A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir da Wells Fargo Arena em Des Moines, Iowa, rumo ao Hell in a Cell do próximo domingo, dia 5 de Junho.

Resultados

– Raw Women’s Champion Bianca Belair venceu Asuka (Non-Title Match)
– Ezekiel & The Mysterios (Rey & Dominik Mysterio) venceram Kevin Owens & Alpha Academy (Chad Gable & Otis)
– Alexa Bliss venceu Doudrop
– Mustafa Ali venceu Ciampa (por desqualificação)
– WWE United States Champion Theory venceu Mustafa Ali
– Riddle & Shinsuke Nakamura venceram Undisputed WWE Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) (por desqualificação)
– Liv Morgan venceu Rhea Ripley

Report

O Raw abriu com Becky Lynch e esta não perdeu tempo a insultar os fãs e que ela coleciona inimigos, enquanto volta a subir ao topo. “Big Time Becks” relembrou então que deu o título a Asuka em 2020, porque sabia que a podia vencer, mas que esta ficou mal habituada. Ora como seria de esperar, a “Empress of Tomorrow” veio ao ringue e começou a dizer que a sua rival é um bebé e ninguém está preparada para ela.

A Raw Women’s Champion Bianca Belair interrompeu então as suas rivais e explicou que ela pode ter uma probabilidade reduzida de vencer, mas o título não irá a lado algum. Becky Lynch fartou-se da conversa e atacou a campeã e tivemos uma brawl entre as três lutadoras, sendo que Asuka e Bianca Belair acabaram por se juntar para atacar a irlandesa.

– Raw Women’s Champion Bianca Belair venceu Asuka (Non-Title Match): Este opener começou de forma equilibrada, tendo Asuka começado a usar a sua técnica para ter o ímpeto a seu favor, com Bianca Belair a tentar usar a sua força para contra-atacar a sua adversária.

As duas lutadoras mostraram estar num nível bastante semelhante e com isso as quase vitórias a começarem a surgir com o passar dos minutos. No final, parecia que Asuka estava a controlar, mas a “EST da WWE” contra-atacou uma tentativa de La Magistral e venceu este embate.

Assim que o combate terminou, Becky Lynch entrou em ringue e atacou as suas duas rivais e deixou uma mensagem enfática rumo ao Hell in a Cell.

– Ezekiel & The Mysterios (Rey & Dominik Mysterio) venceram Kevin Owens & Alpha Academy (Chad Gable & Otis): O trio de Ezekiel e dos Mysterios entrou de forma dominante, mas a equipa de Kevin Owens e a Alpha Academy conseguiu isolar Dominik Mysterio e controlaram este embate durante vários minutos. O jovem conseguiu aguentar e fez o tag a Ezekiel e tivemos um final de combate bastante caótico, onde vimos o “Prizefighter” de forma involuntária acertar um Superkick em Chad Gable. Esta confusão abriu espaço aos Mysterios para acertar um Double 619, tendo Ezekiel terminado este embate com um Brainbuster.

Assim que o combate terminou, Kevin Owens perdeu a cabeça e começou a destruir a mesa dos comentadores.

A seguir, tivemos Cody Rhodes em ringue e este começou por admitir que até é fã de Seth Rollins, tendo admitido que estava nervoso quando regressou à WWE, pois precisava de ganhar. E que o ego e inveja do “Visionary” é que fazem dele um lutador bastante perigoso, mas que no Hell in a Cell ele não se vai controlar e vai destruir o seu rival.

Seth Rollins apareceu no meio do público e interrompeu o seu rival, dizendo que não gosta dele e que está farto de ouvir os fãs a gritar por Cody Rhodes, mas a verdade é que este teve de sair da WWE há 6 anos porque não era bom o suficiente e durante este tempo tentou destruir o que ele [Seth Rollins] estava a construir e que no Hell in a Cell, vai acabar com o “American Nightmare”.

Cody Rhodes desafiou então o seu rival para os dois começarem já a lutar e quando este recusou, o “American Nightmare” correu para o meio do público e tivemos uma brawl entre os dois rivais, sendo que os oficiais da WWE tiveram bastante dificuldade em separá-los.

– Alexa Bliss venceu Doudrop: Doudrop foi usando a sua força para controlar Alexa Bliss e parecia mesmo que a escocesa ia vencer, mas quando falhou uma Vader Bomb, isso abriu espaço para a ex-campeã evitar a interferência de Nikki A.S.H., e vencer com o seu Twisted Bliss.

Em seguida tivemos mais uma edição da Miz TV, com este a ser rapidamente interrompido pelos Street Profits. E Angelo Dawkins e Montez Ford foram gozando com The Miz enquanto falavam do Hell in a Cell, mas do nada apareceu a WWE 24/7 Champion Dana Brooke a fugir de Akira Tozawa. Os Street Profits ficaram a ver a confusão e até atacaram T-Bar e Apollo Crews, sendo que no final, ficou a campeã e Tamina, tendo esta acertado um Samoan Drop para conquistar o título.

Akira Tozawa ficou no ringue a festejar e até ganhou um beijo de Tamina, tendo aproveitado para aplicar um Backslide e conquistar o WWE 24/7 Championship, tendo fugido com o título.

– Mustafa Ali venceu Ciampa (por desqualificação): Ciampa dominou este embate contra Mustafa Ali durante vários minutos, mas este conseguiu colocar a sua velocidade em ringue e quando se preparava para voar para o seu 450 Splash, o WWE United States Champion Theory atacou o seu rival e causou assim a sua desqualificação.

Theory continuou o seu ataque e depois afirmou que não havia razão para esperar pelo combate pelo WWE United States Championship.

– WWE United States Champion Theory venceu Mustafa Ali: O campeão continuou o seu ataque, no entanto, Mustafa Ali usou a sua velocidade e quase ia surpreender tudo e todos, mas Theory fez batota antes de acertar o ATL e assim reteve o seu título.

Assim que o combate terminou, Adam Pearce apareceu e explicou que apesar de Vince McMahon estar impressionado com as táticas do seu jovem protegido, mas o dono da WWE marcou para o Hell in a Cell uma desforra entre estes dois lutadores.

Nos bastidores, Riddle e Shinsuke Nakamura prometeram destruir a Bloodline.

– Riddle & Shinsuke Nakamura venceram Undisputed WWE Tag Team Champions The Usos (Jey & Jimmy Uso) (por desqualificação): Riddle & Shinsuke Nakamura entraram melhor neste combate, mas os Usos conseguiram ter o ímpeto do seu lado durante algum tempo, mas o “King of Strong Style” com os seus strikes quase venceu o embate sozinho, mas os campeões de equipas também tiveram as suas hipóteses e com isso dominaram durante algum tempo.

Porém quando o “Original Bro” conseguiu entrar em ringue, este embate voltou a ficar bastante equilibrado e as duas equipas foram tendo várias hipóteses para vencer, sendo que Jimmy Uso decidiu atacar o Riddle com a trotineta e assim causou a desqualificação.

Os Undisputed WWE Tag Team Champions quiseram continuar o ataque mas Shinsuke Nakamura com um pontapé e Riddle com um RKO da 3ª corda, deitaram os campeões por terra.

No backstage, Mustafa Ali foi entrevistado e estava a dizer que ia sair do Hell in a Cell com o WWE United States Championship, mas acabou por ser atacado pelas costas por Theory que deixou assim um aviso ao seu rival.

– Liv Morgan venceu Rhea Ripley: Liv Morgan foi tentando usar a sua velocidade, mas a força de Rhea Ripley foi um problema e com isso a australiana dominou durante vários minutos e a”Nightmare” controlou a sua antiga amiga durante algum tempo, mas Liv Morgan usou a sua velocidade e vontade de vencer para equilibrar este embate.

Damian Priest ainda tentou ser um fator neste combate, mas foi atacado por AJ Styles e isso abriu espaço para Liv Morgan vencer a sua rival depois de um Backstabber.

Assim que o combate terminou, o “Archer of Infamy” atacou o “Phenomenal One” e depois virou as suas atenções para Liv Morgan, mas Finn Bálor veio ao ringue e os dois lutadores dos Judgment Day acabaram a sofrer às mãos dos seus rivais.

No segmento final deste Raw, tivemos a assinatura de contrato para o Handicap Match entre Bobby Lashley contra MVP e Omos que acontecerá no Hell in a Cell. O manager/lutador prometeu que ele e o “Gigante da Nigéria” iam dar uma tareia ao “All Mighty”, já o ex-WWE Champion afirmou que ele não está em desvantagem e que irá destruir os seus dois rivais.

Como seria de esperar, Bobby Lashley e Omos quiseram andar à pancada e não foram os vários seguranças que os impediram, sendo que Cedric Alexander também veio atacar o “All Mighty” e apesar da desvantagem numérica, este Raw terminou com Bobby Lashley a fazer Omos atravessar uma mesa com um Spear.


O que achaste deste WWE Raw?

9 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Até agora nada de interessante

    • Lucas Vaz ferreira3 meses

      Cadê o retorno aos ringues da lacey Evans que falaram no raw passado

    • Darth3 meses

      Pois é. O setor criativo poderia mudar as lutas semanais também. Já repetiram muito e ainda vão ser repetidas no HIAC

  2. Willow3 meses

    Parece uma repetição dos raws anteriores. Chato e sem graça. Nem a Alexa salva.

  3. Foi mais um RAW repetido, há que mudar..

    • Willow3 meses

      O mesmo raw de 2 meses e ainda será igual domingo no ppv

  4. Anónimo3 meses

    Bom combate entre a Bianca e Asuka. Ótimo segmento entre o Seth Rollins e Cody Rhodes, excelente promo do Rollins. Destaco também o combate entre os Usos vs Nakamura e Riddle.

  5. Gostei:
    – Asuka vs Bianca Belair. Um bom 1º combate nesta noite e foi o que se esperava entre estas 2. Houve bom wrestling e fez um trabalho melhor em construir para a triple threat no HIAC que o segmento anterior.
    – Promo de Cody Rhodes, interrompida por Seth Rollins. De longe o melhor segmento no show. Uma promo a que já estamos habituados de Cody, mas Seth aparece com todas as provocações ao tempo de Cody na AEW e depois uma bulha enorme para concluir o segmento. Um excelente segmento final antes do derradeiro combate entre os 2 dentro da cela.
    – The Usos vs Riddle & Nakamura. Foi uma tag match sólida, a meu ver, com ambas as equipas a exibirem-se e Riddle a ficar cada vez mais over. Boa ação em ring e divertiu-me, apesar do final medíocre.
    – Liv Morgan vs Rhea Ripley. A ação em si foi boa, nada demais. O que compensa imenso é a forma como contaram a história e como as interferências correram bem melhor desta vez, e Liv Morgan consegue aqui uma boa vitória a caminho do PPV.

    Não Gostei:
    – Promo de Becky Lynch, interrompida tanto por Asuka como Bianca Belair. Um segmento cheio de nada, honestamente. Esta feud em nada avançou com isto.
    – Ezekiel & The Mysterios vs Owens & Alpha Academy. Foi um combate para encher chouriços, nada se progride em termos de feud… Continuando.
    – Alexa Bliss vs Doudrop. Combate curto. Para além disso, foi aquele típico combate onde a pessoa mais fraca é squashada mas consegue ganhar de alguma forma, algo que já está gasto.
    – Miz TV. Este segmento foi algo completamente aleatório. Os Profits interromperam o Miz por alguma razão e a malta toda do 24/7 também apareceu… que desperdício de tempo.
    – Mustafa Ali vs Theory (c). Escolhi não referir Ali vs Ciampa porque eles conseguiram fazer isso um desperdício de tempo. E também só aconteceu para levar a este combate, que foi uma squash para Theory. Isto tudo para este exato combate acontecer no PPV…
    – Assinatura de contrato entre Lashley, Omos e MVP, com aparência de Cedric Alexander. Foi um segmento fraco para terminar o show. Nada demais aconteceu por aqui e foram as tretas habituais.

    Overall: 5.5/10. Teve os seus momentos, nomeadamente Morgan vs Ripley e o segmento entre Cody Rhodes e Seth Rollins. De resto, pouco a dizer.

  6. Um Raw razoável. Espero que depois do Hell In A Cell, a Alexa Bliss tenha uma oportunidade pelo título!