A AEW transmitiu este sábado mais uma edição do Collision no canal TNT, especial Holiday Bash, a partir do Frost Bank Center em San Antonio, Texas, rumo ao Worlds End de 30 de Dezembro.

No main event, Eddie Kingston derrotou Andrade El Idolo num combate a contar para a Blue League do Continental Classic Tournament, somando assim 9 pontos, mas tendo vantagem no confronto direto. Depois do combate, o “Mad King” foi confrontado por Bryan Danielson.

O “American Dragon” esteve em ação no primeiro combate da noite, onde empatou por tempo limite com Claudio Castagnoli, também a contar para a Blue League do Continental Classic Tournament, totalizando 10 pontos.

No outro combate do grupo, Daniel Garcia derrotou Brody King e somou os seus primeiros e únicos 3 pontos no Continental Classic Tournament. Depois do combate, os FTR (Dax Hardwood & Cash Wheeler) salvaram Daniel Garcia e desafiaram a House of Black (Buddy Matthews & Malakai Black), tendo estes aceite.

Noutro destaque, The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) & Billy Gunn defenderam os AEW World Trios Championships com sucesso contra o trio dos Top Flight (Dante & Darius Martin) & Action Andretti.

Na divisão feminina, Thunder Rosa regressou aos ringues ao lado de Abadon, tendo estas derrotado a TBS Champion Julia Hart e Skye Blue num Tag Team Match.

Já Christian Cage esteve em ringue ao lado de Shayna e Nick Wayne, e aceitou o desafio lançado por Adam Copeland na semana passada, de um No Disqualification Match pelo TNT Championship no Worlds End.

Nos bastidores, Chris Jericho interrompeu Big Bill & Ricky Starks e anunciou que ainda irá lutar pelos AEW World Tag Team Championships no Worlds End, e que encontrará um novo parceiro de equipa.

Ainda relacionado com o Worlds End, numa vignette, HOOK aceitou o desafio de enfrentar Wheeler Yuta num FTW Rules Match pelo FTW Championship.

Por fim, mencionar ainda: uma vitória de Keith Lee sobre Brian Cage e aviso a Swerve Strickland; uma promo de Toni Storm dirigida a Riho.

Resultados

– Bryan Danielson vs Claudio Castagnoli (Empate por Tempo Limite) (Continental Classic Tournament – Blue League)
– AEW World Trios Champions The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) & Billy Gunn venceram Top Flight (Dante & Darius Martin) & Action Andretti
– Keith Lee venceu Brian Cage
– Daniel Garcia venceu Brody King (Continental Classic Tournament – Blue League)
– Thunder Rosa & Abadon venceram Julia Hart & Skye Blue
– Eddie Kingston venceu Andrade El Idolo (Continental Classic Tournament – Blue League)

Vídeos

Watch Wrestling


O que achaste deste AEW Collision?

21 Comentários

  1. Eu diria que esse foi o programa que o TK sempre sonhou, bastante wrestling e com relevância, não só por ter que ter uma luta.

    Sou do time que aprecia muito mais o storytelling, porém não posso dizer que não houve aqui. Diria que esse show foi perfeito na junção de Wrestling e storylines.

    Por exemplo a match entre o Cage e o Lee, foi excelente, contudo creio que esses 2 conseguiriam fazer muito mais. O principal aqui era finalmente avançar a história com o Swerve, vamos ver o que vai rolar nessa quarta.

    Talvez a excessão de “luta sem história” seja para a Trios match, porém não pra mim. Contaram um bom retorno dos Acclaimed e ainda deram uma boa valorizada no Top Flight. A única coisa chatinha foi o finisher, roll ups toda hora não dá… Gostaria muito que se enfrentassem outra vez numa ladder match por exemplo. Que tal world’s end?

    Porém se essa luta não tiver que acontecer, para dar espaço para as mulheres, seria ótimo. Muito bem construída a tag match dessa semana e a luta foi boa também. Destaque para a Sky Blue, ótima ideia do turn.

    A rivalidade entre Hart e Abadon está interessante, mas gostaria de mais um pouco de elemento “sobrenatural” no go home show… e pelo visto a Thunder Rosa será o próximo desafio d campeã para 2024.

  2. Realmente o Continental Classic foi uma ótima ideia, está muito bom de acompanhar o desenrolar toda semana e o Collision em específico deu um up pra mim.

    Começar o show com Danielson e Castagnoli foi sacanagem, lutaça. O final foi maravilhoso, o Cláudio tentando fazer de tudo e ficou no ar que ele poderia sim ter derrotado o Bryan… Até gostaria de ver uma rivalidade entre os BCC.

    O quanto o Garcia está se tornando querido pelo público é muito lindo de se ver haha Brody de fato dominou totalmente aqui e não sai nada descredibilizado. Aliás, o torneio deu um baita up pra ele. E gostei do avanço na história com o FTR, que se enfrentem logo nesse dia 30…

    And finally an underdog story w/ Eddie Kingston. Isso foi realmente maravilhoso de acompanhar e a luta contra o Andrade foi excelente também (o Andrade não faz lutas ruins). Uma pena a CJ não acompanhar o Idolo e uma pena mais ainda ele não participar do PPV (até agora). Gostaria tanto de ver mais destaque pra ele.

    Bela trocaçao entre o Eddie e o Bryan… quem ganhar fico satisfeito, quero só apreciar o show na quarta, vai ser nível de PPV mesmo.

    Ah e ótima promo do Christian Cage (óbvio), e a mãe Wayne foi ok 🤡

  3. E bela crowd de San Antonio…. Das melhores crowds na verdade.

    • tosse6 meses

      são sempre, o problema é como o público em geral está a abandonar esta empresa

      tens alguma sugestão?
      (em 3 linhas, máximo)

    • Difícil em 3 linhas kkkkk

      Porém sinceramente, não adianta de nada essa discussão, no sentido de que não temos nem 1/5 dos dados de como funciona uma empresa desse porte.

      Beleza, vemos fotos de crowds vazias,só que já foi reportado que algumas são antes dos shows começarem. É tanta fake news rolando que é difícil sequer começar a opinar sobre.

      Eu faço a minha parte, dou suporte a alternativa, não que a AEW faça os melhores shows do mundo, porém não sinto que a qualidade tenha decaído tanto assim desde o início (tirando talvez a womens division). Vou dar sempre valor a quem está disposto a fazer acontecer, e o Tony Khan está, apesar dos defeitos e algumas cagadas.

    • Alexandre6 meses

      minha sugestão é que você procure um psicólogo, talvez ele te dê alguma diretriz de como resolver a sua carência de atenção.

    • Tosse6 meses

      Ou seja,alexis,a culpa é dos fans e não da aew…

      Certo…rumo ao precipício!

      ///////

      Omega,falou bem
      Entendo e apoio

    • Tosse, e você? O que acreditaria que deveria mudar?

      Em termos de booking ou no geral mesmo.

    • Alexandre6 meses

      culpa? culpa de quê? precipício? kkkkkkk Tá vendo aí adms, o que vcs fazem na cabeça desses fracos com suas narrativas? kkkkkkk o cara tá numa realidade paralela onde a AEW tá na beira de um precipício, ahahahahah culpa de vcs isso. Agora paguem o tratamento.

    • tosse6 meses

      ^… enfim….xuxa na boquinha e repete “it’s great! everything great!!” enquanto snifas linhas de coca como o Tinoni!

      /////

      Omega:

      – ROH ser tratado como NXT foi durante anos: com o mínimo de ‘cross over’ e para elevar talentod bastante jovens, idealmente. Citando o Bichoff, ROH para não ser o parasita (que o é, de momento) tem que sobreviver por si próprio

      – Acabar com 90% dos combates terem 20-30 mins de duração..se todos estão ‘over’, então ninguém, está ‘over’, simples

      – Demasiados programas semanais…se contarmos com os programas web, são quê? 5? mais? Como é que a AEW tem entre metade a um terço dos ‘ratings’ da WWE e tem muitos mais programas? quem é que poderia assistir tudo isto ao mesmo tempo sem a audiência se espalhar?

      – temos que parar com os ‘spot monkeys’…por cada “cry me a river” jungle jack ass, tens muitos melhores resultados com ‘storytellers’ como punk

      – o booking da AEW é horrendo….repara com o reinado do MJF está a ser gerido…daqui a 5,10 anos vamos falar de que momentos!? os combates devem suportar as ‘storylines’ e não o inverso. Quantos combates aleatórios tens na AEW!?

      – aquela divisão feminina da AEW é muito fraca apesar de ter boas wrestlers. De novo, o mais fraco da AEW a vir ao de cima: booking (os prémios do dave metzler…rídiculo)

      que achas?
      só isto para começar.

    • Concordo totalmente sobre a ROH. Espero que o façam logo, não acompanho o produto, mas de fato dava certinho como Development.

      Combates em tv? Aquela questão complicada de preencher um programa de 2 horas sem superlotar de personagens… porém entendo a crítica.

      A WWE que tem mais programas, não? Hoje em dia só me incomoda mesmo o Rampage. Não consigo ter a mínima vontade de acompanhar. A ROH não rola também pelo formato de 10.000 lutas numa noite. Estou cogitando em voltar a acompanhar o NXT.

      Entendo sobre os spot monkeys quase que totalmente. É que também compreendo o lado de liberdade para os lutadores e do fator “golpes sensacionais que levam à plateia a loucura”. Não me leve a mal, eu realmente entendo o motivo disso, mas gostaria mesmo que isso não fosse usado de forma tão gratuita assim.

      Pode me falar mais sobre essa parte do MJF? Por que eu estou a considerar esse o melhor reinado da AEW como world champ até agora 😬 Contudo, admito que prefiro toda a trajetória antes do All In.

      Quanto a divisão feminina, estou completamente de acordo. É triste mesmo o Tony achar que dar valor a divisão é colocar no ME de um outro show importante e fazer uma troca de campeã. A única parte que realmente ME REVOLTA na AEW. Fico pensando por que a Mercedes toparia entrar nessa… ela de fato traria um puta star power, porém até hoje o booking não se provou totalmente. Eu no lugar dela, não confiaria se aquele é o melhor lugar para minha carreira.

    • E bons pontos apontados viu. Você costuma acompanhar quais shows e frequência da AEW?

    • tosse6 meses

      Omega, quero te salutar…pensas bem em wrestling e explicas-te bem

      assim dá gozo falar de wrestling.

      Já vi mais AEw..agora vejo ocasionalmente…vejo mais clipes e resumos dos shows. No início, via religiosamente…depois vi que é um estilo mais indy, e não gostei tanto. Quando estreou o Collision, no 1º mês, voltei a ver cada episódio…saiu o punk..e perdeu muito do interesse, como aconteceu com muito.

      – O reinado de MJF: acho que falta a este reinado grandes feuds…Lesnar, Punk e Reigns tiveram-nas quando foram/é campeões/campeão…MJF tem tido feus muito fracas: sou teu amigos/não sou com Cole (isto para um adulto….é duro…muito infantil), com Joe falta calor e com Jay white, este último não teve pedalada para o main event

      e sem darmos por isso…passou um ano, sem acontecer nada marcante.

      mais: colocar Mjf a abrir ppvs, tag team titles ROH, a “feud” com o the devil….tudo más decisões de booking que têm afastado cada vez mais fans.

      A divisão feminina deixa a todos nós tristes…ele tem imenso talento no roster mas nota-se que tem dificuldades para gerir feuds de mulheres, mais até do que homens

      mais um erro gigante: Wardlow e Hobbs já deviam andar pelo main event há pelo menos 1 ano! Que potencial e qualidade desperdicada e que poderia ter feito um belo contraste com estres wrestlers com corpos mais pequenos…

      Starks tem que ir parar ao main event nos próximos 6 meses, caso contrário é mais um wrestrer desperdiçado por Tony

    • Agradeço e saiba que é recíproco, é bom ver que por mais que critique, se importa o bastante ainda pra interagir. As vezes dá pra notar que é por provocação à alguns usuários haha porém, nota se que não é um mero hate. Tem opinião formada.

      Todo ano meio que faço isso de acompanhar por resumos ou clipes em alguma época. Ou por falta de tempo ou pela qualidade do produto mesmo. Porém ultimamente tem me dado vontade de comentar para apoiar o produto (criticar quando necessário) e ver pontos de vista diferentes é sempre bem vindo.

      Chegamos num ponto de acordo, queria tanto que a rivalidade com o Omega não tivesse sido apenas uma semana. O reinado começou muito bem, destaque para o Starks, depois clássico com o Bryan. A construção com os 4 pillars foi meio arrastado, porém k combate valeu demais.

      Sobre a história do Cole, tenho mix feelings sobre. Algumas partes não me dessem, porém quero ver o desenrolar total para ter uma opinião melhor formada. Mesmo coisa sobre a storyline do devil.

      Já o Joe, realmente deveria ter sido apenas um filler. Entendo que se tornou um dos de confiança do Tony, mas se lá… não me empolga, apesar de ser um ótimo contador de histórias. Sobre o Jay foi só triste mesmo as circunstâncias… as vezes feuds ou combates desiludem, fazer o que.

      As vezes sinto uma raiva do Tony em relação as mulheres, pois se sabes que esse é seu ponto fraco, por que não pede ajuda? Não de um Kenny Omega, de um bom roteirista mesmo. As vezes parece que tem womens division apenas por que pegaria mal se não tivesse. Anyway…

      Agora você pegou outro bom ponto, o Tony não sabe gerir big guys. Cage, Archer são mais 2 wrestlers sensacionais e o cara não aproveita. Como estou rezando pela brand split em 2024.

      Concordo sobre o Stakrs, porém percebe a quantidade de nomes para gerir? Sem falar da politicagem de contratos e bullshit de bastidores. Por isso sinto que uma brand split ajudaria DEMAIS.

      Realmente nos estendemos na discussão. Qualquer coisa te respondo no post do Dynamite, 3 linhas não deu 😹

    • tosse6 meses

      já fui fan da AEW várias vezes ao longo dos anos
      sou muito crítico de como está a ser gerida

      Citando o Corney & Brian Last, “nós precisamos que a AEW tenha sucesso, quando vamos ter uma oportunidade como esta de fazer concorrência REAL à wwe?”

      o que AEW está a passar, nós na TNA também passámos há 10 anos quando a comunidade de wrestling gozava connosco (“LOLTNA”)

      eles tinham razão e nós não, simples.
      a comunidade tem razão hoje em dia, e os fans de AEW não, é o que é.

      ////

      Concordo, Omega podia e devia ter sido uma grande rivalidade para MJF
      Mais uma má decisão de booking do Tony (são tantas, enfim)

      MJF como face é muito menos eficaz que como heel
      mais algo que a comunidade discorda

      Joe, ontem aqueceu…não foi mau…mas cá está “a la WCW” ‘turn’ caído do nada e que lhe custou um título de tag team com o mjf (que sai fragilizado, uma vez mais)…que não deviam nenhum dos 2 ter andado por lá, em primeiro lugar
      mais uma má decisão de booking

      Jay, Corney já tocou nisto: omega, jay, etc…muitos no Japão parecem melhores do que são…cá os combates são menos exigentes e lá basta falares a tua língua inglesa, que já és um grande ‘promer’ (supostamente)

      A exceção parece ser Juice Robinson mas a AEW não parece muito virada para a apostar nele embora seja um full package (excelente gestão de gimmick, boas promos e psicologia de ringue)
      Mais uma decisão má

      Big Guys, concordo…vem do facto dele gostar de indy, onde quase não há esse tipo de wrestler grande…então para quê contratá-los em primeiro lugar!? que os solte para irem para a WWE ou TNA!?

      Starks, percebo-te, mas ele não pode 3 anos na AEW e um título tag team (agora) e um joke title é pouco…ele tem que sair dali urgentemente
      tem 33 anos…senão agora…quando!?

      Mulheres, também de acordo…Omega foi uma péssima decisão…tal como Bryan….em que momento foram bookers? Que sabem eles de booking comparando com Corney, Blanchard, Anderson, Dutch Mantel e os outros seniores que eles têm por lá ou podiam ter? usam-nos só para acompanhar os juniores!?
      O Dutch então é especialista com mulheres…ele é responsável pela Golden Age da TNA (kong, gail, beautiful people, etc)

      podes ir respondendo, estou por aqui
      😉

  4. Mais um Collision formidável, como de costume! cof cof
    Bryan e Claudio travaram uma batalha insana, onde nenhum merecia perder, e felizmente foi o que aconteceu.
    Daniel finalmente teve sua redenção vencendo um nome de peso como o Brody, e agora é esperar para ver o que o futuro lhe reserva.
    Julia e Skye, por fim, são aliadas, e mostraram ter uma boa química juntas.
    Abadon continua crescendo partida por partida, e agora terá sua chance de disputar o ouro na semana que vem, e é sempre bom ver uma lenda como Thunder Rosa de volta.
    A familia Wayne também se saiu bem durante seu segmento, e a justificativa da Shayna para seu ataque até que foi boa kkk. Mães…
    Por fim, tivemos Eddie e Andrade, que também fizeram um bom trabalho, mas no final, todos queremos que Bryan vença novamente! E é isso que vai acontecer se Arceus quiser!!! Episódio 9/10.
    Um bom mês para os episódios de Collision, que felizmente, finalizaram o ano tendo uma média de 8/9 em suas avaliações. Agora é esperar que o padrão seja mantido e que venha 2024!

  5. Alexandre6 meses

    AEW mantendo o nível alto de seus shows, mas um acima da média. Um excelente publico beirando os 5k. O pessoal das narrativas precisa trabalhar duro pra continuar tentando fazer a AEW parecer ruim, continuem tirando fotos do lado da hard cam e ilustrando com “AEW está morrendo” kkkkkkkkk

    • Mesmo! A aew pode ter tido um pouco menos de público do que no ano passado no geral dos shows (não nos ppv), mas é preciso estar atento a outros fatores como se os sítios onde vão são novos sítios, se são + ou – fãs de wrestling, etc… Para uma alternativa, estão muito bem. E em audiências apesar do dynamite ter caído um pouco é preciso ver que agora existe o collision, que também deve ter tirado público ao dynamite. E mesmo no youtube a AEW tem um interessante número de views também.

    • E esta ponta final de ano tem sido muito boa, este torneio foi uma ideia muito boa da equipa criativa da AEW. Excelentes combates de wrestling.

    • Exatamente, são tantas variáveis que não temos nem ideia… uma bem importante por exemplo, as renovações de contratos. Como dar mais destaque a um Andrade que pode simplesmente vazar em 2024? Ou até mesmo a aposta no MJF.

      De fato o Tony já entendeu que tem que se cercar de pessoas que confia e estão lá por saberem da importância de se ter uma alternativa. E principalmente (isso vai doer), dar oportunidade a esses lutadores que mostram o quão leais são.

      Só realmente gostaria que ele investisse numa bendita equipe criativa.