Frank casino

A WWE transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do SmackDown no canal FOX, a partir do ThunderDome no Amway Center, a última antes do Survivor Series deste domingo, dia 22 de Novembro.

Resultados

– SmackDown Tag Team Champions Street Profits & Raw Tag Team Champions New Day venceram WWE Intercontinental Champion Sami Zayn, King Corbin, Dolph Ziggler & Robert Roode
– Natalya venceu Tamina (Survivor Series Qualifying Match)
– Murphy venceu Seth Rollins
– Daniel Bryan venceu Jey Uso

Report

O SmackDown abriu com um segmento de backstage com os SmackDown Tag Team Champions Street Profits no Champions Lounge, que começaram a promover o Survivor Series e com Montez Ford a imitar Undertaker, o que fez com que os trovões e as luzes se apagassem, mas era só Big E a gozar com eles. Tivemos mais uma troca de palavras entre os campeões e Big E anunciou que os Raw Tag Team Champions New Day estavam presentes no SmackDown, que acabaram por se dirigir ao ringue.

Os Raw Tag Team Champions New Day explicaram que os Street Profits podem querer o fumo, mas não vão aguentar o fogo de Xavier Woods & Kofi Kingston. A seguir os New Day homenagearam Undertaker, mas foram interrompidos pelo WWE Intercontinental Champion Sami Zayn, que afirmou que a WWE está a fazer um favor a Undertaker ao deixar o “Deadman” retirar-se antes que ele se vingue do que o lendário lutador lhe fez no Madison Square Garden.

Os Raw Tag Team Champions New Day começaram a gozar com Sami Zayn, até que King Corbin veio dizer que Xavier Woods & Kofi Kingston não pertencem ao SmackDown, e foi então que a dupla de Dolph Ziggler & Robert Roode veio ao ringue e afirmaram que eles mereciam ser campeões.

O segmento terminou com os New Day a espicaçar os quatro lutadores do SmackDown, que atacaram os Raw Tag Team Champions até que os SmackDown Tag Team Champions Street Profits vieram em auxílio dos seus adversários do Survivor Series.

– SmackDown Tag Team Champions Street Profits & Raw Tag Team Champions New Day venceram WWE Intercontinental Champion Sami Zayn, King Corbin, Dolph Ziggler & Robert Roode: Como seria de esperar, o primeiro combate da noite foi um Eight-Man Tag Team Match, que os quatro campeões começaram de forma dominante, No entanto, o caos criado pelos 8 lutadores fez com que Kofi Kingston acertasse um Top Rope Crossbody em Montez Ford para desagrado de Angelo Dawkins e isso fez com que o quarteto adversário começasse o seu domínio.

Depois de vários minutos com Montez Ford isolado, este conseguiu finalmente fazer o tag e colocar Kofi Kingston em ringue. O final acabou por ser caótico e o quarteto dos Street Proftis e New Day acabaram por vencer quando Montez Ford com o seu Frog Splash fez o pin em Sami Zayn.

Nos bastidores, Daniel Bryan estava-se a preparar para uma entrevista quando o WWE Intercontinental Champion Sami Zayn começou aos gritos com o “American Dragon”, que se fartou de ouvir o “Great Liberator” e o empurrou. Este levantou-se e afirmou que só não trataria de Daniel Bryan porque vai ter um combate importante no Survivor Series.

A seguir tivemos então uma entrevista a Daniel Bryan, onde o tema foi como era esperado o ataque sofrido às mãos de Jey Uso há três semanas. O “American Dragon” explicou que todos temos um anjo e um diabo dentro de nós e que depois de tudo o que passou nas últimas semanas, Jey Uso vai perceber que o que lhe vai acontecer em ringue também não é nada pessoal.

Noutra zona do backstage, Adam Pearce revelou que lhe deram hipótese de escolher um lutador para a equipa do SmackDown e por isso escolheu Otis, que festejou ao lado do seu amigo Chad Gable. Natalya interrompeu Adam Pearce e perguntou porque é que ele tinha de lutar para se qualificar se Adam Pearce pode escolher uma lutadora para a equipa do SmackDown, e o agente afirmou que olhando para as suas hipóteses preferiu escolher Bayley.

Ainda no backstage do ThunderDome, tivemos Seth Rollins a afirmar ser responsável por tudo de bom o que aconteceu na carreira de Murphy e que a paga foi ser traído, e que o lutador australiano irá pagar pelo que fez.

– Natalya venceu Tamina (Survivor Series Qualifying Match): A força de Tamina foi um factor de domínio nos primeiros minutos, mas cometeu um erro ao atirar-se de ombro ao poste. Isso abriu espaço para que Natalya acertasse uma Discus Clothesline antes de aplicar o Sharpshooter, e assim finalmente qualificar-se para a equipa feminina do SmackDown.

A seguir tivemos a assinatura de contrato para o combate entre o WWE Universal Champion Roman Reigns e o WWE Champion Drew McIntyre no Survivor Series. O “Tribal Chief” afirmou que o que o lutador escocês está agora a aprender ele já sabe há muitos anos e que apesar de todo o seu talento, ele é um lutador certo, mas na hora errada.

Os dois continuaram a trocar palavras passivo-agressivas, até que Roman Reigns explicou que Drew McIntyre é só um campeão secundário, porque ele, o “Tribal Chief” é a cara da WWE, e que o “Scottish Psychopath” quando um dia for a cara da WWE vai agradecer por ter aprendido com ele. O segmento terminou com o WWE Universal Champion a dizer que Drew McIntyre será sempre o seu “número 2” favorito.

– Murphy venceu Seth Rollins: A agressividade de Seth Rollins foi incrível desde o primeiro segundo do combate, tendo dado conta de Murphy e dos Mysterio que estavam fora do ringue.

Só depois de vários minutos de domínio é que o lutador australiano começou ter alguma ofensiva contra o seu antigo messias, que estava a perder o foco.

De seguida tivemos momentos de grande equilíbrio e parecia que o final ia chegar depois do Blackout de Seth Rollins, mas Murphy conseguiu pôr o pé na corda. O final chegou quando o lutador australiano, depois de duas grandes ajoelhadas, aplicou o seu Murphy’s Law e venceu assim o seu antigo messias.

Logo a seguir tivemos a SmackDown Women’s Champion Sasha Banks e a Raw Women’s Champion Asuka para as duas terem uma entrevista em ringue, e trocaram vários insultos depois da rivalidade que tiveram no Verão.

Sasha Banks tentou provocar Asuka para uma brawl afirmando estar sempre preparada, mas acabou por ser atacada por Carmella, mostrando que estava preparada para tudo, mas não estava preparada para isto. A Raw Women’s Champion Asuka ficou só a ver este ataque e vai assim mais fresca para o SmackDown.

Nos bastidores, Jey Uso foi entrevistado sobre o combate que irá ter com Daniel Bryan e disse que vai provar que o que aconteceu há três semanas foi porque ele quis e não porque lhe mandaram fazer o quer que seja.

– Daniel Bryan venceu Jey Uso: A agressividade neste main event esteve sempre no máximo, com Daniel Bryan a ter um maior domínio deste combate. Porém, foi fora do ringue que tudo ficou virado do avesso quando Jey Uso fez o “American Dragon” atravessar a mesa de comentadores com um Backbody Drop.

Jey Uso dominou de forma agressiva, tendo focado o seu ataque nas costas de Daniel Bryan durante vários minutos. O ímpeto só virou depois de um Back Suplex da 2ª corda por parte de Daniel Bryan, que assim conseguiu reverter o domínio do adversário.

O final acabou por ser bastante equilibrado e a vitória sorriu a Daniel Bryan quando contra atacou o Splash de Jey Uso ao aplicar um Small Package. O SmackDown terminou com Daniel Bryan a festejar com o público virtual do WWE ThunderDome.


O que achaste do WWE SmackDown desta semana?

28 Comentários

  1. Que seja um show,vamos a isto.

    • Foi um Smackdown interessante,ainda que um pouco abaixo dos anteriores e sem aquele feeling de go home show.
      Destaques:
      -Bom segmento inicial a focar na tag division,que culminou num 8 man tag decente.
      -Match de grandde qualidade entre Rollins e Murphy,a por fim à rivalidade que ja vai longa e que assim tira o Rollins de Tv a seguir ao Survivor Series.
      -Gostei do main event entre o Jey e o Bryan,com a vitoria a sorrir desta vez para o ultimo.

  2. Tribal chief1 semana

    Mds que promo do meu chefe da tribo,jantou o drew nas palavras,
    ” voce sempre sera o meu numero 2 favorito”

    • Anónimo1 semana

      Cuidado com o Claymore.

    • Surf1 semana

      A meu ver só com essa frase o Drew já está mais que consolidado no Main event, ganda roman

  3. pedro1 semana

    cade o cesaro , nakamura

  4. Bem, na minha opinião, não sei se fica muito bem a imagem final de um go-home show ser alguém que não tem combate marcado para o PPV.

    A SmackDown de hoje foi bem fraquita comparada a outras edições mais recentes.

  5. Facebook Profile photo
    Sasha My Boss1 semana

    Não foi um grande show mas putha que parolis a promo do Roman foi brutal. Natalya meh, sinceramente ela não me diz nada, fiquei surpreendido por o Jey não ter atacado o DB. Agora espero que tenhamos um grande SS, pena que este ano não estejam envolvidas as 3 brands.

    Ah, a Asuka ficar pavida e serena enquanto a Carmelaa atacava a Sasha também não me pareceu meio fora tendo em conta a sua personagem mas pronto, percebemos porque o segmento terminou assim.

  6. Balhote1 semana

    Concordo com o Soares. Acho que este foi talvez, na minha opinião, um dos piores smackdowns das últimas semanas. Houve algumas coisas que não gostei . Em primeiro lugar não fez qualquer sentido o Zayn “comer” o pin no combate. O Intercontinental champion quase nem participa no combate e quando entra esta lá meio minuto e perde logo. Isto demonstra o quanto a Wwe valoriza os campeões do mid card e infelizmente prevejo um squash autêntico no SS por parte do Lashley o que não me agrada nada. A questão é que o Lashley é tradado como uma besta por causa do seu físico e raramente perde um combate. O Zayn, um wrestler muito mais talentoso, muito melhor no mic é tratado como uma autêntica piada. Para além disto achei também a inclusão do Otis na team smackdown bastante forçada. Do nada, ele é incluído. Para já odeio a escolha mas podiam ao menos ter feito um “second chance match” tal como fizeram no RAW para a sua inclusão fazer sentido. Acho que o Big E tinha que estar na equipa. Desde que separaram os New Day o que é que o Big E fez? Nada. Tem apenas andado a promover o combate da sua stable com os profits. Acho que o Vince ainda não desistiu do Otis como andavam a dizer…
    Por último como ponto positivo, houve mais mas este destacou se, gostei bastante do segmento entre o Reigns e o McIntyre, talvez este seja o único combate em que tenho real interesse para domingo a par do New Day vs Profits.

  7. Rui jesus messias1 semana

    Como assim metem assim do nada o Otis na team Smackdown?? O Big E e o Sullivan riram-se disto. Muito má ideia ter sido o zayn a levar o pin. Smackdown fraquinho

  8. Facebook Profile photo

    Smack razoável. 7.0 de 0 a 10 do Bruno Meltzer Messiah

  9. Victor Márcio1 semana

    Drew vai arrebentar o little dog!

  10. Eduardo1 semana

    O Survivor Series vai Ser Um Ótimo PPV

  11. Rollins McIntyre fan1 semana

    Smackdown nada demais que venha o Survivor

  12. AF Natalia não tinha ser alguém do nxt

  13. 2 semanas seguidas sem nada de lars sulivan??? Já se foi o push?

  14. Bom SmackDown, mas abaixo dos últimos.
    Destaco:
    – bom segmento do Roman e Drew, com uma promo muito boa do Roman Reigns
    – muito bom combate entre o Rollins e Murphy
    – bom main event, o Jey Uso está muito bem e está a contar muito boas histórias com os combates

  15. Deste SmackDown destaco o combate do Murphy vs Seth Rollins o Rollins é mesmo um grande wrestrer espero que no futuro venha a ser babyface e enfrente o Roman Reigns pelo título e consiga vencer o título .

  16. Anónimo1 semana

    Mais um bom SmackDown. Boa assinatura de contrato entre o Roman e o Drew. Bons combates entre o Seth/Murphy e Daniel Bryan/Jey.

  17. Foi mais um excelente Smackdown em preparação para o Survivor Series!

  18. Não curti deste último episódio do SmackDown, estou de acordo com quem manifestou que foi o mais fraco dos últimos meses.
    Desde logo, aquele primeiro combate foi aleatório e acabou com Sami Zayn, que é campeão e vai lutar no Survivor Series, a sofrer o pin quando havia lá Robert Roode e Dolph Ziggler para isso.
    Depois, escolhe-se Otis para a equipa masculina da brand porquê? Há Daniel Bryan (também perdeu um combate de qualificação como o ex-Heavy Machinery) e Big E que trariam mais experiência e qualidade.
    Por fim, e como já referiram em comentários acima, acabar o go-home show antes de um dos maiores PPV com um vencedor que não estará presente é só ilógico.
    Apesar disso, devo dizer que gostei do segmento de assinatura do contrato entre Roman Reigns e Drew McIntyre e dos últimos dois combates (particularmente Murphy x Seth Rollins).