Faz login e reduz a publicidade

WWE TLC (16/12/2018): Chegou a hora de Asuka

há 6 meses Resultados 29

A WWE realizou este domingo o seu último grande evento do ano, o WWE TLC (Tables, Ladders & Chairs), que foi transmitido a partir do SAP Center, em San José na Califórnia. A WWE reservou para o final do ano um PPV com um card muito preenchido.

O WWE TLC foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui, o primeiro mês é grátis!

Como main-event deste PPV tivemos o combate Tables, Ladders & Chairs Match em que a SmackDown Women’s Champion Becky Lynch defrontou Charlotte Flair e Asuka. Um dos momentos mais inesperados da noite foi quando a Raw Women’s Champion Ronda Rousey interferiu e atirou Becky Lynch e Charlotte Flair de um escadote abaixo, permitindo à lutadora japonesa vencer o combate e tornar-se assim, pela 1ª vez, SmackDown Women’s Champion!

No masculino, destaque para dois combates com títulos em jogo: o primeiro entre o WWE Champion Daniel Bryan e o antigo campeão AJ Styles, que terminou com a vitória do “YES Man”; e o segundo pelo Intercontinental Championship entre o campeão Seth Rollins e Dean Ambrose, que acabou por mudar de mãos após vitória do “Lunatic Fringe”.

Quanto aos outros combates, com estipulações especiais no WWE TLC, tivemos: o primeiro combate TLC da noite em que Braun Strowman apareceu e venceu Baron Corbin, num combate em que muitos elementos do roster do Monday Night Raw ajudaram o “Monster Among Men”; vimos também Natalya lutar e a vencer Ruby Riott num Tables Match; um Chairs Match entre Rey Mysterio e Randy Orton onde a vitória sorriu ao lutador mascarado; e ainda um Ladder Match que aconteceu no Kickoff e onde Elias levou a melhor sobre Bobby Lashley.

Por fim, mencionar também: o WWE Cruiserweight Championship Match que aconteceu no Kickoff, entre o campeão Buddy Murphy e Cedric Alexander; a final do Mixed Match Challenge 2 da qual R-Truth & Carmella saíram vencedores; a Triple Threat Match pelos SmackDown Tag Team Championships entre os campeões The Bar, The Usos e os New Day; o combate entre Finn Bálor e Drew McIntyre; e ainda o combate entre a Raw Women’s Champion Ronda Rousey e Nia Jax.

Resultados

– WWE Cruiserweight Champion Buddy Murphy venceu Cedric Alexander (Kickoff)
– Elias venceu Bobby Lashley (Ladder Match) (Kickoff)
– R-Truth & Carmella venceram Jinder Mahal & Alicia Fox (Final do Mixed Match Challenge 2)
– SmackDown Tag Team Champions The Bar venceram The Usos e The New Day (Tag Team Triple Threat Match)
– Braun Strowman venceu Baron Corbin (Tables, Ladders & Chairs Match)
– Natalya venceu Ruby Riott (Tables Match)
– Finn Bálor venceu Drew McIntyre
– Rey Mysterio venceu Randy Orton (Chairs Match)
– Raw Women’s Champion Ronda Rousey venceu Nia Jax
– WWE Champion Daniel Bryan venceu AJ Styles
– Dean Ambrose venceu Intercontinental Champion Seth Rollins
– Asuka venceu SmackDown Women’s Champion Becky Lynch e Charlotte Flair (Tables, Ladders & Chairs Triple Threat Match)


O que achaste deste WWE TLC?

29 Comentários

  1. Foto de perfil do Facebook

    Tremendo combate pelo Smackdown Women’s Championship, triste pelo facto de Becky perder já, mas contente pela Asuka

  2. No geral gostei do evento e do main event.
    Foi um evento com bons combates nomeadamente o Dean/Rollins, AJ/BRYAN, Finn/Drew(Finalmente vejo o Finn a vencer alguém credível, já cansava vê-lo a levar no focinho constantemente…)
    Bom main event! Ansioso por ver a Charlotte ou a Becky a vencer o Royal Rumble (se não houver duplas vencedoras)

  3. Portista há 6 meses

    Estão a preparar Charlotte e Becky para o Royal Rumble juntamente com Ronda por isso a Asuka ganhou o título faz sentido,apesar de querer que a Charlotte ganha-se
    Eu ainda não vi as lutas ,só os resultados. Fiquei mesmo contente com a vitória do Rey,espero que ele tenha oportunidade de lutar pelo título ele merece. O que não gostei foi saber da vitória dos The Bar pensei que fossem os The usos
    Seth perder o combate foi uma anedota,vai continuar a seca de sempre…
    Grande Strowman já era hora de aquele
    Baron sair dali .

    • Erasmo há 6 meses

      Acredito que a luta entre as 3 será na wrestlemania e não no Royal Rumble.

      Seth tinha que perder este combate ele tem que está na rota do universal Champions ele é o cara que tirá o título ao Brock lesnar

      é uma pena para Braun que perderá mais uma vez

    • Fillipe há 6 meses

      Tem que ser um triple match na WM, então não daria a Rumble nem a Becky e nem a Charlotte, eu apostaria na Ember Moon ou na Sasha para que possam enfrentar a Asuka na WM

  4. Telespectador há 6 meses

    Excelente main event. Contente pela Asuka vencer, mas achei desnecessário a Ronda interferir para a Asuka ganhar. Mas repito: o combate foi excelente.

    • A ronda foi por storyline elas devem se enfrentar as 3 ou na rumble ou na wm, trata-se de uma rivalidade profissional com titulo mas ao mesmo tempo pessoal devido a toda esta raiva e brutalidade… Ansioso pelos próximos episódios

  5. Doughc há 6 meses

    Não vi o KIckoff, mas pretendo assistir Murphy x Alexander, Lashlay x Elias vou passar
    Vamos ao show

    R-Truth & Carmella venceram Jinder Mahal & Alicia Fox (Final do Mixed Match Challenge 2)
    A equipe certa venceu visto que eles conseguiram ficar overs e o R-truth é engraçado, o prêmio é ruim para os telespectadores que perdem a surpresa do number 30, mas pros vencedores mostra a importância de vencer o torneio

    – SmackDown Tag Team Champions The Bar venceram The Usos e The New Day (Tag Team Triple Threat Match)
    Muito bom como esperado dessas três equipes, espero que o Sanity venha a ter destaque em breve (quando a Croos subir e quem sabe como faces, por incrível que pareça eles foram ótimos faces no NXT)

    – Braun Strowman venceu Baron Corbin (Tables, Ladders & Chairs Match)
    Mais um angle do que um jogo, mas tudo bem feito com a grande vingança dos faces, pro Braun espero que ou ele vença o Lesnar e lute com o Drew na Wrestlemania ou ele perca graças ao Lars Sulivan que se beneficiaria de ser um Paul Heyman guy

    – Natalya venceu Ruby Riott (Tables Match)
    Não sou fã do enredo, mas fico feliz de ter uma luta de mulheres que não envolva o title e sim uma história pessoal, Ruby Riott espero que vença o Money in the bank 2019 ela é muito foda, mas não podia vencer essa luta.

    – Finn Bálor venceu Drew McIntyre
    Gostei e espero que o Ziegler se envolva de maneira inteligente nessa feud e tenha um face turn definitivo no final.

    – Rey Mysterio venceu Randy Orton (Chairs Match)
    Luta fraca, culpa da Gimmick do combate, a melhor luta chairs ainda é Corbin x Kalisto

    – Raw Women’s Champion Ronda Rousey venceu Nia Jax
    Luta divertida e gostei dos supapos que a Jax tomou da Lynch

    – WWE Champion Daniel Bryan venceu AJ Styles
    Lutão, final foi anti climax, mas foi uma baita luta,

    – Dean Ambrose venceu Intercontinental Champion Seth Rollins
    O meu maior desejo é Rollins universal champion, gostei da luta os dois tem muita química juntos.

    – Asuka venceu SmackDown Women’s Champion Becky Lynch e Charlotte Flair (Tables, Ladders & Chairs Triple Threat Match)
    Roubou o show , Asuka campeã, hoje já espero Lynch e Charlotte no Raw, podem ser trocadas por Sasha e Bayley

    Bom show no geral.

    • Filipe há 6 meses

      “– WWE Champion Daniel Bryan venceu AJ Styles
      Lutão, final foi anti climax, mas foi uma baita luta”
      O final foi assim porque ainda vamos ter mais um combate… que show de combate…

    • Foto de perfil do Facebook

      Aquela luta do Baron vs Kalisto foi top mesmo. Tragam de volta o Lone wolf pelo amor de Deus. Aquele end of days nas cadeiras…

      Tbm acho a Ruby phoda.

      Nia Jax para mim é mais talk do que outra coisa.

  6. BRUNOju. há 6 meses

    Que delícia, as mulheres no main event mais uma vez. Fizeram por merecer… Natalya e Ruby me surpreenderam, deram um combate divertido, e de certa forma deixou a Natalya muito credível pois conseguiu dominar três lutadoras sozinha. Ronda vs Nia foi o esperado.

    Agora, o Main event foi brutal, fantástico… apesar de vários spots serem repetições do que vimos no Evolution, não deixou de ser especial. Charlotte tem alguma coisa com mesas, vá se benzer mulher! kkkk… Gostei da interferência da Ronda Rousey, assim a rivalidade apimenta ainda mais. Só é uma pena ver Becky Lynch sem o cinturão, mas, isso só tem a ajudá-la ainda mais na popularidade. Merecidamente, Asuka nova campeã.

    Só queria dizer que Ambrose começar a lutar sem camisa foi uma das melhores decisões de 2018. Grande PPV.

  7. Portista há 6 meses

    Já acabei de ver as lutas todas algumas passei a frente como a dupla Carmela e truth e outro combate foi o Laslhey vs Elias
    Já os que vi tudo foi o do Rey fiquei contente pela vitória mas esperava mais do combate , espero que tenha oportunidade de lutar pelo Título
    Bryan vs Ah Styles ,incrível ganhar o Bryan 🤮🤮
    Charlotte,Asuka e Becky grande combate ,Asuka só ganhou porque Becky e Charlotte devem lutar contra Ronda. Dean vs Seth ,msm história de sempre ,uma seca

  8. Um dos melhores PPVs do ano na WWE, não que seja complicado, visto que a fasquia este ano não estava muito alta.
    Vários combates sólidos, outros que apesar de não serem maus, foram uma grande desilusão, e dois combates muito bons.

    Seth vs Dean é a feud desilusão do ano, começou tão bem, com um turn tão bem feito, e depois toda a feud foi fraca e desinteressante, e o combate foi um bocado aborrecido, com demasiadas rest holds.
    Espero que seja o fim da feud sinceramente, o Rollins é um dos 3 gajos que eu vejo a ganhar a Royal Rumble (além dele é o AJ Styles, e o Finn Balor).

    AJ Styles vs Daniel Bryan foi o combate da noite, o Bryan desde que fez o heel turn tem estado estupendo tanto em promos, como no ringue, o Styles foi o Styles do costume, simlpesmente Fenomenal.
    Não sei se a feud continua, ou não, visto que o combate acabou num roll up, mas acredito que vá no máximo atá á Rumble. Se o AJ ganhar a Rumble vejo-o a lutar pelo Universal Championship na WM, e a vencer o Lesnar.

    O main event foi muito bom, grande combate mesmo, fico muito feliz pela Asuka, é só pena que este reinado chegue com 8 meses de atraso mas com um reinado longo ela pode recuperar a aura que tinha no NXT.
    Charlotte esteve muito bem, assim como a Becky Lynch (a leg drop na mesa de comentadores até a mim me doeu).
    Espero que venhamos a ter Becky vs Ronda na WM, e Charlotte vs Asuka, num rematch.
    A divisão feminina do Smackdown está ao rubro, que continue assim.

    • Anônimo há 6 meses

      os 2 últimos Royal Rumble match, foram vencidos por lutadores do smackdown, não acho que seja novamente. acredito que o vencedor será do raw…

    • Se fores ver as estatísticas, é quase sempre alguém do Smackdown a ganhar.
      Além de que das 3 opções que dei, 2 são do Raw, e nos 3 casos vejo-os a desafiar o campeão do Raw

    • Filipe há 6 meses

      A Ronda foi la para se vingar da Charlotte e nao de Becky… vamos ver agora… mas podemos ter simplesmente Charlotte (rumble winner) vs Ronda e Becky vs Asuka
      Como é possivel ter durante este tempo todo Sasha e Bayley quase sem rumo… estragaram a possivel grande feud entre elas e agora é nada…

    • A Ronda atacou as duas.
      Se ela se tivesse ido vingar só da Charlotte, tinha só atacado a Charlotte

    • Foto de perfil do Facebook

      Se estavam as duas no escadote… ao empurrar uma ia tbm empurrar a outra XD.

      De qualquer forma acho que a Ronda tbm se quis vingar daquela humilhação que a Becky a fez passar

  9. Kauê Silva há 6 meses

    Que grande evento, finalmente WWE, espero que a recuperação comece com ele!
    No “kickoff” boas lutas num geral, Murphy mantendo a linha do 205, Elias impondo respeito e Truth e Carmella muito bem também até, mesmo que não venham a render na Royal Rumble, estão com grande popularidade! The Bar também bem demais e que o domínio continue no SD!
    Braun Strowman só fazendo presença no ataque dos indignados do Raw sobre o Baron Corbin, grande ação de Heath, Roode, Gable, Bálor, Apollo e claro do grande Kurt Angle, ainda bem que isso mudou, espero ter ordem no Raw e que o Braun destrua o Brock no Royal Rumble!!
    Devemos destacar também que os “gigantes” foram derrotados por “underdogs”, Drew, Randy e AJ Styles, deram trabalho, mas Finn, Rey e Daniel Bryan vieram com tudo para derrotá-los, boas lutas, citando que tivemos o Ziggler interferindo e o WWE Title se manteve, o AJ não gostou nada disso!!
    Dean Ambrose e Seth Rollins fizeram um dos melhores combates se não o melhor de todos, o Intercontinental Title merecia uma grande luta e ele a teve, que venham mais confrontos assim!
    Na divisão feminina ótimos confrontos também, Natalya destruiu Ruby Riott, honrando o grande Jim Neidhart, Ronda atuando de forma dupla derrotando bem a Nia Jax e depois interferindo no evento principal a provocando quem sabe a triple threat que todos queremos frente a Becky e Charlotte, mas no fim Asuka mandando ver e o Smackdown tem uma nova campeã!!
    Parabéns TLC derrotou muito bem o péssimo Survivor Series!!!!

    • Filipe há 6 meses

      DEan vs Seth foi um desilusão… se nao fosse o mix tag team seria o pior da noite…

  10. SCBraga99 há 6 meses

    Este foi um grande pay-per-view com bons combates, em especial o AJ vs Bryan, o Dean vs Seth e claro o main-event.
    Análises dos combates:
    – O combate pelo Cruiserweight champion entre o Murphy e o Alexander foi o que se estava á espera, o resultado era óbvio mas eu estava a torcer para que o Alexander ganhasse e este combate merecia estar no card do evento e não no Kickoff.

    – O Elias vs Lashley, por acaso eu até ver o combate não sabia porque é que tinham posto o combate com a estipulação Ladder Match mas quando vi o que ia ser usado para ganhar o combate percebi que o resultado era óbvio e foi um combate bom.

    – No combate entre a tag team do Jinder Mahal e a Alicia Fox vs R-Truth e Carmella era um combate que eu estava a torcer para que o R-Truth e a Carmella ganhassem e ainda bem ganharam.

    – Depois o combate pelo Smackdown Tag Team Champions foi um bom combate que esteve á altura das expectativas que estavam postas para o combate mas fiquei triste com o resultado estava a torcer para que os Usos ganhassem.

    – Achei interessante e justo o que fizeram ao Baron Corbin pêlos ataques que ele tem feito ao Finn e ao Elias nas últimas semanas e gostei que o Kurt Angle regressasse para ajudar o Braun.

    – Este foi mais um dos combates que para mim era óbvio o resultado, a parte que mais gostei neste combate foi as três membras da Riott Squad terem sido atiradas para cima de uma mesa pela Natalya.

    – O Finn Bálor vs Drew McIntyre foi um bom combate e gostei da vitória do Bálor.

    – Mysterio vs Orton também foi bom e também gostei da vitória do Mysterio e espero que agora no próximo smackdown ele comece uma rivalidade com o Nakamura pelo United States Champion e que conquiste o título que ele merece conquistar é porque o reinado do Nakamura está a ser muito chatos as lutas dele não são boas.

    – O combate pelo Raw Women’s Champion superou pelo menos as minhas expectativas por causa dos últimos combates entre a Nia Jax e a Ronda Rousey.

    – O combate pelo wwe champion entre o AJ e o Bryan foi o melhor da noite mas não gostei da forma como o Bryan ganhou.

    – O Dean vs Seth foi dos melhores combates de 2018 e dos melhores pelo Intercontinental Champion.

    – O main-event foi o 2° melhor combate da noite com mesas partidas, o salto da Becky quase do topo do escadote para cima da flair na mesa dos comentadores e não foi o melhor da noite por causa da interferência da Ronda.
    A nota que eu dou a este pay-per-view é um 7 pelos bons combates e pelas surpresas que houve ao longo do evento.

  11. já querem enterrar o Drew McIntyre? Se querem torna-lo universal champion deviam ter dado a vitória a ele e não ao finn borelor, pelo amor vince não queima o cara denovo não.

    • Perdeu 2 combates em 2018, ambos por interferência.
      Fazes alguma ideia do que é enterrar?

    • não importa, a wwe não queria proteger o McIntyre? que derrotas são essas? pelos spoiler ele perde denovo no raw dia 24 e ainda leva um finisher do zigler, não gosto disso, pois começo a pensar na época do the chosen one pra acabar jobbando no 3mb. já que tu sabes de tudo, devias saber que a wwe é traiçoeira e gosta de enterrar talentos.

  12. Meus amigos… Que noite! Contrariando minhas expectativas, foi um grande TLC (fico meio apreensivo com combates com as estipulações de ontem, mas deu tudo certo no fim).
    Confesso que não vi o kickoff porque me passei no horário, mas o resultado de Elias e Lashley foi o esperado e os cruiserweights certamente entregaram uma boa luta.
    A final do MMC2 foi previsível, mas não foi ruim. O Truth, mesmo com idade, voando no ringue, sempre me agrada (espero de coração que ele volte a ser relevante na WWE), e gostei muito de ver a Mella acabando o combate com o Code of Silence, já fazia tempo que não via ela ganhando por submissão. O segmento depois do combate me fez rir bastante também 🙂
    A luta de tags do SmackDown foi boa também, com destaque para a festa de Superkicks, cortesia dos Usos. Esperava que estes ganhassem, porque, apesar de serem uma dupla sólida, os The Bar, na minha opinião, não deveriam existir. Depois de tudo o que aconteceu até virarem duplas, foi algo muito “WTF”, e, por mais que eu goste muito do Sheamus, o Cesaro não tem todo o seu potencial aproveitado nessa divisão. Gosto dos New Day também, mas os Usos merecem mais o título. Espero que novas rivalidades surjam…
    No momento satisfatório do PPV, tivemos a volta de Braun Strowman. Mesmo impedido de lutar, ganhou do Corbin com a ajuda dos faces do RAW. Fiquei confuso com a quantidade de mocinhos: ou botavam todos, ou apenas os que tinham sido afetados. Apollo Crews aparecia no máximo nas gravações antes do show e a dupla de Gable e Roode foram até beneficiados com chances dadas por Baron. Não entendi mesmo… Mas o fato é que, se o Vince ainda tiver um p

    • Hehe… Apertei para enviar sem querer…
      Como dizia, se o Vince tiver um pingo de lucidez na velhice dele, o Corbin não será mais GM, o Braun ganhará no Royal Rumble e o Lesnar dirá adeus à companhia. Acho que grandes mudanças vêm por hoje…
      A seguir temos Natalya contra Ruby Riott num combate de mesas. Resultado previsível, com a Nat lidando com todas as integrantes do Squad e enfiando duas delas em mesas (se não me engano a Liv até se lesionou, lembro bem de ter visto ela atravessando a madeira de forma brutal). Que a Ruby não perca a importância com essa derrota, talvez mais para frente ganhe oportunidades pelo Royal Rumble, MITB ou até mesmo na provável divisão de duplas femininas (nesse caso viraria um Cesaro mulher, ela tem muito potencial para ser jogado fora assim). Já para Natalya, que a usem totalmente over ou deixem ela se aposentar, já se tornou entediante ela de midcarder.
      Em um combate que eu estava esperançoso, colocaram o Ziggler no meio. Entendo que é para fins de booking, mas queria ver o Finn ganhar do McIntyre sem interferências. São dois lutadores de incrível potencial, mas que a WWE afunda com suas decisões. Drew provavelmente vai entrar na rota do título Universal, enquanto Bálor vai continuar com rivalidades sem sentido. Poderiam botá-lo para batalhar pelo título Intercontinental, mas acho complicado. Foi um combate bom, mas que já tinha um resultado previsível e que acabou de uma maneira meio ruim.
      Rey e Orton tinha tudo para ser uma luta monstruosa, mas, devido à idade dos senhores, foi resumida a pouco mais de 10 minutos. Lembram que eu disse que sempre fico receoso quando o assunto é combates com estipulações de TLC? Pois então, era disso que falava. Lutas com cadeiras são sempre a mesma coisa: pancadas nas costas e estocadas na barriga. Randy até planejou dar um RKO em cima de 4 cadeiras, mas Mysterio conseguiu reverter a situação e ganhar a luta. Nada fora do esperado…
      Finalmente gostei de algo que a Ronda fez. Sempre tive minhas dúvidas quanto a ela ser campeã mesmo sem ter passado meio ano na WWE (foi pelo dinheiro e atenção, podem chorar). Depois das boas vindas no Survivor Series, aceitei que agora ela era uma lutadora de wrestling, e ontem provou isso. Vingou todo o público espancando a mão que tirou Becky Lynch do PPV passado (curiosamente, do combate que seria contra a própria Rousey). Foi um grande combate de força contra técnica, em que a força ficará na divisão feminina de duplas e a técnica continuará com o título. Se tudo der certo, teremos Ember Moon lutando por ele no Royal Rumble (ou antes, para que ela possa estar na battle-royale e combater na WM por ele, mas acho a primeira opção mais provável)
      Agora chegamos nos combates com mais de 20 minutos, todos muito bons, apesar de previsíveis.
      Fiquei surpreso em ver o combate entre Bryan e Styles acabar como acabou. Sem golpes baixos, sem desqualificações e um roll-up pra colocar um ponto final. Foi uma luta dinâmica e rápida, que confesso que não lembro muito bem. Acho que o único momento que realmente me recordo foi quando o AJ foi fazer um Styles Clash após desistir de um pin e o Bryan não quis enganchar os braços em suas pernas (fora as diversas tentativas de submissão, é claro).
      Seth Rollins e Dean Ambrose. Antigos irmãos de SHIELD, inimigos declarados. A vingança do Ambrose finalmente se concretizou, espero que boas rivalidades se formem em volta do título. Seth vai atrás do Lesnar. Uma luta brutal entre dois lutadores com uma química perfeita. Dean atacando o fisicamente, explorando aquele joelho esquerdo, e mentalmente, tentando até voltar com a stable em certo momento. Seth entregando mais uma grande atuação, merece muito o título máximo da brand que estiver. Estou mesmo curioso para saber o que vai acontecer quando Roman se recuperar…
      E chegamos na luta principal. Que guerra meus amigos! Aquele powerbomb que a Asuka deu em Lynch nas escadas, Charlotte sedenta por sangue mais uma vez, outro pulo de Becky em cima da mesa dos apresentadores… Apenas um combate digno de WrestleMania! Em certo momento, achei que Flair não ia continuar: pisou em falso e pareceu machucar a perna (e acho que foi ela que quebrou uma mesa com a nuca). Mas ela voltou e quase ganhou o título, deu um Spear em Asuka e ainda se matou mais um pouco. Bevky um pouco apagada, mas nada que me deixasse triste. Quando adicionaram a Asuka ao combate, sabia que dariam o título para ela. Se entregou demais em rigue (e fora dele também. Só não achei necessária a interferência de Ronda Rousey, mas, como já falei, às vezes precisamos ceder em prol do booking (finalmente usaram esses PPVs interbrands para alguma coisa). Que a japonesa volte a ser respeitada como era no NXT, Becky continue em alta e não deixem que esse lado psicopata da Charlotte vá embora. As mulheres merecem mais combates assim!
      Fechamos o ano com chave de ouro, com um dos melhores PPVs de 2018. Que até o Royal Rumble não tomem nenhuma decisão ruim, para que cheguemos no mínimo à WrestleMania hypados.
      Feliz Natal e que 2019 seja cheio Piledrivers pra vocês! XD

  13. Pelo menos terminamos bem o ano, um bom PPV!!!

    Mixes tag = estupido, mas já se sabia

    Smack triple tag, bom combate, agora seria bom olharem para novos candidatos tipo sanity

    Strowman não podia lutar logo este angle para poder tirar o corbin de lá, o que se segue para o line Wolf e quem sera o GM da raw??

    Natie vs ruby, surpreendeu me, pensei que ia ser seca, mas nao , foi um bom combate e com uma historia consistente durante as passadas semanas

    Ronda vs nia a cima das espectativas, ambas estiveram bem e o combate foi bom de se ver

    Finn vs Drew combate razoável mas nao gostei DK resultado, por outro lado acredito numa triple treat com o zigler na rivalidade e a i sim ira ser um ótimo combate

    Rey vs orton fraco e esperava muito mais

    Dean vs Rollins foi bom mas acho que tinham capacidade para mais

    AJ vs Bryan o mesmo que Dean e Rollins

    Main event incrível, asuka merece o titulo e a interferência da ronda ainda apimentou mais a rivalidade com a Becky e Charlote

  14. Até que nem foi um mau PPV mas… também não sei se consigo dizer que foi bom. Teve os seus momentos vá…

    Kickoff match – combate agradável, como se esperava. O Murphy tem potencial para ser um midcarder de peso no futuro, espero que não caguem nele depois do seu reinado acabar.

    Elias vs Lashley – acho que a forma mais ou menos nonchalant como o Elias ganhou vai contra a apresentação que a personagem do Lashley tem tido mas whatever…

    Mixed tag match – o Truth e a Carmella são uma dupla bastante divertida, não tenho mais nada a dizer sobre isto…

    Triple Threat tag match – combate decente que podia ter sido bem melhor imo

    Strowman vs Corbin – foi uma tentativa kinda razoável de remediar a lesão do Braun mas infelizmente a storyline não foi suficientemente bem construída para justificar o que aconteceu. Mas pronto, vou rezar para que seja desta que o Strowman ganha o título.

    Natalya vs Ruby – na minha opinião esta foi uma storyline bastante tasteless e a forma como a Natalya se livrou da Liv e da Sarah sem qualquer dificuldade descredibilizou o grupo ainda mais do que este já estava.

    Bálor vs McIntyre – não estava à espera que o Drew perdesse pois pensava que iam transformá-lo numa besta imparável mas ok. Ele só perdeu devido à interferência do Dolph por isso aceita-se.

    Rey vs Randy – bom combate. Gostei da forma como o Mysterio utilizou as cadeiras para criar moves inovadores. Só estava à espera de mais sadismo por parte do Orton.

    Rousey vs Nia – well, a Ronda conseguiu arrancar um combate satisfatório da Jax. Muito bem…

    Bryan vs AJ – a forma como o ritmo do combate variava dependendo de quem estava por cima para salientar o calculismo do Daniel e a frustração do Styles foi muito bem trabalhada. Conseguem fazer melhor mas foi um belo combate.

    Rollins vs Ambrose – ao contrário do que aconteceu no combate pelo WWE Championship, o ritmo lento e metódico não resultou neste combate, de todo. Fez lembrar HHH vs Randy Orton na WM 25 onde se esperava um confronto de grande intensidade e acabou por ser um combate secante que não esteve sequer perto de demonstrar o “ódio” que deveria existir entre os dois envolvidos dado a sua história. Basicamente, para mim, este combate reflete o resto da rivalidade: uma desilusão. Com estes dois, tinham a obrigação de fazer muito melhor. O potencial do Dean enquanto heel está a ser muito mal explorado.

    Main Event – como já se adivinhava, combate muito bom. A agressividade e intensidade demosntrada pelas três foi algo lindo de se ver e o grande momento da Asuka finalmente chegou (8 meses atrasado, diga-se de passagem…). Só fiquei triste por a Becky ter tido um reinado relativamente curto mas se isto tudo resultar num combate entre ela e a Ronda na WM pelo Raw Women’s title e com a vitória a sorrir à “The Man”… I’m all for it 🙂

Comentar