Frank casino

A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome no Amway Center, quando falta menos de uma semana para o Clash of Champions do próximo domingo.

Resultados

– Andrade & Angel Garza venceram Seth Rollins & Murphy e Dominik Mysterio & Humberto Carrillo
– WWE Champion Drew McIntyre venceu Keith Lee (por desqualificação)
– Zelina Vega venceu Mickie James (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Match)
– Apollo Crews venceu Cedric Alexander
– WWE Women’s Tag Team Champions Shanya Baszler & Nia Jax venceram Natalya & Lana
– Raw Women’s Champion Asuka venceu Peyton Royce (por desqualificação)
– Hurt Business (Bobby Lashley, Cedric Alexander & Shelton Benjamin) venceram RETRIBUTION (por desqualificação)

Report

O Raw começou de forma caótica, com os RETRIBUTION a virem ao ringue com novas máscaras, onde já se percebeu a identidade de quase todos eles. Mia Yim e Dominik Dijkakovic pegaram no microfone para acusarem os lutadores da WWE de só quererem ganhar dinheiro, e que eles agora que já têm contrato com a WWE irão destruir a empresa.

Os Hurt Business vieram para o ringue para confrontar os RETRIBUTION, mas acabaram por ser atacados por dezenas de mascarados, para além dos 5 principais lutadores do grupo.

No backstage tivemos uma curta entrevista a Rey Mysterio, em que este falou de como está orgulhoso de Dominik por ele ir lutar por uma hipótese pelos Raw Tag Team Championships.

– Andrade & Angel Garza venceram Seth Rollins & Murphy e Dominik Mysterio & Humberto Carrillo: O combate de abertura foi o Tag Team Triple Threat Match que definia os adversários dos Raw Tag Team Champions Street Profits no Clash of Champions e, como se seria de esperar, tivemos ação caótica desde o primeiro segundo.

Nenhuma das três equipas conseguiu um grande domínio, mas Murphy, depois de vários minutos em ringue, ganhou ímpeto suficiente para finalmente conseguir fazer o tag a Seth Rollins, que decidiu que tinha mais que fazer e foi-se embora, deixando o seu discípulo sozinho.

Quem aproveitou tudo isto foi a dupla de Andrade & Angel Garza, que venceram o combate pouco depois tendo o pin acontecido depois de um Wing Clipper do ex-NXT Cruiserweight Champion.

Nos bastidores tivemos os RETRIBUTION a insultar os Hurt Business por não fazerem parte da solução, mas sim por ajudarem a WWE, e que assim irão pagar por isso e irão sofrer a retribuição que merecem.

Logo de seguida tivemos mais uma edição do Kevin Owens Show, que teve Shane McMahon como convidado.

Depois dos dois falarem um pouco da sua história, Shane McMahon começou a promover o grande combate que acontecerá neste Raw entre Dabba-Kato e Braun Strowman. Foi então que o primeiro veio ao ringue a pedido de Shane McMahon e o “Prizefighter” explicou que sabia que isto acontecer, afirmando ao novo lutador que eles um dia vão lutar, dando-lhe depois um grande estalo no gigante.

A seguir apareceu Braun Strowman, mas os dois gigantes só ficaram cara a cara, pois Shane McMahon impediu que existisse confronto físico. Todavia, a confusão continuou quando Aleister Black apareceu e atacou Kevin Owens pelas costas, recorrendo ao poste do ringue para o magoar.

No backstage, o WWE Champion Drew McIntyre foi entrevistado e afirmou estar preocupado por ir competir novamente com o seu maxilar lesionado, mas que vai lutar e que sabe que ele um dia com Keith Lee vão se rir do dia em que lutaram, mas que todos sabem que quando chegam à WWE, o objectivo é ser WWE Champion e por isso este combate é estritamente negócio e nada pessoal.

Ainda antes do próximo combate, noutra zona do backstage tivemos os RETRIBUTION a atacar várias Superstars da WWE.

– WWE Champion Drew McIntyre venceu Keith Lee (por desqualificação): O combate entre Drew McIntyre e Keith Lee começou de forma bastante equilibrada e num ritmo lento, algo que beneficiou o “Limitless” até os dois irem para fora do ringue, onde o WWE Champion acertou um Back Suplex muito parecido aos de Randy Orton. O lutador escocês dominou durante vários minutos, até que Keith Lee com um Forearm poderoso deixou Drew McIntyre muito queixoso do seu queixo.

Os minutos finais viram os dois lutadores a quase vencerem por várias vezes e no final parecia que a vitória ia sorrir ao WWE Champion, depois de acertar o Claymore Kick em Keith Lee. Porém, vindo do nada, tivemos Randy Orton munido de uma cadeira que atacou Drew McIntyre, tendo explorado o queixo lesionado do campeão, antes de acertar um Punt Kick no “Limitless”.

Ainda no ringue, Randy Orton falou de estar há 20 anos no topo da WWE e que nunca ninguém deveria ter duvidado que ele iria estar presente no Clash of Champions. Falando no Ambulance Match, Randy Orton falou dos três Claymore Kicks que sofreu e que percebeu finalmente o que Drew McIntyre faz aos seus adversários, e que agora percebe o que terá de fazer para conquistar o WWE Championship. Por fim, afirmou que quando olha para a ambulância, só vê o seu 14º reinado como campeão mundial.

Nos bastidores, a Raw Women’s Champion Asuka estava a ser entrevistada, mas foi primeiro interrompida por Billie Kay e depois por Peyton Royce, com esta última a ganhar o “prémio” de enfrentar a “Empress of Tomorrow” no Raw.

– Zelina Vega venceu Mickie James (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Match): A veterana começou de forma dominante, mas Zelina Vega usou as suas submissões para virar o ímpeto a seu favor. Os minutos finais foram bastante equilibrados, mas a lutadora/manager venceu o combate com um Backstabber, e marcou assim encontro contra a Raw Women’s Champion Asuka no Kickoff do Clash of Champions.

Nos bastidores tivemos os Hurt Business a atacar vários membros não identificados dos RETRIBUTION, já a preparar o combate que terão mais tarde no Raw.

Em seguida tivemos um video package a mostrar a força de Bianca Belair.

Logo a seguir fomos para a praia com Akira Tozawa e um árbitro ninja, que estavam a tentar apanhar o WWE 24/7 Champion R-Truth. Este acabou por perder o seu título, porque viu um tubarão na água. O segmento de alguma maneira acabou com R-Truth de novo com o WWE 24/7 Championship e pelos vistos Akira Tozawa e o seu ninja foram comidos pelo tubarão…

De regresso ao Wrestling tivemos MVP a fazer um aviso aos RETRIBUTION, antes de Cedric Alexander dizer que vai vencer Apollo Crews.

– Apollo Crews venceu Cedric Alexander: Cedric Alexander dominou desde cedo o seu antigo amigo, mas a força e explosão do ex-campeão virou o combate do avesso. Depois de vários minutos de equilíbrio, Cedric Alexander viu-se novamente por cima e veio fora do ringue mandar bocas ao seu antigo amigo Ricochet, mas esta distração foi fatal. Quando entrou em ringue, Apollo Crews apanhou-o com um Oklahoma Roll e venceu o combate.

No entanto, os restantes membros dos Hurt Business vieram ao ringue e destruíram Apollo Crews e Ricochet, no que foi uma mensagem enfática tanto a estes lutadores como aos RETRIBUTION.

Na primeira passagem pelo Raw Underground tivemos o combate entre Dolph Ziggler contra o brasileiro Arturo Ruas, um combate bastante equilibrado que o “Show Off” venceu com um Rear Naked Choke.

Shane McMahon tentou depois entrevistar Braun Strowman, mas acabou por ser ameaçado pelo “Monster Among Men”.

De regresso ao ringue, Seth Rollins veio com um papel na mão e chamou a família Mysterio para aparecer. Quando eles chegaram, parecia que tínhamos regressado a 2005 e o “Monday Night Messiah” mostrou uma foto da família e disse que através de um teste de DNA afirmou que Rey Mysterio não era pai de Dominik.

Óbvio que o lendário luchador refutou e disse que eles já passaram por isso e foi então que Seth Rollins virou as suas atenções para Aalyah Mysterio, dizendo que os testes talvez fossem dela e mostrando imagens da jovem preocupada com Murphy no Raw da semana passada.

Rey Mysterio explicou que educou a sua filha para ser bondosa e carinhosa e que ele não a deveria trazer para os problemas entre eles, pois ela só tem 19 anos e pouco ou nada conhece do mundo. Esta frase deixou a jovem Mysterio zangada e saiu de cena, com a sua família a seguir atrás dela.

Seth Rollins fechou este segmento num tom sarcástico, dizendo que nunca teve intenção de criar uma divisão na família Mysterio, mas que só queria repor a verdade.

– WWE Women’s Tag Team Champions Shanya Baszler & Nia Jax venceram Natalya & Lana: Como seria de esperar, as campeãs venceram facilmente, com Nia Jax a virar o combate do avesso antes de Shayna Baszler fazer Lana desistir.

As WWE Women’s Tag Team Champions tentaram atacar as Riott Squad que estavam na mesa de comentadores, mas estas ripostaram. Quem não teve tanta sorte foi Lana, que voltou a conhecer a mesa dos comentadores, cortesia de Nia Jax e mais um Samoan Drop.

Na sala dos médicos, Charly Caruso tentou entrevistar Drew McIntyre, mas o WWE Champion mostrou-se bastante irritado e saiu de rompante à procura de uma luta.

Noutra zona dos bastidores, a Rey Mysterio estava a tentar explicar a Aalyah que não quer que Seth Rollins lhe meta ideias na cabeça, mas a jovem não quis ouvir o seu pai e saiu de cena.

Na segunda passagem pelo Raw Underground vimos um confronto bastante equilibrado entre Riddick Moss e Erik dos Viking Raiders, com Riddick Moss a vencer com um soco fortíssimo que deixou assim o seu adversário KO.

– Raw Women’s Champion Asuka venceu Peyton Royce (por desqualificação): Asuka dominou os primeiros momentos do combate, mas Peyton Royce começou a virar o ímpeto a seu favor. Só que quando parecia que ia acabar por ficar presa no Asuka Lock, Zelina Vega veio ao ringue e atacou a campeã.

A candidata principal ao Raw Women’s Championship ainda tentou criar mais dano na lutada japonesa rumo ao Clash of Champions de domingo, mas acabou por ter de fugir de Asuka.

Nos bastidores vimos Aalyah Mysterio a chorar, mas esta foi abordada por Murphy que lhe veio pedir desculpa se alguma vez a magoou.

Na terceira e última passagem pelo Raw Underground tivemos o aguardado combate entre Braun Strowman e Dabba-Kato, que começou num ritmo morno com o “Monster Among Men” a mostrar uma grande vantagem de experiência ao levar este confronto para o chão. O cansaço instalou-se e Braun Strowman acertou um soco potente em Dabba-Kato, acabando depois por vencer o combate.

– Hurt Business (Bobby Lashley, Cedric Alexander & Shelton Benjamin) venceram RETRIBUTION (por desqualificação): Bobby Lashley entrou com tudo neste combate, não se mostrando intimidado com os RETRIBUTION, que no entanto começaram a dominar quando conseguiram isolar Cedric Alexander e depois Shelton Benjamin.

Depois do longo domínio, o WWE United States Champion voltou a entrar no ringue e desta vez limpou a casa mostrando toda sua raiva. Só que por alguma razão, depois de T-Bar ter atacado o “All Mighty”, o árbitro desqualificou os RETRIBUTION, terminando assim o main event com a terceira desqualificação da noite.

Os restantes membros dos RETRIBUTION vieram para o ringue e atacaram os Hurt Business, até que os lutadores do Raw, liderados pelo WWE Champion Drew McIntyre, vieram em auxílio do grupo de MVP.

O Raw acabou pouco depois com Randy Orton a acertar um RKO em Drew McIntyre, enviando assim uma mensagem enfática ao WWE Champion rumo ao Clash of Champions de domingo.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

30 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Pois é Retribution agora sabemos quem vocês são no 100% aparentemente, Dominik Dijakovic, Dio Maddin, Mercedes Martinez, Mia Yim e possivelmente Shane Thorne, mais os seus 12 ou 16 capangas, bem vindos, mas ainda acho que muitos deles poderiam fazer mais no NXT e quem sabe o Retribution ter alguns dos demitidos de abril, enfim não sou eu quem faz o roteiro!

  2. El Cuebro1 mês

    Andrade e Garza como eu já previa, talvez o desacordo da semana passada tenha sido só uma fachada, acho que poderemos vê-los campeões domingo! E por que o Murphy não faz a turn de uma vez? O Rollins está abusando demais!

  3. Sr. V1 mês

    Meus risos para as viúvas que acharam que teria punk: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  4. j$t1 mês

    Que desilusão, esses retribution…

  5. Pedrito1 mês

    Ultimamente vários combates têm terminado com decisões controversas e estranhas dos árbitros. No último mês isso já aconteceu várias vezes!

  6. Quem está a usar a máscara branca?

    COLE QUINN BAYBAY!

  7. Bom RAW! Aliás mais um bom RAW.

    Pontos positivos:

    – Finalmente houve um desenvolvimento a sério nos RETRIBUTION, achei engraçado a aparência deles ser um pouco ao estilo do Mad Max. Gostava que existisse um líder por detrás desta stable, alguém a comandar tudo nas sombras, e que fosse uma cara conhecida pelo público.
    Hurt Business vs RETRIBUTION vai ser um combate que não quero perder, sou um grande fã dos Hurt Business e do trabalho que estão a fazer no RAW.

    – RAW Underground foi muito porreiro, a luta que mais gostei foi Ziggler vs Ruas, é um bom conceito para colocar over lutadores após derrotas importantes e promover novos lutadores.

    – O Orton esteve implacável hoje ! Demorou mas temos o velho Orton de volta, estou a gostar muito desta feud pelo título.

    Pontos Negativos:

    – Acho que faria sentido a inclusão do Keith Lee na luta pelo título e seria um cenário melhor para uma possível mudança de título para as mãos do Orton.

    – Garza & Andrade de novo a lutar pelos títulos ?! Podiam dar a chance a outra tag team.
    Quanto mais espero que seja a gota de água e que comecem a feud entre si, um face turn do Garza ao estilo do Eddie Guerrero seria muito bem vindo, transborda carisma e é muito bom em ringue.

    • Facebook Profile photo

      Alguns pontos:
      – não duvidaria que o líder da RETRIBUTION fosse The Miz, auxiliado por Angel Garza;
      – parece que o RAW Underground encontrou seu estilo, tipo “você, lutador que está cansado de ser só um número, venha para o porão e junte-se ao clube da luta”;
      – ainda quanto ao Underground: acabar com o 24/7 e criar o Extreme Title, não seria interessante?
      – palpite: Orton vence no domingo, e Keith Lee entra em feud com ele.

    • Miz e Garza duvido muito…. mas sem dúvida que o Miz seria um excelente nome para líder deles.

    • se achaste este RAW bom, vai ver a review do Meltzer no YouTube xD

    • A opinião do Meltzer não tem que ditar a opinião dos outros… 🤦🏻‍♂️

    • Anónimo1 mês
    • Também não dita. Só representa a opinião dos utilizadores desse site.

      Não é por muitos acharem que foi mau, que o Kick_Ass também tem de achar que foi mau.

      Eu também achei que foi mau, mas ainda sei respeitar opiniões diferentes.

    • SimaoP11 mês

      Eu acho que isto foi WCW 2000 níveis de mau, mas cada um é que sabe…

  8. Em relação ao Raw, a rivalidade mysterio vs messiah, ja está a durar muito tempo, mas mesmo assim ainda consegue se manter interessante, e esta situação do rollins causar um arrufo entre a familia, acho que foi muito bem feita

    Em relação aos Retribution, não consigo gostar do grupo, pelo menos por enquanto, acho a stable com muitos membros, para mim uma stable devia ter no máximo 5, talvez 7 membros(caso dos nexus), mais do que isso fica muito grande para um ringue e memorizares as caras todas e etc
    Além disso, a primeira manobra de wrestling que vi deles (sem ser combate) foi aquela especie de double chokeslam ao lashley neste raw, a maior parte das vezes chegam ali e estão ali aos murros e pontapes e mais nada, o que faz perder interesse em vez esses segmentos
    por exemplo the shield punha ali o ambrose(beast moxley) e o rollins a dar murros a empatar até o reigns vir com um estrondoso spear, e de seguida a triple powerbomb, o que fazia criar interesse, nos retribution n vejo nada disso
    Só espero que sirvam para por os Hurt Business (que estão muito bem) ainda mais over, e não o contrário. Veremos

  9. Bea Ospreay1 mês

    Hurt Business >>>>>> retribution…

  10. Facebook Profile photo

    Gostei.
    8.0 do Bruno Meltzer Messiah!

  11. Foi nxt isto? Achei excelente esta raw, parabens pelo otimo trabalho, destaco os retribution que estavam a cansar mas agora finalmente fizeram algo muito bom com a stable

  12. Mais um bom RAW sempre a surpreender, já não é um programa massivo como era antes!
    Pontos interessantes do RAW
    – Finalmente tivemos a revelação dos Retribution, que estiveram excelente a causar estragos no ringue e backstage, destacar essa feud com os Hurt Business que só podia acabar em DQ, o que era mais credível e gostei do Drew e os outros lutadores a atacarem no fim e o Randy a dar o toque final!
    – O Andrade e Garza irão ter mais uma oportunidade mas penso que não vão ganhar o que pode levar á separação deles!
    – A feud do Rollins com a família Mysterio está cada vez a melhorar, bom segmento do ADN!
    – Bom RAW Underground com bons combates entre Ruas/Ziggler e a apresentação do Dagga e Braun e luta entre eles também foi boa!
    – O Randy a atacar o Lee/Drew também foi excelente com a promo do Ambulance Match!
    – Vamos ver o que se desenrole entre a filha do Mysterio e Murphy!

  13. El Cuebro1 mês

    Quem sabe vejamos Retribution vs Hurt Business ou “Team WWE” no Survivor Series hein!

  14. Bom RAW
    Destaco:
    – Bons segmentos dos Retribuiton, finalmente fizeram algo de novo com ele e foi bom
    – Mais uma vez o Randy Orton e o Drew muito bem
    – Zelina a candidata ao título é uma boa decisão, nada contra a Asuka, mas eu sou #teamzelina 😂

    • A zelina é só para ser uma mera contender, irá perder e a feud deve terminar, infelizmente e o meu medo é que apos domingo la deixe.os de ver a zelina em ringue

    • Eu sei que ela vai perder, ainda por cima o combate é no kick off. Só que estou a gostar de ver este pequeno destaque que lhe estão a dar, ela tem talento para ser mais do que uma manager.

  15. Anónimo1 mês

    Mais um bom Raw. Destaco os desenvolvimentos a volta dos RETRIBUTION, e da rivalidade entre o McIntyre e o Orton.