, Adam Cole atirou o seu rival contra duas cadeiras e aplicou o Last Shot que empatou este embate.

Antes que o Steel Cage Match começasse, os médicos do NXT vieram ver de Kyle O’Reilly, mas Adam Cole não deixou que isso acontecesse e continuou o ataque, tendo até acertado uma Powerbomb contra a mesa de comentadores.

Apesar deste ataque bastante agressivo, Kyle O’Reilly foi sobrevivendo e mostrou uma grande resiliência e também grande vontade de vencer, e conseguiu equilibrar este 2-out-of-3 Falls Match. Depois de várias quase vitórias de parte a parte, em especial de Adam Cole, este algemou Kyle O’Reilly a uma das cordas do ringue e atacou o seu rival.

O que o ex-NXT Champion não esperava era que, mesmo algemado, Kyle O’Reilly conseguisse aplicar o seu Heel Hook e com esta manobra de submissão fez o seu rival desistir para assim vencer esta rivalidade.

No balneário, o novo NXT UK Champion Ilja Dragunov foi entrevistado e apesar de mal se conseguir mexer, o novo campeão sorriu e afirmou que agora é a hora dele de dominar a divisão britânica da WWE.

A seguir e também nos bastidores, os Legado Del Fantasma fizeram uma promo e explicaram que no próximo NXT vão mostrar aos Hit Row que são melhores que eles.

– Samoa Joe venceu NXT Champion Karrion Kross: Samoa Joe tentou acabar o combate mais rapidamente possível, tendo até tentado aplicar a sua Coquina Clutch, mas Karrion Kross conseguiu aguentar a ofensiva e com um Doomsday Saito Suplex virou o combate a seu favor.

O NXT Champion dominou de forma agressiva durante alguns minutos, mas Samoa Joe não regressou aos ringues para perder facilmente e com o passar dos minutos começou a equilibrar este main event. Ainda assim, Karrion Kross começou a recuperar o domínio e foi tendo várias quase vitórias a seu favor.

Só que “Samoan Submission Machine” mostrou uma grande vontade de vencer e conseguiu criar ofensiva e aplicar o Coquina Clutch. Ainda assim, o NXT Champion sobreviveu e quase venceu com o seu Krossjacket.

No final, o veterano foi sobrevivendo e depois de um grande Urunage, Samoa Joe aplicou o seu Muscle Buster e arrecadou a vitória, tendo conquistado assim o NXT Championship pela terceira vez na sua carreira.


O que achaste deste WWE NXT TakeOver 36?

23 Comentários

  1. Kay Lee Ray a fazer debut no NXT TakeOver. Já me tinha esquecido dela 😅

  2. WALTER IS GONNA KILL YOU
    WALTER IS GONNA KILL YOU
    WALTER IS GONNA KILL YOU

  3. Dreamer1 mês

    DRAGUNOV, VOCÊ É INCRÍVEL! Tive que vir escrever na emoção durante o PPV porque essa match foi simples SENSACIONAL.

  4. Facebook Profile photo

    Walter é o melhor wrestler da atualidade.

  5. Leandro1 mês

    Dragunov mereceu demais cara, luta pra caramba que venha a era do unbesiegbar

  6. Facebook Profile photo

    Só eu é que achei estranho o Adam Cole desistir quando tinha um kendo stick mesmo ali à mão?

  7. Joelson Souza Ribeiro1 mês

    Joe joe joe adeus karrion kross

  8. Gostei:
    – Cameron Grimes vs LA Knight. Isto foi um ótimo combate para iniciar o show. Grimes está super popular e, após 2 derrotas contra Knight, ele precisava desta vitória.
    – Raquel González vs Dakota Kai. Novamente, um ótimo combate. Dakota Kai com uma grande exibição no que deve ser a sua última participação no NXT.
    – Após o combate, Kay Lee Ray finalmente chegou ao NXT. Não foi nada de especial, mas já dá hype para um futuro combate entre ela e a campeã.
    – Ilja Dragunov vs WALTER. Combate da noite, e isso é indiscutível. Após terem feito um excelente combate há pouco tempo atrás, eles voltaram a fazer o mesmo. Este combate foi perfeito para concluir uma das melhores feuds a que já assisti. Dragunov consegue terminar o reinado histórico de WALTER no que foi um dos combates do ano! Por favor, vejam este combate!
    – Kyle O’Reilly vs Adam Cole. A 1ª fall foi boa e até foi surpreendente como O’Reilly conseguiu a vitória aqui tão depressa. A 2ª fall já foi mais longa e aqui o ritmo aumentou. Ambos mataram-se com os objetos e Cole empatou numa ótima 2ª fall. Na 3ª e última fall, e contra todas as expetativas, O’Reilly conseguiu a vitória mesmo lesionado. O combate, em geral, foi excelente e é um bom final para Adam Cole no NXT, dado a sua muito provável saída da empresa. Outro combate que recomendo a verem!
    – Samoa Joe vs Karrion Kross. Como Big E diria: “2 big meaty men slapping meat!”. Ótimo combate aqui para terminar o show. Dei um pop enorme quando Samoa Joe usou o Muscle Buster para vencer!

    Não gostei:

    Overall: 8/10. Fan-tás-ti-co. Quase tudo foi perfeito, há 2 combates que tem que definitivamente ver. WALTER e Dragunov é um dos combates do ano! Esperemos que o NXT aproveite o espetáculo que foi este show e mantenha este nível de qualidade.

    • Goat WK1 mês

      Ilja Dragunov vs WALTER provavelmente foi a melhor luta da wwe até agora no ano.

    • Goat WK1 mês

      Walter Vem para o Main Roster?

    • Nao, possivelmente nxt usa

    • Kay Orton1 mês

      Eu só não dou 10 pq achei que a 3° fall do Adam vs KOR eu senti que foi muito rápida pra estipulação e eles não tiveram mais tempo pra desenvolver e o combate do Samoa Joe vs Karrion Kross foi bem mais ou menos pelo que eu esperava, mas da pra entender que o ritmo do Joe ainda precisa voltar.

      Fora isso pro nível disso tudo 9/10 está mais do que justo pra um ótimo takeover.

  9. Shockmaster1 mês

    Excelente show, pessoalmente só preferia que Kross e Cole ganhassem de modo a ficar no NXT mas enfim, de resto foi muito bom, foi uma surpresa agradável ver Ilja Dragunov destronar o WALTER

  10. Terá sido isto o fim de uma era? Se é, o NXT foi algo fantástico para o wrestling e despede-se com mais um grande show. Mas pronto, sabemos que o Vince gosta de nos tirar tudo aquilo que gostamos, portanto daqui para a frente em vez dos “indie midgets” vamos ter só Mason Ryans, Rybacks e Ezequiel Jacksons

  11. Takeover fantástico!
    WALTER continua a ser dos melhores e o que dizer do Dragunov?
    Samoa Joe têm tudo para brilhar de novo no NXT como campeão!

  12. Kick_Ass1 mês

    Grande Takeover! Bem melhor que o Summerslam!

    Tudo decisões acertadas, e não houve segmentos/combates para encher chouriços.
    Walter vs Dragunov foi brutal, o Dragunov mereceu erguer este título e não é qualquer um que merece-se vencer o WALTER.

    PS: Penso que tenha sido a despedida do Adam Cole e Kross do NXT.

  13. El Cuebro1 mês

    A WWE podia olhar com mais carinho para o NXT e fazer mais combates como os do TakeOver no Raw, SD e PPVs hein!

  14. BRRM1 mês

    Foi um Takeover de qualidade, como já era de prever

    Holland vs Baxter – foi o squash que se podia esperar

    Grimes vs Knight – foi um combate sólido em que um dos wrestlers mais over do NXT atualmente conquistou o seu primeiro título. Foi fixe ver o Million Dollar Man a aplicar o Million Dollar Dream.

    González vs Kai – foi um bom combate com uma história bem contada. A Dakota tentou usar a experiência e o conhecimento que tinha da adversária para ganhar mas no final a força da campeã levou a melhor. A Kay Lee Ray é uma próxima adversária interessante para a Raquel.

    Dragunov vs WALTER – ISTO É WRESTLING! No clássico que estes dois tiveram no ano passado o que aconteceu foi o Ilja a tentar derrotar o Walter no tipo de jogo deste último, trocando chops ao longo de todo o combate. Desta vez, vimos o russo a procurar ao máximo evitar fazer o mesmo, focando-se mais no mat wrestling, e quando se via obrigado a lutar no estilo do agora ex-campeão mostrou-se muito mais bem preparado não só para aguentar a dor mas também para contra-atacar. Isto mostrou que a obsessão do Dragunov com o primeiro combate fez com que ele aprendesse com os erros e desenvolvesse uma forma de finalmente destronar o austríaco. Por outro lado, o Ring General foi totalmente apanhado de surpresa pela mudança de estratégia e tenacidade acrescida do seu adversário e isso acabou por lhe custar o título. E pronto, é assim que se conta uma história simples mas cativante dentro do ringue. Excelente combate e uma vitória mais do que merecida para o Ilja Dragunov.

    O’Reilly vs Cole – foi um ótimo combate como se estava à espera. O Kyle que tinha ganho o unsanctioned match aqui ganhou o combate normal e o Adam que tinha ganho o combate normal aqui ganhou a street fight. E no final, dentro da steel cage, ganhou quem fazia mais sentido ganhar (já agora, gostei daquele toque de o Cole ter perdido porque o “ódio” dele pelo O’Reilly o levou a fazer o Panama Sunrise em vez de escapar da jaula). Foi pena a reação dos fãs no final mas pronto…

    Joe vs Kross – gostei muito apesar de ter sido relativamente curto. Foi um combate duro entre dois gajos que brilham nestas situações e é ótimo ver o Joe de volta aos ringues. Foi pena é os cânticos de “Hardy” dirigidos ao Karrion. Enfim, agora é torcer para que, de alguma forma, ele ainda seja bem utilizado no main roster porque a presença e o estilo de wrestling dele trazem uma legitimidade que às vezes falta um bocado.

  15. TakerVanderVaart231 mês

    Ilja Dragunov vs WALTER – Que combate de wrestling maravilhoso. Combate da noite, do mês e dos melhores do ano

  16. Ora bem, este NXT TakeOver 36 poderá ter representado o “Fim de uma Era” e devo dizer que toda a gente entregou a um alto nível (talvez por ser o capítulo final no NXT para alguns).
    Aliás, para mim este foi mesmo o melhor NXT TakeOver depois de Portland em Fevereiro de 2020 (o derradeiro pré-pandemia). Todos os combates variaram do muito bom ao excelente, com um clássico pelo meio.
    Adorei os 5 matches do main card do evento, com especial destaque para a masterpiece de Wrestling puro e técnico proporcionada por WALTER e Ilja Dragunov e o fim da longa, emocionante e íntima feud entre Adam Cole e Kyle O’ Reilly com um 2 Out Of 3 Falls bem porreiro.

  17. Anónimo1 mês

    Excelente Takeover! Todos os combates foram excelentes. Fiquei feliz pela vitória do Samoa Joe. Destaco também a presença da Kay Lee Ray.