Faz login e remove a publicidade
Frank casino

A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, novamente no Performance Center à porta fechada, mas já com os olhos bem postos no seu próximo pay-per-view, o Backlash.

Resultados

– Apollo Crews venceu WWE United States Champion Andrade
– Angel Garza venceu Kevin Owens
Murphy & Austin Theory venceram Aleister Black & Humberto Carrillo
– Nia Jax venceu NXT Women’s Champion Charlotte Flair e Natalya (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Triple Threat Match)
– Raw Tag Team Champions Street Profits venceram Bobby Lashley & MVP (por desqualificação)

Report

O Raw desta semana abriu com o Kevin Owens Show e com a novidade de termos lutadores do NXT e atletas do Performance Center a fazer de público, algo que viria a dar uma “outra vida” ao show.

Kevin Owens chamou ao ringue logo de seguida a sua convidada, a Raw Women’s Champion Asuka, que pouca hipótese teve de falar, pois foi rapidamente interrompida pela NXT Women’s Champion Charlotte Flair. A “Queen” relembrou que sempre venceu Asuka quando lutaram, mas também ela foi interrompida por Natalya.

A veterana pediu desculpa a Kevin Owens por ter estragado o cenário do Kevin Owens Show da semana passada, mas foi gozada por Charlotte Flair. No entanto e antes que o verniz estalasse entre as duas, tivemos também Nia Jax a vir ao ringue falar.

Nia Jax relembrou o que fez a Kairi Sane e foi então que Kevin Owens afirmou, de forma sarcástica, que não queria confusão no seu programa. Foi isso mesmo que aconteceu, com Asuka a acertar um Spinning Back Fist em Nia Jax, enquanto Charlotte Flair e Natalya se envolveram numa brawl intensa.

No backstage tivemos uma entrevista a Apollo Crews, que afirmou que esta ia ser a melhor noite da sua carreira, porque iria tornar-se o novo WWE United States Champion.

– Apollo Crews venceu WWE United States Champion Andrade: Apollo Crews usou logo a sua força para dominar o combate desde os momentos iniciais, mas este só durou até ao momento em que Andrade foi atirado contra Zelina Vega. Já com os médicos a verem do estado de saúde de “La Muneca”, foi então que Andrade aproveitou para começar ele a dominar Apollo Crews.

Porém, o domínio do WWE United States Champion não foi muito longo, com Apollo Crews a fazer uso da sua determinação, força e agilidade para virar o ímpeto do combate. Depois de uma combinação de Military Press seguido de um Standing Moonsault e Standing Shooting Star Press, Apollo Crews conseguiu a contagem de 3 e assim tornou-se o novo WWE United States Champion.

Logo a seguir ao combate, o novo WWE United States Champion Apollo Crews foi entrevistado e afirmou que demorou 11 anos para vencer o seu primeiro título na WWE, mas que nunca desistiu e que agora é ele o campeão.

No backstage, tivemos Seth Rollins acompanhado de Murphy e o seu novo protegido, Austin Theory. O “Monday Night Messiah” afirmou que Rey Mysterio escolheu ser crucificado para um bem maior e apresentou os seus dois discípulos, Murphy e Austin Theory, e que os dois vão mostrar a Aleister Black e a Humberto Carrillo o que acontece quando se tenta enfrentar o “Monday Night Messiah”.

Noutra zona do backstage tivemos a entrevista à NXT Women’s Champion Charlotte Flair, que auto elogia-se afirmando ser a lutadora mais consistente da WWE e que melhor cada divisão onde está. Só que a sua entrevista foi interrompida pela Raw Women’s Champion Asuka, que disse à “Queen” que o vermelho não era a sua cor.

De novo no ringue tivemos as IIconics e as duas amigas pediram desculpa pelo comportamento que tiveram na última semana, Peyton Royce por ter causado a desqualificação no combate e Billie Kay por ter dado uma chapada à sua amiga. Em seguida, as duas culparam o facto de não terem oportunidades porque Alexa Bliss é a loira favorita dos responsáveis da WWE.

Já com as campeãs em ringue, as IIconics insultaram Nikki Cross dizendo que esta não tinha direito a falar e tivemos então a lutadora escocesa a dar uma resposta emotiva. Esta disse que nunca teve ninguém que a ajudasse durante a sua carreira e que todos gozavam com ela por ser diferente, até que Alexa Bliss foi sua amiga e ajudou a ser melhor pessoa.

Tudo isto, como seria de esperar, acabou em brawl e foram as IIconics que saíram por cima, terminando o segmento enquanto seguravam os WWE Women’s Tag Team Championships.

No backstage, MVP estava ao telefone até que foi interrompido por Lana, que afirmou que os dois precisavam de conversar, algo que MVP discordou tendo saído de cena em seguida.

Já no ringue, MVP apresentou o próximo ex-WWE Champion Drew McIntyre como convidado do VIP Lounge e o WWE Champion fez logo questão de “arrumar a casa” tirando os sofás do caminho.

Os dois relembraram o que aconteceu ainda antes da WrestleMania 36, quando MVP tentou ser manager de Drew McIntyre e este recusou, e ainda lhe acertou com um Claymore Kick. MVP explicou que foi nesse momento que percebeu duas coisas: 1) que Drew McIntyre iria conquistar o WWE Championship; 2) que quando perdesse o título, ele (MVP) queria ser uma das razões para que isso acontecesse.

MVP referiu que no Backlash será mesmo isso que irá acontecer, iremos ter Bobby Lashley a tornar-se o novo WWE Champion. Já com o segmento a caminhar para o final, Bobby Lashley dirigia-se para o ringue quando Drew McIntyre acertou um Claymore Kick em MVP.

O segmento acabou com o WWE Champion no ringue, enquanto MVP não deixava o “All Mighty” entrar no mesmo.

No backstage tivemos uma promo de Natalya, que foi interrompida por uma chamada do seu marido Tyson Kidd.

– Angel Garza venceu Kevin Owens: Ainda antes do combate começar, Angel Garza atacou Kevin Owens pelas costas, tendo feito do tornozelo recentemente lesionado um alvo.

O lutador mexicano dominou o combate quase por completo, mas o “Prizefighter” ainda mostrou toda a sua garra ao tentar virar o ímpeto do mesmo. Só que o ataque ao tornozelo foi demasiado e este deu de si. Assim, Angel Garza aproveitou e com o Wing Clipper venceu o combate.

De seguida tivemos imagens dos Raw Tag Team Champion Street Profits e os Viking Raiders a enfrentarem-se, primeiro num jogo de golfe e depois num jogo de mini-golfe. Como seria mais uma vez de esperar, os Viking Raiders mostraram não serem os melhores em desportos normais, e os Street Profits arrecadaram a vitória.

No backstage, Lana interrompeu MVP e Bobby Lashley e mais uma vez MVP e Lana discutiram com o ex-WWE United States Champion a afirmar que o Claymore Kick que sofreu foi uma mensagem para Bobby Lashley, e que eles agora têm de preparar uma mensagem para Drew McIntyre.

– Murphy & Austin Theory venceram Aleister Black & Humberto Carrillo: A dupla de Aleister Black & Humberto Carrillo começou o combate de forma dominante contra os discípulos de Seth Rollins, mas a equipa de Murphy & Austin Theory conseguiu isolar Humberto Carrillo durante vários minutos. No final, as duas equipas quase venceram por várias vezes, mas Austin Theory provou o seu valor e após o seu ATL fez o pin em Humberto Carrillo.

Assim que o combate acabou parecia que Seth Rollins iria cegar Humberto Carrillo, tal como tinha feito a Rey Mysterio, mas a presença de Aleister Black impediu que o lutador mexicano ficasse cego.

No backstage tivemos o WWE Hall of Famer Edge a dizer que Randy Orton lançou o isco e ele mordeu, e que agora ele sente-se na dúvida sobre as suas capacidades.

Edge relembrou que esteve 3 212 dias retirado e que durante esse tempo o “The Viper” teve 1 126 combates, e que ele agora quer provar que, tal como no passado, consegue estar ao nível de Undertaker, Shawn Michaels, Kurt Angle, Christian, Owen Hart e outros.

Só que agora já não sabe se tem capacidades para estar ao mesmo nível de um lutador como Randy Orton. Edge fechou a sua promo dizendo que no Backlash ele irá dar tudo e procurar no fundo da sua alma para saber se ainda consegue estar ao mesmo nível que no passado.

Antes do combate seguinte tivemos os Raw Tag Team Champions Street Profits e os Viking Raiders num segmento de backstage, com as duas equipas a continuarem a sua rivalidade saudável, com os Viking Raiders a desafiarem os Street Profits para um jogo de bowling.

Logo de seguida, MVP e Bobby Lashley passam pelos Raw Tag Team Champions Street Profits e MVP afirma que apesar do talento, os Street Profits não passam de dois palhaços. MVP continuou a insultar os Raw Tag Team Champions e desafiou-os para um combate ainda neste Raw.

– Nia Jax venceu NXT Women’s Champion Charlotte Flair e Natalya (Raw Women’s Championship Nº1 Contender’s Triple Threat Match): O combate que definiu a nova candidata principal ao Raw Women’s Champion começou de forma caótica, como seria de esperar. O maior poderio físico de Nia Jax estava a dar-lhe uma maior vantagem, mas Charlotte Flair e Natalya uniram-se para tirar a adversária do combate, com uma Powerbomb na mesa de comentadores.

As duas lutaram durante vários minutos, tendo quase acabado o combate por várias vezes, mas Nia Jax regressou ao combate e voltou a mostrar todo o seu poderio físico. Os minutos finais foram bastante caóticos, com várias false finishes por parte das três lutadoras.

No final, seria mesmo Nia Jax com um Samoan Drop em Natalya que venceria o combate, tornando-se assim na nova candidata principal ao Raw Women’s Championship de Asuka no Backlash.

No backstage, o WWE Champion Drew McIntyre estava de saída do Performance Center, mas Kayla Braxton informou o campeão de que Bobby Lashley & MVP iriam defrontar os Raw Tag Team Champions Street Profits. Então, o WWE Champion afirmou que se tinha esquecido de algo no balneário e que tinha a certeza que só iria encontrar depois do combate de Bobby Lashley terminar.

De seguida, tivemos uma entrevista ao WWE 24/7 Champion Rob Gronkowski, que afirmou que se R-Truth lhe quer tentar tirar o título pode tentar, mas que não irá conseguir.

Depois tivemos o WWE Hall of Famer Ric Flair a dar a sua opinião sobre o combate entre Edge e Randy Orton, e o “Nature Boy” explicou que na sua opinião será “The Viper” a vencer o combate do Backlash.

Logo depois tivemos mais uma promo de Liv Morgan, que explicou que apesar da vida estar sempre a mudar, ela no final irá fazer o que está destinada a fazer com a sua vida.

– Raw Tag Team Champions Street Profits venceram Bobby Lashley & MVP (por desqualificação): O main event do Raw viu os Raw Tag Team Champions a enfrentarem a dupla de Bobby Lashley & MVP. O “All Mighty” mostrou logo desde os primeiros segundos de combate que está num patamar superior a quase todos os lutadores da WWE, tendo dominado facilmente Montez Ford e isolando o atlético lutador.

O domínio de Bobby Lashley & MVP durou vários minutos, até que finalmente Montez Ford conseguiu fazer o tag a Angelo Dawkins, que virou o combate do avesso. No entanto, no final a vitória sorriu aos Street Profits, mas não da forma esperada. Depois de um Frog Splash de Montez Ford em MVP, o “All Mighty” entrou em ringue e aplicou o seu Full Nelson, até que o árbitro não teve outra hipótese se não a de desqualificar o duo de Bobby Lashley & MVP.

Porém, o melhor estava guardado para o final e tivemos o WWE Champion Drew McIntyre a dirigir-se ao ringue e os dois lutadores envolveram-se numa brawl bastante agressiva. Só mesmo com a ajuda dos vários lutadores do NXT presentes a ver o Raw foi possível separar Drew McIntyre e Bobby Lashley.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

52 Comentários

  1. JPB3 meses

    Gostei muito desse show do RAW!
    Charlotte Flair é um grande talento, só fico triste que a WWE nunca soube valoriza-la sem estagnar sua imagem perante os fãs

    • Concordo em relação a Charlotte, eles estão comentando o mesmo de outros momentos, não estão sabendo aproveitar o talento que ela tem…

    • Anónimo3 meses

      Concordo, a Charlotte Flair é um grande talento. É pena ver a maneira como a WWE a usa, isso acaba por estragar a imagem dela.

  2. Hunter3 meses

    Finalmente o Apollo esta sendo tratado como merece, 🙂 Valeu Paul Heyman

    • Estava sumido, amigo! rs Mas em relação ao Apollo, acho que teria sido menos anti climático ter vencido no Blacklash e com um finisher decente… A nota triste fica pelo reinado do Andrade que na minha opinião não foi bom, mas por conta do booking que é o grande problema da WWE hoje.

    • Hunter3 meses

      Verdade, tava um tempo sumido, mas já faz algumas semanas que eu voltei 😅
      Mas o que mais prejudicou o reinado do Andrade, foi muito por conta da polemica wellness policy

    • Concordo! Voltou um pouco perdido e com derrotas piora tudo.

  3. Tiago Pereira3 meses

    Esta rivalidade dos Profits com os Raiders é outra coisa😂😂

    • Por enquanto estou achando ridículo, a não ser que o SP vençam essa competição ridícula os VR façam um especie de heel turn, com raiva de terem perdido.

  4. Grande Apollo já estava na hora de tirar o titulo ao Andrade o reinado estava chato e sem defesas nenhumas desde o Royal Rumble. Não sei vocês mas em termos de personagem em gosto mais do Garza (tem mais carisma) que o Andrade (apesar de o Andrade ser melhor em ring).

    • Facebook Profile photo

      O Garza é fantástico em termos de personagem mas o Andrade, para mim, é fantástico no ringue. Sinto que vão formar uma tag-team, brevemente! Senão vão ser 2 perdidos ali no meio ahah

    • Podem fazer sim uma tag team é uma hipótese viável até já era para acontecer na WrestleMania eles enfrentarem os Street Profits.

    • Eu vejo mais rapidamente o Andrade e o Garza a separarem-se do que a formarem uma tag-team, muito sinceramente.

    • Eu também acho Pedro Santos pode haver uma feud deles a “disputar” a ajuda da Zelina ou então se o Garza conquistar o titulo do Apollo.

    • Anónimo3 meses

      Eu tambem prefiro o Garza que o Andrade, no main roster ele não fez nada de especial pra merecer essa badalação toda.

    • Anónimo3 meses

      Concordo, gosto mais de ver o Angel Garga que o Andrade, o Garza tem mais carisma.

  5. Facebook Profile photo

    RAW bastante consistente a seguir a tradição de há algumas semanas. Parece-me que a WWE encontrou FINALMENTE o seu rumo e está a ser coerente nas storylines, proporcionando-nos bons momentos.

    – Apollo venceu Andrade e é o novo campeão dos USA! Fiquei muito contente pela vitória do Crews e sinto que é merecido! Espero que tenha um bom reinado e que os open challenges voltem. Seria uma boa forma de mostrar o seu talento semanalmente e elevar o prestígio do título! Apenas acho que a sua vitória devia ter sido em PPV mas pronto…

    – IIconics com uma atitude mais agressiva foi bom de se ver e gostava que elas se tornassem novamente campeãs no Backlash! Quando ao Drew, simplesmente fenomenal e esta feud com o Bobby é amazing, tanto para um como para o outro! Há que adorar esta atitude monstra do Bobby! Vem, Brock Lesnar, que o menino está pronto 😀

    – Angel Garza vencer KO foi inesperado mas gostei da interação entre os dois. Sinto que Garza e Andrade em breve começam a ir atrás dos títulos de Tag Team!

    – Murphy & Austin Theory venceram Aleister Black & Humberto Carrillo e que fantástica personagem que o Seth Rollins está a fazer. O seu papel é, sem dúvida alguma, fantástico e o trabalho que ele está a desempenhar é ouro! Fico contente que tenha sido o Carrillo a sofrer o pin (não curto nada do rapaz, peço desculpa) e o Rey para a semana deve destruir o Seth, que o deverá enfrentar no Backlash!

    – A vencedora do Triple Threath foi a esperada. Nia Jax vai enfrentar (e perder, espero) a Asuka no Backlash. A Charlotte, volto a dizer, é simplesmente fenomenal. Só tenho pena de que a usem de forma excessiva e façam os fãs fartarem-se dela tão facilmente porque talento, isso é certo, ela tem de sobra.

    – Quanto aos restantes segmentos/feuds, tornaram o RAW agradável de se ver. Estou a gostar da feud pelos títulos de Tag Team e prevejo um desfecho da mesma no Backlash. R-Truth deverá recuperar o seu bebé em breve e isso também me agrada!

    Bom RAW para começar a semana, vejo-vos na quarta! 🙂

    • Shsuhihaia3 meses

      Concordo com tudo que disse, raw essas semanas tem sido muito bom, parece que o tal efeito Paul Heyman finalmente está a fazer diferença. Quanto a feud do Rey e do Rollins, parece que semana que vem vai ter uma cerimônia de aposentadoria do Rey, portanto não sei se a feud segue. Quem sabe um Rey vs Rollins, onde se o Mysterio perdesse ele se aposenta

    • Excelente análise, Pedro! Concordo com tudo e gostei bastante de ler 🙂

    • Concordo em quase tudo,.mas tenho duvidas sobre os mexicanos mas é esperar para ver, uma coisa é certa a raw tirando os street p e os v raiders nao tem mais equipas crediveis e claro por culpa própria, no entanto temos murphh e theory que acho que ainda vai haver rivalidade entre a team messiah e a team zelina por causa do theory para depois a i sim a equipa vencedora rumar a tras do titulo, embora tambem possa haver traicao do murphy

  6. Rui jesus messias3 meses

    Garza vencendo o owens não me agradou.. de resto bom show. A malta do nxt e os alunos do PC devem ficar com uma dor de pernas, ali 3 horas de pé xD

    • Também não gostei do K.O perder assim (finisher ridículo do Garza, apesar de ele estar indo muito bem). Também não gostei da forma que o Andrade perdeu seu título, poderia ter sido no Blacklash e com um finisher decente também, de resto show agradável.

    • Honestamente nao sei o que tem acontecido nos combates o proprio apollo terminou o combate com um move que nem é o finisber dele, aquela especie de powerbomb que ele faz isso sim é um finisjer e credivel

    • Eu acho que lutadores a ganhar combates com signature moves é algo que devia acontecer mais vezes, mais concretamente em Raws e Smackdowns. Muitas vezes os combates na WWE seguem sempre a mesma fórmula e quando vemos uma signature move já sabemos que vai haver kickout porque a fórmula é previsivel (finisher acaba combate, rinse and repeat). Os finishers deviam ser mais reservados para PPVs. Combates a acabar com signature moves, como aconteceu com o Apollo e como tem acontecido por vezes na AEW, dão um ar mais imprevisivel ao produto que estamos a acompanhar.

    • Realmente nao pensei nisso mas tens razao Pedro mas mesmo assim a forma como o apollo ganhou podia ter sido muito melhor te do sido por titulo ai da por mais

  7. JOAOPEDROOOOO3 meses

    Where is Ricochet? :/

    • Facebook Profile photo

      No Main-Event :’)

    • JOAOPEDROOOOO3 meses

      Que rip :/ de 1st North American champ e candidato ao título mundial contra Brock Lesnar a jobber e a aparecer no Main Event. Pensava que o Paul Heyman gostava dele

    • E gosta. O Vince é que se calhar não… 🤷🏻‍♂️

    • Facebook Profile photo

      O Ricochet foi o segundo North American Champion , nao o primeiro , o 1 foi o Adam Cole

    • Anônimo3 meses

      Fico triste com o Vince McMahon se é por que ele não gosta do Ricochet que o cara virou um jobber.

    • JOAOPEDROOOOO3 meses

      É verdade Cristiano, obrigado pela correcção.

      Tenho mesmo pena por ele. Em ringue, tem tudo para ser um dos melhores.
      Porque é que será que o Vince não gosta dele?

    • Anónimo3 meses

      Realmente, é uma pena ver o Ricochet nessa situação.

  8. Dúvida3 meses

    Tenho uma dúvida que gostava que alguém me soubesse dizer. O programa foi em directo, certo?
    Quando houve o 1° intervalo, já com a música do Andrade, ele já estava a chegar a chegar à rampa. Quando os anúncios acabaram, ainda estavamos na entrada dele e claramente tinha passado tempo a mais.
    Sem público, percebo que seja fácil fazer, mas acontece com público também. O que acontece neste tempo de anúncios? Uma entrada mais longa?

    • Eu tenho quase a certeza que o Raw foi gravado horas antes de ser transmitido.

    • Facebook Profile photo

      Sim, o episódio de ontem foi gravado antes da transmissão!

    • O episódio deve ter sido gravado horas antes. Em todo o caso, sim, normalmente acontecem entradas mais longas.

    • Dúvida3 meses

      Agradeço. Então nos intervalos quando havia público e isto acontecia, eles simplesmente atrasavam ao máximo a sua entrance?

    • Sim, alias repara que nesses momentos quando retoma ao stage o lutador encontra-se no ringue com a sua theme song a espera do adversario

  9. Show consistente, as coisas estão a melhor, devagar mas estão… apenas faltam momentos mais agressivos ou marcantes na minha opinião.

    Destaco pela positiva:

    – A vitória do Apollo, construíram bem esta feud de forma a que o Apollo merece-se a vitória e o título, apenas preferia que tivesse sido em PPV. Agora podem cimenta-lo pelo menos no mid card basta o fazerem ter um reinado sólido.

    – Acho engraçados em certos momentos nestes segmentos do Street Profects vs Viking Raider, é ma boa forma de construir uma feud entre duas equipas face.

    – Destaco a gimmick do Rollins que está cada vez melhor, para a semana o Rey vai atacar o Rollins durante a cerimónia quase de certeza.

    – A feud do Drew vs Lashley está consistente, apesar do Lashley ter muito pouca probabilidade de ganhar no Backlash, este MVP é muito bom no mic… construí uma feud só ao abrir a boca.
    Caso a WWE se lembre de fazer uma Nation of Domination de novo o MVP tem de ser o líder.

    Pela negativa destaco:

    – A derrota do KO, acho escusada e parva… então o KO saí da Wrestlemania com uma vitória sobre o Rollins e a seguir fazem-o perder para o Garza?! O booking dele está uma confusão! Dei-em rumo ao homem !

    – Não gostei dos lutadores do NXT serem apenas barulho de fundo, certos lutadores que são heels no NXT e vão para lá bater palminhas ?! Não faz muito sentido…

    – Outra situação estranha foi a Natalya que perde umas 3 vezes seguidas e consegue um lugar na triple threat pelo 1º contender ao título?! Mas que raio de lógica…

    • Facebook Profile photo

      Esqueci-me de comentar isso da Natalya e concordo totalmente. Não vejo qualquer sentido nisso e é um desrespeito especialmente para a Shayna. A derrota do KO também achei estranha e confusa ahah

    • Yap, a Natalya ter esta oportunidade foi só ridiculo, mas acho que a WWE queria proteger a Shayna. A Nia ia ganhar de qualquer forma portanto nem vale a pena inserir a Shayna no combate. Ainda assim, porquê a Natalya, não é? O último combate que ganhou deve ter sido em 2019.

    • @Pedro Santos concordo com a parte da Shayna, mas acho que até faria mais sentido a Liv Morgan nesse combate que a Natalya.

    • Anônimo3 meses

      Concordo Kick_Ass a Liv Morgan seria uma opção melhor do que a Natalya

    • Para a Liv Morgan perder sem necessidade?

    • Entendo o teu ponto de vista @Luís Salvador, mas ela vinha de algumas vitórias e já trazia alguma história com ela depois de ter perdido com a Charlotte, a meu ver faria mais sentido a presença dela no combate do que a Natalya e como era um combate a 3 acabaria por não sair tão prejudica mesmo sendo ela que levasse o pin.

  10. Raw muito bom, talvez o meu favorito nesta era da pandemia e muito disso deve-se ao facto de finalmente terem adicionado wrestlers como público. Faz uma diferença enorme, especialmente durante combates. Há uma energia diferente, o show tem aquele vibe bastante animado e como resultado é mais facil de acompanhar e apreciar o produto.

    Pontos positivos:

    – Apollo vs Andrade foi um bom combate, mas o que gostei mais foi mesmo da promo final do Apollo. Foi intensa e genuina. E muito disso é porque o que ele disse foi verdadeiro. O próprio Apollo sentiu o que disse e isso ajuda imenso na qualidade das promos. A delivery é sempre mil vezes melhor quando a promo é genuina. E este tipo de coisas ajuda a dar importância ao US title. Fico contente por ele e espero que tenham um bom reinado.

    – O segmento entre as IIconics e a Alexa/Nikki foi bastante bom. Fico contente que as IIconics não se separem (ou pelo menos quero acreditar no que disseram lol). A Nikki teve uma promo absolutamente brutal. Talvez mesmo a melhor do Raw. É o tipo de promo que me faz ficar investido num combate ou numa feud. Tendo em conta o quão “irrelevante” estes tag-team titles tem sido desde que foram criados, acho que esta é a primeira feud onde realmente me encontro investido.

    – Mais um bom segmento, desta vez entre o Drew e o MVP. Tenho que continuar a realçar a importância que o MVP tem tido neste ressurgimento do Lashley. Só me deixa triste que desperdiçaram tanto tempo com a palhaçada entre o Rusev e a Lana que resultou em absolutamente nada. O MVP é carismático, tem boas promos e dá um ar de credibilidade brutal ao Lashley. E o Drew também teve excelente, tem grande intensidade e é um badass. Grande segmento no geral.

    – O Angel Garza a ganhar ao KO! Sou alto mark pelo Garza e sempre achei que tivesse talento para ser um main-eventer e uma estrela no futuro. Fico mesmo contente por este resultado. O combate foi relativamente curto, mas o Owens fez um ótimo trabalho a vender a sua lesão. Creio que isto é para continuar e o Owens e o Garza vão ter uma feud. Isto é algo que pode mesmo ajudar a cimentar o Garza como um big player no main-roster. É dos mais carismáticos no roster.

    – Humberto/Aleister vs Theory/Murphy foi um bom combate. Sem desperdicio de movimentos, tudo muito fast paced e agradável de acompanhar. É assim que a maioria dos combates devem ser em grande parte dos episódios semanais. Relativamente curtos e com bom pace. O segmento final foi provavelmente o melhor trabalho do Rollins com esta gimmick de “Messiah”. Confesso que não sou grande fã desta nova gimmick dele, mas é este tipo de promos que me faz mudar de ideias. O Rollins esteve brutal e o Austin Theory foi uma adição muito importante.

    – Excelente promo do Edge. Mais uma. O Edge sempre teve uma entrega brutal nas suas promos. Tirando a idiotice da mantra “Greatest wrestling match ever”, esta feud tem tido uma construção muito boa e tanto o Edge como o Orton têm feito um trabalho muito bom no mic.

    – Charlotte/Natalya/Nia foi o melhor combate do Raw. A Nia tem bastantes lacunas enquanto wrestler e o facto da Charlotte e da Natalya – 2 wrestlers bastante boas – terem estado no combate ajudou imenso a tapar essas lacunas. A vitória da Nia sobre a Natalya foi previsivel. E ah, a Asuka na mesa de comentadores ajudou imenso na qualidade do combate também. Fez um excelente trabalho.

    – Viking Raiders vão beneficiar imenso com este tipo de segmentos. Prefiro isto do que vê-los a squashar equipas todas as semanas. Isto ajuda a dar-lhes alguma personalidade. Entendo que nem toda a gente vai gostar deste tipo de segmentos, mas acho que no geral vai ajudar mais estas duas equipas do que qualquer outra coisa que fizessem dentre do ringue.

    – Finalmente o main-event. Bom combate. Boa decisão em não terem metido os Street Profits a levarem o pin. A brawl final entre o Lashley e o Drew foi boa. Fizeram um bom trabalho em termos de construir heat entre os dois. A feud promete.

    Pontos negativos:

    – A promo da Liv Morgan. Não sei que raio estão a fazer com ela. Parece que tem uma personagem diferente todas as semanas. Metem-na no ringue a ganhar combates, por favor. Isto não é nada.

    – Estou mais que farto da Lana, sinceramente. Não acrescenta absolutamente nada e é só mais que previsivel que ela vai custar o combate ao Lashley no Backlash. O lado positivo é que depois disso o Lashley vai acabar com ela e nunca mais a vemos.

    – É algo bastante minimo mas a promo do Gronk foi má e notava-se claramente que estava a ler um script haha. Mas enfim, não é propriamente um wrestler portanto who cares.

    Gostei muito deste show.

  11. Balhote3 meses

    Finalmente um bom show por parte da brand vermelha. A adição da crowd fez uma grande diferença. Destaco a conquista do Apollo penso que haverá um rematch no Backlash, pela frustração do Andrade no final do combate e até era bom termos um combate pelo US title num ppv algo que não tem acontecido. A cada semana que passa fico mais interessado nesta gimmick do Seth Rollins, acho que a adição do Austin Theory foi uma escolha muito acertada.
    Pelos vistos teremos Rollins vs Mysterio no Backlash ou um 6 man tag team march(espero que nao), sempre pensei que seria Black vs Rollins mas pronto. Destaco também a construção da feud do Lashley e Mcyntire, estou interessado neste combate. O McIntyre quase de certeza que vai ganhar mas talvez a feud não acabe no Backlash e vá até ao Extreme rules. O smackdown da semana passada e este raw deixaram me muito satisfeito e espero que seja para continuar. Só uma aparte o Matt Riddle vai subir para o main roster e fala se que já vai aparecer no Smackdown desta sexta feira, ou seja vai fazer parte do Smackdown

  12. yuumi3 meses

    Liv Morgan faz o destino dela.

  13. RAW bom e consistente.Nota para a presença de publico,que faz toda a diferença e da um ambiente o mais possivel proximo da normalidade.

    Pontos positivos:
    -Vitoria do Apollo,que se torna o novo campeão dos EUA.Bom combate que acaba por reforçar o push que o Apollo esta a receber de à uns tempos para ca,ja merecia esta conquista.

    Quanto ao Andrade,apesar de não ter tido um reinado nada por ai alem,penso que ira continuar a ter destaque no RAW.
    -Garza vs KO,combate que serviu para construir uma eventual feud entre eles,nota para o Owens,que vendeu muito bem a perna

    -Seth Rollins merece por si so um destaque,esteve muito bem nas promos como naquele momento em que ameaça o Black com um ataque ao Carrillo,que heel e esta personagem é muito boa e a cena dos discípulos reforça ainda mais toda a gimmick…estou a gostar bastante,conseguiu reinventar-se bastante bem

    -Promo do Edge,bem foi muito boa,a intensidade,o sentimento,conseguiu mostrar tudo na promo e o meu hype para o match entre ele e o Orton esta la em cima,tem tudo para ser um excelente combate

    -Segmentos dos Street Profits e dos Viking Raiders estão a ser bastante entertaining e toda a storyline esta a ser bastante interessante

    -Nova atitude das Iconics,mais serias e agressivas,por incrível que pareça ate tenho interesse no eventual combate pelos títulos de tag team

    -Deram-se mais uns avanços na feud do Lashley e do McIntyre,com o bom booking que o Drew esta a ter como campeão ao ser mostrado como alguém indestrutível e a tentativa de colocar o Lashley como uma ameaça

    Pontos negativos:
    -Divisão feminina,para mim o ponto fraco do show,o match nao foi nada por ai alem(onde anda o selling da Nia) e a feud entre a Nia e a Asuka nao esta boa,tou sem hype para este combate
    -Gronk,que look é esse?Ja nem me lembrava que esse titulo existia e agora neste contexto não faz grande sentido a sua existência

  14. El Cuebro3 meses

    Gostei do Raw num geral, tivemos público, a volta do Gronk e tudo mais! E sobre o público vi rostos conhecidos ali, também alguns que achei que haviam sido demitidos e num geral quem era que estava lá?

  15. Anónimo3 meses

    Foi um bom Raw! Excelentes promos por parte do Seth Rollins e do Edge. Gostei do combate entre a Charlotte Flair/Natalya/ Nia Jax. O main event também foi um bom combate. Que venha o próximo Raw!