Frank casino

A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, novamente no Performance Center, naquela que foi a penúltima edição do programa antes do próximo pay-per-view da empresa, o Backlash.

Resultados

– Aleister Black venceu Seth Rollins
– WWE United States Champion Apollo Crews vs Kevin Owens (No Contest)
– WWE United States Champion Apollo Crews & Kevin Owens venceram Andrade & Angel Garza
– Billie Kay venceu Nikki Cross
– R-Truth venceu WWE 24/7 Champion Rob Gronkowski
– Nia Jax venceu Kairi Sane
NXT Women’s Champion Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Asuka (por count-out)
– WWE Champion Drew McIntyre venceu MVP

Report

O Raw desta semana abriu com Seth Rollins e os seus discípulos a virem ao ringue e o “Monday Night Messiah” fazendo a cerimónia de final de carreira de Rey Mysterio. O lutador mostrou um vídeo a homenagear a carreira do “Mestre do 619” e afirmou que ele é uma lenda, em especial por se ter sacrificado por um bem maior, e que ele terá todo o prazer no futuro de o induzir no WWE Hall of Fame.

Porém, o adversário de Seth Rollins neste Raw, Aleister Black, já estava farto de ouvir o “Monday Night Messiah” e apareceu no ringue para atacar o seu adversário ainda antes do combate entre eles começar.

– Aleister Black venceu Seth Rollins: Apesar deste ataque de Aleister Black antes do combate, foi Seth Rollins que começou de forma dominante. Quando o “Monday Night Messiah” tentou que Murphy e Austin Theory interferissem, tivemos Humberto Carrillo a vir em ajuda do seu aliado Aleister Black, com uma cadeira.

Nos minutos seguintes vimos o combate a equilibrar-se cada vez mais, com Aleister Black a ganhar ímpeto e a quase virar o rumo do mesmo por várias vezes. Os minutos finais foram frenéticos com várias false finishes por parte dos dois lutadores, e depois das tentativas de interferência de Murphy e Austin Theory, que foram atacados por Humberto Carrillo, Aleister Black apanhou o “Monday Night Messiah” desprevenido e com um Roll Up venceu o combate.

No entanto, Seth Rollins e os seus discípulos mostraram mau perder e atacaram Aleister Black e Humberto Carrillo, tendo o ataque sido fechado com um Blackout no “Dutch Destroyer”.

Em seguida tivemos uma entrevista de backstage a Angel Garza e Zelina Vega, onde o lutador mexicano se vangloriou da sua vitória triunfal contra Kevin Owens. No final, Angel Garza voltou a dar uma flor a Charly Caruso, mas flor essa que foi destruída por Zelina Vega.

De seguida tivemos o WWE Hall of Famer Shawn Michaels para falar do combate entre Edge e Randy Orton no Backlash, e o “The Heartbreak Kid” falou primeiro dos seus grandes combates antes de falar do “Greatest Wrestling Match Ever”, em que apostou na vitória de Edge.

De regresso ao backstage tivemos um segmento de Lana a discutir com MVP, por este estar a tentar roubar-lhe Bobby Lashley. MVP explicou então que tinha um combate para preparar contra o WWE Champion Drew McIntyre e que não queria gastar energia a discutir com ela. O segmento acabou com Lana a dar um estalo a MVP.

De regresso ao ringue tivemos a bela Kayla Braxton para entrevistar o novo WWE United States Champion Apollo Crews, que falou de como está a ser a sua primeira semana enquanto campeão. Apollo Crews também anunciou que o seu adversário desta noite seria Kevin Owens.

O “Prizefighter” veio ao ringue e acusou de Apollo Crews de querer dar-lhe este combate por pena, mas o WWE United States Champion garantiu que queria lutar contra Kevin Owens por respeito. O “Prizefighter” fechou então este segmento a dizer que tinha pena de Apollo Crews, pois o seu reinado ia ser bastante curto.

– WWE United States Champion Apollo Crews vs Kevin Owens (No Contest): A primeira defesa do WWE United States Championship por parte de Apollo Crews foi bastante equilibrada desde o início. Kevin Owens fez uso da sua experiência e acabou por dominar mais o combate, mas sem hipóteses claras de o vencer.

No entanto, a primeira defesa do título por parte do novo campeão acabou de forma inesperada, pois Angel Garza e Andrade vieram ao ringue e atacaram os dois lutadores, tendo feito o combate acabar em No Contest.

– WWE United States Champion Apollo Crews & Kevin Owens venceram Andrade & Angel Garza: Quando a emissão do Raw regressou já estava a decorrer um Tag Team Match, que começou depois do ataque do duo que trabalha para Zelina Vega. Andrade & Angel Garza dominaram boa parte do combate.

No final tivemos vários momentos caóticos envolvendo os quatro lutadores, mas foi o WWE United States Champion Apollo Crews que arrecadou a vitória, ao vencer Andrade com a sua Blue Thunder Bomb.

No backstage tivemos a Raw Women’s Champion Asuka a ser entrevistada, onde afirmou que no Backlash irá vencer Nia Jax e que neste Raw irá vencer Charlotte Flair, porque ela não se ajoelha perante ninguém.

Logo depois tivemos mais um confronto entre os Raw Tag Team Champions Street Profits e os Viking Raiders, desta vez num jogo do bowling. O jogo começou favorável para os Viking Raiders, mas quando os Street Profits mudaram o ambiente da pista, a vantagem foi para os Raw Tag Team Champions.

No final, apesar de uma jogada bastante ilegal, a vitória sorriu aos Viking Raiders, que assim empataram esta série de desafios.

– Billie Kay venceu Nikki Cross: No primeiro combate feminino da noite tivemos as energéticas Billie Kay e Nikki Cross em ação, com a lutadora australiana a dominar grande parte do combate. No entanto, a campeã nunca desistiu e teve até perto de vencer por várias vezes. No final, acabou por ser Billie Kay a obter uma vitória icónica após aplicar um Spinebuster na lutadora escocesa.

De novo no backstage tivemos uma entrevista ao WWE Champion Drew McIntyre, que relembrou a todos que em 9 semanas como campeão venceu 7 Superstars diferentes, e que neste Raw, MVP será a 8ª Superstar que ele vai derrotar.

De seguida tivemos a presença de Rey Mysterio a partir da sua casa, para falar da cerimónia de aposentadoria que Seth Rollins lhe organizou. Foi então que Rey Mysterio afirmou que não sabe quando vai recuperar, mas que não será Seth Rollins a decidir o final da sua carreira.

Durante a promo do lendário luchador, o seu filho Dominik, se sentou ao lado do seu pai, e disse que alguém da sua família tinha de fazer algo contra Seth Rollins. Rey Mysterio tentou acalmar o seu filho antes de insultar mais uma vez o “Monday Night Messiah”, mas foi mesmo Dominik que fechou o segmento dizendo que se Seth Rollins se acha um messias, então vai ser “olho por olho”.

De novo no ringue do Performance Center tivemos Nia Jax a fazer uma promo onde afirma ser a vítima de ataques constantes de Asuka e que ela é que é a vítima de toda esta história.

Ainda antes do combate de Nia Jax com Kairi Sane tivemos o WWE 24/7 Champion Rob Gronkwoski a fazer um vídeo para o TikTok. No entanto, “The Gronk” foi apanhado desprevenido por R-Truth, que assim conquistou mais uma vez o WWE 24/7 Championship.

– Nia Jax venceu Kairi Sane: Em seguida tivemos mais um combate entre Kairi Sane e Nia Jax, e a parceira de Asuka, apesar de toda a diferença de tamanho, deu bastante luta a Nia Jax. Porém, o final do combate chegou de forma abrupta quando Nia Jax atirou Kairi Sane de cabeça contra as escadas, tendo rapidamente colocado a sua adversária dentro do ringue, e depois de uma Leg Drop, venceu o combate.

Assim que o combate terminou, a Raw Women’s Champion Asuka veio ao ringue, mas Nia Jax saiu antes de que houvesse confronto físico entre as duas.

No backstage tivemos uma promo de Randy Orton, que afirmou que quando está em casa gosta de ver a WWE Network e que acha interessante que todos mencionem Ric Flair como o melhor lutador de sempre, e depois quando Ric Flair fala, o “Nature Boy” afirma que é ele [Randy Orton] o melhor de sempre.

O “The Viper” também afirmou que ouviu Edge a dizer que ele nunca se esforça e que tudo lhe foi entregue, e que é verdade, ele nunca precisou de se esforçar para conquistar mais do que praticamente todos os lutadores da WWE. Randy Orton fechou a sua promo dizendo que no Backlash vai-lhe bastar ser ele próprio e que o “conto de fadas” de Edge vai acabar fruto das três letras mais destrutivas do Wrestling… R-K-O.

Ainda antes do próximo combate começar tivemos uma promo da NXT Women’s Champion Charlotte Flair, onde esta se vangloriou por toda a sua carreira e acusou Asuka de ser uma imitadora.

– NXT Women’s Champion Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Asuka (por count-out): O combate começou de forma equilibrada, mas rapidamente Charlotte Flair colocou o seu plano em jogo e começou a atacar a perna de Asuka. A NXT Women’s Champion continuou o seu domínio nesta luta entre campeãs, mas a Raw Women’s Champion nunca deitou a toalha ao chão. Através de uma vasta panóplia de submissões, Asuka conseguiu inverter o ímpeto do combate, tendo quase vencido o mesmo por várias vezes.

O final do combate chegou pouco depois, quando Asuka estava fora do ringue e tivemos a aparição surpresa de Nia Jax, que vinha com a máscara e pintura da “Empress of Tomorrow”. Esta distração fez com que Asuka não respondesse à contagem de 10 e assim Charlotte Flair venceu o combate entre campeãs.

Depois disso, Nia Jax atacou a Raw Women’s Champion Asuka.

– WWE Champion Drew McIntyre venceu MVP: Ainda antes do combate começar tivemos Lana a vir para perto do ringue, o que deixou todos confusos, em especial Bobby Lashley.

No que toca ao combate, Drew McIntyre entrou a todo o gás, como tem sido habitual desde que o ano começou e só uma distração de Bobby Lashley fez com que MVP conseguisse dominar por alguns momentos. No entanto, Drew McIntyre mostrou mais uma vez estar num patamar à parte e rapidamente virou o ímpeto do combate. Bobby Lashley ainda tentou tirar MVP do ringue, mas nem isso salvou o ex-WWE United States Champion.

No final, Drew McIntyre meteu MVP dentro do ringue pouco depois acabou o combate com o seu Claymore Kick.

Assim que o combate terminou, Bobby Lashley atacou o WWE Champion pelas costas e aplicou-lhe o seu Full Nelson durante os segundos finais do Raw. A mensagem para o Backlash está assim entregue.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

26 Comentários

  1. Lucas Vaz ferreira4 meses

    Asuka não perdeu count out não ganhou pq desqualificacao

  2. JOAOPEDROOOOO4 meses

    vitória do Aleister…interessante.

  3. Nuno4 meses

    Os AOP foram despedidos?

  4. Fan do Drew4 meses

    Raw banal a smackdown mt melhor neste momento

    • Não digo que foi banal, porém realmente o SD está muito melhor, exemplo disso foi o último ep que foi simplesmente sensacional!

  5. ANÔNIMO4 meses

    Daqui a pouco vai ter notícias da Nia Jax lesionando a Kaire Sane dnv

  6. Foi um Raw razoável, que teve algum desenvolvimento de storylines mas não achei que tivesse sido tão interessante quanto o da semana passada.
    Odiei o facto de terem interrompido Apollo Crews vs Kevin Owens (mesmo que saiba que ninguém podia/devia ter sofrido o pin) para termos pela segunda vez nas últimas três ou quatro semanas Apollo & Kevin vs Angel Garza & Andrade. Aqui constatamos a falta de profundidade do roster da brand vermelha.
    Ainda assim, houve bons momentos como o segmento inicial que levou a um bom combate entre Aleister Black e Seth Rollins (dois dos melhores in-ring performers da WWE, na minha opinião), a promo de Randy Orton também foi muito intensa e o combate entre campeãs que opôs Asuka a Charlotte Flair viu-se bem.

  7. Facebook Profile photo

    No geral, razoável Raw. De 0 a 10, vou dar 7.5.

  8. Não gostei muito deste Raw, foi provavelmente o mais fraco das últimas 3 ou 4 semanas. A primeira hora foi muito boa, mas as outras 2 arrastaram-se um bocado.

    Rollins foi o MVP do show, primeiro com uma boa promo no inicio do Raw e depois com um excelente combate contra o Aleister. O post-beatdown também foi brutal. O character work do Rollins neste momento é simplesmente incrivel. Não gostava muito desta gimmick no inicio, mas já me convenceu.

    Owens/Apollo foi um bom combate. Gostei da forma como o Apollo fingiu o groin kick, é algo que nunca o vimos fazer e adiciona uma nova layer interessante à sua personagem. Fiquei com pena que isto se tenha tornado num tag-team match mas enfim, pelo menos o Apollo fez o pin.

    Depois desta primeira hora, houveram poucas coisas que realmente gostei. Asuka/Charlotte foi um combate muito bom, mas depois a Nia apareceu (estou farto dela e a sua promo antes do combate contra a Kairi foi terrível). A promo do Orton foi boa – a feud com o Edge tem tido um bom build. A promo do Rey e do Dominik tambem não foi má de toda e espero que isto lide ao Dominik a juntar-se ao Rollins. O main-event foi ok, a Lana não faz falta nenhuma e preferia não a ver envolvida nesta feud porque é simplesmente irritants, mas tirando isso, o Raw acabou de uma forma interessante com o Lashley a dominar o Drew.

    Foi um episódio ok, a terceira hora arrasta sempre um bocado, mas desta vez a segunda hora também não foi particularmente boa.

    • duzonraven4 meses

      O RAW poderia voltar a ter duas horas. Basicamente gastam uma hora só em replays, videos bobos e outras coisas desnecessárias

    • Sim, não ajuda à qualidade do Raw, mas a WWE faz muito dinheiro com a terceira hora.

  9. Realmente como já foi citado foi um RAW bem abaixo… Teve a promo do Rollins que está perfeito no seu personagem, agora o Dominik entrou de vez na história e se tiver um heel turn em cima do pai e de quebra a sua entrada na stable, será ÉPICO!
    Aleister Black venceu Seth Rollins – Boa vitória por parte do primeiro, importante pra ele e mostra que a WWE realmente está construindo e acreditando na sua personagem
    – USA Champion Apollo Crews vs Kevin Owens (No Contest) – não foi o ideal, por outro lado ninguém poderia perder então ok.
    O segmento dos Street Profets foi ridículo como todos os outros, já comentei sobre isso, se não tiver um ataque feroz dos Vikings zangados por terem perdido essa competição ridícula, foi só perca de tempo.
    – USA Champion Apollo Crews & Kevin Owens venceram Andrade & Angel Garza – Fico triste pelo Andrade, vinha tão bem, agora o Garza já pede passagem.
    – Billie Kay venceu Nikki Cross – Não gosto dessa personagem da Nikki, torço pra que percam o título e tenha heel turn dela conta a Bliss para uma rivalidade que promete ser boa caso aconteça.
    – R-Truth venceu WWE 24/7 Champion Rob Gronkowski – Essa Rob mete nojo, que bom para o Truth!
    – Nia Jax venceu Kairi Sane – A Nia me dá sono, então infelizmente não vou ter interesse em nadaaa que ela esteja inserida
    – NXT Women’s Champion Charlotte Flair venceu Raw Women’s Champion Asuka (Por Count-Out) – Contrução da rivalidade com a Nia e mais uma vez aparição e Match desnecessária com a Charlotte (que deveria aparecer de vez em quando no Main Roster e andar lá pelo NXT que no momento é o sei lugar), apesar que foi uma boa Match e resultado acertado.
    – WWE Champion Drew McIntyre venceu MVP – Parede que a Lana vai atrapalhar a rivalidade, o Drew retém e o casal acaba de vez, enfim.

    • joa4 meses

      ei ainda falta sacha banks e bayley elas podem gahar o tiltlos de equipas

    • Bem observado, Joa! Eu gostaria muito que isso acontecesse também, apesar que não precisaria vencer o título pra apimentar a feud, mas se acontecesse, poderia ter semelhanças com o que aconteceu no último reinadon Tags do Rollins e Ambrose/Moxley. Seria interessante.

  10. Vitor WWE4 meses

    É triste saber que a Kairi Sane vai se lesionar com a Nia acabando com ela, no combate do Mcintyre vs Lashley acho que a Lana vai estar lá e atrapalhar todo o Bobby e o Mcintyre retém o título e acaba de vez Lashley e Lana.

    • Anónimo4 meses

      Pelo que se vê da Nia Jax, ela não tem emenda, não se preocupa com isso.

  11. Balhote4 meses

    Um Raw um bocadinho abaixo do que era esperado. A primeira hora foi boa, um bom combate entre o Seth e o Aleister, a segunda começou bem mas depois começou a piorar e a terceira ja é o costume nem vale a pena falar. Penso que no Backlash não teremos um 6 man tag team match porque supostamente o Rey está “lesionado”, só se lutar o filho mas penso que isso não vai acontecer (acho que ele vai ser o novo “discípulo” do Seth Rollins). Para venderem bem a lesão acho que o Rey não devia regressar já, mas sim mais na altura do Extreme Rules. Talvez tenhamos Aleister vs Rollins no Backlash até porque o Aleister ganhou com um roll up por isso deve haver rematch, mas não sei o que vão fazer. Sobre o US title estava tudo a correr bem até à interferência do Andrade e do Garza. Espero que ao menos este título seja defendido no ppv(algo que não acontece desde o Elimination Chamber) talvez num fatal 4 way mas penso que isso não vai acontecer

    • Não acho que deva haver um rematch wntr o Rollins e o Black, até porque nenhum dos dois podem perder e o troco foi dado com o ataque do Rollins pós combate. Existe a possibilidade, porém não acho que seria uma boa ideia

  12. El Cuebro4 meses

    Gostei muito do Raw, principalmente pela aparição do Dominik falando que agora será olho por olho!

  13. Anónimo4 meses

    Gostei do show. O combate entre o Seth Rollins e o Aleister Black foi muito bom.