WWE transmitiu este domingo, a partir do ThunderDome no Tropicana Field na cidade de São Petersburgo, na Flórida, o seu último pay-per-view do ano, o TLC.

O WWE TLC foi transmitido na WWE Network. Subscreve aqui!

Resultados

Big E, Daniel Bryan, Otis & Chad Gable venceram WWE Intercontinental Champion Sami Zayn, King Corbin, Shinsuke Nakamura & Cesaro (Kickoff)
– WWE Champion Drew McIntyre venceu AJ Styles e The Miz (Triple Threat TLC Match)
– SmackDown Women’s Champion Sasha Banks venceu Carmella
– Hurt Business (Shelton Benjamin & Cedric Alexander) venceram Raw Tag Team Champions Kofi Kingston & Xavier Woods
– Raw Women’s Champion Asuka & Charlotte Flair venceram WWE Women’s Tag Team Champions Shayna Baszler & Nia Jax
– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Kevin Owens (TLC Match)
– Randy Orton venceu “The Fiend” Bray Wyatt (Firefly Inferno Match)

Report

– Big E, Daniel Bryan, Otis & Chad Gable venceram WWE Intercontinental Champion Sami Zayn, King Corbin, Shinsuke Nakamura & Cesaro: O primeiro combate da noite foi ainda no Kickoff e os minutos iniciais deste 8-Man Tag Team Match foram dominados por Big E, Daniel Bryan, Otis & Chad Gable. Todavia, com alguma batota, o quarteto de Sami Zayn, King Corbin, Shinsuke Nakamura & Cesaro conseguiu virar o ímpeto a seu favor, tendo isolado Daniel Bryan durante alguns minutos. O domínio acabou em confusão com quase todos os lutadores a envolverem-se no combate, o que fez com que Otis virasse o embate do avesso.

Como seria de esperar, o caos instalou-se nos minutos finais e parecia que Sami Zayn ia aproveitar para vencer este 8-Man Tag Team Match, mas a matreirice do “Great Liberator” esbarrou no seu rival Big E, que também entrou em ringue e com o Big Ending fez o pin no WWE Intercontinental Champion.

– WWE Champion Drew McIntyre venceu AJ Styles e The Miz (Triple Threat TLC Match): Os minutos iniciais do TLC Match pelo WWE Championship começaram com Drew McIntyre a dominar AJ Styles de forma bastante agressiva, tanto dentro como fora do ringue. O “Phenomenal One” só começou a ter algum domínio neste combate quando conseguiu fazer das pernas do campeão escocês um alvo, na tentativa de o fazer não conseguir subir o escadote.

O ataque feroz de AJ Styles ia esbarrando na força do WWE Champion, que se foi mantendo vivo usando as várias armas que rodeavam o ringue. Quando parecia que nos estávamos a aproximar dos momentos finais deste TLC Match, Drew McIntyre atirou AJ Styles para fora do ringue, mas The Miz e John Morrison vieram e tiraram o campeão de cena com uma Powerbomb, anunciando assim o cash in.

Porém, The Miz não foi muito inteligente e em vez de esperar pela oficialização do seu cash in no topo do escadote, ficou cheio de bazófia e subiu com demasiada calma, o que o levou a ser atacado por Omos, que de seguida perseguiu John Morrison até ao backstage.

Os minutos finais foram caóticos, com os três lutadores a enfrentarem-se no topo de dois escadotes e a quase vencerem. Porém, no final foi mesmo Drew McIntyre que conseguiu tirar os seus dois adversários de ação e subir o escadote por uma última vez para vencer este TLC Match e reter o WWE Championship.

De seguida nos bastidores, Paul Heyman ficou zangado por Kayla Braxton querer saber a estratégia de Roman Reigns, mas afirmou que não dirá a estratégia, mas que dará um spoiler: Kevin Owens irá se aleijar neste combate pelo WWE Universal Championship contra o “Tribal Chief”.

– SmackDown Women’s Champion Sasha Banks venceu Carmella: Sasha Banks entrou de forma agressiva neste combate e dominou até ao momento em que o “sommelier” de Carmella ajudou a lutadora de forma quase ilegal.

Depois de um curto domínio, a “The Boss” começou a recuperar o ímpeto e quase venceu com o seu Frog Splash. No entanto, Carmella virou o combate do avesso e quase venceu por várias vezes nos minutos seguintes deste embate pelo título, tanto com o seu Facebuster como com várias manobras de submissão.

No final, já depois do “sommelier” de Carmella ter sofrido um Meteora, Carmella acertou dois Superkicks fora do ringue e quase venceu, mas quem conseguiu a vitória foi Sasha Banks que aplicou o seu Bank Statement e reteve assim o SmackDown Women’s Championship.

Nos bastidores, Billie Kay tentou convencer a Raw Women’s Champion Asuka para que esta a aceitasse como sua parceira de equipa, mas a “Empress of Tomorrow” revelou que já tinha uma escolhida.

– Hurt Business (Shelton Benjamin & Cedric Alexander) venceram Raw Tag Team Champions Kofi Kingston & Xavier Woods: Os New Day entraram com tudo neste combate e quase venceram o duo do Hurt Business sem estes sequer terem alguma ofensiva, mas a experiência de Shelton Benjamin e a agressividade de Cedric Alexander conseguiram isolar Xavier Woods e assim dominar este Tag Team Match. Ainda assim, quando Kofi Kingston entrou em ringue mostrou porque já foi WWE Champion no passado e quase venceu o combate sozinho.

Só que o final foi caótico e Shelton Benjamin, com um Suplex da 3ª corda, deixou Kofi Kingston completamente KO. No fim, Cedric Alexander fez o blind tag e acertou o Lumbar Check e foi ele que fez o pin, para assim conquistar os Raw Tag Team Championships para a Hurt Business.

Nos bastidores, o WWE Intercontinental Champion Sami Zayn foi refilar com Kayla Braxton por esta ter disponibilizado o áudio dos insultos que o “Great Liberator” fez a um empregado da WWE. Sami Zayn tentou com que a entrevistadora admitisse que foi Big E que lhe deu o áudio, mas esta afirmou que não divulga as suas fontes, o que deixou Sami Zayn completamente piurso.

– Raw Women’s Champion Asuka & Charlotte Flair venceram WWE Women’s Tag Team Champions Shayna Baszler & Nia Jax: Como foi especulado nos últimos dias, tivemos o regresso de Charlotte Flair que fez equipa com Asuka e as duas lutadora dominaram os primeiros momentos deste embate pelo WWE Women’s Tag Team Championships.

No entanto, as campeãs conseguiram isolar a “Empress of Tomorrow” e dominaram durante alguns minutos, até que Asuka fez o tag em Charlotte Flair e esta veio com tudo para dentro de ringue, virando o ímpeto por completo.

No final, as duas equipas quase venceram por várias vezes e foi mesmo Charlotte Flair que acertou o seu Natural Selection em Shayna Baszler, para assim vencer o seu combate de regresso e conquistar os WWE Women’s Tag Team Championships com Asuka.

Nos bastidores, Big E e o WWE 24/7 Champion R-Truth estavam a gozar com Sami Zayn, que veio discutir com os dois e insinuou que Big E não tem feito nada desde que está sozinho. Big E ficou bastante mais sério do que é habitual e afirmou que é melhor Sami Zayn não continuar a brincar.

– WWE Universal Champion Roman Reigns venceu Kevin Owens (TLC Match): O TLC Match pelo WWE Universal Championship começou ainda antes da sineta tocar, com Kevin Owens a atacar o campeão de surpresa. Jey Uso tentou ajudar o seu primo, mas Kevin Owens estava focado em destruir os dois rivais. Quando Jey Uso já estava a ser levado pelos médicos da WWE, essa pequena distração abriu espaço para o “Tribal Chief”, armado com várias armas, conseguir virar o ímpeto a seu favor.

Apesar do “Tribal Chief” estar no controlo deste TLC Match, Kevin Owens estava decidido a vencer o WWE Universal Championship ou a morrer a tentar, e atacou o seu rival com tudo. Porém, Jey Uso veio de novo ao ringue e juntou-se ao seu primo e os dois começaram a punir o “Prizefighter”. Só que Kevin Owens parecia que estava a lutar no corpo de outra pessoa, pois continuou a levantar-se e a atacar os seus dois rivais com tudo o que tinha.

Com o passar dos minutos, Roman Reigns assumiu o controlo do combate, mas mesmo assim não havia forma de Kevin Owens desistir, mesmo depois de um Spear contra uma mesa.

Kevin Owens quase conseguiu o impensável por várias vezes, mas Jey Uso ajudou o seu primo mais uma vez, pois deu espaço para o “Tribal Chief” subir ao escadote acertar um low blow em Kevin Owens, seguido da sua Guillotine Choke, e assim finalmente conseguir tirar o “Prizefighter” de combate e reter o seu WWE Universal Championship.

– Randy Orton venceu “The Fiend” Bray Wyatt (Firefly Inferno Match): Como seria de esperar, o “The Fiend” entrou de forma dominante e nada do que Randy Orton lhe fazia o afectava. Com o passar dos minutos, o monstro lá conseguiu ligar as estruturas de fogo que rodeavam o ringue. A partir desse momento, o “The Fiend” tentou sempre incendiar Randy Orton, mas este foi conseguindo escapar e usou um ferro e as escadas do ringue para ganhar algum ímpeto.

Fora do ringue, Randy Orton preparava-se para acertar o seu RKO, mas acabou na Mandible Claw do “The Fiend”. Quando parecia que o bizarro lutador ia vencer este Firefly Inferno Match, o “The Viper” conseguiu rodar e foi então que encostou as costas do “The Fiend” às chamas e este começou a arder, tendo Randy Orton ganho este combate.

Porém, a ação ainda não tinha terminado, pois mesmo em chamas o “The Fiend” continuou a querer lutar e só ficou fora de ação depois de um RKO de Randy Orton dentro do ringue.

Para fechar este TLC e na tentativa de se ver livre do “The Fiend”, Randy Orton pegou num recipiente com gasolina e espalhou-a pelo corpo do seu rival, tendo em seguida acendido um fósforo e pegou fogo ao corpo de “The Fiend” Bray Wyatt, no que foi a última imagem deste evento.


O que achaste deste WWE TLC?

45 Comentários

  1. Tiago Carvalho2 anos

    Só começa daqui a uma hora certo?

  2. El Cuebro2 anos

    Sério que não teremos Big E vs Sami pelo IC Title?

  3. Se era para acabar assim não era necessário o Miz ter feito cash in hoje.

  4. The Miz falhou no cash-in… Parece que a WWE não queria mesmo fazer nada com a mala e despacho-a assim. Tem uma brasileira no ThunderDome. Será que frequenta o site? Acuse-se 😁.

    • Marco2 anos

      Adorei o Inferno match mas a acho que o The Fiend podia ter dado mais luta.

  5. joao2 anos

    a wwe acabou de matar a unica coisa que mantia muitos fãs ativos… wtf?

    • Wolf2 anos

      infelizmente a wwe morreu com este final.

    • The Fiend é tipo Jason. Façam o que fizerem, ele volta sempre.

    • mirandelas2 anos

      vocês reclamam com tudo fds. Nunca estão contentes com nada. Final espetacular e que dá muito que falar.

    • Anônimo2 anos

      Eu acho que pelo final o The Fiend ainda tem muita credibilidade, porque ele nem levou contagem, e ele vai voltar

  6. The Heartbroken Killer2 anos

    Que final de combate mesmo desapontante do Randy Orton com o The Fiend!

    • Marco2 anos

      Tbm achei, acho que o The Fiend no fim podia ter dado mais luta ou então agarrava no Orton enquanto estava a arder e ardiam os 2.

    • Não concordo. Vem aí algo muito bom vão ver

    • The Heartbroke Killer2 anos

      Marco – isso seria uma ótima ideia!

      the tiger – espero bem que sim porque aquele final de combate desiludiu-me muito

  7. MC2 anos

    Dois ultimos combates, dignos de main event. O TLC foi excelente e por fim o Wow factor do The Fiend a “queimar”, uma derrota que o vai solidificar como monstro (porque ele evidentemente vai voltar daqui por umas semanas, como Fénix). Bom PPV em geral.

    • joao2 anos

      wrestling não funciona assim. ninguém volta mais forte depois de perder. já é a 3ª derrota da fiend. que raio é q o vince anda a fazer

    • MC2 anos

      Então espera 2, 3 semanas e vê como o Fiend regressará ainda mais “twisted” (e provavelmente com uma aparência ligeiramente diferente) e desmantelará alguém no Rumble (ou volta mesmo no próprio, para ganhar). 🤣 Fiend vs Roman na WM.

    • Surf2 anos

      Derrotas nao significam enterros, ainda mais desta forma

  8. Marco2 anos

    Wolf não significa propriamente o fim do the fiend. Acredito que pela história que a personagem tem ainda vai ressurgir das chamas outra vez

    • joao2 anos

      wrestling não funciona assim. ninguém volta mais forte depois de perder. já é a 3ª derrota da fiend. que raio é q o vince anda a fazer?

    • Marco2 anos

      João, isto é só para dar ainda mais poder à personagem. É só para torna lá ainda mais forte para po lá na rota do título da wwe.

    • joao2 anos

      e existem 1001 formas de o fazer sem o meter a perder. ele já sobreviveu a 20 curb stomps mas vem um rko e ele fica logo KO? há muitas maneiras de meter uma personagem que é suposto meter medo over, e esta não é uma delas

    • É sim João. Foi muito bom. Então queres que o fiend ganhe sempre? Não mete piada

  9. Erasmo2 anos

    Bryan wyatt é exatamente como Mike foley por mais que perdesse nunca era enterrado!

    curioso para 2021 quem tirará o título ao Roman 🤔

    • Anónimo2 anos

      Mesmo que não vá atrás do título quando voltar, o Seth Rollins é um bom candidato.

  10. Ryu2 anos

    Fiquei feliz pelo Miz ter falhado o Cash In. Nada contra ele, mas nesta altura com a Wrestlemania a aproximar-se penso que é melhor manter o título no Drew, até porque o actual reinado tem cerca de um mês.

    De resto até gostei bastante, 1º PPV em anos que foi bastante sólido desde o inicio ao fim.

    • Pedro2 anos

      És mesmo estúpido.
      O The Miz não ganhava um título mundial à 10 anos e agora sei q NUNCA mais o irá ganhar na vida.
      Eu não estou a dizer ele tinha de fazer o cash in no TLC, pessolamente até acho q seria muito cedo mas o facto de ele ter perdido a melhor oportunidade de vitória na sua carreira prova q o Vince desistiu completamente dele.
      O Drew Mcintyre é só mais um super athlete do Vince.

    • Ryu2 anos

      Obrigado pela simpatia.
      Esqueci-me que esta comunidade é bastante sensível e nunca está contente com nada. Enfim

    • Pedro2 anos

      Eu ficava contente se o The Miz não tivesse feito o cash in agora e o guardasse para mais tarde.
      Ele merecia ser campeão mundial uma última vez.
      Nem me importava q o Drew tivesse ganho clean a o Aj Styles, mas o facto de o The Miz ter falhado o cash in é simplesmente mal feito. Ele nunca mais vai ter outra oportunidade.

    • Então o raw já tem baixa audiência e queres o miz a campeão? Ele não tem credibilidade no momento

  11. Foi um PPV no minimo interessante,mas que teve boa qualidade.
    -Drew McIntyre vs AJ Styles
    Esperava que este fosse o main event mas acabou por ser um otimo opener do show.
    Gostei dos spots que foram feitos no combate e da hstoria que contaram,o cash in foi executado na altura certa pena foi ter sido um cash in falhado.
    Nao me importava de ver mais um combate entre o Drew e o AJ desta vez na Rumble.
    -Sasha Banks vs Carmella
    Foi um combate decente para nivel de PPV.
    -Hurt Business vs New Day
    Mais um combate de boa qualidade entre estas duas equipas,a nao desapontar.
    Gostei de ver que os Hurt Business sao campeoes,e tem agora esta nuance de o Cedric parecer estar a distanciar-se dos HB,veremos como isto progride daqui para a frente.
    -Kevin Owens vs Roman Reigns
    Foi um otimo combate,historia muito bem trabalhada com o Jey a vir constantemente ajudar o Reigns e o KO a tentar fazer de tudo para vencer o combate,e aquele final com o Reigns calmamente a agarrar no belt para a vitoria.
    -Randy Ortons vs The Fiend
    Combate bastante bizarro,ainda assim bastante interessante.
    Curioso para ver o que este incedio do Fiend significara para o futuro da personagem.

  12. The Phenomenal One2 anos

    Achei um grande pay-per-view para fechar o ano de 2020 com chave de ouro, só fiquei desapontado com o The Miz por ter falhado no cash-in, pensei que a WWE fosse deixá-lo com a mala até a WrestleMania e lá ele faria o cash-in, mas enfim, gostos são gostos… Outra coisa que me surpreendeu foi a troca dos títulos de duplas femininas, esperava que fosse a Charlotte a parceira da Asuka, mas pensei que fosse rolar um desentendimento entre as duas ou uma traição por parte da “Queen”, mas elas venceram os títulos de duplas, resta ver o desenropar dessa história, mas que bom que a Charlotte voltou, para elevar a divisão feminina do Raw e para um futura feud com a Asuka, fora isso nada mais me surpreendeu, a vitória do Randy não foi uma surpresa na minha opinião, apesar de eu ter apostado no The Fiend na Liga. E para os que acham que o The Fiend foi “enterrado” mês que vem ou em fevereiro ele volta mais forte ainda, e para quem acha isso errado, saiba que o personagem dele é “O demônio” ou seja, é um monstro.

  13. Anonimo2 anos

    Foi um bom PPV com ótimas lutas mas resultados ruins.

    – A vitória do Drew foi numa excelente luta, mas além do Miz falhar, apesar que quem colocou a mala foi o John e acho que o Miz vai reclamar, tb me incomodou a forma como o Drew ganhou. Ele tá muito over “apelão”. Sei lá, eu colocaria o Sheamus para ajudá-lo de alguma forma (mesmo que seja pra trair depois e iniciar uma nova feud)

    – Vitória do HB foi a melhor decisão. E numa luta muito boa. Como não temos muitas duplas no RAW eu ainda continuava a rivalidade por uma ou duas semanas.

    – achei ok a vitória de Asuka e Charlote, mas é aquilo, descredibilizam duplas reais pra dar o título a duplas formadas de qualquer forma. Acho meio ruim, assim como achei ruim a forma como a Shayna levou o pin, com um golpe até simples.

    – excelente luta do RR e Owens, é interessante como o RR não tá tão over como o Drew (ao meu ver) precisou duas vezes de ajuda externa pra vencer. Acho que o Owens não sai tão desvalorizado

    – gostei da luta final, vejo o pessoal reclamando que poderia ser melhor, mas é aquilo, o Bray não é um bom lutador, então tem que rolar essas estipulações mesmo pra ficar melhor. E por falar em over, fico me perguntando pra onde vai o Orton? Ele tocou fogo na maior ameaça da WWE, fica meio sem sentido agora ele vir a perder de “”qualquer um””

  14. Bom TLC.
    – Drew McIntyre vs AJ Styles
    A luta foi boa, mas nada de especial. Não gostei do final, não era para ter havido cash in, não por ter falhado (que também é pena) mas por não ajudar nenhum dos envolvidos na luta.
    – Carmella vs Sasha Banks
    Gostei, a Carmella está melhor, acho que podia ter ganho o título, mas a Sasha também merece o reinado longo.
    – Hurt Business vs New Day
    Outro bom combate destes 4 com os vencedores certos, vamos ver no que dá isto do Cedric.
    – Kevin Owens vs Roman Reigns
    Melhor combate da noite, bons spots, boa história, vários momentos em que achei que o Kevin Owens podia efetivamente ganhar. Estiveram os 3 muito bem.
    – The Fiend vs Randy Orton
    A princípio não gostei da ideia do combate não pensava que fosse ser isto, mas estava enganado. Foi muito bom e deixa muitas expectativas para o que vai acontecer ao The Fiend.

  15. JOAOPEDROOOOO2 anos

    Para não repetir os comentários, com os quais concordo na gíria, vou só acrescentar que depois do final do TLC, espero que o Orton seja bookado como vencedor do RR e que faça o seu “run to RR”, mesmo que não ganhe, mas para mim, acho que está mais do que credível para ser potenciado e comunicado como isso e levar os fãs a acreditar que ele pode mesmo ser o vencedor do RR. Já agora, adorava que das duas uma: ou o vencedor fosse o The Fiend com o Orton, no final do RR match ou então que fosse um wrestler do NXT, para tentar subir as audiências às quartas.

  16. Foi um bom TLC
    8 Man Tag Team no Kickoff não tenho muito a dizer até porque quem ia ganhar a luta era os faces como a maioria das vezes!
    Drew McIntyre vs AJ Styles gostei da luta, já se esperava que fizessem um grande combate porém não gostei do envolvimento do Miz no combate até porque perdeu a maleta mas só veio estragar o combate, a ver vamos o que têm o AJ a dizer no RAW depois da derrota.
    Carmella vs Sasha Banks a luta foi boa também, penso que as duas estão num bom nível, a Carmella têm apresentado um bom estatuto e podia ter ganho o título mas penso que a feud irá continuar!
    Hurt Business vs New Day finalmente os New Day perderam os títulos, já estava mais do que na hora do Cedric e Shelton ganharem os títulos e merecem pelo trabalho feito!
    Kevin Owens vs Roman Reigns foi um combate brutal entre o Roman e Owens, deram tudo na feud e neste combate e de enaltecer também a presença do Jey e do Paul Heyman que fizeram um trabalho notável!
    The Fiend vs Randy Orton eu adorei, já não se via um Inferno Match já à uns tempos e foi um dos combates mais bizarros da WWE, gostei da maneira como fizeram o combate com bons spots e a maneira como queimaram o Fiend, e de enaltecer que os dois são especialistas em combates sadísticos como esse e como é óbvio o Fiend não morreu hahaha…

  17. El Cuebro2 anos

    Grande evento, que 2021 tenha grandes eventos assim também e que todos fiquem bem e voltemos à normalidade!!

  18. Até que gostei, mas….Miz se precipitou em fazer o cash in, e queria que o The Fiend tivesse ganho a luta

  19. Anónimo2 anos

    Foi um bom TLC. Bom combate entre o AJ e Drew. Bom combate entre os New Day e Hurt Business. Excelente combate entre o Roman e o Jey, foi o combate da noite! E bom combate entre o Randy Orton e The Fiend, foi bizarro mas foi bom ao mesmo tempo.

  20. Se são estas as mudanças que vão haver nos shows e PPV’s daqui para a frente vai valer a pena.
    Bom PPV com bons combates e com decisões bem tomadas. A WWE neste momento tem dois grandes campeões principais, os títulos tag team bem entregues e os títulos de mid card em boas mãos, têm tudo para começar bem o tal “reset” falado para o Royal Rumble.

    Estou curioso para ver o RAW, só espero não me desiludir e que não continue a mesma porcaria PG que tem sido, não peço uma Atittude Era de volta mas algo mais edgy, algo mais ao estilo da Ruthless Aggression Era.

  21. BRRM2 anos

    PPV que apesar de alguns erros cruciais até que foi bom

    McIntyre vs Styles – combate de TLC muito mais metódico e grounded do que o normal. Por um lado gostei porque foi algo diferente (e, para além disso, foi bem executado) mas por outro lado é mais um exemplo daquilo que anda a ser dito de 2009: PPV’s deste género implicam a atribuição de certas estipulações a combates que não as pedem (independentemente da qualidade que esses combates possam vir a ter). Já o cash-in do Miz só serviu para confirmar que o MITB deste ano foi um autêntico desperdício (não que fizesse sentido ele ganhar o título agora mas pronto).

    Sasha vs Carmella – combate bastante agradável. Estas duas ainda podem fazer muita coisa boa juntas se as deixarem

    Hurt Business vs New Day – já estava à espera deste resultado e realmente faz sentido. (btw só quero dizer que o Kofi e o Woods têm desempenhado o papel de tag team veterans especialmente bem durante os combates e é uma cena linda de se ver)

    Asuka & Charlotte vs Shayna & Nia – pensei que a Charlotte ia trair a Asuka mas em vez disso decidiram dar-lhes os títulos. Não acho que tenha sido a melhor decisão mas vamos ver…

    Roman vs Owens – já o disse no combate contra o McIntyre e volto a dizê-lo: o Jey não devia interferir nos combates do Reigns (muito menos em três momentos diferentes), seria bem mais interessante se este último fosse o tipo de heel que não precisa de ajuda ou qualquer outro tipo de batota para ganhar um combate seja contra quem for (e que, ao mesmo tempo, usa outras pessoas para fazer trabalhos “menores” com os quais ele não quer perder o seu tempo). Isto não é algo assim muito grave mas para mim é a diferença entre uma história perfeita e uma quase perfeita. Enfim, tirando isso (e o facto de esta rivalidade também não pedir esta estipulação) isto foi um ótimo combate com um storytelling ao nível dos últimos combates do Roman.

    Fiend vs Orton – tal como tudo relacionado com o Wyatt, umas pessoas vão dizer que odiaram e outras vão dizer que adoraram. Eu pessoalmente curti mas o facto de o Randy ter saído por cima estragou a cena

  22. Diria que o TLC foi dos melhores PPV de 2020 para a WWE, dado que conteve combates sólidos desde o início ao fim do evento.

    Big E, Daniel Bryan, Otis & Chad Gable vs Sami Zayn, King Corbin, Cesaro & Shinsuke Nakamura – gostei da nova gear (as calças) do Corbin; foi um combate razoável e típico do Kick-off; o triunfo dos babyfaces acaba por ser normal e serve para continuar a história entre o Sami e o Big E (embora normalmente não goste de ver o campeão a levar o pin quando há mais opções para tal, desta vez até percebo e por isso aceito a decisão)

    Drew McIntyre vs AJ Styles (vs The Miz) – bom combate (ainda que algo “pausado” em certas ocasiões), como se perspetivava; curti imenso do facto do AJ se ter concentrado em enfraquecer o Drew através de várias investidas no joelho esquerdo ao passo que o escocês tentou impor o seu maior porte físico para dominar as incidências; quanto ao cash-in ter acontecido neste combate e ter sido falhado, para mim foi a melhor decisão possível pela forma como a história decorreu nas últimas semanas (interferências constantes de Miz e John Morrison nesta feud) e ainda bem que o Miz não foi bem sucedido (neste momento não tem qualquer credibilidade para ser campeão mundial); a retenção por parte do McIntyre era o resultado mais esperado (recuperou o título há cerca de 1 mês) e agora há que partir para uma nova rivalidade

    Sasha Banks vs Carmella – foi um match decente, bem melhor e mais longo do que estava à espera; a Carmella ainda teve muitos momentos de superioridade, mas a Sasha realmente está num patamar acima (adorei a homenagem a Eddie Guerrero via Three Amigos e 5 Star Frog Splash) e ganhou justamente mesmo tendo em conta que a adversária está a estrear uma nova gimmick; estou curioso para ver se há rematch entre ambas num SmackDown futuro ou no Royal Rumble ou se a campeã simplesmente avança para outra contender em breve

    New Day vs Cedric Alexander & Shelton Benjamin – ótimo desempenho por parte de toda a gente, de facto estas duas equipas dão sempre excelentes combates quando se enfrentam e esta última ocasião não foi exceção; gostei imenso deste confronto (terá sido, provavelmente, o match of the night fora Reigns vs Owens) e da vitória dos Hurt Business, uma vez que adicionam mais ouro à stable com a conquista dos títulos de tag team do Raw e desenvolvem um eventual conflito no seio do grupo devido às recentes atitudes “estranhas” do Cedric

    Nia Jax & Shayna Baszler vs Asuka & Charlotte Flair – já calculava que a parceira-mistério fosse a Charlotte e folgo em ver que tinha razão xD sobre o combate, até que correu relativamente bem (em muito graças à qualidade da Asuka e da ‘Queen’) e foi algo entertaining; o desfecho é que foi surpreendente para mim, pois não acreditava que houvesse uma troca de títulos sem haver uma construção de história mínima (btw, Asuka 2 Belts e Grand Slam Charlotte já são duas realidades); porém, não me parece que esta equipa da japonesa com a filha de Ric Flair dure sequer 1 mês devido à ausência de candidatas ao título individual

    Roman Reigns vs Kevin Owens – antes de mais, fiquei um bocado desiludido por este não ter sido o main event do PPV (teve o melhor build-up dentro deste card); mas que grande combate: extremamente intenso, violento e emocionante, ingredientes que o tornaram imperdível e fizeram com que fosse o meu favorito do PPV; é certo que o resultado era mais que óbvio mas a forma como o Kevin se entregou e ripostou sempre, a força e as expressões faciais do Roman (selling brutal), Jey Uso a surgir no auxílio ao ‘Tribal Chief’, Paul Heyman incrédulo com o que assistia e o storytelling do que ia acontecendo… foi tudo muito bom mesmo; ainda bem que haverá uma desforra já no próximo episódio do SmackDown pois estou com bastante expetativa para ver algo mais entre estes dois

    The Fiend vs Randy Orton – isto foi “diferente”; o conceito de “Firefly Inferno Match” colou bem nesta contenda e efetivamente tornou as coisas um pouco refrescantes, dado que ambos já mediram forças umas quantas vezes no passado; já agora, aquela “invocação” do fogo fez lembrar Kane eheheheh; quanto ao combate em si, não foi lá muito bonito em termos estéticos mas teve pragmatismo, cenas extremas a envolver as chamas e uma conclusão bem bacana (inclusivamente, fiquei preocupadíssimo com Bray Wyatt) que faz todo o sentido ter sido deixada para o fim do TLC; estou com curiosidade para perceber o que se segue no caminho do Fiend agora que ficou completamente “queimado” (pode estar aqui uma oportunidade de acabarem com esse alter-ego e voltarem a ter “apenas” o Bray no roster, visto que os matches do The Fiend seguem quase sempre uma dada fórmula aborrecida e repetitiva)