A WWE transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do SmackDown no canal FOX, a partir da Honda Center em Anaheim, Califórnia, rumo ao Extreme Rules de 8 de Outubro.

Resultados

– Ricochet venceu Sami Zayn
Bayley venceu Raquel Rodriguez
NXT North American Champion Solo Sikoa venceu Madcap Moss
– Brawling Brutes (Ridge Holland & Butch) venceram Imperium (Ludwig Kaiser & Giovanni Vince), New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) e Hit Row (Top Dolla & Ashante “Thee” Adonis) (Fatal 4-Way Match pelo lugar de Nº1 Contender aos Undisputed WWE Tag Team Championships)

Report

O SmackDown abriu com Logan Paul e este explicou que tem o hábito de dizer disparates e que esta semana na entrevista a Roman Reigns, disse que poderia vencer o “Tribal Chief” e que este Sábado, ele fará uma conferência de imprensa e é bom que o “Head of the Table” apareça. A Bloodline acompanhada por Paul Heyman e sem o Undisputed WWE Universal Champion interrompeu o youtuber.

Só Paul Heyman subiu ao ringue e este começou a falar dos feitos de Logan Paul, mas que ele só enfrentou Floyd Mayweather porque era muito maior e o seu irmão acabou por levar pancada de Anderson Silva e que o youtuber fosse esperto não desafiaria Roman Reigns, e que este pode fazer a conferência de imprensa que quiser, pois irão lá estar muitos samoanos, Sami Zayn e que se o eventual combate acontecer, ele será destruído pelo “Tribal Chief”

Logan Paul começou então a especular que poderá acertar um soco de sorte e vencer e isso irritou Paul Heyman que chamou o NXT North American Champion Solo Sikoa para dar conta do youtuber, mas foi então que Sami Zayn entrou em ringue e afirmou que ele é que vai lidar com o Logan Paul, porque eles são amigos, mas o youtuber deu um soco ao “Honorary Uce”, tendo em seguida Ricochet aparecido e assim acabado o segmento.

– Ricochet venceu Sami Zayn: Sami Zayn tentou diminuir o ritmo deste opener desde cedo, mas Ricochet começou a aumentar o ritmo e dominou durante vários minutos, até que o “Honorary Uce” o atirou da terceira corda contra a barreira de proteção fora do ringue.

Sami Zayn conseguiu controlar o “One and Only” durante mais algum tempo, mas este nunca se deixou ficar e começou a equilibrar as contas e com isso as quase vitórias foram aparecido. Nos minutos finais, tanto a Bloodline como Logan Paul intrometeram-se no combate e no final, Ricochet conseguiu ganhar vantagem e conquistou a vitória com o seu Shooting Star Press.

Assim que o combate terminou, a Bloodline preparava-se para atacar Ricochet e Logan Paul, mas Madcap Moss apareceu com uma cadeira e o grupo acabou por-se retirar.

A seguir tivemos um video package de Karrion Kross a dizer que está na Drew McIntyre já sofreu às suas mãos e assim irá acontecer novamente no futuro, pois ele vai fazer questão de destruir o escocês sempre que poder.

De regresso ao ringue, tivemos Max Dupri, que voltou a ter flashbacks da sua antiga personagem, e Maxxine Dupri, para apresentarem mais uma coleção da Maximum Male Models.

Mace e Mansoor foram rapidamente atacados por Braun Strowman que os destruiu facilmente. Chad Gable apareceu então, o que abriu espaço para Otis atacar o “Monster Among Men”, sendo que este até se conseguiu levantar imediatamente após um Front Slam, tendo o “Mestre da Alpha Academy” dito ao seu poderoso amigo para saírem de ringue.

Depois de revermos imagens da conquista dos WWE Women’s Tag Team Championships por part de Dakota Kai & IYO SKY, tivemos as Damage CTRL no ringue e o grupo afirmou que agora o SmackDown também é a casa delas e que já lesionaram Aliyah e agora será a vez de Raquel Rodriguez. A ex-campeã de equipas apareceu então e afirmou que não tem medo das três lutadoras e entrou em ringue.

– Bayley venceu Raquel Rodriguez: A força de Raquel Rodriguez fez com que esta dominasse os minutos iniciais deste embate, tendo quase vencido após um Powerslam.

Bayley só conseguiu ter ofensiva depois de alguma batota e controlou a sua adversária durante algum tempo, mas a “Big Mami Cool” nunca se deu por vencida e voltou a usar a sua força para virar o combate a seu favor. As quase vitórias foram aparecendo e quando parecia que Raquel Rodriguez ia vencer, Dakota Kai e IYO SKY interferiram, o que abriu espaço para Bayley acertar o Rose Plant e conquistar a vitória.

Após o combate terminar, as Damage CTRL atacaram Raquel Rodriguez até que de forma surpreendente, Shotzi veio ao ringue ajudar a lutadora.

A seguir, Kayla Braxton ia entrevistar Ronda Rousey no balneário, mas a SmackDown Women’s Champion Liv Morgan apareceu e relembrou a todos que ela é a única pessoa que venceu Ronda Rousey duas vezes e que agora a quer enfrentar num Extreme Rules Match, desafio esse que foi aceite de bom grado pela “Baddest Women on the Planet”.

Em seguida, vimos Drew McIntyre aparecer em cima de mesa de comentadores e afirmou que Karrion Kross fala demasiado e que se algum dia tiver coragem pode entrar em ringue com ele.

Nos bastidores, os Usos estavam a motivar Solo Sikoa para o seu combate, tendo o jovem pedido para só ser acompanhado por Sami Zayn.

– NXT North American Champion Solo Sikoa venceu Madcap Moss: Os dois lutadores tentaram ganhar vantagem de forma agressiva e acabou por ser Madcap Moss que levou a melhor, até que fora do ringue Sami Zayn criou uma distração que abriu espaço para que o NXT North American Champion virasse o ímpeto a seu favor. Solo Sikoa dominou então durante vários minutos, mas Madcap Moss começou a usar a sua maior força para equilibrar as contas deste embate.

Nos minutos finais os dois lutadores tiveram várias hipóteses para vencer e quando parecia que poderíamos ter um novo campeão, Sami Zayn tirou Solo Sikoa de ringue, o que ajudou o novo membro da Bloodline a ganhar vantagem, tendo conquistado a vitória com o Urunage.

Antes do main event foi anunciado que a conferência de imprensa de Logan Paul e Roman Reigns acontecerá durante a tarde deste Sábado.

– Brawling Brutes (Ridge Holland & Butch) venceram Imperium (Ludwig Kaiser & Giovanni Vince), New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods) e Hit Row (Top Dolla & Ashante “Thee” Adonis) (Fatal 4-Way Match pelo lugar de Nº1 Contender aos Undisputed WWE Tag Team Championships): O main event como seria de esperar começou de forma caótica com os oito lutadores à pancada quer fossem o homem legal ou não, sendo que esta confusão acabou por beneficiar os New Day.

Ainda assim, acabou por ser o duo dos Imperium a ficarem no controlo durante poucos minutos, mas controlar um combate destes nunca é fácil e o equilíbrio e caos foram as notas de grande destaque desta Fatal 4-Way.

Como o ritmo nunca diminuiu, o cansaço foi sendo cada mais evidente e com isso a contagem de 3 foi ficando cada vez mais próxima. Nos minutos seguintes, as quatro equipas quase venceram por várias vezes.

Quando parecia que a vitória ia sorrir aos Imperium, Ridge Holland fez um blind tag a Ludwig Kaiser, tendo aproveitado que este acertou o seu finisher, tendo atirado-o para fora de ringue e feito o pin a Ashante “Thee” Adonis e conquistado a vitória para os Brawling Brutes.


O que achaste deste WWE SmackDown?

17 Comentários

  1. Bruno Fec2 semanas

    E ser Sami Zayn a tirar o título a Reigns?
    Depois de meses e meses a ser humilhado e menosprezado pelos Bloodline, termos a vítima de gozo tornar-se Campeão.
    Seria algo ao nível do YES Movement ou da Kofimania

    • Best2 semanas

      Concordo, mas acho que já seria tipo um Mahal nessa situação, mas eu queria ver o Sami campeão Mundial, não ganhando do Reigns, mas queria ver

  2. Royce2 semanas

    Ah na boa, WWE tem que tomar no cu. O cara luta pra caralho , um dos melhores do roster, o personagem é genial e metem ele só para perder? E agora para um jobber que só conseguiu hype por causa do Logan Paul? Nova equipizinha criativa da WWE é um lixo.

  3. McIntyre2 semanas

    A minha opinião sobre o Braun Strowman é que eu até gosto do facto de ele destruir tudo e todos. Porém, ele não tem lá grande move set. O finisher dele é ridículo. O Batista e o Bobby Lashley usam está manobra como se tratasse de uma normal

    • iglesias BRING BACK LARS SULLIVAN2 semanas

      roman reings e brock lesnar não tem lá grande move set.. o tamanho e a força do strowman compensam isso, o impacto do running powerslam é muito maior que o do batista e lashley

    • Ryu2 semanas

      Vocês e os movesets… O moveset do Strowman é indicado para o tamanho e personagem dele, tal como o Reigns e o Lesnar.
      Não faria muito sentido um gajo como o Strowman estar a trocar arm drags com o adversário, ou a fazer moves so porque sim quando consegue destruir o adversário mais facilmente graças ao seu fisico

    • Olha o Kane e estou a falar dos em que era realmente um bicho, tinha um moveset muito bom e não era limitado por causa do seu tamanho como dizes. Isto é wrestling e claro que não é bom para um espectador veres um wrestler com um moveset limitado, olha por exemplo o Goldberg o moveset dele é Spears e German suplex, até o último combate do ric flair teve um moveset mais complexo. Estamos a falar de wrestlers que têm anos e anos de treino e não de wrestlers que fazem 1 aparição.

    • Surf2 semanas

      Pelos vistos tambem querem um strowman a saltar da corda e a fazer suicide dives

    • McIntyre2 semanas

      Ryu

      Mas que moveset é que o Braun Strowman tem?
      O Roman tem várias manobras, mas algumas ele já não faz, por exemplo o teardrop suplex, deve ser culpa da equipa criativa

  4. Nuno+Ramos2 semanas

    So uma questão onde esta o Happy Corbin com o JBL?

    • Wilow2 semanas

      Está época muitos lutadores gravam filmes que serão lançados no fim do ano. Provavelmente está fazendo uma participação em algum.

    • Bruno2 semanas

      Creio que vai sumir por uns tempos e voltar com outra gimmick!

  5. Para mim foi um bom SD, boa promo inicial, gostei.
    Sami Zayin já começa a revelar problemas internos com os Bloodline o que poderá levar a KO a fazer algo contra isso devido ao heat que tem contra Roman.
    Gostei do Braun levar uma “porrada”, a mostrar que ele não veio só destruir, pode ser que desfaçam esta tag team e Chad Gable faça um turn solo.
    Bayley vs Raquel, muito bom combate entre duas grandes wrestlers, a melhor subida que podiam ter feito da NXT foi a Raquel, que wrestler.
    Gostei de ver o Solo em ação na SD e o NXT Noth American Title em jogo, bom combate.
    E aquele Fatal 4-Way Match foi delicioso!!! Que combate, o Triple H está a melhorar e MUITO a divisão de tag team na WWE. Fantástico, e eu ainda acho que poderiam adicionar WarGames e os primeiros a combater deveriam ser Imperium e Brawling Brutes.
    Um SD como não via à muito tempo, eu adorei, daria um 8.

  6. Anónimo2 semanas

    Bom SmackDown. Destaco os desenvolvimentos a volta da Bloodline e o ótimo main event.

  7. Gostei:
    – Segmento entre Logan Paul e a Bloodline. Não vou mentir, Logan Paul vs Roman Reigns não é algo que me desagrada. Desde que o Roman vá aparecendo e defendendo o título, na boa por mim. Bom segmento, adorei em especial a parte do Sami Zayn, desde a forma como o Paul Heyman atirou o microfone até ao Jey Uso a rir-se quando o Zayn é atacado pelo Logan. Segue-se Ricochet vs Sami Zayn. Um bom combate. Esperava um bocado mais, mas não foi mau, com ambos os homens a terem exibições bem sólidas. Tivemos spots fixes e avançou bem a storyline da futura saída do Sami da Bloodline, com a tentar intervir numa altura em que o Zayn tinha o combate ganho.
    – Bayley vs Raquel Rodriguez. Bom combate, mas nada de mais. A Raquel provou que consegue aguentar com as melhores, enquanto que a Bayley foi Bayley.
    – Entrevista com a Ronda Rousey, interrompida pela Liv Morgan. Um ótimo segmento, com a Liv a ter uma das melhores promos da sua carreira. Passou confiança e atitude com o que disse. Sinto que o reinado dela está finalmente a arrancar e espero que se mantenha campeã depois deste combate.
    – Solo Sikoa (c) vs Madcap Moss. Um combate decente. Gosto do build ao Solo Sikoa (e, consequentemente, ao North American Title) no main roster. Também continua a belíssima história do Zayn, com o Sikoa a preferir que o Zayn o acompanhe ao ring em vez dos seus 2 irmãos.
    – Fatal 4-Way para determinar os #1 Contenders aos Tag Titles. Ótimo combate, com todos os envolvidos a terem os seus momentos. Bons spots e uma escolha algo peculiar de vencedores.

    Não Gostei:
    – Strowman ataca os Maximum Male Models e depois é atacado pela Alpha Academy. Só houve 2 coisas de interesse aqui: Max Dupri continua os seus teases de voltar a LA Knight e o Otis a aplicar um World’s Strongest Slam no Braun. Este último ponto foi arruinado porque o Strowman fez no sell.

    Overall: 6/10. Foi um show positivo, mas podia ter sido melhor. Continuo a achar que se tem que retirar um dos 2 títulos ao Roman para, pelo menos, uma das brands ter sempre um campeão a aparecer. Destaco o segmento entre Rousey e Morgan e o main event.