Faz login e remove a publicidade
Frank casino

A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, novamente no Performance Center, numa altura em que nos vamos aproximando cada vez mais do Extreme Rules do próximo dia 19 de Julho.

Resultados

– WWE Champion Drew McIntyre venceu Heath Slater
– Kairi Sane venceu Sasha Banks (por desqualificação)
– Rey Mysterio & Kevin Owens venceram Seth Rollins & Murphy
– MVP & Bobby Lashley venceram Ricochet & Cedric Alexander
– Randy Orton, Angel Garza & Andrade venceram Big Show & Viking Raiders
– Billie Kay venceu Ruby Riott
– Raw Women’s Champion Asuka venceu SmackDown Women’s Champion Bayley

Report

O Raw desta semana abriu com o WWE Champion Drew McIntyre a relembrar que, no calor do momento durante a assinatura de contrato para o combate no Extreme Rules, ofereceu a hipótese a Dolph Ziggler de escolher a estipulação e o campeão chamou então o “Show-Off” para que este anunciasse qual a estipulação do combate entre eles.

Dolph Ziggler apareceu e afirmou que a estipulação era segredo, mas o “Show Off” acabou sim por trazer alguém do passado de Drew McIntyre para o confrontar… Heath Slater.

O lutador que foi despedido da WWE em Abril foi ao ringue e relembrou toda a história que os dois têm e que se conhecem há 19 anos, e quando Drew McIntyre foi despedido ele falou com ele todos os dias. Heath Slater relembrou que Drew McIntyre lhe prometeu um combate pelo WWE Championship e então o lutador despedido deu um estalo ao seu amigo, para fazê-lo aceitar o combate.

– WWE Champion Drew McIntyre venceu Heath Slater: Heath Slater ainda tentou montar alguma ofensiva, mas Drew McIntyre rapidamente acertou o Claymore Kick e venceu o combate.

Assim que o combate terminou, Dolph Ziggler foi ao ringue e começou a insultar Heath Slater e os dois envolveram-se numa brawl. Isto fez o WWE Champion regressar ao ringue em auxílio do seu amigo, o que fez o “Show Off” fugir. O segmento acabou com Drew McIntyre e Heath Slater abraçados.

No backstage parecia que as WWE Women’s Tag Team Champions Bayley e Sasha Banks iam ser entrevistadas, mas as duas lutadoras preferiram falar no ringue.

Já no ringue, as Golden Role Models continuaram o seu auto-elogio, como tem sido habitual nas últimas semanas, com a SmackDown Women’s Champion Bayley a insultar Nikki Cross e Sasha Banks a insultar Asuka. Foi mesmo a Raw Women’s Champion a interromper a promo das duas melhores amigas e veio acompanhada da regressada Kairi Sane, e assim seguimos para o segundo combate da noite.

– Kairi Sane venceu Sasha Banks (por desqualificação): Kairi Sane usou a sua maior velocidade para começar este combate de forma dominante, mas Sasha Banks ao fim de algum tempo conseguiu virar o mesmo a seu favor. A “The Boss” manteve o domínio durante longos minutos, mas com a “Pirate Princess” a mostrar toda a sua resiliência.

Os minutos finais foram bastante equilibrados e quando parecia que Kairi Sane ia vencer neste seu regresso, a SmackDown Women’s Champion Bayley interferiu no combate que acabou assim em desqualificação. As quatro lutadoras envolveram-se depois numa brawl, que as Kabuki Warriors acabaram por levar a melhor.

No backstage, tivemos os árbitros a separar Murphy de Aleister Black, pois o discípulo de Seth Rollins estava a atacar o “Dutch Destroyer”.

Noutra zona do backstage tínhamos os Viking Raiders bem dispostos, mas foram interrompidos por Big Show que continua bastante irritado, e com 2 chops avisou-os que eles não se podem esquecer que irão enfrentar o “Legend Killer” Randy Orton.

De regresso ao ringue, tivemos mais uma edição do Kevin Owens Show, com Seth Rollins como convidado. Como seria de esperar com estes dois rivais, as farpas e os insultos não se fizeram esperar.

Quem também apareceu foi Rey Mysterio, que veio acompanhado do seu filho Dominik, e queria começar o mais depressa possível o combate. Foi então que Kevin Owens perguntou se o “Mestre do 619” o queria como parceiro para o Tag Team Match deste Raw e ficou também estipulado que o vencedor decidiria qual a estipulação para o embate entre Rey Mysterio e Seth Rollins no Extreme Rules.

– Rey Mysterio & Kevin Owens venceram Seth Rollins & Murphy: A dupla do Rey Mysterio & Kevin Owens começou o combate de forma dominante, mas o “Monday Night Messiah” e o seu discípulo Murphy conseguiram isolar Kevin Owens e dominar o combate, isto depois de Seth Rollins ter atacado Dominik para causar a distração.

O plano era simples, atacar o tornozelo que o “Prizefighter” partiu no combate contra Seth Rollins na WrestleMania 36, todavia Kevin Owens mostrou a sua resistência e conseguiu fazer o tag em Rey Mysterio, e o lendário luchador virou o combate do avesso muito rapidamente.

No final, Seth Rollins tentou novamente atacar Dominik, mas Aleister Black veio em auxílio de Rey Mysterio e Kevin Owens. Foi então que o “Mestre do 619” acertou o seu golpe patenteado seguido de um Frogsplash a Murphy, e assim a dupla de Rey Mysterio & Kevin Owens venceu o combate.

Assim que o combate terminou, Rey Mysterio pegou no microfone e afirmou que no Extreme Rules o combate contra Seth Rollins será “olho por olho”.

No backstage tivemos uma entrevista a MVP e Bobby Lashley, com o “All Mighty” a afirmar que quebrou o WWE United States Champion Apollo Crews tanto mentalmente como fisicamente e os dois afirmaram que iriam discutir o futuro do título no ringue do Raw.

Já no ringue, MVP e Bobby Lashley lembraram como o WWE United States Champion Apollo Crews os desrespeitou e que quando este perder no Extreme Rules, já não será campeão, mas terá as memórias de quando foi campeão. Falando no WWE United States Championship, foi então que MVP e Bobby Lashley apresentaram um novo cinturão.

Apesar de este ainda não ser o cinturão oficial do WWE United States Championship, pois esse está nas mãos e pertence a Apollo Crews, Bobby Lashley declarou MVP como o novo WWE United States Champion.

Os dois foram depois interrompidos por Ricochet e Cedric Alexander, que não perderam tempo a vir ao ringue e atacar MVP e Bobby Lashley o que nos levou ao próximo combate.

– MVP & Bobby Lashley venceram Ricochet & Cedric Alexander: MVP & Bobby Lashley começaram o combate de forma dominante e assim mantiveram o domínio durante vários minutos, mas Cedric Alexander, quando finalmente entrou em ringue, conseguiu virar o combate a favor da sua equipa durante algum tempo.

Porém, no final a força do “All Mighty” foi decisiva e, com um Spear, Bobby Lashley arrecadou a vitória.

De novo no backstage tivemos Andrade e Angel Garza a discutir novamente, mas Ric Flair apareceu e terminou a discussão dizendo que os dois fizeram um excelente trabalho na última semana. Foi então que Randy Orton apareceu e disse que gosta bastante do talento dos dois jovens lutadores, mas que se eles se meterem no seu caminho contra Big Show, eles vão conhecer o “Legend Killer”.

Noutra zona do backstage, as Kabuki Warriors foram entrevistadas e Asuka desafiou as WWE Women’s Tag Team Champions para um combate pelos títulos no próximo Raw.

– Randy Orton, Angel Garza & Andrade venceram Big Show & Viking Raiders: O trio de Big Show e dos Viking Raiders começaram de forma dominante, ao dissecar Angel Garza e Andrade, ao ponto de Randy Orton se ter irritado com Angel Garza e de o ter ameaçado que não teria problemas em acabar com ele caso o jovem lutador não se compusesse.

A ameaça do “Legend Killer” surtiu efeito, pois Angel Garza e Andrade conseguiram isolar Erik durante vários minutos, até que Big Show entrou em ringue e limpou a casa. Quando parecia mesmo que o gigante ia vencer o combate, uma distração de Randy Orton foi o suficiente para Big Show ser atacado por Andrade e ter de fazer o tag a Ivar, que mostrou toda a sua agilidade.

No final, a veterania de Randy Orton foi decisiva para o combate, pois quando parecia que os Viking Raiders iam a correr para a vitória, um blind tag seguido de um RKO vindo do nada em Erik foi a chave para a vitória.

No backstage tivemos as IIconics, mais uma vez a gozar com Ruby Riott, até que esta interrompeu as duas australianas e afirmou que quando ela entrasse em ringue com Billie Kay não seria icónico, mas sim trágico.

A câmara mudou o foco e foi então que vimos MVP a tentar convencer Cedric Alexander a juntar-se a ele e a Bobby Lashley, mas mais uma vez, ao que parece, MVP não conseguiu angariar um outro cliente.

De novo no backstage, Ric Flair estava a elogiar Randy Orton até que o WWE 24/7 Champion R-Truth veio a correr e chocou contra o “Legend Killer”. Incrivelmente R-Truth teve lábia suficiente para se livrar de um ataque do “The Viper” ao elogiar Ric Flair, até que “percebeu” que deveria ser Akira Tozawa e começou a correr.

Foi então que apareceu o verdadeiro Akira Tozawa, que de forma respeitosa perguntou a Randy Orton para que lado foi R-Truth, seguindo as indicações erradas dadas pelo “Legend Killer”.

– Billie Kay venceu Ruby Riott: Billie Kay começou o combate de forma dominante e manteve esse domínio quase até ao fim. Quando Ruby Riott conseguiu montar alguma ofensiva, foi então que Peyton Royce tentou interferir, o que abriu espaço para que Billie Kay, com um Sit-Out Spinebuster, vencer o combate.

A seguir tivemos uma entrevista às WWE Women’s Tag Team Champions Bayley & Sasha Banks, com “The Boss” a aceitar o desafio que a Raw Women’s Champion Asuka fez para um combate entre as Kabuki Warriors e as Golden Role Models para o próximo Raw, pelos títulos.

– Raw Women’s Champion Asuka venceu SmackDown Women’s Champion Bayley: O main event deste Raw abriu de forma equilibrada, com Asuka e Bayley a mostrarem o seu valor. O combate começou a descambar quando Nikki Cross, que estava na mesa dos comentadores, tentou atacar a SmackDown Women’s Champion Bayley.

O combate continuou equilibrado até que Bayley, com alguma batota e usando as cordas do ringue, começou a dominar o mesmo.

Depois de vários minutos de domínio, a agressividade de Asuka veio ao de cima e a “Empress of Tomorrow” começou a virar o ímpeto. O que tivemos foram uns últimos minutos frenéticos, com as duas lutadoras a quase vencerem o combate por várias vezes.

Nos momentos finais, Nikki Cross apareceu no público, o que distraiu Bayley e deu assim espaço para Asuka aplicar o Asuka Lock.

Quando Sasha Banks tentou interferir, Kairi Sane com um Spear não o permitiu. No final, Asuka com um pin rápido bateu Bayley e venceu assim este combate entre campeãs.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

20 Comentários

  1. Alisson Souza4 semanas

    Será que tem uma possibilidade do Heath voltar de vez???? Queria ele pelo menos no mid-card, gosto bastante dele.

    • Facebook Profile photo

      Acho que não. Isto foi um forma, de ao fim de tantos anos na WWE, o Slater ter uma despedida em ringue.

    • Acredito que possa ter sido mesmo um regresso a companhia e até possa se envolver no combate do drew e ziggler no ER

    • Anónimo4 semanas

      Pelo que parece, talvez tenha sido a despedida dele. Mas gostava que continua-se por lá.

  2. Facebook Profile photo

    Gostei do Raw.
    8.5 de 0 a 10.
    Superou espectativas.

  3. Facebook Profile photo

    Meus amigos… Que promo do Slater 🔥

    • Facebook Profile photo

      Pelos filhos, até o melhor combate de Wrestling faz 😂 ele têm o aluguer em atraso, têm filhos, está-se a fazer a vida o tio Slater!

  4. pedro4 semanas

    cade o austin theory ?

  5. Gostei bastante deste Raw. Teve boa continuidade e construiu/progrediu bem as histórias a caminho do Extereme Rules. Apesar de ser um PPV mais filler do que o normal, o card está-se a compor bem e o Rollins/Mysterio num eye for an eye match promete bastante. A divisão feminina foi o claro destaque neste episódio e tanto a Sasha Banks como a Bayley foram novamente as MVP’s do show (e as próprias Kabuki Warriors não ficaram muito atrás). Banks/Sane e Asuka/Bayley foram dois TV matches de ótima qualidade. O Randy Orton continua a ser também uma das melhores coisas na WWE neste momento – aquele momento com o Garza durante o combate de tag-team foi excelente.

    Um destaque também para o MVP que fez uma promo BRUTA backstage com o Cedric:

    “”Me and Bobby Lashley, we in the hurting business, man. You? You in the catering business, because that’s where you gonna sit for the rest of your career watching other people be successful. Bon appetit”

    Até a mim me doeu. Espero que isto tudo lide a uma futura stable/faction com o MVP, Apollo, Cedric, Ricochet, etc.

  6. BO$$4 semanas

    Pensei que a qualidade do Raw ia cair após a saída do Heyman do camando, mas até que está bom o show!

  7. Gostei deste RAW,foi consistente e teve progressão na maioria das storylines…bem melhor que os das ultimas 2/3 semanas.

    -Bom segmento para abrir o show entre o Ziggler e o McIntyre.
    Não esperava que o Slater fosse incluído na storyline mas teve a sua lógica…no pós combate o Ziggler completamente irado com o Slater ataca-o,o que levou ao entendimento do McIntyre e do Slater.

    -Kairi Sane vs Sasha Banks
    Antes de mais,é sempre bom ver a Kairi de volta.
    Em relação ao combate,gostei de ver apesar de ter acabado em DQ.
    Nota para a promo da Bayley e da Sasha,que mais uma vez estiveram bastante bem e foram mais uma vez entertaining.

    -Seth Rollins e Murphy vs Rey Mysterio e Kevin Owens
    Antes do combate,nota para o KO show e o segmento à volta do Owens e do Rollins,gostei bastante da interação entre eles e o Rollins ali a tentar convencer o Owens a juntar-se à sua stable.
    O combate em si foi bom e funcionou muito bem em termos de storyline,o Rollins a ir atrás do filho do Dominik para atacar mentalmente o Mysterio e ganhar vantagem através disso,apesar de acabar por ser os faces a vencerem.
    Tenho grande curiosidade para ver o combate entre o Rollins e o Rey no Extreme Rules.

    -Bobby Lashley e MVP vs Cedric Alexander e Ricochet
    Foi um bom combate,gostei de ver a forma como os faces venderam imenso para o Lashley.
    Nota para o MVP ser o adversário do Apollo,sempre pensei que fosse o Lashley,devem guardar esse combate para o Summerslam.

    -Big Show e Viking Raiders vs Randy Orton/Angel Garza e Andrade
    Foi um combate ok entre estas duas equipas,de destacar a forma como o Orton deu,digamos,um raspanete ao Garza.
    A Vitória a ir para os heels,o que fez sentido.

    -Nota para o MVP a tentar convencer o Alexander a ser agenciado por si e o R-Truth (excelente promo) a fazer mais um segmento hilariante,das melhores coisas do RAW.

    -Asuka vs Bayley
    Grande main event entre elas,tivemos progressão em ambas as rivalidades pelos titulos individuais e terminou de uma forma em que ambas saem protegidas.

  8. El Cuebro4 semanas

    Eu num geral gostei do Raw, achei muito emocionante a participação do Heath, queria que ele ficasse na WWE e tivesse melhores chances lá, mas acho que o futuro dele passa pelo Impact com o Rhino novamente, também gostei muito do novo design do USA Title e também da volta da Kairi! E uma pena a sequência de derrotas da Ruby, queria vê-la em melhor situação, quem sabe uma volta ao NXT ou então a retomada do Squad com a Liv, o mesmo sentimento para Ricochet e Cedric que graças ao Vince foram barrados na WWE quando o Paul Heyman estava lidando bem com o programa, eu acho que uma possível heel turn de ambos e entrada no grupo do MVP faria muito bem a eles!

  9. Bom RAW, melhor que os últimos esperemos que continuem assim.

  10. Bom Monday Night Raw. Bons combates, bons segmentos. Gostava de ver o Heath de volta mas não parece que algo vá acontecer. Bayley e Sasha Banks cada vez com mais protagonismo e estou a gostar bastante de as ver.

  11. Anónimo4 semanas

    Foi um bom Raw! Teve bons combates, destaco a continuação da rivalidade entre o Seth Rollins e o Rey Mysterio, e a promo do Heath Slater.

  12. Afonso Balao4 semanas

    Gostei bastante deste raw, a oromo do Heath Slater foi excelente

  13. Raw bem acima dos anteriores!
    Dou o meu destaque ao segmento inicial com o Slater provavelmente se despedindo com uma grande aparência e uma promo também.
    E o meu destaque também ao Orton, o homem está imparável, o respeito que os demais tem só de encontrar com ele foi brutal, é uma das melhores fases da sua carreira e eu realmente quero que seja ele a tirar o título do Drew no SummerSlam, mesmo que o último também esteja muito bem.
    Tomara que mantenham o nível do Raw, estava precisando.