A WWE transmitiu esta quinta-feira, a partir dos estúdios da BT Sport em Londres, mais uma edição do NXT UK na WWE Network, o programa semanal dedicado à sua divisão do Reino Unido com foco em lutadores europeus.

O WWE NXT UK é transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– Noam Dar venceu Kenny Williams (Semi-final do Heritage Cup Championship Nº1 Contender Tournament)
– Emilia McKenzie venceu Stevie Turner
NXT UK Tag Team Champions Pretty Deadly (Lewis Howley & Sam Stoker) venceram Gallus (Joe & Mark Coffey)

Report

– Noam Dar venceu Kenny Williams (Semi-final do Heritage Cup Championship Nº1 Contender Tournament): O NXT UK desta semana começou com um combate entre dois heels, que iria definir o primeiro finalista do torneio que irá decidir o próximo candidato ao NXT UK Heritage Cup Championship de Tyler Bate. O combate foi por isso bastante equilibrado, com muita batota e alguma agressividade à mistura.

A primeira fall foi obtida por Kenny Williams na 2ª ronda, fingindo uma lesão para aplicar um roll up a puxar as tights de Noam Dar. Este último foi à procura do empate e conseguiu-o por submissão na 4ª ronda, depois de enganar o árbitro e aplicar uma Knee Bar no adversário. O combate terminou na 5ª ronda, com Noam Dar a contar com uma ajuda de Sha Samuels que o árbitro não viu, e aplicando o Nova Roller para a vitória.

No backstage, a Gallus (Joe & Mark Coffey) estava a preparar-se para o NXT UK Tag Team Championship Match do main event da noite, mas foi brevemente provocada por Jordan Devlin.

No ringue, o assistente do General Manager, Sid Scala, apresentou uma entrevista via satélite com o novo NXT UK Champion Ilja Dragunov, onde este afirmou que mal pode esperar por voltar à brand.

Nathan Frazer, Rampage Brown e A-Kid apareceram a pedir uma oportunidade pelo título e Sid Scala marcou um Triple Threat Match entre os três lutadores para definir o primeiro candidato principal ao título do lutador russo. O segmento terminou com Rampage Brown a despachar os dois futuros adversários e a sair do ringue.

No backstage, Emilia McKenzie estava a preparar-se para o seu combate contra Stevie Turner, contando com o apoio da NXT UK Women’s Champion Meiko Satomura.

Também no backstage, Jinny passou-se com Isla Dawn por esta ter invadido o seu camarim.

Ainda no backstage, os Moustache Mountain (Tyler Bate & Trent Seven) falaram do torneio para definir o próximo candidato ao Heritage Cup Championship, mas também do NXT UK Tag Team Championship Match desta noite.

– Emilia McKenzie venceu Stevie Turner: Emilia McKenzie tentou entrar melhor no combate, mas a maior força e agressividade de Stevie Turner ditou o seu domínio desde cedo. A jovem de 21 anos ia resistindo e reagindo como podia, e finalmente conseguiu equilibrar o combate, tendo as oportunidades de vitória começado a surgir para ambas. No final, Emilia McKenzie conseguiu a vitória com um Running Double Knee.

De seguida tivemos uma promo de Wolfgang e Teoman, os outros dois semi-finalistas do Heritage Cup Championship Nº1 Contender Tournament, que vão enfrentar-se no NXT UK da próxima semana, sendo que o vencedor enfrentará Noam Dar na final do torneio.

A seguir foi transmitida uma promo/vignette de Charlie Dempsey, um novo lutador que está a chegar ao NXT UK.

De seguida foram mostradas imagens de algo que aconteceu durante o intervalo, com Blair Davenport – que está suspensa indefinidamente – a atacar Stevie Turner pelas costas e a aplicar-lhe o seu finisher no ringue.

A seguir foi lembrado que no NXT UK da próxima semana teremos um Triple Threat Match entre A-Kid, Rampage Brown e Nathan Frazer para determinar o primeiro candidato ao NXT UK Championship de Ilja Dragunov.

– NXT UK Tag Team Champions Pretty Deadly (Lewis Howley & Sam Stoker) venceram Gallus (Joe & Mark Coffey): O combate começou melhor para os candidatos principais, o que obrigou os campeões a “ir apanhar ar” e a subir o seu nível, tendo com alguma agressividade e manha obtido o controlo do combate. O domínio dos Pretty Deadly durou então vários minutos, tendo estes isolado Joe Coffey no seu irmão.

Depois da hot tag em Mark Coffey o combate voltou a ficar equilibrado e as oportunidades de vitória começaram a surgir para ambas as equipas. A ação decorreu até fora do ringue e tivemos o caos, com os quatro lutadores estendidos cá fora. De volta ao ringue, a Gallus quase venceu e conquistou os títulos.

Ainda assim, no final foram os Pretty Deadly (Lewis Howley & Sam Stoker) a arrecadar a vitória ao livrarem-se de Joe Coffey e a concentrarem o ataque em Mark Coffey, continuando assim como NXT UK Tag Team Champions.


O que achaste do WWE NXT UK desta semana?

1 Comentário

  1. Gostei:
    – Noam Dar derrotou Kenny Williams por 2-1 no torneio Heritage Cup. Este combate foi um daqueles raros heel vs heel, mas ambos fizeram uma boa exibição e acabamos por ter um ótimo combate.
    – Sid Scala entrevista Ilja Dragunov. Dragunov pergunta-se quem será o próximo a desafiá-lo. Isto traz Nathan Frazer, Rampage Brown e A-Kid. Scala marca uma triple threat no futuro, e os 3 tem uma brawl depois, vencida por Brown. Foi um segmento desfrutável e não me importo realmente quem enfrente Dragunov a seguir, pois qualquer um destes 3 acabaria por ser uma ótima escolha.
    – Emilia McKenzie derrotou Stevie Turner num bom combate, pouco a dizer sobre isto.
    – Video package para Wolfgang vs Teoman. Um bom hype para o combate deles e uma boa promo de Wolfgang.
    – Promo package para Charlie Dempsey, a mais recente contratação. Ele promete algo novo. Parece ter futuro, vamos ver.
    – Pretty Deadly derrotaram Gallus para continuar Tag Team Champions num excelente combate. Tudo neste combate saiu bem, as manobras, o storytelling, a psicologia. Nomeadamente os Pretty Deadly foram o grande destaque, com o constante (ab)uso da five count. Vejam este combate!

    Não Gostei:

    Overall: 7/10. Um ótimo show com os 3 combates a entregarem. NXT UK volta a entregar um ótimo main event, com um tag match absolutamente recomendável e os Pretty Deadly rapidamente se estabelecem como das minhas tag teams favoritas.