A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome no Tropicana Field em São Petersburgo, na Flórida, a última antes do Royal Rumble do próximo domingo.

Resultados

– Charlotte Flair venceu Shayna Baszler (por desqualificação)
– Charlotte Flair, Mandy Rose & Dana Brooke venceram Shayna Baszler, Nia Jax & Lacey Evans (por count-out)
– Shayna Baszler, Nia Jax & Lacey Evans venceram Charlotte Flair, Mandy Rose & Dana Brooke
– Xavier Woods venceu Slapjack
Sheamus venceu John Morrison
– The Miz & John Morrison venceram Sheamus (Handicap Match)
– AJ Styles venceu WWE 24/7 Champion R-Truth (Non-Title Match)
– Riddle venceu Shelton Benjamin, MVP e Cedric Alexander (Gauntlet Match)
– Raw Women’s Champion Asuka vs Alexa Bliss (No Contest)

Report

O Raw abriu com o WWE Champion Drew McIntyre, que agradeceu a todos pela preocupação e disse que vai dedicar este combate contra Goldberg a todos os que estão a sofrer com o COVID-19.

Em seguida, Drew McIntyre falou de Goldberg e de como o WWE Hall of Famer é uma anomalia no mundo do Wrestling, que destruiu tudo e todos nos anos 90, tal como está a fazer desde o seu regresso, mas que no Royal Rumble irá defender com sucesso o seu WWE Championship.

Porém, The Miz e John Morrison interromperam o WWE Champion e começaram a falar como no Royal Rumble, quer Goldberg quer Drew McIntyre podem lesionar-se e que vão ser alvos fáceis para que haja um cash-in do “A-Lister”.

A seguir tivemos Goldberg a vir ao ringue que foi muito simples, dizendo a Drew McIntyre que este seria “o próximo”.

The Miz e John Morrison no apron do ringue começaram a espicaçar os dois lutadores, mas a ideia correu mal, pois Goldberg e Drew McIntyre atacaram-nos. O Hall of Famer aplicou um Spear em The Miz e Drew McIntyre aplicou o Claymore Kick em John Morrison. O segmento terminou com um cara a cara entre o WWE Champion e o seu adversário do Royal Rumble.

Nos bastidores tivemos Charlotte Flair a falar de como ela consegue sempre entregar sob pressão e que hoje se irá focar em Shayna Baszler, no domingo irá concentrar-se em defender os WWE Women’s Tag Team Championships e também no Women’s Royal Rumble Match. Quando Charly Caruso falou da situação de Ric Flair e Lacey Evans, a “Queen” explicou que esta deve ser a pior fase da vida do seu pai.

– WWE Women’s Tag Team Champion Charlotte Flair venceu Shayna Baszler (por desqualificação): Charlotte Flair começou melhor neste combate, tendo até atacado Nia Jax, o que viria a ser uma má ideia, pois quando a “Queen” ia aplicar o Figure 4-Leg Lock e Nia Jax atacou-a, o que causou a desqualificação.

O ataque da dupla de Shayna Baszler e Nia Jax continuou, até que tivemos Mandy Rose e Dana Brooke a vir ao ringue em auxílio de Charlotte Flair. Esta brawl ainda teve Lacey Evans e tudo terminou num Six-Woman Tag Team Match.

– WWE Women’s Tag Team Champion Charlotte Flair, Mandy Rose & Dana Brooke venceram Shayna Baszler, Nia Jax & Lacey Evans (por count-out): O trio de Charlotte Flair, Mandy Rose e Dana Brooke entraram a mostrar trabalho de equipa, tendo dominado facilmente. O combate acabou de forma inesperada quando, fora do ringue, Shayna Baszler distraiu-se com a contagem do árbitro e não entrou antes da contagem de 10, tendo a sua equipa perdido por count-out.

Adam Pearce, durante o intervalo e farto de ouvir a equipa perdedora, perguntou ao trio vencedor se queriam recomeçar o combate, e assim foi.

– Shayna Baszler, Nia Jax & Lacey Evans venceram WWE Women’s Tag Team Champion Charlotte Flair, Mandy Rose & Dana Brooke: Já mais atenta às regras, o trio de Shayna Baszler, Nia Jax e Lacey Evans conseguiram isolar Dana Brooke durante alguns minutos e assim dominar o combate. Porém, quando Mandy Rose entrou em ringue virou o combate do avesso, de tal forma que a confusão fez com que Charlotte Flair e Lacey Evans acabassem a lutar fora do combate.

No final, Dana Brooke quase venceu, mas foi Nia Jax com um Leg Drop que arrecadou a vitória.

– Xavier Woods venceu Slapjack: Xavier Woods entrou melhor neste embate, mas Slapjack usou a sua agilidade para dominar o lutador dos New Day durante alguns minutos. Porém, a maior experiência de Xavier Woods fez com este virasse o combate e com uma joelhada acabasse por vencer.

Assim que o combate terminou, T-Bar e Mace atacaram Xavier Woods de forma bastante agressiva, até que Mustafa Ali pegou numa cadeira, mas em vez de atacar Xavier Woods, pediu-lhe para que este passasse a mensagem a Kofi Kingston que apesar deste não ir participar no Royal Rumble, ele [Mustafa Ali] o vai substituir.

Nos bastidores tivemos Riddle a falar com o WWE 24/7 Champion e a conversa fez tanto sentido como seria de esperar. R-Truth falou de como pensa que os Hurt Business lhe vão fazer uma festa surpresa por causa do seu aniversário e pediu ao “Original Bro” para que este não dissesse a ninguém. De forma surpreendente, R-Truth pôde sair de cena descansado da vida, sem ter de fugir a nenhum lutador que quisesse o seu título.

A seguir tivemos uma edição do VIP Lounge que teve como convidados os próprios Hurt Business. O WWE United States Champion Bobby Lashley começou a falar de como MVP acreditou nele e de como num ano os Hurt Business já têm todos os títulos.

Durante o segmento, Cedric Alexander continuou a mostrar toda a sua bazófia, mas quando parecia que finalmente o Hurt Business ia falar sobre o assunto, tivemos o WWE 24/7 Champion R-Truth que vinha para a sua festa surpresa. Óbvio que não havia festa para ninguém e os lutadores que queriam o WWE 24/7 Championship começaram a perseguir o campeão, mas os Hurt Business decidiram destruir toda a gente.

No entanto, ao VIP Lounge acabou da pior maneira para os Hurt Business, pois Riddle veio ao ringue e acertou uma joelhada em MVP antes de fugir.

Nos bastidores vimos Adam Pearce a dar de caras com R-Truth escondido e foi então que o WWE 24/7 Champion pediu uma hipótese para provar que merece estar no combate Money In The Bank (sim, não me enganei), AJ Styles acabou por interromper esta conversa e foi então que Adam Pearce anunciou que se R-Truth quer provar que merece estar no Men’s Royal Rumble Match então pode enfrentar o “Phenomenal One”.

– Sheamus venceu John Morrison: Este combate, ao contrário do esperado, começou de forma bastante lenta e técnica, com os dois lutadores a mostrarem grandes atributos técnicos. O equilíbrio foi sempre a grande nota de destaque, sendo que John Morrison só conseguiu dominar quando, depois de uma distracção por parte de The Miz, atacou o joelho esquerdo do “Celtic Warrior”.

Ainda assim, Sheamus nunca parou de dar luta e mesmo com “menos uma perna” manteve-se em combate. Os minutos finais tiveram várias quase vitórias de parte a parte, mas Sheamus aplicou o White Noise e venceu.

Assim que a sineta tocou, The Miz disse que isto não podia acabar assim e que se Sheamus queria mesmo treinar para o Royal Rumble, então que ele o desafiava para um Handicap Match contra ele e John Morrison. O desafio foi aceite e assim seguimos para mais um combate.

The Miz & John Morrison venceram Sheamus (Handicap Match): Como The Miz e John Morrison poderiam estar no ringue ao mesmo tempo neste Handicap Match, a dupla dominou Sheamus a seu bel-prazer por vários minutos. Todavia, o “Celtic Warrior” foi mostrando sinais de vida e até parecia que ia ter ímpeto suficiente para vencer, em especial depois de um Brogue Kick em John Morrison, só que The Miz com o seu Skull Crushing Finale venceu o Handicap Match.

Nos bastidores tínhamos Ric Flair a ensinar Wrestling a Lacey Evans, mas foram interrompidos por Charlotte Flair que tentou explicar ao seu pai que ela é a única pessoa que o pode proteger e que ele está a passar de lenda para ser só um velho. O segmento terminou com Lacey Evans a atacar a “Queen” pelas costas e a sair de cena com Ric Flair, que mostrou querer ajudar a sua filha, mas a sua nova amiga não deixou.

– AJ Styles venceu WWE 24/7 Champion R-Truth (Non-Title Match): AJ Styles entrou de forma dominante, mas R-Truth atirou o “Phenomenal One” pela terceira corda, o que irritou o antigo campeão mundial e o fizesse perder a concentração, o que fez com que R-Truth usasse alguma da ofensiva do seu ídolo de infância de John Cena. Porém, nada disto valeu ao WWE 24/7 Champion e no final AJ Styles aplicou o seu Calf Crusher para a vitória.

A seguir tivemos Alexa Bliss no seu recreio, toda feliz da vida pela sua vitória contra Asuka e pelo que fez a Randy Orton. Também vimos imagens do Alexa Playground da semana passada com Asuka e do combate que as duas tiveram no main event do programa, tendo dito que foi ele [“The Fiend”] que lhe ensinou aquele novo truque.

Alexa Bliss afirmou que tal como na semana passada, não vai querer brincar e quer ganhar um brinquedo novo [o Raw Women’s Championship], e o segmento terminou com Alexa Bliss a dizer “Let Me In” com a voz do “The Fiend”.

– Riddle venceu Shelton Benjamin, MVP e Cedric Alexander (Gauntlet Match): Shelton Benjamin foi o primeiro lutador dos Hurt Business a entrar neste Gauntlet Match contra Riddle e o veterano mostrou toda a sua força para dominar o “Original Bro”. Quando este começou a ganhar ímpeto, Cedric Alexander achou boa ideia distrair o árbitro e isto fez com que o árbitro perdesse um pin de Shelton Benjamin que lhe ia dar a vitória.

Os Hurt Business começaram a discutir, o que abriu espaço para que Riddle aplicasse um Victory Roll e assim vencesse Shelton Benjamin.

A discussão continuou já com MVP em ringue e o “Original Bro” usou toda a sua técnica para aplicar uma Knee Bar em MVP, que desistiu rapidamente.

Já Cedric Alexander aproveitou algum do cansaço do “Original Bro” e dominou este terceiro combate do Gauntlet durante vários minutos. A frustração de Cedric Alexander foi aumentando por causa da resiliência do “Original Bro”, que usou várias submissões para se ir mantendo vivo. Ainda assim, Cedric Alexander ia-se mantendo no domínio, mas Riddle conseguiu com um pin rápido para vencer também Cedric Alexander e o Gauntlet Match.

Assim que o combate terminou, o WWE United States Champion Bobby Lashley atacou Riddle e aplicou o Hurt Lock, no que foi uma mensagem enfática ao seu rival.

A seguir tivemos Edge, que começou por falar de em 2011 ter sido obrigado a retirar-se por lesão e que sempre se lembrou das palavras da sua mãe lhe disse quando queria ser wrestler: “então vai e faz por isso”, e que foram essas palavras que durante 9 anos o fizeram lutar para recuperar o seu sonho e a sua carreira de volta.

No entanto, Randy Orton voltou a lembrá-lo de que tudo o que gostamos pode acabar num segundo, quando o lesionou no Backlash, mas que mesmo sabendo que o seu tempo pode estar cada vez mais perto do fim, ele ainda não acabou e que irá participar no Royal Rumble deste domingo.

Edge explicou que precisa de vencer o combate, que precisa de ser o main event da WrestleMania e que precisa de recuperar o título que nunca perdeu. Edge terminou dizendo que sabe que é difícil, mas acredita que vai conseguir.

– Raw Women’s Champion Asuka vs Alexa Bliss (No Contest): Depois de um início calmo, Asuka estava no controlo do combate, mas quando Alexa Bliss meteu a “Empress of Tomorrow” fora do ringue, tivemos um momento inesperado com a “Goddess da WWE” a montar o seu cavalo de madeira no meio do ringue.

Depois de alguns minutos de domínio, Asuka estava a recuperar e foi então que tocou a antiga música de Alexa Bliss e esta apareceu com a sua roupa antiga e a chorar. Como isto ainda não estava estranho o suficiente, as luzes do ThunderDome começaram-se apagar e foi então que apareceu a versão mais sombria da lutadora.

Parecia mesmo que Alexa Bliss ia vencer Asuka com o Mandible Claw, mas foi então que vindo do nada e já sem máscara, tivemos Randy Orton a aparecer no ringue e a aplicar um RKO em Alexa Bliss, naquele que foi o momento final deste último Raw ants do Royal Rumble de domingo.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

35 Comentários

  1. Será que o finish deste combate tag era via count out? Pareceu-me que não era suposto isso acontecer.

  2. Só eu que acho os Retribution rebeldes sem causa?….sei lá, foi tanta propaganda pra nada …

  3. Wwe1 mês

    ESPERO QUE NESSE COMBATE ALEXA BLISS SAIA VITORIOSA E COM O TITULO NA MAO

  4. joao1 mês

    posso dizer com muita confiança que esta feud de fiend/orton/bliss é uma das melhores que ja vi e vejo wrestling há 20 anos

    • Facebook Profile photo

      Com todo o respeito, é uma feud, no máximo, razoável. A única coisa boa é o “long-term” storyline, de resto, nem toda a gente gosta do sobrenatural no Wrestling 🤷‍♂️

    • joao1 mês

      É o meu tipo de storylines preferidas, daí o meu comentário. Assenta muito bem nos meus gostos pessoais, tanto o elemento sobrenatural como a capacidade que esta historia teve de pegar em bocados da storyline passada do fiend e transferi-los para a atual. Espero que continue até à WM com o Fiend a ganhar e que depois comece a perseguir um titulo, desta vez sem o enterrar contra um velho part-timer.

  5. Anónimo1 mês

    Este raw vive do Drew, rivalidade the fiend/randy Orton e Alexa e dos hurt biseness porquê de resto deixa muito a desejar… Smackdown está bem mais interessante

  6. pedro1 mês

    cadê o keith lee ?

  7. pedro1 mês

    ricochet?

  8. Kurt Angel1 mês

    Edge?? Mas que spoiler alert…

  9. Balhote1 mês

    A wwe anda completamente desorientada. Mas qual foi a ideia de revelarem a entrada do Edge? Devia ser uma surpresa. Eu acho que o que faz o Rumble especial é não saberes quem vai entrar e estares sempre curioso para ver quem será o próximo a entrar, assim perde a piada toda. Só lhes falta fazerem uma lista com a ordem em que as superstars vão entrar e revelarem na nas redes sociais para irmos acompanhando. Que tristeza. E como se isto não bastasse no sábado no backstage vão revelar quem entra no número 30, só falta anunciarem que vai ser o Rollins para estragarem mais uma return.

    • Já toda a gente sabia qual é a cena

    • Facebook Profile photo

      A verdade é que toda a gente sabia que o Edge ia estar no RR Match! A WWE foi “inteligente” ao confirmar isso, puxando os espectadores mais distraídos a verem o evento!
      Esperemos que a revelação do nr30, tenha algo mais aguardado. Esperemos para ver.

  10. BigMando1 mês

    Que grande final de show, aquele RKO outta nowhere

  11. Facebook Profile photo

    Raw razoável.
    7.5 de 0 a 10.

  12. Para go-home show antes do Royal Rumble (que é um dos principais PPV’s da WWE), foi um Raw só razoável. Destaco o bom combate entre Sheamus e John Morrison, que infelizmente foi seguido de um Handicap Match que não agrega propriamente a ninguém.
    Riddle vs Cedric Alexander também foi um combate decente, sendo que gostava de ver uma rematch no futuro (quiçá pelo título dos EUA). O main event angle era algo previsível mas até foi porreiro de se ver e deu continuidade à melhor história da brand vermelha.

  13. Facebook Profile photo

    Comentário sobre o Raw:

    – Excelente promo do Drew, deixando palavras de esperança contra a pandemia de Covid-19 🙏🏻 De resto, segmento bom de antecipação ao combate contra Goldberg no Domingo 👍
    – Péssimo combate 6 Women Tag, e o que dizer do fim do combate? Uma merda! Combate reiniciado sem lógica nenhuma, simplemente horrivel este booking. Charlotte e Shayna em 3 combates consecutivos 👎🙄😡
    – Mais um capítulo da saga Retribution vs Kingston, combate razoável mas boa promo depois do Mustafa Ali 👍
    – Boa promo do MVP, fraca dos restantes membros dos HB. R-Truth sendo R-Truth e Riddle na intervenção 👍
    – Sheamus mostrou bons sinais, no 1vs1 e no Handicap 👌
    – Styles vence R-Truth 🤷‍♂️
    – Fiendish Alexa, como de costume, boa delivery e promo 👍
    – Gauntlet razoável, cada vez mais sinais de rutura nos HB. Riddle ganha e Lashley passa a mensagem de poder ao aplicar o Hurt Lock 👍
    – Edge no Rumble 👌💪
    – Asuka vs Alexa, simplesmente não é para mim este genero de coisas… Não dá para “suspender o meu descrédito” nisto. Pobre Asuka e envolvida nisto! 👎🙄😡
    – RKO na Alexa, foi a unica coisa de jeito nisto tudo 👍

    Mais um episódio da Raw a roçar o fraco…
    De positivo só mesmo a promo do Drew e Edge e o RKO no fim. De resto, entre horrivel e razoável.
    De 0 a 10, dou um 4.

    Abraço a todos 💪

  14. Dreamer1 mês

    O RKO anual em alguma wrestler feminina do roster já está pago.

    Aliás, o que a WWE faz atualmente com o Morrison chega a ser criminoso. Perde todos os combates, leva todos os pins da dupla, hoje mesmo perdeu o primeiro combate com um WHITE NOISE, nem sequer foi o com o Brogue Kick do Sheamus… o homem tem cacife pra ser campeão da empresa (ou pelo menos ser um grandíssimo contender para tal) e acaba nestas. É frustrante.

  15. RAW Ok
    Destaco:
    – boa promo do Miz e do Morrison que foi a única coisa boa do segmento do Goldberg com o Drew
    – boa luta entre o Sheamus e o Morrison
    – o main event valeu pelo RKO

  16. Rolf1 mês

    Que raw horrível!
    Nada de novo, secante e sem combates decentes.
    Divisão feminina está com um booking sofrível e ver a campeã a ser tratada desta forma, só para elevar um lutadora que claramente é inferior na parte da luta é ridículo. Gosto da Alexa, mas podiam ter feito o mesmo com uma Cross, mas suponho que a Alexa ganhe o título ou mesmo a Rumble e a WWE está usar esta maneira ridícula para dar um boost em um feud.
    Tbm envolvendo a divisão feminina, as Tag teams Champs nem estão juntas, não faz sentido e o que fez de diferença a Asuka ganhar? Só para não ter que ter um feud pelo o Raw Women’s Championship, já nem o defende faz tempo.
    As coisas boas foram a Promo da Bliss, o RKO na mesma e a promo do Drew.
    O resto foi fraquinho e sem sentido.
    2/10

  17. JOAOPEDROOOOO1 mês

    Raw nivelado por baixo.
    Continuo a ser a favor que os títulos tag team (mens and womens) deviam de ser unificados e as equipas deviam de combater em ambos os shows e em momento de pandemia, uns títulos ficavam no Raw e outros no SD.
    Independentemente disso, a única coisa realmente interessante é a Alexa e o Randy Orton.
    Não mudem não… o CM Punk dava mais 20 anos ao wrestling, não é? Se calhar vai ser menos, com este booking “de porcaria”

  18. RAW Ok,ligeiramente melhor do que tem sido os ultimos:
    Destaques:
    -Boa promo inicial do Drew,que até falou do covid na programaçao da WWE,algo que pouco ou nada tem sido mencionado.O resto do segmento foi ok mas nao deu grande hype para o match do Rumble.
    -Regresso do Edge que pessoalmente ja esperava mas preferia ter visto apenas no Rumble,apesar de perceber a decisao da WWE.
    -Main event interessante entre a Asuka e a Bliss,com o Orton a aparecer no final.

    Notas finais para a feud entre os Hurt Business e o Riddle e o match entre o Sheamus e Miz e Morrison.

  19. El Cuebro1 mês

    O Kofi está mesmo fora da Rumble?

  20. Foi um RAW mais ou menos, talvez se esperasse mais um pouco!
    Destaques:
    – Boa promo do Drew no inicío e bem sentida em termos da sua recuperação da Covid 19, regresso do Goldberg que fizeram a folha ao Miz/Morrison!
    – A feud dos New Day e Retribution já está a ficar um pouco chata, sempre o mesmo infelizmente!
    – Gostei do regresso do Edge mas penso que deveria ter sido segredo para o Rumble!
    – Boa luta entre o Miz/Morrison vs Sheamus!
    – Boa Gaunlet Match mas acho que se esperava uma vitória do Riddle que ficou várias vezes por baixo!
    – Um combate razoável entre Alexa e Asuka que com uma boa interferência do Orton que eu não estava à espera!

  21. Facebook Profile photo
    Hugo Braga1 mês

    Melhor raw dos últimos tempos.

  22. The Phenomenal One1 mês

    Ainterferência do Randy Orton e o RKO na Alexa Bliss praticamente confirma que teremos uma interferência da “Goddess da WWE” ou do “The Fiend” durante o Men’s Royal Rumble Match, ajudando na eliminação do Randy Orton.

  23. Anónimo1 mês

    Boa promo do Drew. Bom combate entre o Sheamus e o Jonh Morrison. Bom regresso do Edge, mas preferia que tivesse aparecido de surpresa no Royal Rumble. E bom final do show, aquele RKO do Randy Orton na Alexa Bliss foi bom.

  24. Eu gostei dos RAW, na minha opinião melhor do que os anteriores…
    O que foi aquele opener? HAHAHA HOJE o gOLDberg é realmente uma piada, ele não consegue dar 3 passos firmes para o seu próprio finisher, vamos lá Drew!
    Destaco o Riddle fazendo fila nos Hurt Business, prevejo o mesmo vencendo o US title e gostaria de ver o Lashley em vôos mais altos.
    E por fim, que storyline entre Fiend/Alexa vs Orton!!!!!
    Eu não sou tão fã desse tipo de história, mas essa eu me rendo, todos os envolvidos estão simplesmente brilhantes, sendo a Bliss uma grata surpresa, espero que ela vença o título em algum momento.
    Que venha o Royal Rumble.

  25. Dark1 mês

    Não sou muito fã de coisas sobrenaturais no wrestling. Mais o segmento que o Orton aplica um RKO na Bliss na minha opinião foi o melhor segmento.
    É sempre bom ver um RKO😎😎.

  26. Doughc1 mês

    Onde estás keith lee?

  27. Pedro1 mês

    Cade o keith lee