A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir da Scope Arena em Norfolk, Virgínia, rumo ao Hell in a Cell do dia 5 de Junho.

Resultados

– Bobby Lashley venceu Omos (Steel Cage Match)
– Veer Mahaan venceu Mustafa Ali
– Raw Tag Team Champion Riddle venceu SmackDown Tag Team Champion Jimmy Uso
– AJ Styles & Finn Bálor venceram Los Lotharios (Angel & Humberto)
– Alexa Bliss venceu Sonya Deville
– Ezekiel venceu Chad Gable
Asuka venceu Becky Lynch (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Match)

Report

O Raw abriu com um video package da rivalidade entre Bobby Lashley e Omos. Já dentro da jaula e ao lado do “Gigante da Nigéria”, MVP voltou a insultar Bobby Lashley e falou de todas as características impressionantes de Omos. O manager também afirmou que o “All Mighty” vai dar muita luta, mas que neste momento nós vivemos na era do “Gigante da Nigéria”.

Quando Bobby Lashley se preparava para entrar na jaula, Cedric Alexander atacou-o pelas costas, o que criou a confusão, pois Omos juntou-se à brawl e os lutadores tiveram de ser separados por vários árbitros e oficiais da WWE.

– Bobby Lashley venceu Omos (Steel Cage Match): Omos entrou com tudo neste Steel Cage Match e dominou o seu rival durante vários minutos, apesar de Bobby Lashley nunca se ter dado por vencido. Durante o domínio do “Gigante da Nigéria”, MVP foi usando a sua bengala para atacar o seu ex-amigo, mas este conseguiu atacar o manager e logo a seguir quase venceu com um Spear.

Quando, o “All Mighty” parecia estar melhor, ao ponto de ter espaço para fugir da jaula, Cedric Alexander apareceu e atacou o seu antigo companheiro, antes de ser atirado para o ringue. Ora tudo isto abriu espaço para Omos apanhar um Crossbody do seu rival e tudo parecia indicar que o “Gigante da Nigéria” ia vencer, este atirou Bobby Lashley contra a jaula, que se partiu e assim deu espaço para que o ex-WWE Champion metesse os pés no chão e assim venceu este Steel Cage Match de uma forma pouco ortodoxa.

Ainda antes do combate começar, o WWE United States Champion Theory pegou no microfone e explicou que precisa de alguém em que ele confie a 100% como árbitro, tendo anunciado então The Miz sido anunciado novamente como o árbitro convidado.

O jovem campeão voltou a pegar no microfone e afirmou que Mustafa Ali tem de esperar pelo inesperado e que o seu adversário será Veer Mahaan..

– Veer Mahaan venceu Mustafa Ali: Veer Mahaan entrou com tudo e dominou o seu adversário durante vários minutos, mas Mustafa Ali conseguiu virar o ímpeto a seu favor e não fosse The Miz, o high flyer poderia ter tido uma hipótese de vencer, mas com a distração causada pelo “A-Lister”, abriu espaço para que Veer Mahaan vencesse o seu embate com o Cervical Clutch.

Assim que o combate terminou, o ataque do poderoso lutador continuou, até ao momento em que tivemos o regresso dos Mysterios que atacaram o lutador que os atirou para o estaleiro há várias semanas.

Nos bastidores, Becky Lynch estava a tentar convencer Adam Pearce que não deveria haver combate para definir a candidata principal, pois as WWE Women’s Tag Team Champions Naomi & Sasha Banks não estão na arena, e ela devia ser já anunciada como a próxima adversária de Bianca Belair pelo Raw Women’s Championship no Hell in a Cell. O oficial da WWE não foi na conversa de “Big Time Becks” e anunciou que esta irá enfrentar Asuka e a vencedora será a próxima adversária da “EST da WWE”.

– Raw Tag Team Champion Riddle venceu SmackDown Tag Team Champion Jimmy Uso: Uma pequena distração de Jey Uso, abriu espaço para Jimmy Uso dominar desde o primeiro segundo este seu embate contra Riddle.

O SmackDown Tag Team Champion controlou o “Original Bro” de forma bastante agressiva e este só foi sobrevivendo graças à sua grande vontade de vencer, tendo tido algum ímpeto graças aos seus strikes.

Com isto, as quase vitórias foram começando a surgir de parte a parte, sendo que a vitória ia ser de Riddle, até que Jey Uso voltou a interferir e quase ajudou o seu irmão a fazer um pin vitorioso, mas o árbitro viu o que estava a acontecer e expulsou o lutador, o que abriu espaço para que o “Original Bro” com um pin rápido conquistar a vitória.

A seguir tivemos imagens de uma entrevista a Liv Morgan que aconteceu antes do Raw começar, onde esta prometeu que não irá deixar Rhea Ripley safar-se com o que lhe fez. A entrevista foi interrompida por Los Lotharios que tentaram arrastar a asa à lutadora, mas AJ Styles e Finn Bálor mandaram os dois lutadores passear, tendo então o “Phenomenal One” sugerido que os três se juntassem contra os Judgment Day. De forma algo inesperada, Liv Morgan disse que ia pensar no assunto.

Os Judgment Day falaram em seguida, com Damian Priest e Rhea Ripley a falar de tudo o que Edge lhes pode ensinar, tendo este a seguir explicado que qualquer Superstar da WWE pode-se juntar a eles, pois ele tem muito para ensinar a quem quiser aprender, sendo que o Hall of Famer até afirmou que AJ Styles se pode juntar a eles se quiser.

– AJ Styles & Finn Bálor venceram Los Lotharios (Angel & Humberto): AJ Styles & Finn Bálor entraram com tudo e mostraram a sua maior agressividade e experiência para dominar Los Lotharios sem problemas.

Porém, com alguma batota à mistura, Humberto & Angel conseguiram isolar o “Phenomenal One” e controlaram durante alguns minutos, mas o ex-campeão mundial conseguiu fazer o tag a Finn Bálor, que virou o combate do avesso. Nos minutos finais, os Lotharios até tiveram algumas hipóteses, mas AJ Styles acertou o Phenomenal Forearm em Angel e o “Príncipe” fechou o combate com o seu Coup De Grace em Humberto.

Nos bastidores, Kevin Owens e a Alpha Academy viram os resultados dos testes DNA, mas estes estavam contaminados com molho de barbecue. O “Prizefighter” perdeu mais uma vez a cabeça, mas o “Mestre” da Alpha Academy afirmou que na próxima semana irá expor Ezekiel, mas que esta semana o irá destruir no ringue.

– Alexa Bliss venceu Sonya Deville: Alexa Bliss entrou de forma dominante, mas com uma joelhada, a ex-oficial da WWE virou o ímpeto a seu favor e dominou a ex-campeã durante vários minutos.

Sonya Deville tentou fazer batota, mas isso custou-lhe o combate, pois quando acertou um Spinebuster, o árbitro estava ocupado a apertar o canto do ringue. Com isso, Alexa Bliss conseguiu acertar o seu DDT e conquistar mais uma vitória.

Assim que o combate terminou, Sonya Deville culpou o árbitro pela derrota e deu-lhe um estalo.

Em seguida tivemos Cody Rhodes em ringue e este mostrou-se irritado por Seth Rollins não o deixou seguir em frente, e que este em 2012 quando chegou à WWE provou o seu valor e conquistou tudo. O “American Nightmare” explicou que ele não conquistou muita coisa, mas que ele percebeu que não pode ficar frustrado por não conseguir ser o “American Dream” e que só tem de abraçar o seu lado mais sombrio e que se o “Visionary” o quiser enfrentar mais uma vez, então eles podem fazê-lo dentro da jaula do Hell In a Cell.

Seth Rollins apareceu no titantron e começou a rir-se e afirmou que Cody Rhodes só pode ser estúpido em fazer este desafio e que a resposta é óbvia, tendo sido assim o embate oficializado.

No backstage, Asuka gozou com Becky Lynch por esta chorar como um bebé, mas que hoje depois do combate entre elas, a irlandesa, vai ter uma verdadeira razão para chorar.

– Ezekiel venceu Chad Gable: Ezekiel e Chad Gable começaram este embate de forma técnica, sendo que o irmão de Elias foi dominando, até que nas costas do árbitro foi atacado por Otis. O “Mestre” da Alpha Academy usou todo o seu arsenal de suplexes para dominar, mas um Moonsault falhado abriu espaço para Ezekiel aumentar a agressividade neste embate e com isso quase venceu com uma joelhada.

Nos minutos finais, os dois lutadores tiveram várias hipóteses para vencer, mas Ezekiel apanhou Chad Gable com um pin rápido e conquistou mais uma vitória.

Nos bastidores, R-Truth conseguiu dar os papéis de divórcio a Akira Tozawa, tendo a seguir dito à WWE 24/7 Champion Dana Brooke que ele quer ser compensado e quer o seu título de volta. A campeã começou a fugir até que foi contra Carmella e as duas acabaram a discutir até que R-Truth apareceu e isso fez com que Dana Brooke fugisse mais uma vez.

No ringue, Lacey Evans começou por pedir aos fãs que se levantem em sinal de respeito de todos os militares dos Estados Unidos da América e que ela quer mostrar à sua família que consegue quebrar o ciclo e vai provar que não existe nenhuma lutadora que seja melhor que ela.

Nos bastidores, tivemos primeiro Riddle a dizer que no SmackDown os Usos vão perder os seus títulos. Já os SmackDown Tag Team Champions Usos, prometeram que se irão tornar nos campeões de equipas unificados.

– Asuka venceu Becky Lynch (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Match): Asuka entrou de forma agressiva, mas fora do ringue Becky Lynch virou o combate do avesso e ficou assim no controlo durante alguns minutos, mas a “Empress of Tomorrow” nunca se deu por vencida, e rapidamente as duas Superstars foram mostrando que se conhecem bastante bem, o que nos levou a ver vários contra-ataques de parte a parte e várias quase vitórias.

No final, Becky Lynch atirou Asuka contra a Raw Women’s Champion Bianca Belair, o que fez a campeã vir atrás dela, o que fez com que a irlandesa tentasse fazer batota, mas a lutadora nipónica cuspiu a green mist na cara da sua adversária e depois de um pontapé conquistou a vitória.

A “Empress of Tomorrow” é assim a nova candidata ao Raw Women’s Championship.


O que achaste deste WWE Raw?

14 Comentários

  1. 19041 mês

    Correção: a Liv Morgan não é uma das RAW Tag Team Champions 😅 (confesso que me ri ao ler isso e que venceu o Jimmy Uso)…sei que é tarde e quem escreveu está super cansado. Um abraço

  2. Facebook Profile photo

    Liv morgan raw tag team chamoion venceu o jimmy? Kkkkk eu n tankei

  3. MR1 mês

    E a polêmica da sasha e a naomi

  4. BigMando1 mês

    Será que isto que aconteceu entre a Naomi e a Sasha Banks é verdade? É que a cena que aconteceu com a Becky e a Charlotte na troca de titulos não teve nenhum comunicado e isto teve, e acho um pouco estranho.

  5. ??1 mês

    bom show

  6. Finalmente, o Veer teve uma luta contra um lutador do Raw!
    Curioso para ver o combate entre Seth Rollins vs Cody Rhodes no Hell In A Cell!
    Esta história do Ezequiel está demais! Que continuem com esta história!

  7. Anónimo1 mês

    Bom combate entre AJ e Finn Bálor vs Los Lotharios, destaco também o bom main evente entre Becky Lynch e Asuka.

  8. El Cuebro1 mês

    Sou só eu quem vê o Damian Sandow na gimmick de Ezekiel do Elias?!

  9. Bruno1 mês

    Será que só eu estou gostando desse personagem do Ver??

  10. Facebook Profile photo
    Hugo Braga1 mês

    Os lotharios mudaram para o RAW?

  11. Gostei:
    – Bobby Lashley vs Omos. O final foi mesmo a melhor parte do combate, com a ação em ring a ser boa mas nada por aí alem. No entanto, noto melhorias em Omos. Foi um ótimo combate que, infelizmente, vai continuar a feud.
    – Riddle vs Jimmy Uso. Riddle está cada vez mais over e adoro ver isso. Um ótimo combate, com boa ação, boas sequências e que tem um final decente.
    – Promo nos bastidores dos Judgment Day. Todos os 3 cumpriram muito bem o seu papel e resultou numa ótima promo.
    – Styles & Balor vs Los Lotharios. Foi um ótimo combate para mostrar a força que Styles e Balor são como uma tag team e para finalmente introduzir a Liv Morgan como parceira dos 2. Esta feud a 6 entre os Judgment Day e a versão 123 dos Bullet Club é das coisas mais interessantes que a WWE está a fazer.
    – Alexa Bliss vs Sonya Deville. Apesar de ainda ter sido relativamente curto, já foi bem melhor que a semana passada. Um bom combate entre estas 2.
    – Promo de Cody Rhodes, interrompida por Seth Rollins. Como habitual, mais uma ótima promo da parte de Cody. No entanto, vou criticar aquele Cody Countdown Clock. Eu sei que é para ser importante, mas um relógio a contar quanto tempo falta para o segmento dele é tão parvo.
    – Ezekiel vs Chad Gable. Bom combate para aumentar o heat nesta feud. Otis e Gable continuam a ser uma boa parceria e cada vez mais gosto do irmão mais novo do Elias.
    – Promo de Lacey Evans. Que mais dizer? Estou a adorar esta nova gimmick da Lacey. Ótima promo.
    – Becky Lynch vs Asuka. Um fantástico combate entre 2 das melhores, senão as melhores lutadoras na atualidade. As 2 conseguiram fazer tanto em menos de 10 minutos. E gostei do regresso da mistura verde. Alguma malta pode dizer que o combate teve um número de botches, mas é admissível dado o contexto em que este combate aconteceu.

    Não Gostei:
    – Mustafa Ali vs Veer Mahaan. Mustafa Ali a ser squashado por Veer Mahaan… meu Deus do céu, onde vamos nós. E com o Miz a árbitro! No entanto, bom ver os Mysterios de volta.
    – Segmento do 24/7. Para além de serem as tretas parvas, a WWE ainda meteu a Carmella nisto para ter um breve confronto com o Truth porque os 2 foram uma parceria no passado. Ok, mas eu acho que ninguém disse ”Ah, os bons velhos dias quando o Truth e a Carmella eram parceiros”.

    Overall: 7,5/10. Um episódio muito bom. Não foi ótimo mas, mesmo com a mudança de última hora, Becky e Asuka conseguiram ser o combate da noite e Asuka vs Bianca Belair no Hell in a Cell promete ser brutal.