A WWE realizou este domingo, no Capitol Wrestling Center em Orlando, Flórida, o último especial do ano da sua brand de desenvolvimento, o NXT WarGames.

O WWE NXT WarGames foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

– Raquel Gonzalez, Io Shirai, Cora Jade & Kay Lee Ray venceram Toxic Attraction (NXT Women’s Champion Mandy Rose, NXT Women’s Tag Team Champions Gigi Dolin & Jacy Jayne) & Dakota Kai (War Games Match)
– NXT Tag Team Champions Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel) venceram Kyle O’Reilly & Von Wagner
Cameron Grimes venceu Duke Hudson (Hair vs Hair Match)
– NXT Cruiserweight Champion Roderick Strong venceu Joe Gacy
– Team 2.0 (Bron Breakker, NXT North American Champion Carmelo Hayes, Grayson Waller & Tony D’Angelo) venceram Team Black & Gold (NXT Champion Tommaso Ciampa, Johnny Gargano, LA Knight & Pete Dunne) (War Games Match)

Report

– Raquel Gonzalez, Io Shirai, Cora Jade & Kay Lee Ray venceram Toxic Attraction (NXT Women’s Champion Mandy Rose, NXT Women’s Tag Team Champions Gigi Dolin & Jacy Jayne) & Dakota Kai (War Games Match): O Women’s WarGames Match começou com Dakota Kai e Kay Lee Ray decididas a continuar o que começaram no Ladder Match da passada terça-feira, com a última a dominar a sua rival até que a sua colega de equipa Cora Jade veio ao ringue e assim o domínio ficou ainda mais acentuado, mas Gigi Dolin veio para o ringue e virou o combate a favor da sua equipa.

De forma inesperada e apesar da entrada de Io Shirai, foi Gigi Dolin e Dakota Kai que continuaram no domínio durante mais algum tempo e esse domínio ficou ainda mais presente quando Jacy Jayne veio para combate. Porém, quando Io Shirai está em combate já se sabe que a ação pode virar num instante e tivemos o primeiro momento holy shit da noite quando Io Shirai e Kay Lee Ray colocaram Jacy Jayne numa mesa e Cora Jade decidiu subir ao topo da jaula e acertar um Swanton Bomb, e ao que tudo indica lesionou-se no ombro. Todavia, Io Shirai não deixou a jovem ser assistida e colocou-lhe o ombro no sítio.

As duas lutadoras das Toxic Attraction e Dakota Kai ainda tentaram prevenir que Raquel Gonzalez entrasse em ringue, mas a poderosa lutadora usou um extintor para garantir a entrada. Apesar de se manter em combate, Cora Jade continuava sentada no chão e agarrada ao seu ombro, algo que preocupava as suas colegas de equipa.

Quando NXT Women’s Champion Mandy Rose finalmente entrou, foi quando o WarGames Match oficialmente começou e o que tivemos foi Io Shirai, Raquel Gonzalez e Kay Lee Ray a proteger Cora Jade, mas as Toxic Attraction e Dakota Kai usaram a força dos números para dominar.

Ainda assim, Cora Jade só com um braço em condições para lutar tentou ajudar a sua equipa, mas como seria de esperar acabou por sofrer às mãos das suas adversárias. No final e do nada, Raquel Gonzalez acertou a sua Chingona Bomb em Jacy Jayne, sendo que Cora Jade aproveitou toda a confusão e fez o pin vencedor.

A seguir foram transmitidos vários video packages a promover vários lutadores do NXT 2.0, incluindo Tiffany Stratton e dos MSK.

Nos bastidores da equipa Black & Gold tivemos os quatro lutadores a conversar sobre o WarGames Match, com o NXT Champion Tommaso Ciampa a dizer que este combate é importante para todos, em especial para Johnny Gargano.

– NXT Tag Team Champions Imperium (Fabian Aichner & Marcel Barthel) venceram Kyle O’Reilly & Von Wagner: De forma algo inesperada, o duo de Kyle O’Reilly & Von Wagner entrou melhor, tendo dominado durante vários minutos, mas os Imperium viraram o rumo dos acontecimentos a seu favor.

Ainda assim, o domínio dos campeões foi curto e Kyle O’Reilly conseguiu fazer o tag a Von Wagner, que virou o embate do avesso e o ex-lutador da Undisputed ERA quase venceu depois de um Heel Hook, mas os Imperium mantiveram-se na luta.

Os minutos finais foram bastante equilibrados e agressivos, e as quase vitórias foram surgindo. No final, Fabian Aichner usou a sua força para levantar Kyle O’Reilly quando este estava a aplicar um Triangle Choke e isso abriu espaço para os campeões acertarem o seu golpe final e assim retiveram os títulos.

Depois do combate terminar, o público do NXT estava a bater palmas e a agradecer a Kyle O’Reilly e foi então que Von Wagner o tentou atacar, mas o veterano percebeu o que ia acontecer e deitou o jovem lutador por terra, tendo até feito o gesto da Undisputed ERA.

No backstage, Elektra Lopez deixou uma mensagem rumo ao combate entre Xyon Quinn e Santos Escobar do próximo NXT.

– Cameron Grimes venceu Duke Hudson (Hair vs Hair Match): A força de Duke Hudson foi um problema para Cameron Grimes desde os primeiros momentos deste embate e o australiano controlou então durante bastante tempo, apesar do milionário do NXT nunca deitar a tolha ao chão e até conseguir equilibrar a contenda.

No final, parecia que Duke Hudson estava no controlo e preparava-se para acertar o Razor’s Edge, mas Cameron Grimes contra-atacou e depois de um pin rápido onde agarrou as cuecas do australiano, venceu o embate.

Depois do combate, Duke Hudson ainda tentou atacar o seu rival e cortar-lhe o cabelo, mas Cameron Grimes acertou o Cave-In e depois rapou parte do cabelo do australiano, que conseguiu fugir já meio careca.

– NXT Cruiserweight Champion Roderick Strong venceu Joe Gacy: O combate começou de forma bastante agressiva, com os dois lutadores a nunca deixarem o adversário ter o controlo durante muito tempo. Rapidamente se começou a ver os dois a quase vencerem. Já fora do ringue tivemos Harland a quase atacar Ivy Nile da Diamond Mine, mas Joe Gacy não deixou que isso acontecesse.

Isto deu espaço para Roderick Strong recuperar e no final acertou o seu End of Heartache para reter o título.

Nos bastidores, Kyle O’Reilly estava irritado e explicou que percebeu o que Von Wagner lhe ia fazer e que se este quiser lutar na terça-feira, os dois poderão fazê-lo dentro de uma jaula.

– Team 2.0 (Bron Breakker, NXT North American Champion Carmelo Hayes, Grayson Waller & Tony D’Angelo) venceram Team Black & Gold (NXT Champion Tommaso Ciampa, Johnny Gargano, LA Knight & Pete Dunne) (War Games Match): De forma algo inesperada, Johnny Gargano e Carmelo Hayes começaram de forma lenta e mais técnica, mas com o passar dos minutos a precaução começou a ir por água abaixo e quando “Johnny Wrestling” estava no controlo tivemos a entrada de Grayson Waller. Com isso, a Team 2.0 começou a dominar, mas os três minutos passaram a correr e quando Pete Dunne entrou a equipa dos veteranos ficou no controlo graças à agressividade do “Bruiserweight” e de Johnny Gargano.

No entanto, a Team 2.0 voltou a assumir o controlo quando Tony D’Angelo veio para o ringue e com ajuda de Trick Williams colocou várias armas dentro da jaula, mas tudo isso mudou quando Dexter Lumis apareceu vindo de debaixo do ringue despachou o amigo do NXT North American Champion.

Ainda assim, Tony D’Angelo usou um cadeado para fechar a jaula e a Team 2.0 manteve a vantagem numérica mesmo quando foi a vez de LA Knight entrar em combate, mas o carismático lutador estava decidido a dar uma tareia aos jovens lutadores e escalou a jaula para depois virar o combate do avesso.

A Team Black & Gold em situação de 3 para 3 dominou de forma clara, mas quando Bron Breakker entrou em combate este mostrou porque é provavelmente o jovem mais promissor no NXT 2.0. No entanto, quando o NXT Champion veio para o ringue, este também mostrou porque é o campeão e em menos de um minuto colocou a sua equipa no controlo, em especial quando tivemos uma pequena reunião dos #DIY.

A Team Black & Gold mostrou a sua maior experiência neste tipo de ambiente e conseguiu controlar durante alguns minutos, tendo LA Knight feito Grayson Waller atravessar uma mesa com um incrível Belly to Belly Suplex da terceira corda. Como seria de esperar, o cansaço foi começando a ser um factor e as quase vitórias foram aparecendo nesta guerra, com a Team 2.0 a quase ter ganho depois de um Elbow Drop de Grayson Waller do topo da jaula contra LA Knight que estava numa mesa.

Tony D’Angelo decidiu que era boa ideia usar um pé de cabra contra Pete Dunne e aplicou o seu Spinning Neckbreaker da terceira corda usando a arma. A vitória parecia que ia sorrir à Team Black & Gold quando os #DIY acertaram o seu golpe final em Bron Breakker, mas Carmelo Hayes puxou o árbitro e o combate continuou.

O final aconteceu pouco depois quando Bron Breakker fez Tommaso Ciampa atravessar uma mesa, tendo rapidamente acertado o seu Military Press Powerslam e feito o pin no NXT Champion, dando a vitória à Team 2.0.


O que achaste deste WWE NXT WarGames?

13 Comentários

  1. Tiktok dark2 meses

    Não é mais chamado de TakeOver, até isso eles estão jogando fora.

  2. Victor Silva2 meses

    Assistindo aqui a entrada do Kyle O’Reilly nesse WarGames e sentindo falta da Undisputed Era

  3. Italo2 meses

    A attire do Johnny foi o puro suco de nostalgia do NXT black & gold, o ME foi a melhor War Games que ja teve no NXT, com certeza a despedida do Johnny um dos caras que me fez amar pro wrestling, que seja feliz aonde for. THANK YO JOHNNY!!!

  4. ??2 meses

    Johny Gargano é simplesmente incrivel!

  5. joao (diferenciado)2 meses

    adorava que ele fosse a pick 30 na rumble a chocar tudo e todos

  6. Gostei:
    – Women’s WarGames Match. Um ótimo combate para começar o show. Vários spots divertidos (Dakota Kai dentro do caixote e a Raquel a rodá-lo, Cora Jade com um swanton do topo da jaula por uma mesa, etc.). O final foi um bocado fraco, mas o combate continua a ser muito bom.
    – Segmento com a Team Black and Gold. A história para o main event é clara: velha guarda vs nova guarda e a última noite de Gargano no NXT e este segmento mostra isso muito bem.
    – Imperium vs Von Wagner & Kyle O’Reilly. Esperava-se um combate intenso e foi exatamente isso que tivemos, com todos os 4 a entregarem uma ótima disputa. Após o combate, Von vira heel mas Kyle estava preparado e dá-lhe forte. Boa coisa aqui.
    – Cameron Grimes vs Duke Hudson. Apesar de tudo, é um bom combate. Não foi grande coisa, mas teve os seus momentos. Após o combate, Grimes rapa o cabelo de Hudson, apesar da, claro, retaliação deste último.
    – Joe Gacy vs Roderick Strong. O combate foi bom, talvez melhor do que esperava. Adoro como as morais do Gacy foram o que lhe custaram o combate, quando Harland tenta atacar Ivy Nile.
    – Segmento com Kyle O’Reilly e vamos ter Wagner vs O’Reilly dentro de Steel Cage na terça-feira. Isto deve ser bom.
    – Men’s WarGames Match. Que fim de show! Esperava-se um combate excelente e foi exatamente isso que tivemos. Começamos logo bem quando o Johnny Gargano entrou com a sua música antiga, a reunião dos #DIY, o regresso do Dexter Lumis, o Grayson Waller a saltar do topo da jaula… Vejam este combate!

    Não Gostei:
    – Segmento com os Legado del Fantasma. Isto podia ter ficado para terça feira.

    Overall: 7/10. Destaca-se os WarGames Matches e o combate pelos Tag Titles. Um ótimo Takeover final para Johnny Gargano que, dado a atenção que estão a dar a isso, cheira-me que ele renovou e vai para o main roster.

  7. Victor Silva2 meses

    Só houve duas coisas que eu não gostei nesse WarGames, porém é compreensível. Cora Jade dar a vitória a sua equipe, mesmo “lesionada” achei um pouco forçado. E a vitória do Team 2.0, esse pessoal ainda tem muitos WarGames pela frente. Porque não deixar o Team Black Gold vencer no que seria provavelmente seu último WarGames para alguns? Mas como disse, é compreensível. Estão passando a tocha e cada um seguindo em frente.

  8. Cebola2 meses

    O Johnny Gargano entrando com a sua theme song original foi de escorrer uma lagrima dos olhos

  9. Zickelous2 meses

    Acho que nunca tive tanto ódio de um lutador quanto tive do Carmelo Hayes quando ele puxou o juiz na hora da contagem

  10. Este NXT WarGames foi um evento decente, embora bem inferior à esmagadora maioria dos NXT TakeOver’s (RIP).
    Curti particularmente do ótimo combate entre Imperium e Kyle O’Reilly & Von Wagner e do ótimo main event (bateu uma nostalgia ao ouvir de novo “Rebel Heart”, confesso que me arrepiei).

  11. Foi um grande WarGames com cheirinho a despedida de alguns!

  12. Anónimo2 meses

    Foi um bom NXT WarGames. Destaco os WarGames Matches, o main event foi muito bom.

  13. BRRM2 meses

    O main event foi espetacular: spots, psicologia, violência, emoção, bom ritmo e um ótimo desempenho por parte de todos os envolvidos. De um modo mais particular, o Pete Dunne esteve absolutamente fantástico com o seu “sadismo”