A WWE transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do SmackDown no canal FOX, a partir da Little Caesars Arena em Detroit, Michigan, rumo ao Royal Rumble do dia 28 de Janeiro.

Resultados

– Drew McIntyre & Sheamus venceram Viking Raiders (Erik & Ivar) (Primeira Ronda do SmackDown Tag Team Championship Contender’s Tournament)
– LA Knight venceu Brent Jones
Hit Row (Top Dolla & Ashante “Thee” Adonis) venceram Los Lotharios (Angel & Humberto) (Primeira Ronda do SmackDown Tag Team Championship Contender’s Tournament)
– Imperium (Giovanni Vinci & Ludwig Kaiser) venceram Brawling Brutes (Ridge Holland & Butch) (Primeira Ronda do SmackDown Tag Team Championship Contender’s Tournament)
– Legado del Fantasma (Cruz del Toro & Joaquin Wilde) venceram Maximum Male Models (Mace & Mansoor) (Primeira Ronda do SmackDown Tag Team Championship Contender’s Tournament)

Report

Em destaque neste SmackDown tivemos os quatro combates da primeira ronda do SmackDown Tag Team Championship Contender’s Tournament e a assinatura de contrato para o Undisputed WWE Universal Championship Match do Royal Rumble entre o Roman Reigns e Kevin Owens.

14 Comentários

  1. Lucas+Vaz+ferreira1 semana

    Ja tá na hora da wwe dar mais valor a divisão feminina nenhum combate no show roster feminino esquecido é desvalorizado.

  2. Gostei do torneio mas poderiam ter feito pelo menos no main event um combate melhor, os segmentos da bloodline estão muito bons mas parece que é a única coisa boa da SD.

  3. Rulqi Ruga1 semana

    Para mim, o Hit Row é a pior dupla da WWE , mas esyao sempre em evidencia. Tudo leva a crer que Sheamus e Drew levam essa disputa.

  4. jalmeida1 semana

    nao sei a opiniao dos fans aqui mas esta historia dos blodline ja começa a ser embaraçosa … estao dois titulos empatados num só homem com uns 8 guarda costas …. já começa a ser previsivel todos os raw …

  5. IglesiasBringBackLarsSullivan1 semana

    smck medíocre como os outros, bloodline já farta, um nexus2 protegendo o undisputed wwe champion e bla bla bla head of table. Pior que não deve perder os títulos tão cedo. Gosto deste roman mas isto já está previsível e farto. Espero que perca os títulos pós mania

    • Natan1 semana

      Tenha santa paciência ao ver isso 🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️

  6. BigMando1 semana

    Este show foi mais focado no torneio dos tag belts e no segmento da Bloodline e quem saiu prejudicada foi a divisão feminina. Há pouco foco na divisão, começando com a “rivalidade” da Charlotte e da Sonya, continuo a achar que a Charlotte não consegue ser uma face credível e a Sonya não é a melhor adversária para ela sinceramente, não tem credibilidade nenhuma. É pena que haja pouca aposta na divisão no SmackDown quando há nomes que deviam estar sempre nos shows, tal como a Raquel, Liv e Shayna principalmente.

  7. Shockmaster1 semana

    Firefly Funhouse de volta 🥲

  8. Shockmaster1 semana

    A Firefly Funhouse já é o melhor regresso de 2023

  9. RIP WWE 90'-20061 semana

    Cada vez pior

  10. Anónimo1 semana

    Destaco Imperium vs Brawling Brutes e todos os segmentos envolvendo a Bloodline.

  11. Gostei:
    – McIntyre & Sheamus vs The Viking Raiders. Ótimo combate de abertura. Violento e com ritmo elevado, com boa ação. Gostava que os Raiders tivessem vencido pois os teria ajudado, mas pronto… Gostei mesmo assim.
    – LA Knight esmaga jobber e depois a Firefly Funhouse regressa! Pá, eu adorava estes segmentos da Firefly Funhouse (até se notar que o Bray perdeu o controlo deles) mas este foi o regresso aos primeiros episódios, quando eram bons. Ótimo segmento aqui. Destaco também a promo do LA Knight antes do combate dele, o homem transpira carisma.
    – Segmento entre Charlotte Flair e Sonya Deville. Conseguiu o seu objetivo, que era meter heat na Sonya. Foi sólido, vá. Continuo desinvestido nesta feud.
    – The Brawling Brutes vs Imperium. Isto foi decente. Ambas as equipas foram boas, bem como a ação. Gostava que tivesse durado um bocadinho mais. Escolha de vencedores correta. Eu dava os títulos aos Imperium em breve, gostava de ver todos com títulos.
    – Segmento entre Kevin Owens e a Bloodline. Isto não teve promo. Simplesmente o KO entrou de surpresa e matou todos. Bom segmento final. Não o melhor, mas sólido. No entanto, não estou preparado para o Roman Reigns a matar o Sami na próxima segunda-feira, com o segmento do julgamento do Sami. Vou chorar tanto como quando o KO deu a “lista de KO” ao Jericho.

    Não Gostei:
    – Hit Row vs Los Lotharios. Os Lotharios perderam em menos de 5 minutos para estes mancos… raios partam o fascínio do Triple H por estes gajos.
    – Legado del Fantasma vs Maximum Male Models. Combate curto, não teve grandes chances de se destacar, o que é uma pena. Os Legado são fantásticos e os MMM, apesar de terem tido um começo horrível, tem andado a arrasar com os seus skits nas redes sociais. Começo a ficar fã deles.

    Overall: 6/10. Um episódio positivo, em geral. O torneio de tag team dominou este episódio e isso prejudicou um bocado, nomeadamente a divisão feminina (também dificilmente íamos ter um combate de destaque por lá, com a qualidade na SmackDown). Por hoje, destaco o combate de abertura e o regresso da Firefly Funhouse.