A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome, no Yuengling Center em Tampa, Flórida, rumo ao Hell in a Cell de dia 20 de Junho.

Resultados

– Drew McIntyre vs Kofi Kingston (No Contest)
– Nikki Cross venceu Raw Women’s Champion Rhea Ripley (Beat The Clock Challenge)
– Charlotte Flair venceu Asuka
– Cedric Alexander venceu Shelton Benjamin
– Riddle venceu Xavier Woods
– Jaxson Ryker venceu Raw Tag Team Champion AJ Styles
– WWE United States Champion Sheamus venceu Humberto Carrillo (Non-Title Match)
– WWE Women’s Tag Team Champions Natalya & Tamina venceram Nia Jax & Shayna Baszler

Report

O Raw abriu com MVP em ringue, que apresentou o WWE Champion Bobby Lashley, sendo que em seguida revimos imagens de tudo o que aconteceu na semana passada, em que Kofi Kingston venceu o “All Mighty”. MVP e Bobby Lashley recusaram a hipótese do WWE Champion voltar a enfrentar Drew McIntyre, sendo que a seguir iam falar de Kofi Kingston e foi então que o “Scottish Warrior” interrompeu e explicou que ele quer ser WWE Champion novamente.

Drew McIntyre explicou então que se não fosse MVP e Braun Strowman ele já seria WWE Champion outra vez e que quer enfrentar novamente Bobby Lashley pelo título.

Quem também acabou por aparecer foi Kofi Kingston, que relembrou que nunca teve o seu rematch pelo WWE Championship, que na semana venceu o WWE Champion Bobby Lashley e que não precisa de Drew McIntyre para vencer o “All Mighty” e que por isso, o escocês que lhe saía da frente para ele enfrentar o campeão.

Adam Pearce acabou por interromper e anunciou que iremos ter o combate entre Kofi Kingston e Drew McIntyre, em que o vencedor irá enfrentar o WWE Champion Bobby Lashley no Hell In a Cell.

– Drew McIntyre vs Kofi Kingston (No Contest): O combate de abertura deste Raw abriu de forma técnica, com os dois lutadores a mostrarem respeito um pelo o outro e rapidamente se percebeu que tinham estratégias bem diferentes, Kofi Kingston a querer usar a sua velocidade e Drew McIntyre toda a sua força. Acabou por ser a força do “Scottish Warrior” a levar a melhor durante vários minutos e a dominar tanto dentro como fora do ringue.

Kofi Kingston, apesar de ser claramente dominado, foi mostrando que não perde facilmente e foi sobrevivendo e conseguiu com o passar dos minutos ter alguma ofensiva contra o escocês, que ainda assim foi dominando este opener.

Com o passar do tempo, Drew McIntyre foi começando a ficar frustrado, porque Kofi Kingston de alguma maneira ainda estava em combate apesar de todos os golpes que estava a ser alvo.

O homem dos New Day começou a ganhar algum ímpeto e com a sua ofensiva começou a equilibrar o combate e foi então que MVP e o WWE Champion Bobby Lashley decidiram que estava na altura de atacar os dois lutadores e o combate acabou em no contest.

Bobby Lashley tentou enviar uma mensagem aos seus dois adversários, mas acabou por sofrer um Trouble In Paradise e um Claymore Kick.

A seguir tivemos imagens de mais um bate boca entre Charlotte Flair e a Raw Women’s Champion Rhea Ripley, e foi então que Nikki Cross apareceu e as desafiou para um combate. Charlotte Flair recusou o combate, mas explicou que a venceria em dois minutos se fosse preciso, e espicaçou a “Nightmare” para aceitar o desafio e a campeã aceitou.

De seguida tivemos mais um video package de Eva Marie, com esta a elogiar as pessoas que a ajudam a ser uma estrela e que quer ser uma inspiração para as mais jovens.

– Nikki Cross venceu Raw Women’s Champion Rhea Ripley (Beat The Clock Challenge): Nikki Cross decidiu ir com tudo para cima da campeã, algo que foi inesperado e que acabou por tirar Rhea Ripley do sério. De tal maneira que a “Nightmare” perdeu a noção do tempo e enquanto atacava Nikki Cross esqueceu-se que tinha dois minutos para vencer a sua adversária, e quando o tempo terminou, a vitória sorriu à escocesa.

No escritório de Adam Pearce, Drew McIntyre e Kofi Kingston entraram de rompante a perguntar quem é o candidato principal e o oficial da WWE explicou que na próxima semana eles vão lutar outra vez e as condições são as mesmas. Quem vencer, é o candidato principal ao WWE Championship no Hell in a Cell.

– Charlotte Flair venceu Asuka: No terceiro combate deste Raw, tivemos um embate entre Asuka e Charlotte Flair, combate esse que já tínhamos saudades de ver, pois já não acontecia há uma semana… No que toca ao combate em si, o início foi técnico e Asuka levou a melhor nos primeiros minutos, pelo menos até Charlotte focar o seu ataque na perna esquerda da “Empress of Tomorrow” e assim dominar mais este embate entre as duas.

A “Queen” dominou durante vários minutos, mas controlar Asuka não é fácil e o jogo de submissões da japonesa foi criando problemas para Charlotte Flair, que ainda por cima acabou por falhar um Moonsault, que deu espaço à “Empress of Tomorrow” de ter algum ímpeto neste embate e assim equilibrar as contas.

Nos minutos finais, o equilíbrio foi incrível com as duas lutadoras a quase vencerem por várias vezes e com vários golpes diferentes. Ainda assim, no final Charlotte Flair conseguiu contra-atacar o Asuka Lock com um pin rápido e assim venceu mais este combate entre as duas.

No balneário do WWE Champion Bobby Lashley, este e MVP ainda estavam acompanhados com as suas amigas, mas o “All Mighty” foi avisado que Adam Pearce queria falar com ele. Já no escritório do oficial da WWE, este explicou que se Bobby Lashley interferir no combate da próxima semana, ou sequer estiver perto do ringue, será suspenso por 90 dias e sem receber dinheiro.

A seguir tivemos um video package sobre a relação complicada entre Cedric Alexander e Shelton Benjamin, desde o seu reinado enquanto campeões de equipas, à sua expulsão dos Hurt Business e ao final da sua parceria.

Ainda antes do combate começar, Cedric Alexander pegou no microfone e voltou a culpar Shelton Benjamin por eles terem sido expulsos do Hurt Business. Cedric Alexander começou então a dizer que ele ainda é novo e tem tempo, já o “Gold Standard” nem por isso, e que no primeiro combate, este teve sorte, mas hoje não irá acontecer isso.

– Cedric Alexander venceu Shelton Benjamin: Como seria de esperar, depois de todas as provocações, Shelton Benjamin entrou com tudo e foi dominando o seu ex-parceiro de equipa. Cedric Alexander virou o combate a seu favor depois de uma Hurricanrana da terceira corda e foi mostrando também ele uma grande agressividade.

Depois de ter dominado durante alguns minutos, Shelton Benjamin voltou a virar o ímpeto a seu favor usando a sua maior força, mas Cedric Alexander com alguma batota ganhou espaço para depois com um pontapé vencer este embate.

O video package que vimos a seguir foi sobre a formação dos R-K-Bro e do momento em que Randy Orton decidiu acertar dois RKO nos lutadores dos New Day, até ao que aconteceu na última semana entre o “The Viper” e Kofi Kingston e que levou a que fosse marcado o embate entre Riddle e Xavier Woods.

– Riddle venceu Xavier Woods: O combate começou de forma técnica e agressiva, com Xavier Woods a querer mostrar que não é só um high-flyer, tendo dado luta ao “Original Bro” que ainda assim foi levando a melhor. Porém, Xavier Woods decidiu mostrar a sua força e aplicou alguns Suplexes incríveis, mas Riddle com vários strikes foi dando grande luta. Só que o lutador dos New Day estava decidido a dominar e com um Death Valley Driver no apron colocou-se em definitivo no controlo desta “guerra”.

A agressividade foi a palavra de ordem deste combate, sendo que ambos estavam decididos a vencê-lo, mas a questão é que os dois não vieram para o Raw para perder.

As quase vitórias foram aparecendo para os dois lutadores e quando parecia que esta guerra ia continuar por mais alguns minutos, do nada Riddle acertou um RKO e venceu este belo combate.

Depois foi anunciado que a Raw Women’s Champion Rhea Ripley defenderá o seu título contra Charlotte Flair no Hell in a Cell, mas não parece para já certo que o combate aconteça dentro da demoníaca jaula.

– Jaxson Ryker venceu Raw Tag Team Champion AJ Styles: AJ Styles tentou impor a sua velocidade desde cedo, mas Jaxson Ryker mostrou a sua força e assim controlou o “Phenomenal One”. Quando AJ Styles estava outra vez a ganhar algum ímpeto, Elias nas costas do árbitro ajudou o seu companheiro de equipa e assim Jaxson Ryker de forma surpreendente venceu o combate.

Quem não achou piada a isto foi Omos, que veio até perto do ringue para se vingar de Elias e Jaxson Ryker. Se este último ainda conseguiu fugir, Elias acabou por não ter a mesma sorte e Omos atirou o “cantor” contra os ecrãs LED que estão na zona de entrada.

A seguir tivemos um video package a mostrar a rivalidade que tem existido entre o WWE United States Champion Sheamus e Humberto Carrillo.

– WWE United States Champion Sheamus venceu Humberto Carrillo (Non-Title Match): Como é habitual, Sheamus entrou de forma agressiva e dominou Humberto Carrillo desde o primeiro segundo, mas depois de alguns minutos a ser dominado, o mexicano também mostrou a sua agressividade e equilibrou esta contenda.

Humberto Carrillo parecia que estava no controlo, mas o “Celtic Warrior” mostrou a sua experiência e apanhou as calças do seu adversário e venceu o combate.

No entanto, Sheamus ainda não tinha terminado e continuou a atacar Humberto Carrillo, até que Ricochet veio ao ringue e os dois high-flyers, com vários golpes incríveis, conseguiram deixar o WWE United States Champion atordoado.

Nos bastidores, Nia Jax & Shayna Baszler foram entrevistadas e a “Queen of Spades” fez questão de dizer que Reginald tem sido uma distracção e que se elas querem ser novamente campeãs, então Reginald não pode ir para perto do ringue.

Em seguida tivemos um video package de Eva Marie a treinar, com esta a dizer que adora treinar outras pessoas, pois ajuda-as a tornarem-se melhores versões delas próprias.

– WWE Women’s Tag Team Champions Natalya & Tamina venceram Nia Jax & Shayna Baszler: No main event deste Raw tivemos o combate pelos WWE Women’s Tag Team Championships, com Shayna Baszler e Natalya a mostrarem a sua técnica, sendo que a vantagem foi claramente para a “Queen of Spades”, que fez do braço esquerdo da adversária o seu alvo preferencial.

Reginald veio então para perto do ringue e isso irritou Shayna Baszler, mas mesmo assim as ex-campeãs continuaram no controlo durante mais alguns minutos, pelo menos até Tamina entrar em ringue, sendo que a veterana virou o combate do avesso, pelo menos durante alguns momentos.

As ex-campeãs voltaram ao domínio, mas não por muito tempo e tivemos uns minutos finais algo caóticos, sendo que Reginald fez com que Shayna Baszler não tivesse ganho o combate. Quando Reginald já se encaminhava para os bastidores, uma grande explosão voltou a cegar o sommelier e toda esta confusão abriu espaço para que Natalya com um pin rápido na “Queen of Spades” vencesse o combate.

No final, Shayna Baszler parecia preocupada com Reginald, mas simplesmente agarrou-o pelos colarinhos e afirmou estar farta dele e desafiou-o para um combate no Raw da próxima semana.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

22 Comentários

  1. Joelson Souza Ribeiro3 semanas

    Raw de hoje ta sendo sem graça, de novo ate perdir a vontade de assistir. Ate as lutas ta sendo uma bosta eu espero com a volta do público a vinda do brock lesnar e do Edge é do cena melhore “os shows”

  2. What?3 semanas

    O raw vai ser cancelado, não é possível. Fechar o show com um combate de duplas FEMININO ( que já tinha sido horroso na WM). Os caras tão de sacanagem. Aí depois não sabem pq a audiência cai. Se fosse Charlotte, e Asuka, aí tudo bem. Mas o raw que é o show número 1 ( era, a partir de hoje não é mais ) ter no main event uma luta como essa MEU DEUSSSS.

  3. Kay Orton3 semanas

    O Raw dessa semana foi ótimo pra mim, pelo menos eu não dormi nos primeiros 10 minutos.
    O que salvou o show foi o tempo pros combates serem desenvolvidos, talvez essa seja a chave.

    Drew vs Kofi • Asuka vs Charlotte • Xavier Woods fez provavelmente seu melhor combate solo contra Riddle Bro • Sheamus vs Carrillo foi apenas bom • Cedric vs Shelton é muito bom e é interresante mas precisa ser mais desenvolvido.

    a parte triste é o Tag Team Feminino que não vai pra lugar nenhum. O tempo foi justo pras 4 desenvolverem algo diferente mas depois de tantos replays matchs o combate não impressiona quase ninguém.

    6,5/10 eu acho justo

  4. Gostei:
    – Kofi Kingston vs Drew McInytre acabou empatado após Lashley & MVP atacar ambos. O combate estava a ser bem divertido. Em geral, ótimo!
    – Charlotte Flair derrotou Asuka num bom combate!
    – Cedric Alexander com uma promo antes do seu combate com Shelton Benjamin, dizendo que ele já foi ultrapassado e é a razão pela qual Alexander foi expulso dos Hurt Business. Diz que não resta muito tempo a Benjamin e que conquistou pouco. Isto tudo enquanto Alexander é um talento em evolução. Continuou a dizer para Benjamin olhar para ele e esta será a última vez que Benjamin aparecerá nas TV’s do público. Ótima promo do Alexander. No entanto, arruinada pelo Corey Graves, ao dizer que Alexander tinha o carisma de um bloco de cimento.
    – Cedric Alexander derrotou Shelton Benjamin em mais um combate divertido!
    – Riddle derrotou Xavier Woods com um RKO! Este combate foi brutal (aquele suplex do Woods…😍)!!!

    Não Gostei:
    – MVP, na sua promo, fala sobre o domínio de Lashley e sobre abandonar o ThunderDome. Fala sobre o parasita que é Drew McIntyre. Lashley diz que já derrotou o escocês 2 vezes. MVP diz que Kingston venceu graças a Drew McIntyre. Isto leva a que o ex-WWE Champion apareça. McIntyre diz que, sempre que Lashley o derrotou, foi com ajuda exterior. Ele acha que Lashley não o consegue derrotar limpo. Kofi Kingston aparece e diz que derrotou Lashley na semana passada. MVP pergunta se Kofi já agradeceu a Drew e Drew diz ”de nada”. Kofi diz que teria ganho, com ou sem ajuda. Kofi diz que conseguiu o que Drew não consegue há meses, derrotar Lashley. Adam Pearce aparece e declara um Drew McIntyre vs Kofi Kingston pelo #1 Contendership. Segmento muito medíocre.
    – Nikki Cross derrotou Rhea Ripley ao durar 2 minutos num Beat the Clock Challenge. Inútil e fez a Ripley parecer estúpida quando ela está chocada, apesar de o tempo estar no ecrã gigante o tempo inteiro! Foi mais segmento que combate! Terrível!
    – Jaxson Ryker derrotou AJ Styles graças a Elias. Cristo…
    – Sheamus derrotou Humberto Carrillo num combate medíocre com batota…
    – Após o combate, Sheamus continuou o ataque sob Carrillo mas Ricochet salvou. Foi algo diferente, sim, mas podia ter sido melhor executado.
    – Natalya & Tamina venceram Shayna Baszler & Nia Jax para continuarem Women’s Tag Team Champions. Terrível, tudo. Desde o combate até às explosões (ainda vamos insistir nisto da Natalya, Tamina e Alexa?).

    Overall: 6/10. Até ao AJ Styles vs Jaxson Ryker, a RAW estava no seu melhor estado desde há meses atrás! No entanto, esse combate o que se seguiu foi muito mau. Xavier Woods com, possivelmente, o seu melhor singles match na WWE, Asuka & Charlotte com um bom combate, para variar. Espero que este push ao Alexander resulte numa run com um título.

    • Facebook Profile photo

      concordo com tudo menos que o Alexander tenha uma run, se tiver nem ganha, no atual não vejo espaço pra ele e o shelton menos ainda, depois dos tag, acho que no maximo tenta o midcard mas não vence, pelo q eu creio

  5. Parece ter sido mais um show medíocre, já nem perco tempo a tentar ver o raw, sei que em termos de negócios ter 3h de raw deve ser positivo, mas em termos de qualidade do show é péssimo, e não sei até que ponto com um show de 2h com mais qualidade teria mais espectadores, principalmente tendo em conta a falta de verdadeiras estrelas no show

  6. Com um main event destes está tudo dito…

  7. MC3 semanas

    Para variar, estou a gostar de uma das storylines do RAW, concretamente em volta do WWE Championship. Gostava que o Kofi acabasse por ser o desafiante ao título do Lashley (mas que não o vencesse), só para variar e o Drew focar-se noutras coisas – já cansa tanto Drew x Bobby -. Por falar em cansativo, quantas semanas mais vou ter de ver um Charlotte x Asuka? E essa rivalidade pelo título de duplas feminino que nunca mais acaba? ugh… o arrastamento de storylines não ajuda em nada o RAW.

  8. ATT ERA3 semanas

    Eu parei de ver com meia hora, vão acabar perdendo o contrato com os meios de transmissão de tão ruim e chato com lutas chatas e repetidas. Criatividade 0.

  9. Destaques:
    -Bom combate entre o Kofi e o Drew.
    -Boa promo do Cedric e bom combate deste com o Shelton.
    -Combate muito interessante entre o Woods e o Riddle.

  10. Victor Silva3 semanas

    Que pena que a Shayna Baszler esteja sendo utilizado dessa maneira, agora vai ter um “combate” com Reginald só para ele fazer aquelas gracinhas… lamentável.

  11. Mais um Raw razoável, no máximo. Fora os combates Charlotte Flair vs Asuka (pela sua qualidade, porque estas duas já devem estar fartas de se enfrentar) e Riddle vs Xavier Woods (melhor da noite, de longe — aquele RKO foi top), tudo o resto foi praticamente desinspirado e uma autêntica repetição das últimas semanas. Oxalá que venha “sangue novo” para a brand vermelha, que está completamente estagnada há meses.

    • Mais sangue novo??? Tiveste o mansoor, nicki cross e angel garza voltam aparecer, ricochet parece ser o desafiante do sheamus… o problema mesmo é o terrivel booking… nao é por falta ou novos wrestlers… é mesmo quem está nos backstages a escrever e a mandar… esses sim deviam de ir á sua vida, a comecar com o patrao

    • Gangrel_Rules, esses lutadores que mencionaste raramente aparecem (ou melhor, não de forma consistente) apesar de serem bastante talentosos.
      Claro que o booking é o maior problema da WWE já há muito tempo, mas eu pessoalmente gostava de ver caras novas para não termos todas as semanas invariavelmente os mesmos combates (especialmente na divisão feminina que só parece ter 8 lutadoras).

  12. El Cuebro3 semanas

    O AJ e o Ryker já se enfrentaram nos tempos de TNA não?! E no mais Ricochet e Humberto formam uma dupla interessante, mas gostaria de ver ambos numa situação melhor!

  13. JOAOPEDROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO3 semanas

    Cada vez acho mais que o problema do Raw é a falta de liberdade aos wrestlers e o tempo. Pelos comentários (porque não vi o show, só os highlights), começou bem e depois foi muito mau. Diria que se o Raw tivesse 1h30, o SD 1h30 e o NXT 1h, ficavam muito melhor servidos. Aliás, acho mesmo que o NXT era melhor só com uma hora.
    Ando perdido no WWE Network a ver show a show e encontro-me neste momento, em abril de 1998 e reconheço que o roster da WWE hoje, tem muito mais talento no low e mid card do que na altura na WWF. Contudo, tem muito menos talento para main event, precisamente porque não consegue criar as suas superstars.

    Olhando para o roster da WWF da altura, temos: Jeff Jaret, Bradshaw (JBL), LOD, Ken Shamrock, Vader, DX (antes e depois do Shawn Michaels), Undertaker, Kane, Goldust, Mankind, Nation of Domination e Stone Cold Steve Austin.
    Em comparação, hoje em dia, a WWE dá-se ao “luxo” de ter Ricochet, Mustafa Ali e outros como jobbers, só para dar um exemplo. As wrestlers então nem se fala, até porque na altura era inexistente. Havia a Luna contra Sable e mais nada. No entanto, tirando Aj Styles, RKO e talvez o Drew, tudo o resto não chega sequer perto dos main events da altura.

    Acho que podia ser repensado. Percebo que as 3h00 dão muito mais dinheiro, mas acarretam mais custos também (pois são necessárias mais superstars) e está a prejudicar claramente o produto. Se o produto continuar mau, partilho da opinião do CM Punk quando diz que daqui a 20 anos, já não existe e depois aí não há 3, nem 2, nem 1 hora que valha e deixa de haver dinheiro e por consequente, lucro.

    Acho que podia ser um tema interessante para abordar aqui no site, estou disponível para qualquer debate, caso queiram realizar 🙂

    • Concordo com maioria do que disseste, mas não sei se para o Smackdown e NXT importava muito no produto encurtar os programas, já o RAW precisa mesmo de passar para 2 horas pelo bem do produto. Quanto às superstars que a WWE tem e a comparação com as do passado, disseste tudo.

    • JoaoPedrooooooo3 semanas

      Eu acho que todos ganhavam com isso. Para todos os writters seria mais fácil. Parece que é difícil criar interesse em todo o show. Também as pessoas estão mais desligadas hoje. É mais difícil reter as pessoas frente a um ecrã durante 3h00

  14. Facebook Profile photo

    a melhor coisa foi o riddle, e eu ja tava de saco tão cheio q nem quis ver, serio kofi desafiante ao titulo? cara tava ai perdendo tudo contra o aj e omos nas duplas, ta dificl viu e eu não aguento mais shayna e nia vs tamina e natalya… ta dificil ver o raw

  15. Anónimo3 semanas

    Destaco os combates, Charlotte contra a Asuka, e Riddle contra o Woods, foram bons.

  16. Mais um RAW ok para fraco.
    Destaco:
    – combate do Riddle contra o Xavier Woods

  17. Mais um RAW da treta infelizmente…
    Gostei apenas do RKO do Riddle!