A WWE transmite esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome no Tropicana Field em São Petersburgo, Flórida, a última antes do Fastlane de 21 de Março.

Resultados

– Drew McIntyre venceu The Miz
– Mandy Rose & Dana Brooke venceram Lana & Naomi
– New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) venceram Raw Tag Team Champions Hurt Business (Shelton Benjamin & Cedric Alexander)
– Damian Priest venceu Jaxson Ryker
– Raw Women’s Champion Asuka venceu WWE Women’s Tag Team Champion Shayna Baszler (Non-Title Match)
– WWE United States Champion Riddle venceu Mustafa Ali
– WWE Champion Bobby Lashley venceu Sheamus (Non-Title Match)

Report

O Raw abriu com o anúncio que na WrestleMania 37 teremos um WWE Championship Match no qual o campeão Bobby Lashley defenderá o seu título contra o ex-campeão Drew McIntyre.

Já no ThunderDome, MVP relembrou que entrámos na “All Mighty Era” e o WWE Champion Bobby Lashley prometeu que irá destruir Drew McIntyre na WrestleMania, tal como fez no Elimination Chamber.

The Miz e John Morrison interromperam e o “A-Lister” e voltou a dizer que foi obrigado a defender o WWE Championship por duas vezes na mesma noite e que Bobby Lashley, como pessoa justa que é, deveria voltar a enfrentá-lo pelo título. O “A-Lister” foi depois interrompido por Drew McIntyre, que congratulou Bobby Lashley pela sua conquista, mas lembrou que ele quando conquistou o WWE Championship venceu primeiro o Royal Rumble Match e depois Brock Lesnar.

As palavras entre os dois escalaram bastante, com The Miz a intrometer-se, mas o segmento acabou numa grande confusão, pois quando Drew McIntyre se distraiu com o “A-Lister”, o WWE Champion atacou o “Scottish Warrior”. The Miz aproveitou e continuou este ataque quando Bobby Lashley saiu do ringue, mas o que ninguém esperava foi que tudo terminou com Sheamus a atacar o WWE Champion.

Nos bastidores, Sheamus foi entrevistado e disse que no Fastlane quer vencer Drew McIntyre com este a 100% e que hoje no Raw vai vencer Bobby Lashley, algo que Drew McIntyre não vai conseguir fazer na WrestleMania 37.

– Drew McIntyre venceu The Miz: Drew McIntyre entrou de forma bastante agressiva e foi dando uma tareia a The Miz tanto dentro como fora do ringue. John Morrison ainda distraiu Drew McIntyre, mas The Miz não conseguiu ter qualquer tipo de ímpeto.

O domínio de Drew McIntyre nunca teve em questão e quando Drew McIntyre aplicou o seu Claymore Kick parecia que o combate ia terminar, mas o “Scottish Warrior” tinha outros planos, apontou para o logo da WrestleMania 37 e aplicou o Hurt Lock em The Miz, que teve de desistir.

Em seguida tivemos Braun Strowman no ringue e Shane McMahon veio dizer que nunca insultou ninguém. Já o “Monster Among Men” disse que ele não tem é coragem de o desafiar para um combate, então que ele faz isso por ele e o desafia para um combate no próprio Raw. Shane McMahon então insultou Braun Strowman de várias formas, antes de aceitar o desafio.

Nos bastidores, a equipa de Lana & Naomi e a dupla de Mandy Rose & Dana Brooke estavam a conversar, mas foram interrompidas por R-Truth que estava vestido de “Stone Cold” Steve Austin. R-Truth ainda tentou oferecer cerveja às lutadoras, mas nenhuma aceitou, então o carismático lutador bebeu a dita cerveja e saiu de cena.

– Mandy Rose & Dana Brooke venceram Lana & Naomi: A dupla de Mandy Rose & Dana Brooke dominaram Naomi durante vários minutos, mas quando a ex-campeã fez o tag em Lana, esta virou o combate do avesso e quase o venceu.

Porém, o combate ficou em segundo plano quando a Raw Women’s Champion Asuka decidiu que estava na hora de se vingar de Shayna Baszler, que estava a assistir ao combate, um ataque que foi parado por vários oficiais da WWE.

De regresso ao ringue, um blind tag de Dana Brooke a Mandy Rose traiu os planos de Lana de vencer o combate, pois a primeira arrecadou a vitória com um Spinning Neckbreaker.

Nos bastidores, o WWE United States Champion Riddle veio desejar boa sorte aos New Day para o combate contra o Hurt Business e até disse que depois do mesmo deveriam fazer tatuagens iguais. Os New Day lá demoveram o “Original Bro” dessa ideia, mas o trio continua amigo.

– New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) venceram Raw Tag Team Champions Hurt Business (Shelton Benjamin & Cedric Alexander): O combate pelos Raw Tag Team Championships começou de forma equilibrada, mas os Hurt Business usaram a sua força e inteligência para isolar Kofi Kingston e assim dominarem este embate. Xavier Woods entrou em ringue e quase virou o ímpeto, mas os campeões mantiveram o domínio do seu lado.

Depois de algum tempo de domínio, Xavier Woods fez o tag em Kofi Kingston e o ex-WWE Champion entrou com tudo, tendo quase conquistado os Raw Tag Team Championships.

O final foi completamente caótico, com os quatro lutadores em ringue ao mesmo tempo, mas no fim a maior química da equipa dos New Day fez com que depois de vários golpes, o duo de Kofi Kingston & Xavier Woods vencessem o Hurt Business e assim se tornaram os novos Raw Tag Team Champions.

Esta foi a 11ª conquista de Tag Team Champions da WWE para os New Day.

Assim que o combate terminou e enquanto os novos campeões festejavam, AJ Styles interrompeu e explicou que já fez tudo na sua carreira, menos ser campeão de equipas e que Omos teve a ideia que eles deveriam ser Raw Tag Team Champions. AJ Styles desafiou os New Day para um combate pelos Raw Tag Team Championships na WrestleMania 37, desafio esse que foi aceite pela dupla.

Nos bastidores, The Miz & John Morrison estavam a andar e deram de caras com Damian Priest e Bad Bunny e os quatro voltaram-se a insultar, mas sem haver confronto físico.

Logo a seguir, R-Truth parecia que ia atacar Bad Bunny, mas Damian Priest não deixou. O carismático lutador ofereceu vários presentes de “Stone Cold” Steve Austin a Bad Bunny como prova da sua boa fé e o rapper devolveu o WWE 24/7 Championship a R-Truth.

– Damian Priest venceu Jaxson Ryker: Jaxson Ryker tentou entrar melhor, mas Damian Priest queria acabar a noite rapidamente e foi isso que fez ao acertar o seu Hit The Lights.

Depois do combate, Elias atacou Damian Priest e tentou atacar Bad Bunny, mas este conseguiu fugir e até deu um soco ao músico residente da WWE. Quando parecia que o segmento ia terminar, John Morrison apareceu na entrada e criou a distração necessária para The Miz atacar Bad Bunny pelas costas, com a guitarra de Elias.

Nos bastidores, MVP e o WWE Champion Bobby Lashley foram entrevistados e o porta-voz dos Hurt Business explicou que Sheamus ia perceber que não se deveria meter nos problemas do “All Mighty”.

Antes do combate entre Shane McMahon e Braun Strowman sequer começar, o primeiro quis aquecer com umas flexões e a jogar à macaca. Só que o “Monster Among Men” não quis esperar e correu atrás de “Shane O’Mac” e atacou-o durante algum tempo.

Porém Shane McMahon, usando uma das câmaras de filmar, atacou o adversário de forma bastante agressiva. Depois, subiu ao terceiro canto do ringue e atingiu Braun Strowman com uma Elbow Drop enquanto este estava na mesa de comentadores.

O ataque terminou com Shane McMahon a insultar Braun Strowman enquanto lhe atirava com baldes de tinta para cima, humilhando o “Monster Among Men”.

De seguida tivemos mais um video package a promover a chegada para breve de Rhea Ripley ao Raw.

Nos bastidores tivemos Alexa Bliss no seu recreio, a dizer que se Randy Orton a quer fora da sua vida, então no Fastlane vai ter hipótese para o fazer, mas que veremos se ele terá coragem para isso.

– Raw Women’s Champion Asuka venceu WWE Women’s Tag Team Champion Shayna Baszler (Non-Title Match): Asuka entrou com tudo, de tal forma que até Nia Jax levou pancada da “Empress of Tomorrow”. Shayna Baszler com uma joelhada ainda tentou de novo partir os dentes à japonesa, mas a Raw Women’s Champion estava decidida a destruir a sua rival.

Nia Jax tentou interferir mais uma vez, mas acabou por apanhar mais pancada. A “Queen of Spades” ainda aplicou o Kirifuda Clutch, mas Asuka com um pin rápido venceu o combate.

Só que a guerra entre as duas não terminou, pois Asuka continuou a atacar Shayna Baszler e com vários pontapés tentou partir os dentes à “Queen of Spades”, e o seu ataque só terminou quando a “Empress of Tomorrow” tentou atirar a cara da sua rival contra um canto desprotegido, mas o árbitro não permitiu.

Já nos bastidores, Mustafa Ali estava a dar mais um sermão aos RETRIBUTION, mas foi interrompido por Riddle que apareceu em toda a velocidade a andar na sua trotinete.

– WWE United States Champion Riddle venceu Mustafa Ali: Riddle entrou melhor neste combate pelo WWE United States Championship, mas Mustafa Ali usando alguma batota e sua agilidade virou o ímpeto a seu favor.

Depois de ter controlado durante vários minutos, Mustafa Ali começou a perder o controlo e Riddle usou a sua força e os seus strikes para virar o ímpeto a seu favor. No final, os RETRIBUTION tentaram interferir, mas isso fez com que o árbitro não visse o pin de Mustafa Ali. Toda esta confusão abriu espaço para que Riddle acertasse o seu Bro Derek e manteve assim o seu título.

Nos bastidores, Randy Orton foi entrevistado e explicou que se Alexa Bliss o desafia a tirar-lhe da sua vida, é exatamente isso que ele irá fazer no Fastlane.

De novo em ringue tivemos Drew McIntyre e este prometeu que no Fastlane ele e Sheamus irão subir ainda mais a parada no que toca à agressividade que iremos ver em ringue, mas que hoje só está interessado em ver o combate entre o irlandês e o WWE Champion Bobby Lashley.

– WWE Champion Bobby Lashley venceu Sheamus (Non-Title Match): O main event do Raw abriu de forma bastante agressiva, como seria de esperar com estes dois guerreiros a lutarem tanto dentro como fora do ringue. Ainda assim, os minutos iniciais até foram bastante equilibrados, mas o WWE Champion lá conseguiu ganhar algum ímpeto fora do ringue e dominou durante alguns minutos e confrontou Drew McIntyre.

Durante o seu domínio, Bobby Lashley acabou por ir contra o ringue, num erro pouco característico e isto fez com que Sheamus dominasse o WWE Champion durante algum tempo.

Apesar do cansaço desta guerra, os minutos finais mantiveram a toada agressiva e os dois lutadores quase venceram por várias vezes. No final até parecia que Sheamus estava melhor e preparava-se para acertar o seu Brogue Kick, mas do nada Bobby Lashley acertou o seu Spear e arrecadou a vitória.

Depois do combate terminar, Bobby Lashley aplicou o seu Hurt Lock em Sheamus, o que fez com que Drew McIntyre viesse ao ringue. MVP e o WWE Champion distraíram-se com o facto de Sheamus ainda estar no ringue e isto fez com que Drew McIntyre acertasse o seu Claymore Kick no “All Mighty”, deixando assim o aviso para a WrestleMania 37.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

34 Comentários

  1. New Day ganham uma oportunidade do nada e ainda se tornam campeões…

    • Jooj1 mês

      A wwe precisa urgentemente de novas tag team, acredito que só deram o título para New Day pq são os únicos face para enfrentar e perder o cinturão para Omos e Aj na WM

  2. Zoro sola1 mês

    Quando vão parar de promover a rhea e fazer logo o debut dela tirando o titulo da asuka e evitando mais um titulo pra push flar

  3. Off-topic: o UFC anunciou um evento a 24 de abril com 100% de capacidade de publico no mesmo estado que vai realizar a mania

  4. Pena que o Hurth Business tenham perdido os títulos.

    • Devil1 mês

      Pena mesmo. New day já deu, chega. Raw meia boca de novo, com lutas relativamente chatas e promos péssimas. Não entendi AJ indo pra WM pra lutar pelas duplas. Sheamus lutou como nunca e perdeu como sempre. Todo seguimento feminino chato. Mustafa chato Ali e seu grupo são péssimos. O que salvou foi o Drew. Não vou comentar o seguimento de D. Priest, porque ele tem que melhorar muito pra ser um seguimento ruim.

    • Dreamer1 mês

      Falar de pena e usar uma foto do Eren no avatar não colam bem hahaha

      Porém, devo concordar com isso, não mereciam ter perdido os cinturões agora.

  5. Acho que nunca fiquei tão agastado a ver uma Raw…

    – New Day têm uma oportunidade caída do céu. Retiram os títulos aos HB, que do nada estão fora da rota dos títulos que tinham 15 minutos antes; AJ Styles aparece, diz que quer um combate pelos títulos e pronto, está marcado;
    – Drew vs Bobby marcado para a Mania basicamente porque sim, o que faz com que o combate com o Sheamus no Fastlane signifique pouco ou nada porque já sabemos o que se vai passar a seguir. A não ser que o Sheamus ganhe e haja uma Triple Threat, mas mesmo assim, porquê marcar este combate hoje?
    – Lashley pelos vistos vai ter folga no Fastlane, mais valia que a desforra com o Miz fosse no domingo;
    – Falando no Fastlane, até hoje senti que o card da WrestleMania estava mais completo que o card de um PPV que era daqui a 6 dias. Nunca percebi o sentido deste ano existir um PPV tão próximo à Mania, parece mais uma noite para encher chouriços.
    – Riddle vs Ali era outro combate que facilmente podia acontecer no Fastlane, ou pelo menos terem criado um final polémico para haver desforra domingo;
    – Braun vs Shane no Fastlane? A história parecia estar a ser construída para a Mania e era o que fazia sentido… a não ser que haja desforra na Mania, nunca curti muito a lógica da Mania ter um combate que teve no PPV, prefiro o “culminar” de histórias e não propriamente uma noite de desforras…

    Saudades de quando a Elimination Chamber era um caminho importante para a WM… as duas vitórias nas Chambers valeram de quê mesmo? O Drew ganhou, para perder o título para um wrestler que já o perdeu; A vitória do Bryan, se ele não entrar no combate pelo título na Mania, não foi mais do que empatar o Reigns até ao combate com o Edge.

    Bónus: eu sei que o 24/7 championship é para a palhaçada… mas não sabia que já trocavam títulos por ofertas. Entendo que não quisessem meter o Bad Bunny a sofrer um pin, mas passar um título para as mãos de outra pessoa e dizer “é teu” é um bocado mau.

    • Devil1 mês

      Raw meia boca de novo, com lutas relativamente chatas e promos péssimas. Não entendi AJ indo pra WM pra lutar pelas duplas. Sheamus lutou como nunca e perdeu como sempre. Todo seguimento feminino chato. Mustafa chato Ali e seu grupo são péssimos. O que salvou foi o Drew. Não vou comentar o seguimento de D. Priest, porque ele tem que melhorar muito pra ser um seguimento ruim.

      Fastlane serve para os detentores de títulos manterem seus títulos, nada além disso.

    • JoaoPedrooooooo1 mês

      Tudo muito bem dito. Penso exactamente isto.
      Acrescentaria apenas que o booking ao The Miz é péssimo e que não merecia este tratamento. O homem tem uma série a imitar um reality show, já cantou, já teve um podcast, esteve lá todas as semanas, é super fiel à empresa, nunca arranjou problemas e é tratado assim. Drew venceu o ex.wwe champion, com uma grande facilidade. Então qual é a credibilidade? Quase que sinto saudades dos enterros do John Cena, que mesmo assim eram melhores que o booking atual.
      Este Raw foi desprezível. Não me lembro de um Raw com tantos pontos negativos e que tivesse um desenvolvimento tão negativo para todas as storylines.

    • Facebook Profile photo

      O combate do Drew contra o Lashley está bem marcado pois o Lashley atacou o Drew no Elimination Chamber e fez ele perder o título por causa disso, agora foi marcado num mau timing

    • Devil1 mês

      Não duvide o Braum ser o próximo superstar a sair da wwe devido a humilhação.

  6. Rui jesus messias1 mês

    Braun a ser completamente humilhado pelo Shane.. Raw fraco demais

  7. Jonathan1 mês

    Jeff hardy sumiu…

  8. Facebook Profile photo

    Raw soft!
    6.5 de 0 a 10!

  9. João neves1 mês

    kkkkkkkkk mas ainda existe alguém que leve o Miz e o Sheamus a sério?
    Os homens nos últimos 50 combates, devem ter perdido 51 e deve ser para continuar.

  10. George1 mês

    Que grande merda WWE está fazendo, meu Deus, ta muito ruim velho, so cagada atrás de cagada. Nem acompanhar vou mais, pra mim esse é o pior momento de todos os tempos da WWE e nem vem querer por culpa na pandemia porque a gente sabe que eles poderiam fazer muito melhor, assim como faz a empresa concorrente.

  11. Raw1 mês

    Eu pessoalmente tenho gostado muito da Raw não vou tar aqui a comparar as brands, até que tem sido fixe os segmentos 🤝

  12. Facebook Profile photo

    Strowman ter virado Jobber é foda… Aj e Omos com uma oportunidade caida do céu, Ali desperdiçado, Miz humilhado como se de um Gulak se tratasse…

    • Rollins McIntyre fan1 mês

      Tens noção do que é um jobber?🙄🤦‍♂️

    • Facebook Profile photo

      Strowman está a perder para toda a gente e ser envergonhado da forma que está a ser pelo Shane…

    • Que exagero… Não faz um ano que o Braun era Universal Champion, teve um aquém das expectativas? Teve sim, mas longe de ser um jobber.

  13. Foi um RAW ok.
    Destaques:
    -Bom combate entre o Miz e o Drew.
    -Bom combate entre o Riddle e o Ali
    -Bom main event entre o Lashley e o sheamus.
    -Gostei do combate entre os HB e os New Day,fiquei no entanto algo desagradado com esta mudança de campeoes e o facto de estarem a usar o AJ na divisao nesta altura do ano.

    Nota final para a forma ridicula como estao a contruir a feud do Strowman com o Shane.

  14. Bea Ospreay1 mês

    Meu Deus… que show PÉSSIMO, extremamente PÉSSIMO, foi tudo isso que falaram acima.

    • Devil1 mês

      Péssimo, é elogio. Acredito que foi um dos piores dos últimos 10 anos.

  15. Pedrito1 mês

    Gosto dos New Day mas não gostei que tivessem ganho os títulos. O HB deveriam ter mantido os títulos. Mais um reinado dos New Day é demais e saturante mais do mesmo os HB são sangue novo e do nada perdem os títulos. Mau booking

  16. Anónimo1 mês

    Destaco os combates entre Drew/Miz e Lashley e Sheamus, foram bons. OS Hurt Business não deviam ter perdido os título de Tag Team, assim como AJ não devia ir a divisão de Tag Team.

  17. RAW Ok a tender para mau
    Destaco:
    – bons combates do Drew e Miz, Bobby Lashley e Shemaus e Riddle e Ali
    – bom combate pelos títulos de tags, mas com o vencedor incorreto, a meu ver

  18. Episódio do Raw cheio de decisões estranhas, para dizer o mínimo. Destaco pela positiva o ótimo combate pelos títulos de equipas (embora, tal como a maioria, não tenha gostado de ver Cedric Alexandeer & Shelton Benjamin a perder e a “desaparecer do mapa” a seguir) e o bom main event entre Bobby Lashley e Sheamus (só lamento o facto do irlandês estar quase sempre a perder, uma vez que está numa excelente run em termos de performances). Agora, quase tudo o resto neste show foi repleto de mau booking…