A AEW transmitiu este sábado mais uma edição do Collision no canal TNT, especial Winter is Coming, a partir do Curtis Culwell Center em Garland, Texas, rumo ao Worlds End de 30 de Dezembro.

No main event, Bryan Danielson derrotou Brody King num combate a contar para a Blue League do Continental Classic, e lidera agora o torneio empatado com Andrade El Idolo, ambos com 9 pontos.

O “El Idolo” não foi além de uma derrota contra Claudio Castagnoli, também a contar para a Blue League do Continental Classic, pelo que o suíço tem agora 6 pontos, os mesmo que Brody King e Eddie Kingston.

O “Mad King” derrotou Daniel Garcia no outro combate deste Collision a contar para a Blue League do Continental Classic, pelo que também tem 6 pontos. Já o seu adversário, continua com 0 e está eliminado.

Noutro destaque, Orange Cassidy defendeu o AEW International Championship com sucesso contra o “The Bounty Hunter” Bryan Keith.

Já Adam Copeland desafiou Christian Cage para um No DQ Match pelo TNT Championship no Worlds End, depois deste o ter vencido com ajuda de Shayna Wayne no Dynamite de 6 de Dezembro.

No feminino, Abadon manteve a sua streak de vitórias, mas foi depois atacada pela TBS Champion Julia Hart e Skye Blue, que fez o seu heel-turn. A estranha lutadora foi depois salva por Thunder Rosa, que fez o seu regresso.

Ainda no feminino, Kris Statlander e Willow Nightingale uniram forças para enfrentar e derrotar Diamanté e Mercedes Martinez numa caótica Street Fight, onde foram usados pioneses, mesas, entre outras armas.

Quem também regressou foram os The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) & Billy Gunn, que foram desafiados pelos Top Flight (Dante & Darius Martin) & Action Andretti a defender os seus AEW World Trios Championships.

Deste show, destacar ainda: uma homenagem a Brodie Lee, que faleceu há três anos; e uma promo dos FTR dirigida à House of Black, que responderam com Malakai Black a queimar uma fotografia da família de Dax Harwood; e uma vitória fácil de Brian Cage.

Por fim, mencionar: um desafio de Roderick Strong a Komander; uma entrevista a Toni Storm e Mariah May; e um confronto entre os Mogul Embassy e Keith Lee, com uma mensagem deste para Swerve Strickland.

Resultados

– Claudio Castagnoli venceu Andrade El Idolo (Continental Classic Tournament – Blue League)
– Abadon venceu Jazmin Allure
– AEW International Champion Orange Cassidy venceu Bryan Keith
– Kris Statlander & Willow Nightingale venceram Diamanté & Mercedes Martinez (Street Fight)
– Brian Cage venceu Kari Wright
– Eddie Kingston venceu Daniel Garcia (Continental Classic Tournament – Blue League)
– Bryan Danielson venceu Brody King (Continental Classic Tournament – Blue League)

Vídeos

Watch Wrestling


O que achaste deste AEW Collision?

15 Comentários

  1. Alexandre7 meses

    Não é exagero dizer que esse foi o melhor episódio do Collision desde sua criação. AEW está apresentando uma qualidade tão alta ultimamente em seus shows, é algo insano! A divisão feminina está cada vez melhor, elas fizeram um excelente trabalho nesse Collision, e o Continental Classic é simplesmente a melhor coisa no wrestling atualmente. AEW está totalmente ON FIRE!!

    • As avaliações não mentem. Episódio alcançando os 9.40 pontos no site vizinho kkkkkk melhor avaliado que vários ppvs por aí. AEW não está pra brincadeira!

    • E agora ainda ficaram melhor com o regresso da thunder rosa.

  2. Que o Collision mantenha essa qualidade, amém 🙏

    Gosto muito das promos inicias como um detalhe diferencial do Dynamite, destaque para o OC, such a good joke haha

    Que primeiro combate incrível…. Realmente não quero que o Andrade saiu, estou ansiando para que ele conquiste ouro em 2024. Já o Cláudio mantendo a qualidade incrível de sempre. Esses 2 precisam rivalizar em breve!

    Adorei o twist ao dar uma vitória ao CC, daquela maneira não descredibiliza o Andrade. Essa luta influenciava totalmente o que vai acontecer na última rodada. Agora é BCC vs BCC.

    Já o Andrade vai enfrentar o Eddie… mds o que vai acontecer? Esse C2 realmente animou demais o constante fraco mês de dezembro no Pro Wrestling.

  3. Dar destaque em um comentário sobre a divisão feminina…. Que é um fato que é a parte mais fraca da AEW, e por vezes tive a sensação que o Tony caga demais pra ela. Sei que tivemos as lesões, porém precisou chegar dezembro pra começarmos a ver mais potencial (que vimos ano passado inclusive).

    O mais interessante é que você sente o quanto as garotas querem fazer a diferença. Como estou torcendo pra Mercedes retornar logo…. Imaginem, Baker, Hayter, Mercedes e Athena. Dá facilmente pra fazer a Brand Split. Anyways….

    Tudo que a Julia Hart tem tocado vira ouro, e já perceberam isso e decidiram unir a Sky Blue (ou Black agora hihi) com ela. Perfeito.

    Abadon vs Julia Hart se bem explorado tem tudo pra ser incrível, e temos começado muito bem.

    Olha como o roster feminino da AEW tem qualidade e o problema é apenas o mau booking. Já ia esquecendo a Thunder Rosa! Que faça algo de jeito nesse retorno 👏🏻

  4. Assim, não sou mesmo a favor de tantos títulos já não basta aquilo de títulos de outros marcas serem defendidos ali. Claro que tudo o que importa é contar uma boa história dentro e fora do ringue, porém gostaria mesmo de ver a AEW mais focada nos seus títulos, o roster tem tanta qualidade…

    CONTUDO, sempre pensei que seria uma boa adição um título feminino de duplas 👀 aquela dupla da Willow e da Kris seria ouro! Temos Julia e Sky agora, Baker e Hayter, etc… tem muita qualidade pra tornar essa divisão forte. Claro, se o booking valer a pena.

    Gostaria muito de ver as mulheres tendo alguma rivalidade além de lutas por título (apesar de ter acabado de defender a criação de um novo). Espero que em breve cheguemos nesse momento.

    E excelente luta de duplas!

  5. Continuando o show… Gosto bastante do Cassidy, porém NA MINHA HUMILDE OPINIÃO, ele não deveria ter reconquistado o título. Após a derrota no ALL OUT ele deveria ter sumido por uns tempos da TV para sentirmos aquela saudade. Quando retornasse fosse pra enfrentar o MJF (olha a maravilha disso) ou mesmo ter sua revenge contra o Mox sem título em jogo.

    Fiquei muito feliz quando o Fenix conquistou o Inter Title, tem tanta história que pode ser contada ainda, nunca exploraram o Penta como heel e que assistiu o LU sabe do que ele é capaz.

    Enfim, acho que o Cassidy já fez a parte dele com esse título por agora e poderia até recupera-lo no futuro, mas agora gostaria muito que dessem oportunidade a outro (ANDRADE 👀). Tanto que as lutas nesse reinado não tem mais a aura do primeiro.

    Entendo que o Khan deve querer mais 2 coelhos, mostrar o Cassidy e tentar deixar esse título relevando, porém faria diferente. Pelo menos o Cassidy continua mostrando excelente consistência.

  6. E aquela segmento entre o Cage e o Lee? FINALMENTE algo pra esses 2 lutadores incríveis fazerem. Quer um lutador de confiança? Tome k Cage, com certeza o Lee com um push tipo o do Swerve também faria por onde.

    Excelente segmento também entre o FTR e a HOB, será que vem heel turn? Por que assim… FTR vai ser um forever tag como os Young Bucks? Essa rivalidade está ótima, keep going!

  7. Por fim vamos finalizar sobre o Continental Classic.

    Espero mesmo que um dia o Garcia vença este torneio e que seja lembrado que ele foi o azarão no primeiro C2, que puta wrestler foda!

    Sobre o Eddie, o que eles quiserem contar fico satisfeito. História de redenção, enfrentar Mox na final, parar nas Semis, whatever. Ele é tão over com o público que dá gosto de assistir.

    E aquele Main Event? SENSACIONAL. Brody e Bryan sabíamos que ia dar bom. Admito que gostaria muito que o Bryan vencesse o torneio e acredito que vai bater o Mox na final (que nunca conseguiu derrotá-lo).

    Gosto do G1, porém achei ótimo esse conceito com menos lutadores, em um mês você consegue contar muita coisa. As semanas finais do torneio parecem ser brutais 👊🏻

    Enfim, como eu disse. Segura essa qualidade que nem precisa de Punk.

  8. Cadê os bonitões que estavam de mimimi pq o a Cláudio perdeu para o Brody e Eddie? Kkkk agora ela simplesmente derrotou o cara que bateu Bryan, Daniel e Brody hahahaha

  9. Ronaldo7 meses

    Excelente show, destaque para Claudio x Andrade e Bryan x Brody.

  10. A aew é foda !!!

  11. Y2J7 meses

    cadê o Tosse? hahahahahah

  12. Este Collision começou com mais um ótimo combate no Continental Classic entre Andrade e Castagnoli, algo que foi bem trabalhado entre os 2. Gostei da proteção que deram ao Andrade com o final. De seguida, a Abadon despachou a Jazmin e depois temos um momento francamente confuso: a Skye Blue, que há umas semanas recusou-se a juntar a Julia Hart, chegando até a dizer que a odeia, junta-se a ela porque…? Este turn vai precisar de ser muito bem explicado. Ah, e o Nigel McGuinness a dizer “Isto não é a Skye Blue – é a Skye Black” quase me fez desligar o Collision. Ao menos a Thunder Rosa voltou! Orange Cassidy vs Bryan Keith foi divertido e foi uma boa forma de me apresentar ao Keith, que pouco conhecia. Gostava que o final tivesse sido mais decisivo que uma roll-up. A promo entre os FTR e a House Of Black foi muito boa e depois tivemos o momento anual em que a AEW permite a 4 das suas mulheres brilharem numa Death Match e que te deixa a perguntar “porque raio não temos mais do que 1 combate feminino por show semanal?” A Statlander e a Willow deviam estar a rodear a cena pelo World Title, elas são absolutamente brilhantes. O Brian Cage esmaga um coitado e voltamos ao Continental Classic: Garcia vs Kingston foi o meu combate da noite. 2 homens desesperados em conseguir a vitória (Kingston para continuar campeão, Garcia para não ser eliminado), com selling perfeito de ambos os lados. Sem dúvida alguma no meu top 5 de combates favoritos no torneio até agora. Danielson vs Brody King foi também muito bom, com o Brody a focar-se imenso no olho lesionado do Danielson. Em geral, apesar de ter tido 1 falha considerável aos meus olhos, foi mais um ótimo Collision, novamente graças ao Continental Classic.