Depois do Double or Nothing do passado domingo, a AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, a partir do The Forum em Los Angeles, Califórnia, rumo ao Forbidden Door do dia 26 de Junho.

Resultados

– AEW World Champion CM Punk & AAA & ROH World Tag Team Champions FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood) venceram Max Caster, Gunn Club (Austin & Colten Gunn)
– Miro venceu Johnny Elite
– Undisputed Elite (Young Bucks (Matt & Nick Jackson) & reDRagon (Bobby Fish & Kyle O’Reilly)) & Hikuleo venceram AEW World Tag Team Champions Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus), Christian Cage, Matt Hardy & Darby Allin
Wardlow venceu JD Drake
– Ruby Soho & Toni Storm venceram Britt Baker & Jamie Hayter
– Jon Moxley venceu Daniel Garcia

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– AEW World Champion CM Punk & AAA & ROH World Tag Team Champions FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood) venceram Max Caster, Gunn Club (Austin & Colten Gunn): O trio de campeões entrou de forma dominante, mas o Gunn Club e Max Caster com alguma batota à mistura viraram o ímpeto a seu favor e dominaram Dax Harwood durante alguns minutos. Este aguentou a ofensiva dos seus adversários e quando fez o tag a CM Punk, este virou o opener do avesso e no final, o campeão acertou o GTS, tendo os FTR acertado o seu Big Rig que lhes deu a vitória.

Assim que o embate terminou, o AEW World Champion CM Punk pegou no microfone e explicou que vai continuar a trabalhar e que as pessoas lhe têm de chamar campeão. A seguir, Dax Harwood informou que não gosta que o ataquem por trás, por isso quem quiser que venha atrás deles. O “Second City Saint” disse então que seja quem for o lutador da NJPW que o queira enfrentar no Forbidden Door, basta lançar o desafio e foi o lendário Hiroshi Tanahashi que se chegou à frente e ficou assim marcado aquele que deverá ser o main event do grande evento.

A seguir, tivemos MJF em ringue e este começou a dizer que seria uma pena se algo de mau acontecesse à frente dos responsáveis da WarnerMedia que vieram falar com Tony Khan, e que ele está a fazer de tudo por esta empresa que é mal tratado, tanto pela empresa, como pelos fãs e que os lutadores que quiserem o seu lugar, podem ficar com ele, porque ele não quer estar na AEW.

Este continuou a insultar os fãs e proclamou-se como o melhor do Mundo e que todos o tomam por garantido, em especial Tony Khan que não lhe paga o que ele merece, e prefere dar o dinheiro aos ex-WWE e que se calhar seria melhor tratado se tivesse vindo de lá. O segmento acabou abruptamente quando MJF pediu para ser despedido e começou a dizer várias asneiras, até que o microfone foi desligado.

Em seguida tivemos um video package de Miro que afirmou que vai destruir todos os adversários que lhe meterem à frente e que vai atrás do seu Deus.

– Miro venceu Johnny Elite: Miro entrou com tudo e dominou Johnny Elite durante vários minutos, tendo este usado a sua agilidade e strikes para ter algum ímpeto, mas no final a força do “Redeemer” foi um problema e terminou o seu combate com o Game Over.

Depois de um video package sobre a Anarchy in the Arena, tivemos a Jericho Appreciation Society em ringue a vangloriar-se da sua vitória no Double or Nothing. Já Chris Jericho começou a insultar os seus adversários, em especial Eddie Kingston e Bryan Danielson, sendo que o “Mad King” apareceu com William Regal e estes desafiaram os seus rivais para um Blood & Guts Match.

O “Wizard” rejeitou o desafio, o que fez Eddie Kingston partir para o ringue e ser atacado pelos outros membros da Jericho Appreciation Society. Enquanto isto acontecia, Ortiz apareceu nas costas de Chris Jericho e atacou-o, tendo-lhe cortado um pouco de cabelo.

O veterano perdeu a cabeça e aceitou o desafio para o Blood & Guts Match, tendo também desafiado Ortiz para um Hair vs Hair Match.

A seguir, vimos imagens de um ataque do grupo de Jay Lethal a Samoa Joe, ataque esse que aconteceu ainda nos bastidores do Double or Nothing.

– Undisputed Elite (Young Bucks (Matt & Nick Jackson) & reDRagon (Bobby Fish & Kyle O’Reilly)) & Hikuleo venceram AEW World Tag Team Champions Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus), Christian Cage, Matt Hardy & Darby Allin: O quinteto dos Jurassic Express, Christian Cage, Matt Hardy & Darby Allin entrou melhor, mas quando o caos se instalou a Undisputed Elite & Hikuleo ficou no controlo.

Christian Cage foi dominado durante algum tempo, mas conseguiu fazer o tag a Luchasaurus que usou a sua força para virar o ímpeto a favor da sua equipa e quase venceu o combate sozinho, com o passar dos minutos, o caos voltou a surgir neste 10-Man Tag Team Match e depois de várias quase vitórias de parte a parte, a maior química dos Young Bucks e reDRagon virou o combate a favor da sua equipa e o final chegou com o Meltzer Driver em Jungle Boy.

Nos bastidores, Keith Lee & Swerve Strickland foram entrevistados e prometeram um dia conquistar os AEW World Tag Team Champions.

No topo da rampa, Tony Schiavone entrevistou Athena e esta não perdeu tempo a falar da TBS Champion Jade Cargill e a nova lutadora da AEW prometeu terminar a streak de vitórias da campeã. Isso fez com que a campeã, Keira Hogan, Red Velvet e Stokely Hathaway interrompessem a entrevista e o novo publicista de Jade Cargill afirmou que Athena interrompe-los é uma vergonha e que ela não terá o combate que quer. O segmento terminou com Anna Jay e Kris Statlander equilibrassem a força dos números, mas vários árbitros pararam as lutadoras.

– Wardlow venceu JD Drake: JD Drake ainda tentou dar luta, mas Wardlow destruiu o seu adversário e venceu com a sua Powerbomb Symphony.

Assim que o combate terminou, Tony Schiavone ia entrevistar Wardlow, mas “Smart” Mark Sterling apareceu com um grupo de seguranças e ameaçou processá-lo, pelos ataques que este têm feito aos vários seguranças. Wardlow fartou-se da conversa e atacou o segurança que lhe deu os papéis com o aviso que estava a ser processado.

No backstage, o TNT Champion Scorpio Sky, Ethan Page e Dan Lambert elogiaram o talento de Dante Martin, mas disseram que o jovem não terá hipótese no Rampage. Este interrompeu a entrevista e afirmou que no Rampage irá conquistar o TNT Championship.

– Ruby Soho & Toni Storm venceram Britt Baker & Jamie Hayter: Ruby Soho & Toni Storm entraram melhor, mas rapidamente a Britt Baker & Jamie Hayter viraram o ímpeto a seu favor e dominaram a “Runaway” durante vários minutos.

Esta ainda assim conseguiu aguentar a ofensiva das suas adversárias e fez o tag a Toni Storm que equilibrou o embate, o que fez com que as duas equipas tivessem várias hipóteses para vencer, mas no final, Ruby Soho acertou o Destiny Unknown e conquistou a vitória.

Assim que o combate terminou, Jamie Hayter usou o título que representa a vitória do Women’s Owen Hart Tournament e atacou as suas adversárias.

– Jon Moxley venceu Daniel Garcia: O main event como seria de esperar começou de forma agressiva e isso beneficiou Jon Moxley, até que fora do ringue, Daniel Garcia virou o ímpeto a seu favor, quando com ajuda dos degraus, fez da perna esquerda do seu adversário, o seu alvo preferencial de ataque.

O jovem dominou o ex-AEW World Champion durante vários minutos, mas este com a sua versão do Orange Crush nos degraus, virou o combate do avesso. Os minutos finais foram incrivelmente agressivos, com os dois lutadores a darem tudo com vários strikes e submissões na esperança de conseguirem a vitória, por fim, Chris Jericho tentou vir ajudar o seu protegido, mas foi atacado por Eddie Kingston, já dentro de ringue, o “Purveyor of Violence” acertou o seu Paradigm Shift segundo do Bulldog Choke e conquistou assim a vitória.

O Dynamite terminou com Jon Moxley a dizer que está preparado para o Blood & Guts.


O que achaste deste AEW Dynamite?

29 Comentários

  1. Luiz Felipe3 meses

    Que inicio foi esse de show…. Que promo foi essa do MJF, depois de hoje ficou mais que claro que tudo isso é kayfabe.

  2. JokerLeadger3 meses

    Das melhores promos de sempre da AEW… PQP

  3. Facebook Profile photo

    Uma das melhores promos do pro wrestling, MJF é lendário! Punk, FTR, Tanahashi, regresso do Miro, tudo em 50min, que início a todo o gás! Boa noite a todos.

  4. The Name3 meses

    Que espectacular promo do Mjf, das melhores de sempre!
    Pipebomb 2.0 🔥🔥🔥
    Agora sim é um work!

  5. coiso3 meses

    um gajo ver quer ver o jonhnny elite ter uma run de primeira numa major company, mas está difícil.

    • Valderi da cunaha3 meses

      Ele poderia ter tido, se não tivesse optado pela WWE antes quando a AEW também o queria.

    • JP3 meses

      Concordo com o Valderi. na altura, pelo menos foi reportado, que a AEW estava interessada nele, mas ele preferiu ir trabalhar com o amigo Miz (nada contra optares por trabalhar com amigos, o Cole já afirmou ser uma das razões que escolher a AEW; mas quando ao decidires isso, vais trabalhar para o sitio onde já por mais que uma vez estiveste e o resultado foi sempre o mesmo…). Se tivesse vindo para a AEW na altura teria entrado directo para o top tier e por lá estava ainda hoje; só entrando agora, vai para o fundo da fila e tem muita gente a frente dele…

    • coiso3 meses

      Percebo, mas certamente a proposta foi contratualmente melhor – o que não lhe tira talento. Mas enfim, o Kenny também comeu no início, quiçá o Johnny venha a ter o que merece como virtuoso que é.

  6. Joip3 meses

    Não sei se mais alguém nota isso ou eu sou o unico q acha q o MJF é parecido com o cm punk quando ele era da wwe ? Até a pipebomb é parecida citando a concorrência e falando mal do chefe
    ( seria MJF o novo cm punk ? )

    • JP3 meses

      acredito que o Punk tenha ajudado a preparar a promo sim, o pormenor do corte do microfone no final…

  7. O ET Terrestre 👽3 meses

    A promo do MJF foi certamente o highlight deste show!

    Eu não via uma promo assim tão hardcore desde a Pipebomb do CM Punk.

    • JP3 meses

      sim, a grande diferença é que o punk foi mais “frio” na sua promo – tinha acabado de despachar o Cena e estava quase a saborear o momento.. o MJF foi uma promo de pura raiva. E assim começa o caminho para fazer campeão o maior heel da actualidade, antes que perguntem… até há uns meses diria o Roman, mas neste momento a wwe já está a falhar, e já irmos em dois PV’s sem defesa, nem sequer estar a ser preparado um oponente, quando se abriu as portas do RAW com ele a ser campeão unificado.. numa corrida em que ele ia a frente e o MJF ia alguns metros atrás, o Roman “entrou mal na curva” depois da Wrestlemania e o MJF (ontem) aproveitou…

  8. AEW is goated3 meses

    10/10 show

  9. Italo3 meses

    MJF não falou nada demais só o que todo mundo sabe AEW(All ex WWE)

  10. Dark Nash3 meses

    Em questão de Pro Wrestling a AEW é insuperável, SHOWZAÇO!

  11. The Name3 meses

    Este foi um show igual a um Raw depois da Mania como há uns anos atrás!
    10/10 👏🏻🔥

  12. O ponto alto da noite foi sem dúvida a promo do MJF 🤯🤯

  13. PedrKo3 meses

    Que promo do MJF!!!
    Se existiam dúvidas, após esta promo se confirma que é tudo um work, mas nos dias de hoje não é nada fácil criar esta dúvida no público.

  14. L26MC3 meses

    Muito bom show!

    – Cortava talvez o combate do Punk e dos FTR, punha no lugar uma espécie de segmento em que o Punk tivesse direito a toda uma ovação e comemoração do seu reinado. Dando-lhe tempo de antena para falar sobre o seu trajeto e desafiando alguém da NJPW a aparecer, como foi o caso do Tanahashi, talvez tivesse havido um melhor pop.
    Não desgostei da parte inicial do show, até pelo contrário, compreendo que a empresa quer focar-se mais no wrestling do que no entretenimento, mas é só uma opinião.

    – Promo do MJF, nada a falar, tudo perfeito. Tivemos talvez um grande furo de realidade, proposital, porque o MJF apareceu no show todo elegante, fisicamente 100%, enquanto no PPV levou uma tareia que o teve que retirar de maca.
    Já sabemos que isto tudo é uma grande jogada do Khan e do MJF, tudo combinado. Conseguiram enganar bem os fãs e jornalistas, com as primeiras notícias que iam saindo. Estou super curioso para compreender onde é que este trabalhinho de ambos vai levar o MJF.

    – Tão bom ver o Miro de volta, talvez aponte aqui uma coisa que desgosto. Tentam sempre vender um lutador como super bruto, que é quase imbatível, mas depois à primeira oportunidade deste consolidar a sua personagem, perde. Isto só para dizer que o Miro devia ser uma espécie de tweener, porque o homem é bastante acarinhado pelos fãs e esta personagem de heel meio destruidor resultaria se tivesse a Lana ao seu lado, ela proma bem e sabe vender a personagem de ambos.
    Neste momento não imagino o Miro campeão mundial, há potencial, mas há que saber aproveitar os momentos e não cortarem-lhe as pernas.

    – Mudem as alcunhas do Jericho e ponham, “God of wrestling”. Este homem está sentado lá no topo com os melhores, lado a lado. Com tanto grupo no Dynamite nem me importava como já afirmei antes, ver os JAS, na ROH e o Jericho como campeão mundial de lá, visto que este também não esconde esse desejo. O grupo
    em si tinha todas as oportunidades de crescer mais.

    – Se o MJF já merece um reinado como campeão mundial, igualmente o Eddie Kingston merece um reinado como TNT Champion. Este têm feito um trabalho soberbo, quer como heel ou face, faz um trabalho excelente. Que o Khan ponha a mão na consciência e dê destaque a este homem e sobretudo liberdade, para quando este for campeão, poder usar todas as suas armas, para ter um reinado ao seu nível.

    – Bom main event, como o Garcia a ter bastante destaque e a poder brilhar frente ao Moxley, apesar de ter saído derrotado, saiu bem visto.

    – De resto deixar nota negativa para a divisão feminina, está tudo péssimo, ainda não há nenhuma boa rivalidade por lá, a campeã nem a ver destacada… a Jade vai entrar em rivalidade com a Athena, mas tenho expectativas 0, visto que haverá grupos à mistura.

    Nota negativa para a divisão de equipas, parece que estão completamente a lixar-se para os títulos, não há destaque nenhum e quando há é sempre estes combates de grupos sem fundamento.

    A AEW têm um Christian em um estado ótimo, em vez de aproveitarem para dar-lhe uma rivalidade a solo, está basicamente como manager dos Jurassic. Desde que o Marko Stunt desapareceu do grupo, eles perderam completamente a essência. Querendo ou não, o Marko era uma peça chave, dava sempre aquele ar animado ao grupo e cativava os fãs.

    • A rivalidade decente vai ser com o jungle boy, colocaram-o com os jurassic express é por alguma razão

  15. Que PROMÃO do MJF, é dos melhores da AEW sem dúvidas! Foda-se!

  16. Shibata3 meses

    Grande show! Acham que esta storyline do MJF vai levar a uma espécie de “screwjob” do Khan no futuro?

  17. A AEW está a dar 100 a 0 à WWE. Promos espetaculares, bons combates, bons roleplays. Vamos ver o que se segue.

    • Boy3 meses

      Vste o número de botches do combate do CM Punk?
      Como é que é possível as pessoas dizerem uma coisa dessas?
      O combate foi horrível até deu vergonha ver!!!

  18. Boy3 meses

    Mas o CM Punk só faz botches?
    Até tirou o gosto ao combate que embaraçoso, e ele ainda tem a lata de criticar a wwe.
    O Punk agora até parece um velho!!!

  19. Anónimo3 meses

    Excelente promo do MJF, destaco também o main event entre o Moxley vs Garcia, destaco também a presença do Hiroshi Tanahashi.

  20. Um bocado tarde, mas aqui vai.

    Gostei:
    – Punk & FTR vs Caster & The Gunn Club. Foi um bom combate para começar o show. Punk não esteve no seu melhor mas, como descobrimos, ele está lesionado portanto está perdoado. Após o combate, promo de CM Punk interrompida por Hiroshi Tanahashi. Isto seria um combate enorme (que infelizmente não vai acontecer) e os comentários fizeram um bom trabalho em promover o japonês.
    – Promo de MJF. Não há nada que possa dizer sobre esta promo que não tenha sido dito. Uma das melhores promos dos últimos anos, se não a melhor. Vejam-na toda, não é difícil de encontrar (acho que até está aqui no site, inclusivamente).
    – Promo da Jericho Appreciation Society, interrompida por Eddie Kingston e Ortiz. Uma excelente promo com um público fulgurante. Bons pops para Jericho, Kingston e Ortiz a cortar o cabelo de Jericho. O combate hair vs hair vai ser interessante e não sei quanto a vocês, mas eu adoraria ver Chris Jericho careca.
    – Ten Man Tag Team Match. Uma multi-tag divertida e com ritmo alto. Espero que Hikuleo esteja bem após aquela queda para fora do ring. O final foi também divertido de se ver.
    – Entrevista de Athena, que termina com uma enorme porrada. Um segmento decente, mas nada demais.
    – Baker & Hayter vs Soho & Storm. Dos melhores combates femininos que a AEW fez nos últimos tempos. Todas estas 4 tiveram ótimas. Mais disto.
    – Jon Moxley vs Daniel Garcia. Uma ótima bulha para continuar a feud entre a Jericho Appreciation Society e a aliança entre os Blackpool Combat Club, Kingston e Santana & Ortiz. Adorei aquele spot nas escadas.

    Não Gostei:
    – Johnny Elite vs Miro. Não se enganem, estou super feliz por ver o Miro de volta. Mas, para uma squash, foi muito longa. Bom ver o Miro dominante, mau ver o Johnny a ser esmagado…
    – Wardlow vs JD Drake. Mais uma squash com um segmento pouco interessante pós-combate.

    Overall: 6.5/10. Talvez uma pontuação injusta, mas o show entregou. Tivemos vários segmentos sólidos mas sinto que podia ter sido ainda melhor.