A WWE transmitiu este domingo, a partir do Capitol Wrestling Center em Orlando, na Flórida, o seu primeiro NXT TakeOver de 2021, apelidado de Vengeance Day.

O WWE NXT TakeOver: Vengeance Day foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– Raquel González & Dakota Kai venceram Ember Moon & Shotzi Blackheart (Final do Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic)
– NXT North American Champion Johnny Gargano venceu Kushida
– MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) (Final do Dusty Rhodes Tag Team Classic)
– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Toni Storm e Mercedes Martinez
– NXT Champion Finn Bálor venceu Pete Dunne

Report

Ainda no pre-show tivemos a estreia de LA Knight (Eli Drake), que interrompeu a conversa dos comentadores para dizer que está a caminho do NXT e quer títulos.

– Raquel González & Dakota Kai venceram Ember Moon & Shotzi Blackheart (Final do Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic): No primeiro combate da noite, a força de Raquel Gonzalez fez a diferença nos momentos iniciais, mas Ember Moon & Shotzi Blackheart conseguiram dominar Dakota Kai durante vários minutos, até que Raquel González mais uma vez usou a sua força e virou o combate do avesso.

Depois de um longo domínio, Ember Moon virou o ímpeto do nada e acertou o Eclipse em Raquel González e se não fosse Dakota Kai, o combate teria terminado ali. As duas equipas tiveram várias quase vitórias, com Raquel Gonzalez a ir sobrevivendo a tudo o que as suas adversárias iam fazendo.

Os minutos finais foram extremamente confusos, mas Raquel González conseguiu tirar Ember Moon de jogo, antes de entrar em ringue e com a sua Powerbomb em Shotzi Blackheart fez com que a sua equipa ganhasse a primeira edição do Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic.

Com esta vitória, Raquel González & Dakota Kai terão em breve uma oportunidade pelos WWE Women’s Tag Team Championships.

Ainda antes do combate vimos Dexter Lumis a raptar Austin Theory durante a entrada do NXT North American Champion Johnny Gargano, e este pediu a Candice LeRae e Indi Hartwell para irem procurá-lo.

– NXT North American Champion Johnny Gargano venceu Kushida: O embate pelo NXT North American Championship entre Kushida e Johnny Gargano abriu de forma bastante técnica, com o japonês a levar a melhor. Quando Johnny Gargano tentou aumentar o nível de agressividade, Kushida manteve-se no controlo em especial enquanto o combate acontecia fora do ringue, mas o NXT North American Champion usou o seu engenho para virar o ímpeto a seu favor.

Depois de um domínio de vários minutos, Kushida começou a equilibrar novamente esta contenda e o que tivemos foram vários e longos minutos de troca de golpes e submissões por parte destes dois guerreiros, que não mereciam perder neste TakeOver: Vengeance Day.

Depois de um guerra bastante longa, Johnny Gargano conseguiu sobreviver a várias submissões e no final acertou o seu One Final Beat, primeiro do ringue para a zona da entrada e depois um segundo One Final Beat para confirmar que conseguiria vencer Kushida e reter o NXT North American Championship.

– MSK (Nash Carter & Wes Lee) venceram Grizzled Young Veterans (James Drake & Zack Gibson) (Final do Dusty Rhodes Tag Team Classic): Os MSK entraram melhor nesta final, usando a sua agilidade e velocidade para dominar os primeiros minutos. Porém, a dupla de James Drake & Zack Gibson mostrou porque se consideram veteranos e mostraram exatamente isso ao conseguir isolar Nash Carter durante vários minutos, para assim mantiver o ímpeto do seu lado.

Depois de vários minutos de domínio, Nash Carter fez finalmente o tag a Wes Lee e este virou o combate por completo, com vários golpes incríveis e um dive para fora do ringue de cortar a respiração.

Os minutos finais foram caóticos, com os quatro lutadores a lutar em ringue ou a voarem de vários pontos deste para tentarem vencer o combate. Os Grizzled Young Veterans pareciam que iam vencer esta final por várias vezes, mas no final os MSK conseguiram a vitória e assim venceram esta edição do Dusty Rhodes Tag Team Classic.

De seguida tivemos um video package de Cameron Grimes a desfrutar o dinheiro que agora tem.

– NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Toni Storm e Mercedes Martinez: Como seria de esperar, este combate começou de forma caótica, mas a veterana Mercedes Martinez conseguiu atirar Io Shirai para bem longe do ringue e acabou por dominar Toni Storm durante alguns momentos.

Porém, apesar de toda a veterania de Mercedes Martinez, o caos foi muito maior e é impossível alguém controlar um combate assim durante muito tempo. Quer dentro quer fora do ringue, as três lutadoras deram tudo para vencer este Triple Threat Match.

Tanto Mercedes Martinez como Toni Storm quase venceram por várias vezes, mas do nada Io Shirai, com um Moonsault em Mercedes Martinez, conseguiu reter mais uma vez o seu NXT Women’s Championship.

Em seguida vimos imagens de LA Knight a assinar contrato com NXT e também vimos imagens do novo lutador do NXT que no pre-show meteu todos os campeões em sentido dizendo que ele está agora no NXT e será campeão.

– NXT Champion Finn Bálor venceu Pete Dunne: O main event deste TakeOver começou com os dois lutadores a tentarem provar a sua superioridade técnica perante o seu adversário e o combate desde o início teve agressividade e equilíbrio, mostrando o porquê de Pete Dunne e Finn Bálor serem dos melhores lutadores do mundo.

Com a agressividade que os dois usaram, como se seria de esperar, as mazelas começaram a aparecer e as quase vitórias foram-se sucedendo muito rapidamente.

Quer seja por submissão ou por pin, o reinado de Finn Bálor quase terminou às mãos de Pete Dunne, mas o “Príncipe do NXT” foi aguentando e no final mostrou porque é o NXT Champion. Depois do seu Coup de Grace, seguido do seu 1916, reteve o seu título em mais um belo combate.

No final, quando parecia que o TakeOver ia terminar, os NXT Tag Team Champion Danny Burch & Oney Lorcan atacaram Finn Bálor e levaram-no de volta para o ringue, sendo que Pete Dunne juntou-se a eles neste ataque que só terminou quando a Undisputed ERA veio em auxílio do campeão.

Kyle O’Reilly ajudou o NXT Champion Finn Bálor a levantar-se, dizendo que este era o campeão e que o respeitava. Quando parecia que o show ia terminar com Finn Bálor a pousar ao lado dos Undisputed ERA, Adam Cole atacou o NXT Champion com um Superkick!

Kyle O’Reilly ficou irritadíssimo com o seu companheiro e foi então que Adam Cole, também com um Superkick, deitou Kyle O’Reilly ao chão, no que marcou o final deste NXT TakeOver: Vengeance Day.


O que achaste deste WWE NXT TakeOver: Vengeance Day?

32 Comentários

  1. Os PPV’S do NXT sempre nos deixam com ótimas expectativas! Bom TakeOver a todos 🔥

    • Meu Deus, o que foi esse TakeOver??? Sensacional.

      – Raquel González & Dakota Kai venceram Ember Moon & Shotzi Blackheart (Final do Women’s Dusty Rhodes Tag Team Classic)
      Umas das melhores matchs da noite, quanto talento, agressividade, técnica, storytelling, teve de tudo e como já havia dito, não me importo em nada que essas duas se tornem Tag Team Champions, não dá pra compará-las com as atuais campeãs…

      – NXT North American Champion Johnny Gargano venceu Kushida
      Outro grande combate! O Kushida realmente é bom, porém o Gargano é um semi deus, o homem consegue se reinventar como poucos, não tem como não ser fã!
      (só abobado mesmo que não kk).

      – MSK venceram Grizzled Young Veterans
      (Final do Dusty Rhodes Tag Team Classic)
      Único combate que errei na liga 🤦🏾‍♂️ porém grande luta e a vitória era mais merecida para os GYV, ao meu ver, porém os vencedores são faces estão faz sentido desafiarem os campeões.

      – NXT Women’s Champion Io Shirai venceu Toni Storm e Mercedes Martinez
      A Io é sensacional, na minha opinião a melhor female do mundo HOJE (junto com a minha Sasha). E com certeza a Toni e a Mercedes terão o seu futuro destaque também, grande combate.

      – NXT Champion Finn Bálor venceu Pete
      QUE FUCKING MAIN EVENT!!!! 🔥🔥🔥
      O esse refresh na persona do Bálor será muito importante para quando retornar ao Main Roster, ele é uma estrela e o Dunne com certeza ainda será campeão principal da Brand amarela!
      Para mim a match of the nigth.
      E aquele final??? Não tem como não se empolgar, o Adam Cole (BAYBAY) é um heel nato e é uma pena o fim da UE, uma das melhores stables dos últimos anos, porém vem uma grande feud aí.

      Curioso para ver o destaque que o Eli Drake terá, foi muito bem na TNA, muito bom no Mic, bom também em ring, estou curioso mesmo.

      Me alonguei um pouquinho hahaha mas é que realmente esse evento foi brutal!
      10/10!

  2. Tribal chief3 semanas

    Quem é esse eli drake

    • Extremept3 semanas

      Antigo lutador da Impact Wrestling , atualmente estava na NWA

    • El Cuebro2 semanas

      Ex-Impact World Champ, ex-TNA World Champ, ex-Impact World Tag Team Champ junto ao Scott Steiner, também foi campeão de duplas da NWA junto ao James Storm, já foi do NXT em seu começo, mas com outro nome, é um cara bom no mic, muito forte também!

  3. Tribal chief3 semanas

    Luta sensacional do gargano com kushida porem o gargano não merecia o titulo ta fazendo hora estra no nxt era pra ele ja ta no main roster,kushida merecia o titulo

  4. Tribal chief3 semanas

    Msk vs GYV luta perfeita com o resultado mais ou menos perfeita prefiria o gyv

  5. Anónimo3 semanas

    Msk rocks

  6. Facebook Profile photo
    Gonçalo Flores3 semanas

    Apenas uma pequena correção, Salvador: escreve-se LA Knight e não la night. Vi no canal de yt da WWE. Bom PPV a todos!

  7. O nome do lutador é LA Knight.

  8. Tribal chief3 semanas

    Shirai vs storm vs mercedes luta boa com resultado ruim

    • Resultado ruim??? Era logico a vencedora nao faria sentido era ter sido uma das outras… quem ira tirar o titulo a io é a raquel

  9. O Adam Cole com um superkick no Kyle. Será o fim dos UE?

    • Victor WWE2 semanas

      Sim eu estou achando que isso é uma separação deles.

  10. Tribal chief3 semanas

    Dunne vs finn combate epico com resultado previsivel mas torci pro dunne mesmo assim ate achei que ele poderia ganhar em alguns momentos,senti falta do edge o mesmo disse que ia assitir o combate de perto

    Fim da UE? Espero que sim odeio essa stable

    • Victor WWE2 semanas

      Foi a melhor stable isso sim e ps quatro tiveram os títulos do NXT, só que como o Adam Cole estava ficando pra trás então isso foi um plano pra ele poder voltar a ter destaque o que significa que sim, esse é o fim da Undisputed Era.

    • WholeRollinsShow2 semanas

      Odeias a UE?
      Não sabes quem é o Eli Drake?
      Já te vi algures a dizer que também não gostas do, citando as tuas palavras, “gordo” Kevin Owen’s.

      Gostas do quê afinal? Ou isto é só troll?

    • Tribal chief2 semanas

      N sou obrigado a gosta da porcaria da Ue nem saber que é fulano de tal e nunca na vida que essa stable foi a melhor

    • Tribal chief os teus gostos sao estranhos, nao se discute isso mas realmente nao gostar da UE… mas ok

    • WholeRollinsShow faço das suas, as minhas palavras…

  11. Um grande Takeover, como já é hábito.

    Não houve nada de negativo para destacar, considero os Takeover regra geral os melhores programas de wrestling dos últimos anos.

    Para mim o Main Event foi o melhor combate da noite, mas todas as lutas foram excelentes. Adorei ambas as finais dos torneios de Tag Team. Gostava que os MSK vencessem agora títulos de equipas e a Dakota Kai e a Raquel Gonzalez fizessem o mesmo. O combate feminino também foi interessante e Gargano Vs Kushida superou as expetativas. Pensava que iam meter interferências, as distrações habituais, mas não. Até a vitória do heel foi sem espinhas. Grande luta.

    O heel turn do Adam Cole é bem vindo. Ele estava a ficar relegado para segundo plano e o NXT precisa de algo que prenda os espetadores nos programas semanais. Apesar do PPV ter sido incrível, os últimos meses da programação semanal do NXT tem sido muito aborrecidos. Rivalidades promovidas quase à base de videopackages. Por causa dos torneios, foi tag team match atrás de tag team match. Os main eventers da Brand quase nem tempo para uma promo tem tido.

    Esperemos que com o Turn do Adam Cole os lutadores da UE possam ter novamente mais destaque e pode ser que os vejamos a combater nos shows semanais mais vezes. O mesmo para o Finn Ballor. E espero que o regresso do Cameron Grimes e a chegada do Eli Drake possam animar também um pouco as coisas.

    • Victor WWE2 semanas

      Provavelmente o Cole e o Strong vão ter rivalidades com o Balor e o O’Reilly, o que significa que pode ser a separação da UE.

    • Anónimo2 semanas

      Comentario perfeito Osvaldo.

    • Na altura dos torneios nxt fica meio aborrecido apenas apresentam bons combates de resto nao apresentam muito mais ontempo é escaço, mas agora vai voltar a subir a qualidade relaxa

  12. Victor X2 semanas

    Finalmente tivemos um ótimo Takeover nessa época de pandemia! Fico muito feliz pela marca amarela! Cinco bons combates, a destacar a final do Dusty Tag Masculino e Bálor vs Dunne. E um final de PPV que chama a atenção para as próximas storylines. O NXT está se reorganizando e isso é muito bom para os negócios!

  13. Rui jesus messias2 semanas

    Grande PPV, grandes combates, sem interferências! Houve uma altura que pensei que o Kushida pudesse ganhar mas o Gargano mostrou que é superior. O final do combate feminino foi um bocado estranho. Gostava que a Toni Storm ganhasse o título no futuro.

  14. BRRM2 semanas

    Ótimo Takeover!

    Gonzalez & Kai vs Ember & Shotzi – facilmente o melhor tag team match feminino que já vi. Teve emoção, storytelling e todas as individuas saíram credibilizadas, a Moon e a Blackheart por terem dado tudo (mesmo acabando por perder), a Dakota porque as suas distrações foram fulcrais e a Raquel por ter dominado. Agora estou a torcer para que esta última seja a pessoa que consegue finalmente destronar a Io Shirai.

    Gargano vs Kushida – uma aula de technical wrestling com big moves pelo meio: excelente! Espero que o Kushida tenha mais oportunidades para ter combates destes no futuro.

    MSK vs GYV – é assim, o combate foi muito bom e a história foi bem contada mas sinto que faltou algo pois não consegui criar uma conexão com o que estava a ver. Talvez seja porque os MSK têm um estilo que cada vez me agrada menos, não sei…

    Shirai vs Martinez vs Toni – não foi perfeito (nem perto disso, se formos sinceros) mas numa situação normal a crowd teria ido ao rubro com este combate. Fiquei contente por a Io ter retido.

    Bálor vs Dunne – combate absolutamente brutal. Outra excelente demonstração de technical wrestling, neste caso de uma forma mais dura. A traição do Cole para mim foi inesperada pois estava à espera que fosse o Strong o primeiro a iniciar o fim dos UE. A ver como se desenrola isto…

  15. Muito bom Takeover
    – Raquel e Dakota vs Shotzy e Ember Moon
    Muito bom combate, agora espero que a dupla vencedora ganhe os títulos de tags ou tenham um triple threat com a Io Shirai e a Raquel ganhe o titulo
    – Gargano vs Kushida
    Muito bom combate, desde a técnica aos golpes de maior impacto, gostei, vamos ver o que se segue para ambos
    – MSK vs GYV
    Muito bom combate, preferia os outros vencedores, mas também é bom para os recem chegados MSK
    – Io Shirai vs Toni Storm vs Mercedes
    Bom combate, gostei que a Io tivesse retido, vamos ver o que se segue para as 3
    – Finn Balor vs Pete Dune
    Excelente, combate brutal, e o pós combate também foi muito bom algo chocado por ter sido o Cole a fazer o ataque, mas deixa bastante curioso para o que se segue

  16. Anónimo2 semanas

    Mais um excelente Takeover com bons combates. Destaco o main event, foi um excelente combate entre o Finn Bálor e Pete Dunne!

  17. Mais um NXT TakeOver de alto nível para começar 2021 em grande! Todos os combates entregaram como já é habitual nestes eventos do NXT, sendo que os matches de que gostei mais foram o main event (até pelo cliffhanger que o angle final proporcionou) e Johnny Gargano vs Kushida pelo título norte-americano.