Faz login e remove a publicidade
Frank casino

A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, novamente no Performance Center, numa altura em que caminhamos a passos largos para o seu próximo pay-per-view, o Extreme Rules.

Resultados

– Andrade & Angel Garza venceram Viking Raiders
– R-Truth venceu WWE 24/7 Champion Akira Tozawa
– Seth Rollins & Murphy venceram Aleister Black & Humberto Carrillo
– Peyton Royce venceu Ruby Riott
– Big Show venceu Andrade & Angel Garza (Handicap Match)
– MVP venceu WWE United States Champion Apollo Crews (Non-Title Match)
– Bobby Lashley venceu Ricochet
– Dolph Ziggler & Sasha Banks venceram WWE Champion Drew McIntyre & Raw Women’s Champion Asuka (Mixed Tag Team Match)

Report

O Raw abriu logo de forma caótica, com as WWE Women’s Tag Team Champions Sasha Banks & Bayley envolvidas numa brawl com a Raw Women’s Champion Asuka.

Depois dos árbitros conseguirem parar as três lutadoras, Samoa Joe, que fez de moderador de uma dupla assinatura de contrato, chamou Dolph Ziggler e o WWE Champion Drew McIntyre ao ringue, para começar então a assinatura de contrato que iria oficializar os combates do Extreme Rules.

Dolph Ziggler voltou a afirmar que é por sua causa que Drew McIntyre é WWE Champion e depois de mais uma troca de palavras entre os dois, ambos assinaram o contrato, com o WWE Champion a dizer que Dolph Ziggler poderia escolher a estipulação do combate.

Já Asuka e Sasha Banks foram muito menos cordeais e voltaram a começar uma brawl entre elas. Já o “Show-Off” também tentou atacar Drew McIntyre, mas não teve sucesso e os candidatos aos títulos acabaram por ter de sair do ringue.

No backstage, Zelina Vega, Andrade e Angel Garza estavam a ser entrevistados, mas foram interrompidos por Big Show, que os avisou que ele ia adiar o seu combate por alguns minutos, porque ele queria falar com Randy Orton.

Já no ringue, Big Show visivelmente irritado pegou no microfone e disse que ele era uma lenda, que Randy Orton era o “Legend Killer”, então ele que viesse ao ringue para o tentar “matar”.

No entanto, Zelina Vega e os seus dois lutadores vieram até ao ringue e começaram a gozar com Big Show e rodearam o ringue. Antes de algo realmente acontecer, Ric Flair apareceu e disse a Big Show que Randy Orton irá acabar com ele quando quiser, mas que até lá Andrade e Angel Garza podem-se divertir.

Porém, os Viking Raiders apareceram e envolveram-se numa brawl com Andrade e Angel Garza, o que nos levou ao primeiro combate da noite.

– Andrade & Angel Garza venceram Viking Raiders: Os Viking Raiders começaram o combate de forma dominante, usando a sua maior força e envergadura física para dominar a dupla de Andrade & Angel Garza. Porém, a matreirice dos dois lutadores mexicanos fez com que a maré do combate virasse. Durante o domínio, Angel Garza demonstrou pouca vontade em colaborar com Andrade, o que fez com que “El Idolo” saísse do ringue, mas Zelina Vega lá convenceu o seu lutador a regressar ao combate.

Já no final do domínio, os Viking Raiders conseguiram equilibrar o combate e os minutos finais foram bastante equilibrados, com as duas equipas a quase vencerem.

Angel Garza fez questão de roubar a vitória a Andrade e ser ele a fazer o pin.

No backstage tivemos Ruby Riott a ser incomodada pelas The IIconics, que gozaram com o seu aspeto físico e por perder várias vezes no Raw. No final, Ruby Riott disse para elas escolherem qual delas irá perder mais logo.

– R-Truth venceu WWE 24/7 Champion Akira Tozawa: Akira Tozawa ainda tentou usar as suas técnicas ninja para vencer o combate, mas R-Truth mostrou ser mais astuto do que o japonês e acabou por fingir uma lesão. No final, R-Truth apanhou o lutador nipónico com um School Boy e conquistou mais uma vez o WWE 24/7 Championship.

No backstage tivemos MVP e Bobby Lashley a conversar, com o “All Mighty” irritado pelo WWE United States Champion Apollo Crews ter desrespeitado MVP. O veterano afirmou que a proposta que fez a Apollo Crews está morta, mas que ele ainda lhe tem algo para ensinar.

De regresso ao ringue, tivemos Seth Rollins a falar do regresso de Rey Mysterio e Dominik na última edição do Raw e que o luchador terá de ser sacrificado pelo bem maior do Raw. O “Monday Night Messiah” pediu desculpa a Rey Mysterio não pelo que lhe fez, mas sim pelo que lhe irá fazer.

Rey Mysterio e Dominik apareceram depois no titantron e voltaram a afirmar que Seth Rollins vai pagar pelo que fez ao lendário luchador.

Entretanto, Aleister Black e Humberto Carrillo vieram para o ringue e depois de mais uma troca de palavras, tivemos então mais um combate neste Raw.

– Seth Rollins & Murphy venceram Aleister Black & Humberto Carrillo: Aleister Black & Humberto Carrillo começaram o combate de forma dominante, mas com alguma batota à mistura o “Monday Night Messiah” e o seu discípulo Murphy começaram a dominar o mesmo.

Depois de vários minutos na mó de cima, Aleister Black conseguiu finalmente fazer o tag em Humberto Carrillo e o mexicano entrou com a corda toda e virou o combate totalmente do avesso, quase vencendo-o por várias vezes. O final seria caótico e Seth Rollins usou a sua maior experiência para, com o seu Blackout, vencer o combate.

Apesar do combate ter terminado, a luta entre os quatro lutadores continuou e Seth Rollins e Murphy tentaram cegar Humberto Carrillo, mas o “Dutch Destroyer” não deixou que isso acontecesse. Porém, Aleister Black não conseguiu impedir que Humberto Carrillo sofresse mais um Blackout, desta vez nas escadas do ringue.

De novo no backstage tivemos uma entrevista com o WWE Champion Drew McIntyre e a Raw Women’s Asuka, com os dois confiantes que irão vencer os seus adversários não só no Raw como também no Extreme Rules.

De seguida tivemos mais um tributo a Undertaker, depois do fim da histórica carreira de 30 anos na WWE.

De regresso ao backstage vimos Ruby Riott a aquecer para o seu combate contra uma das IIconics, mas foi interrompida por Lana, que tentou explicar-lhe como Natalya era a líder que a divisão feminina do Raw precisava.

– Peyton Royce venceu Ruby Riott: Peyton Royce foi a lutadora escolhida das IIconics para defrontar Rbuy Riott e desde o início mostrou ter uma estratégia bem definida, que era atacar o ombro operado da ex-líder da Riott Squad.

Apesar da agressividade de Peyton Royce, Ruby Riott manteve-se na luta e quase a venceu, mas uma distração de Billie Kay deu espaço a Peyton Royce para acertar um Final Cut Brainbuster para a vitória.

No backstage, Big Show foi entrevistado e sabe que este combate Handicap pode ser uma armadilha, mas que ele já conhece Ric Flair há muito tempo, tal como conhece Randy Orton. Quanto a Angel Garza e Andrade, eles vão ter de lidar com um gigante zangado.

– Big Show venceu Andrade & Angel Garza (Handicap Match): Big Show destruiu Andrade & Angel Garza desde o primeiro segundo do combate, usando a sua força e tamanho.

Quando finalmente Angel Garza conseguiu finalmente criar alguma ofensiva, Andrade fez o blind tag e Angel Garza farto do “El Idolo” foi-se embora do combate. Big Show aproveitou e com um Chokeslam venceu o combate.

Assim que o combate terminou, o gigante decidiu acertar o KO Punch em Andrade, só porque sim.

No backstage tivemos o WWE 24/7 Champion R-Truth a interagir com o WWE United States Champion Apollo Crews, Ricochet e Cedric Alexander, com R-Truth na dúvida se os três não eram Akira Tozawa e outros ninjas mascarados.

Ainda antes do combate seguinte tivemos MVP no ringue a dizer que não vai voltar a ser desrespeitado pelo WWE United States Champion Apollo Crews e que o campeão deveria tê-lo ouvido. Este veio ao ringue e afirmou que MVP não o respeita nem a ele, nem a ninguém e que só quer saber dele próprio.

MVP venceu WWE United States Champion Apollo Crews (Non-Title Match): Apollo Crews mostrou toda a sua agilidade e força para começar a dominar o combate, mas a maior experiência de MVP deu frutos e este impôs o seu domínio depois de atirar Apollo Crews contra as escadas.

Os minutos finais voltaram a ser equilibrados, mas uma distracção de Bobby Lashley abriu espaço para MVP, com um Fisherman Suplex, arrecadar a vitória contra o campeão.

De seguida, Bobby Lashley atacou o WWE United States Champion Apollo Crews, até que Ricochet e Cedric Alexander vieram em auxílio do seu amigo. Este momento de Ricochet e Cedric Alexander levaram-nos até ao próximo combate.

– Bobby Lashley venceu Ricochet: Bobby Lashley dominou Ricochet sem problemas desde os primeiros segundos do combate e o domínio durou durante vários minutos.

Ricochet mostrou bastante resiliência e até quase conseguiu vencer de forma surpreendente, mas no final a força do “All Mighty” foi o grande diferenciador neste combate, que Bobby Lashley venceu depois do seu Full Nelson.

Outra vez no backstage, Dolph Ziggler estava a tentar delinear uma estratégia, mas Bayley e Sasha Banks gozaram com o “Show-Off” por este ter sido despachado do SmackDown por Otis, e Bayley mandou-o não estragar este combate a Sasha Banks.

– Dolph Ziggler & Sasha Banks venceram WWE Champion Drew McIntyre & Raw Women’s Champion Asuka (Mixed Tag Team Match): No main event deste Raw, a dupla do WWE Champion Drew McIntyre e da Raw Women’s Champion Asuka começaram de forma dominante perante os seus adversários. No entanto, Dolph Ziggler conseguiu isolar Drew McIntyre durante alguns minutos. Só que quando Asuka entrou em ringue, meteu o pé no acelerador e virou o combate a favor da sua equipa e só uma distracção de Bayley parou o ímpeto da Raw Women’s Champion.

Sasha Banks dominou Asuka durante vários minutos, mas quando Drew McIntyre reentrou em combate, mostrou estar num patamar acima de Dolph Ziggler e só não venceu o combate porque a “Legit Boss” fez o tag, e assim tirou o WWE Champion do combate.

Nos minutos finais, Asuka e Sasha Banks enfrentaram-se numa luta de submissões, luta essa que a “The Boss” levou a melhor ao contra atacar o Asuka Lock com um pin rápido para a vitória. O Raw terminou assim com festejos de Sasha Banks, Bayley e Dolph Ziggler.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

38 Comentários

  1. Alisson lima2 semanas

    Parece que o ricochet virou jobber mesmo, tô triste por isso😔

  2. Vitor2 semanas

    Sera que a sasha tira o titulo da asuka?

  3. Facebook Profile photo
    Felipe2 semanas

    Já sabemos que os campeões estão com o pé direito para reter no Extreme. Pena, queria two beltz banks

  4. Kevin2 semanas

    Essa historia do.seth e mysterio seria mt boa pra ver em uma WAR GAMES MATCH

  5. Facts2 semanas

    Coitados dos Viking Raiders pareciam tão prometedores mas cá para mim em breve desaparecem…

  6. Victor Márcio2 semanas

    Seth Messiah Rollins

  7. JP2 semanas

    4 segmentos para o big show? rick flair? estamos em que ano mesmo??

  8. Bea Ospreay2 semanas

    Estão construindo a Asuka como uma campeã fraca.

  9. Bea Ospreay2 semanas

    Mas estou gostando dos rumos do Angel Garza (e Andrade), mas queria que eles ganhassem os titulos de tag antes de começar a feud, e em breve parece que Angel fara face turn.

  10. Um Raw um bocado filler, sem grandes acontecimentos. Destaco o double contract signing no inicio do show, o segmento do Rollins e o combate de tag-team e o Andrade e o Garza (gostei da forma como o Garza estava a “dominar” o Show e apenas perdeu porque decidiu abandonar o Andrade). É um bocado triste ver o Andrade a perder para o Big Show, mas pelo menos um dos meus favoritos (Garza) foi protegido no meio disto tudo. Um destaque também para a storyline entre o MVP e o Apollo (estou a gostar bastante) e também o main-event com o Drew/Asuka e Dolph/Sasha que foi um bom combate. Continuo a detestar o facto do Dolph estar na rota pelo título da WWE – e se pensarem nos challengers do Drew até agora (Show, Rollins, Lashley, Ziggler) -, nenhum deles merecia a oportunidade porque ou vinham de derrotas, ou então eram jobbers antes de se tornarem contenders. A Sasha consegue mais uma vitória e a Bayley foi mais uma vez destaque na mesa de comentadores.

    Um Raw com algumas coisas boas, mas a maioria foi para esquecer. Não foi um episódio necessariamente mau, até achei decente, mas nada de importante aconteceu. É possível que tenhamos mais shows destes até ao Extreme Rules.

  11. Fan do Drew2 semanas

    Raw que nem dá gosto de assistir só existem nesta Brand dois ou tres lutadores de topo de resto é tudo banal tiranfoo Drew Seth e o Lashley que acabem com o brand Split

  12. Foi um RAW OK.
    Ainda estamos á espera da decisão do Ziggler sobre a estipulação do combate já que o Drew o deixou decidir.
    O Randy Orton deve ganhar ao Big Show e era escusado o Ric Flair andar metido nesta rivalidade também.
    Gostava que o Tozawa tivesse retido o título. Ele podia ter um reinado longo com a ajuda do Gigante.
    Achei escusado o combate do Garza e Andrade contra os Viking Raiders já que só 2 equipas lhes conseguiram ganhar limpo no MR e já que o Garza e o Andrade lutaram depois com o Big Show.
    Ainda bem que o Rollins saiu por cima hoje, mas estes segmentos com o Rey já estão muito repetitivos.
    A Ruby Riott e a Liv vão mesmo fazer uma dupla, já que nos combates que elas perderam estavam em situações de 2-1 e daí sai a justificativa para se unirem outra vez.
    Vitória esperada do Big Show precisa de vitórias para ser adversário credível ao Orton e ainda bem que o Garza não levou o pin e saiu da luta. Se a Zelina abandonar o Andrade ele quase que se perde no Roster da WWE, apesar de ser excelente em ringue sozinho não vai a lado nenhum por não saber falar inglês.
    Se para a semana houver MVP vs Apollo pelo título o Apollo deve reter. Está a ser boa a feud entre eles.
    Bobby Lashley a derrotar o Ricochet já era esperado devido ao momento dos dois. Pelo lado positivo o Ricochet e o Cedric voltaram a aparecer.
    O main event foi bom e compreende-se que tenha acabado por roll-up. Por mim a Sasha ganhava o título e ela e a Bayley só se separavam e tinham uma feud na WrestleMania, elas estão muito bem e gostava de ver a dinâmica das duas com os quatro títulos.

    • BO$$2 semanas

      Eita, esse tempo todo na WWE e o Andrade ainda não aprendeu Inglês? Tbm gostaria que a Sasha ganhasse o title

    • É o que eu tenho dito. Está há tanto tempo nos Estados Unidos e o inglês dele continua uma miséria. Podia ser um bocado mais dedicado.

    • A não ser que seja personagem. Mas ao que aparenta ele não sabe mesmo falar inglês ou sabe pouco. Por isso é que eu acho que o Garza vai ter mais sucesso sabe falar inglês e tem o carisma, duas coisas que faltam ao Andrade. O Garza até está na imagem principal do RAW no site da WWE depois da saída da Becky.

    • Ainda acrescentava o Santos Escobar também que tem um inglês perfeito e não tem qualquer sotaque. Tem muita qualidade em ringue, tem o look e também tem o carisma. Acredito que chegue brevemente so main-roster.

    • Concordo Pedro Santos. Do que se viu dele no NXT nas últimas semanas ele tem estado muito bem, tem muito potencial. Quando o Jordan Devlin voltar eles devem ter uma feud pelo título e depois se perder pode subir ao main roster.

    • Pedrito2 semanas

      Não sei se o Jordan Devlin voltará mesmo por causa das acusações que ele é alvo de abusos e se por causa disso não será despedido. Vamos lá a ver o que isto vai dar. É esperar para ver!

  13. El Cuebro2 semanas

    Bom ver Ricochet e o Cedric de volta, mas pena que foi do jeito errado, dois grandes talentos desperdiçados, sei lá, analisando por um lado, quem sabe poderiam começar uma stable, seja com o Apollo, seja com o MVP lá!

    • Anónimo2 semanas

      Concordo, é mesmo uma pena ver eles serem tão mal aproveitados, achei desnecessário o ataque, mas enfim.

  14. Pedrito2 semanas

    Espero que o Ric Flair não volte a aparecer no PC por estar no grupo de risco. A sua presença até causou discórdia por causa do Covid 19 é muito perigoso. Seria melhor se tanto querem que ele apareça fazerem ligação via vídeo da sua casa. Foi de resto assim que fizeram com o Rey e o Dominick no Raw de hoje! Ah e que tristeza ver o Ricochet como jobber tanto talento e ter de passar por isto……..

  15. Foi um RAW decente,com uma ou outra coisa boa mas não foi nada por ai além.

    -Bom começo de RAW com a dupla “Contract Signing” para o Extreme Rules.
    De destacar neste segmento foi a promo do Ziggler,a explorar toda a situação dele com o McIntyre,acho que isso acrescentou à storyline.
    Gostei também da promo da Sasha,até gostava de a ver com o título para ver a dinâmica que seria Bayley e Sasha a dominar as divisões femininas.

    -Garza e Andrade vs Viking Raiders
    Foi um combate ok entre estas duas equipas que se destacou a tensão entre o Andrade e o Garza,prontamente resolvida pela Zelina.
    Nota para o pré-combate e a interação entre o Big Show e o Flair.

    -Akira Tozawa vs R-Truth
    Aquele combate de teor cómico que consegui cumprir o seu objetivo…e o Truth é novamente campeão…lenda deste título.

    -Mais uma promo muito boa por parte do Rollins,e depois a interação com o Mysterio e o Dominik,esta feud “familiar” está a ser bastante interessante e a tirar o melhor da gimmick atual do Rollins,o “Monday Night Messiah”.
    -Carrillo e Black vs Rollins e Murphy
    Foi um bom combate,mas o que se tem de destacar é o pós-combate,onde tivemos uma brawl entre as duas equipas que culminou no Rollins a dar um stomp no Carrillo.
    Globalmente foi um bom momento neste RAW.

    -Big Show vs Garza e Andrade
    O combate foi decente mas novamente se viu alguma tensão entre o Andrade e o Garza,acho que isto vai dar nalguma coisa no futuro.

    -Gostei do combate entre o Lashley e o Ricochet,não percebo como é que o Ricochet não é mais utilizado.
    Nota para o combate anterior entre o MVP e o Apollo,onde o ponto negativo vai para mais uma derrota do campeão,para não variar.

    – O main event foi um bom combate com a Sasha a ganhar impeto para o combate com a Asuka em PPV

  16. Sousa2 semanas

    Em 5 dias ganhou três vitória na três brands
    Em 1 mês foi main event na tres brand
    apresento a vocês SASHA BANKS BO$$

  17. Anónimo2 semanas

    No geral foi um Raw decente. Gostei da promo do Seth Rollins. Acho que é uma pena ver um talento como o Ricochet ser tão mal aproveitado. Gostei do main event, foi bom.

  18. JOAOPEDROOOOO2 semanas

    Tenho pena pela Asuka, mas gostava que a Sasha ganha-se o título e que depois se promove-se uma luta entre as melhores amigas no Summerslam num combate que podia ser promovido como quem ganha-se seria a maior “womens champion of all time” e que a Banks ganha-se e a Bayley a ataca-se e fosse heel (um pouco daquilo que foi o inicio da feud do Rey vs Eddie após o Rey ter ganho ao companheiro tag team, na Wrestlemania).

    Tenho imensa pena pelo Ricochet e pelo Cedric (mais pelo Ricochet) e para mim, saíam rapidamente do Raw e quiçá, até irem para o NXT.

    Bom, tem que se ganhar tempo até ao Summerslam, para que haja um desempate entre Orton e Edge e o encontrado foi o Big Show. Mais uma derrota para o gigante e assim mete-se o Orton “over” (como se ele precisasse), mas é para os fans não se esquecerem dele, né? Pronto ok, que seja.

    Acho que o Bobby Laslhey vai ganhar o título. Não sei o que será feito do Apollo. Se, se vai juntar depois ou não à “stable” do MVP. A minha questão é o que fará o Bobby com o título. Seria fantástico ver o Lesnar lutar pelo título US contra o Laslhey e ganhar no Summerslam e depois termos um combate “title vs title match” entre o Drew e o Lesnar, com o Drew a levar novamente a melhor (mas a WWE nunca daria um título secundário ao Lesnar, por mais over que esse título fica-se).

    Viking Raiders, a mim, quer-me parecer que o seu tempo no Raw acabou e está na altura de irem lutar na divisão tag team do Smackdown, levando para o Raw, Miz e Morisson.

    Por fim, obviamente que Garza tem tudo para brilhar. Tem estilo, tem classe, tem o sorriso, o carisma, bom no ringue, tem tudo para outros voos. Já o Andrade só tem a seu favor de ser fantástico no ringue, o que é diferente de ser um fantástico wrestler. Para mim, nesta feud com o Garza, seria ele o face, pois o Garza tem tudo de heel.

  19. Facebook Profile photo

    Foi um Raw razoável mas dos mais fracos últimamente! 7. 5 de 0 a 10.