A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome, no Yuengling Center em Tampa, Flórida, rumo ao Hell in a Cell de dia 20 de Junho.

Resultados

– Nikki Cross venceu Charlotte Flair (Beat The Clock Challenge)
– Randy Orton venceu Xavier Woods
– Reginald venceu Shayna Baszler
– Mace & T-Bar venceram Lucha House Party (Gran Metalik & Lince Dorado)
– Ricochet venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match)
– Humberto Carrillo venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match)
– Dana Brooke & Mandy Rose venceram Lana & Naomi
– Cedric Alexander venceu Shelton Benjamin
– Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos venceram Elias & Jaxson Ryker
– Drew McIntyre venceu Kofi Kingston (WWE Championship Nº1 Contender’s Match)

Report

O Raw abriu com a edição da Miz TV e começou com o “A-Lister” a admitir que se lesionou no WrestleMania Backlash, sendo que depois partiu logo para chamar a sua convidada ao ringue, Charlotte Flair.

A “Queen” não perdeu tempo em dizer que no Hell In a Cell iria tornar-se a nova Raw Women’s Champion e estas palavras trouxeram a campeã Rhea Ripley até ao ringue, sendo que John Morrison achava que a australiana era uma vampira, mas esta explicou que era o pesadelo de toda a divisão.

A seguir falou-se de derrota contra Nikki Cross no Beat The Clock, o que fez com que a escocesa viesse ao ringue e esta explicou que queria ser a primeira adversária da vencedora do combate no Hell in a Cell. Charlotte Flair começou a insultar Nikki Cross e acabou por dizer que a conseguia vencer em 1 minuto. Isto valeu-lhe um estalo e assim terminou esta edição da Miz TV.

– Nikki Cross venceu Charlotte Flair (Beat The Clock Challenge): O primeiro minuto deste Beat The Clock foi passado com Nikki Cross a fugir de Charlotte Flair, sendo que a “Queen” só a 40 segundos do fim conseguiu ter alguma ofensiva. A escocesa acabou por nunca ser apanhada e venceu assim este desafio.

Nos bastidores tivemos Riddle a conversar com Damian Priest, com o “Original Bro” a tentar aprender espanhol, isto até Randy Orton vir falar com o seu parceiro de equipa e explicar que gostou do combate da semana passada e que provavelmente se vai arrepender disto, mas que se ele estiver ao lado do ringue para ver o seu combate contra Xavier Woods pode aprender alguma coisa. Riddle já ia lançado com grandes conversas, mas o segmento acabou com o “The Viper” a pedir para ele se calar.

– Randy Orton venceu Xavier Woods: Xavier Woods tentou com que este combate tivesse um início técnico, mas Randy Orton não estava para aí virado e usou a sua agressividade para dominar quase desde o primeiro segundo, tanto dentro como fora do ringue.

O “The Viper” dominou durante alguns minutos, sendo que Xavier Woods começou a ter espaço para aplicar a sua velocidade e assim também ele ter algum ímpeto, sendo que até quase venceu com um Fujiwara Armbar. No final, Xavier Woods continuou no domínio, mas do nada Randy Orton não aplicou o seu RKO, mas sim o Bro Derek de Riddle e venceu o combate.

Com esta vitória, a pessoa mais feliz neste ThunderDome foi Riddle que até levou a trotinete para dentro do ringue para festejar este momento.

– Reginald venceu Shayna Baszler: Reginald tentou usar a sua agilidade para ir fugindo de Shayna Baszler, sendo que o sommelier até fez um Body Slam à “Queen of Spades”, que acabou por se fartar da brincadeira e começou a fazer do joelho esquerdo de Reginald o seu alvo preferencial de ataque.

Reginald conseguiu sobreviver, sendo que quando parecia que Shayna Baszler ia aplicar o seu Kirifuda Clutch, uma explosão num dos cantos aconteceu e isso deu espaço para que Reginald vencesse com um pin rápido.

Nos bastidores tivemos Drew McIntyre a falar de Kofi Kingston e de como o respeita e que este é um ex-WWE Champion, mas apesar de tudo isto, ele irá vencê-lo neste Raw e irá recuperar o WWE Championship no Hell In a Cell.

– Mace & T-Bar venceram Lucha House Party (Gran Metalik & Lince Dorado): Os Lucha House Party tentaram usar a sua agilidade, mas Mace & T-Bar conseguiram virar o ímpeto a seu favor e usar o seu maior poderio físico para dominar. O resultado final nunca esteve em questão e Mace & T-Bar venceram com um Double Chokeslam.

Em seguida tivemos o WWE United States Champion Sheamus a vangloriar-se de continuar a vencer os seus combates, sendo que depois lembrou-se de insultar Humberto Carrillo e Ricochet pelo que lhe têm feito, sendo que ele não os quer enfrentar ao mesmo tempo e sim um de cada vez, e quando os vencer vai mandá-los de novo para o catering.

– Ricochet venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match): Ricochet foi o primeiro dos dois rivais do “Celtic Warrior” a vir para o ringue e Sheamus estava a dominar sem problemas, isto até Humberto Carrillo vir para perto do ringue e isso distraiu o WWE United States Champion, sendo que o “One and Only” com um pin rápido venceu este combate.

– Humberto Carrillo venceu WWE United States Champion Sheamus (Non-Title Match): Humberto Carrillo por certo que logo durante os primeiros momentos deste combate já estava arrependido de ter distraído o “Celtic Warrior”, pois Sheamus ainda foi mais agressivo do que é habitual durante o seu domínio.

Humberto Carrillo ainda mostrou alguma resiliência, tendo até colocado Sheamus a sangrar do seu nariz, mas o campeão ia vencer este combate. Só que Ricochet pagou a dívida que tinha com o mexicano e criou a distracção necessária para Humberto Carrillo vencer o combate.

A seguir tivemos um video package de Eva Marie a treinar e com esta a explicar que está de volta para acabar o que começou.

– Dana Brooke & Mandy Rose venceram Lana & Naomi: O duo de Lana & Naomi entrou melhor neste combate, mas quando Dana Brooke & Mandy Rose começaram a dominar, nunca mais perderam o ímpeto. Depois de alguns minutos de domínio, Lana e Naomi ainda tentaram ter alguma ofensiva, mas no final um bom golpe de equipa por parte de Dana Brooke & Mandy Rose deu-lhes a vitória.

Depois do combate, Dana Brooke & Mandy Rose confrontaram as WWE Women’s Tag Team Champions Natalya & Tamina, que estiveram a assistir ao combate na mesa de comentadores.

– Cedric Alexander venceu Shelton Benjamin: Shelton Benjamin entrou com tudo, mas tal como na semana passada, um dedo no olho por parte de Cedric Alexander virou o combate e com um grande pontapé venceu este combate.

Nos bastidores tivemos Elias a falar com Jaxson Ryker e a tentar explicar-lhe a importância deste combate e que o problema será vencer Omos.

Ainda no backstage, tivemos uma entrevista a Kofi Kingston a explicar que tem respeito por Drew McIntyre, mas que não gostou dele ter dito que a sua família o tem prejudicado, porque isso é mentira, e que também não gostou da farpa sobre ele ter perdido para Brock Lesnar. Kofi Kingston explicou que neste Raw irá vencer Drew McIntyre e no Hell In a Cell irá tornar-se WWE Champion pela segunda vez.

– Raw Tag Team Champions AJ Styles & Omos venceram Elias & Jaxson Ryker: Elias & Jaxson Ryker conseguiram isolar AJ Styles desde o primeiro segundo, sendo que o “Phenomenal One” só conseguiu algum ímpeto quando os seus adversários tiveram uma falha de comunicação. Ainda assim, Jaxson Ryker usou a sua força para parar o ex-WWE Champion e os candidatos principais dominaram, até entrar Omos.

Elias decidiu então deixar o seu parceiro à mercê dos campeões de equipas e o combate terminou depois de um Phenomenal Forearm, e assim AJ Styles & Omos retiveram os Raw Tag Team Championships.

Nos bastidores, Nia Jax tentou explicar que Reginald deveria ter cuidado na sua visita ao recreio de Alexa Bliss, pois ela é um bocado esquisita, mas este explicou que está tudo controlado.

Ainda no backstage do ThunderDome, Elias explicou que Jaxson Ryker está a ficar maluco e que apesar de todos os seus atributos físicos, ele não quer lidar com ele.

No recreio de Alexa Bliss tivemos Reginald, a mostrar-se feliz por ter vencido Shayna Baszler, mas a felicidade durou pouco tempo, pois a “Queen of Spades” apareceu para atacar o seu rival. Foi então que Shayna Baszler explicou que Alexa Bliss está a começar ser um problema que ela vai resolver e afirmou que Lilly era uma boneca estúpida.

Continuando nos bastidores vimos os Viking Raiders a falar com Mansoor e já depois do duo ter saído de cena, Mustafa Ali avisou o jovem lutador que não deveria confiar em ninguém. Quando Mansoor lhe perguntou, porque deveria confiar nele, Mustafa Ali afirmou que ele já começou a perceber.

No balneário, WWE Champion Bobby Lashley e MVP disseram que respeitam tanto Drew McIntyre e Kofi Kingston, mas que eles nunca irão tirar o título ao “All Mighty” no Hell in a Cell.

– Drew McIntyre venceu Kofi Kingston (WWE Championship Nº1 Contender’s Match): Drew McIntyre entrou decidido a fazer uso da sua força e também do seu maior poderio físico, mas Kofi Kingston é um perito a lutar contra alguém maior que ele. O equilíbrio foi a nota de destaque deste combate, com duas estratégias bem diferentes a estarem presentes no ringue.

Com o tempo a passar, Kofi Kingston ia continuando a ter resposta para tudo o que Drew McIntyre ia fazendo, isto até o “Scottish Warrior” estar fora do ringue e acabar por atirar o lutador dos New Day contra uma das barreiras de protecção.

Drew McIntyre dominou então durante alguns minutos, mas a resistência de Kofi Kingston é incrível e este foi sobrevivendo a tudo, sendo que a primeira quase vitória foi por parte do escocês depois de um Swinging Future Shock DDT.

O cansaço foi aparecendo e as quase vitórias foram sendo cada vez mais comuns, em especial quando Kofi Kingston acertou o seu Trouble In Paradise e o escocês só sobreviveu porque estava perto das cordas. No final, Drew McIntyre acertou um Claymore Kick incrível quando apanhou Kofi Kingston no meio do ar e venceu o combate.

O “Scottish Warrior” irá então enfrentar o WWE Champion Bobby Lashley no Hell in a Cell.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

22 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Riddle e Orton foi a melhor coisa que apareceu nos últimos tempos no RAW ahahaha isto é brutal

  2. Pedro Cardoso2 semanas

    É vergonhoso pensar que a WWE demitiu as IIconics mas mantém Dana Brooke e Lana.

  3. ATT ERA2 semanas

    Até que foi um Raw razoável.

  4. Joelson Souza Ribeiro2 semanas

    Raw de hoje foi mais menos igual em alguns, shows atrás que foi péssim mais ta ok. abraço boa noite.

  5. Kay Orton2 semanas

    Não assisti o Raw de hoje e não vi nenhum resultado amigos, sejam honestos, devo assistir amanhã cedo sim ou não ?

    conto com suas opiniões

    • Eduardo2 semanas

      Na minha opinião o único combate que realmente vale assistir é Kofi vs Drew, de resto foi mais do mesmo.

    • Eu não assistia, salvo as interações do Orton e Riddle e o main event Drew vs Kofi, o resto foi mau demais, horrível mesmo, do pior que possas imaginar

    • Kay Orton2 semanas

      Eu odeio as comparações, mas depois de assistir DON da AEW que eu tranquilamente dou 9/10 e depois ter que assistir um Raw que é péssimo, essa semana preferi não ver nada sobre o Raw e ver o que compensa de fato assistir desse show, eu agradeço pelas respostas.

    • Podes ver tudo amigo!

  6. Gostei:
    – Riddle e Damian Priest falam sobre a WWE voltar a tour. Riddle pergunta por aulas de espanhol. Priest diz claro e começa a ensiná-lo, a última coisa que Riddle pergunta é ”Hey Randy”, não sabendo que Randy está atrás dele. Orton diz que viu o que aconteceu na semana passada. Ele quer que Riddle o acompanhe ao ring hoje.
    – Mace & T-Bar derrotam Lucha House Party num combate que fez os primeiros parecerem dominantes. Bom trabalho.
    – Drew McIntyre derrota Kofi Kingston num combate fantástico. É um combate que recomendo a verem.

    Não Gostei:
    – Regresso de Miz e Miz TV. Miz falou do combate no Backlash e da sua 1ª lesão. John Morrison tinha um monte de coisas para impedir mais monstros de atacar. Charlotte Flair aparece e fala do colar de Morrison. Charlotte diz que vai ser um pesadelo para Rhea Ripley e vai mandá-la ao inferno. Rhea aparece e as 2 metem-se cara a cara. John Morrison pergunta a Ripley se gosta de pão com alho, para ver se não é uma vampira. Rhea diz que pergunta idiótica e é até agora a única coisa de jeito que ouvi neste segmento. Ela diz que é sim um pesadelo e vai continuar campeã. Charlotte diz que ela nem conseguiu derrotar Nikki Cross. Isto traz a Twisted Sister e ela quer um combate. Rhea diz que se houvesse mais tempo, tinha ganho, mas no entanto respeita Cross. Nikki quer um combate pelo título mas Charlotte diz que ela não consegue aguentar com Flair. Nikki Cross dá-lhe uma chapada. Muito, muito meh.
    – Nikki Cross derrota Charlotte Flair num beat the clock por time limit. Medíocre.
    – Randy Orton derrota Xavier Woods após um BroDerek de Randy. Não sei, estava há espera de mais.
    – Reginald derrota Shayna Baszler após distração de Alexa Bliss. Reginald derrotou Shayna Baszler. Na altura, ainda ias no Ellsworth, mas o Ellsworth tinha ajuda do Ambrose e ainda tinha alguma experiência, portanto não era impensável derrotar o Styles. Agora o Reginald, com praticamente 0 experiência, derrota alguém que já foi NXT Women’s Champion por +500 dias com ajuda de canhões de fogo (??).
    – Ricochet derrota Sheamus rapidamente. Combate muito rápido.
    – Humberto Carrillo derrota Sheamus rapidamente. Combate muito rápido.
    – Mandy & Dana derrotam Lana & Naomi num combate fraquinho.
    – AJ Styles & Omos derrotam Jaxson Ryker & Elias para reter os Raw Tag Team Titles após Elias fazer um turn sobre Ryker.
    – Alexa Bliss & Lily entrevistam Reginald. Bliss pergunta sobre a vitória dele sobre Baszler. Reginald diz que, apesar da perna doer, e é interrompido por Alexa porque a Lily tem uma pergunta. Lily pergunta sobre a altura dele no circo. A Baszler entra e ataca o Reginald. Shayna diz que quer um combate com Bliss na próxima semana e diz que Lily é uma boneca estúpida. É o melhor Alexa’s Playground das últimas semanas, muito devido a Baszler.

    Overall: 6/10. Muito medíocre. O main event é admirável mas o resto foi decente na melhor das hipóteses. Vejam o main event, a sério. Que combate.

  7. Pelo que vejo aqui nos resultados não vale a pena perder o meu tempo. A Shayna perdeu para o Reginald, sem comentários. O Sheamus perdeu 2x. As vitórias com rool-up ou distração continuam a reinar e o Miz está vivo e nem sequer virou zombie.
    Acho que vou apenas ver os segmentos do Orton e do Riddle, de longe a melhor coisa deste show, não é complicado também

  8. BigMando2 semanas

    Se os responsaveis do Raw tratassem de construir melhor as rivalidades e colocar menos combates ridiculos, secalhar até ajudava nos ratings

  9. Facebook Profile photo

    Ainda bem q eu nem vi esse show, coisa horrivel, equipe criativa nem existe é so pegar lutas da semana passada e por dnv, elias e ryker dnv contra aj e emos e sem nenhuma historinha nem nada de relevante, alguém tem vontade fe ver a jobber house party perder? Não parece q deixam os piorea superstars no raw, faz uma demissão em massa mas desses nomes ruins que não agregam em nada…. toda semana e over , jobber e a gente ja sabe o resultado… q coisa triste

  10. RAW mediocre.
    O que salvou isto foi o main event entre o Drew e o Kofi e o match entre o Orton e o Woods.

  11. Mais um show razoável, para ser simpático. De destacar pela positiva a prestação ok de Jimmy Smith nos comentários (esteve bem para primeira vez); o novo visual de Randy Orton (bigode e pêra only xD), a continuação da excelente dinâmica dos RKBro (disparado, o melhor que há na brand vermelha) e o bom combate do Orton contra Xavier Woods (Randy a usar o finisher de Riddle foi um nice touch); e o ótimo main event.
    Por outro lado, odiei o facto de Sheamus, que é o United States Champion, ter perdido dois combates consecutivos via roll-up (é assim mesmo que se desvaloriza campeões, good job…); Shelton Benjamin ser praticamente squashado depois de ganhar e dar luta nos anteriores confrontos contra Cedric Alexander; e Elias abandonar Jaxson Ryker a meio de um title match. Tudo o resto ou foi algo irrelevante ou simplesmente não progrediu nada de especial em termos de histórias.

    • O tbar e mace estiveram bem a meu ver e se a wwe quiser tem aqui uma team de grande potencial

    • A verdade é que foi um pouco melhor até!

    • Achei que foi a melhor prestação deles desde que se estrearam no main roster, Gangrel_Rules. Mas vamos lá ver se continuam a melhorar e se esta “aposta” tem continuidade…
      Howiw Wowie, posso concordar com isso se considerarmos que a barra estava muito baixa em comparação com as últimas largas semanas. Porém, o produto mantém-se francamente pobre com exceção de uma ou duas coisas.

  12. RAW fraco
    Destaco:
    – Drew McIntyre vs Kofi e Orton vs Xavier Woods

  13. Anónimo2 semanas

    Destaco os combates entre, Randy Orton contra Xavier Woods, Drew contra Kofi, foram bons.

  14. Foi um RAW mais ou menos, o destaque vai para Orton/Riddle e todo o envolvimentos entre Kofi/Mclntyre e Hurt Business!