Depois do Double or Nothing do passado domingo, a All Elite Wrestling transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TNT, novamente num dia e horário tardio e a partir do Daily’s Place em Jacksonville, Flórida.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

AEW World Tag Team Champions Young Bucks (Matt & Nick Jakson) venceram PAC & Penta El Zero Miedo
– QT Marshall & Anthony Ogogo venceram Cody Rhodes & Lee Johnson
– Christian Cage & Jungle Boy venceram Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen)
– Red Velvet venceu The Bunny
– Dustin Rhodes venceu Nick Comoroto (Bullrope Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– AEW World Tag Team Champions Young Bucks (Matt & Nick Jackson) venceram PAC & Penta El Zero Miedo: Ainda antes do combate começar, Frankie Kazarian atacou Michael Nakazawa e os Good Brothers (Karl Anderson & Doc Gallows) foram em perseguição ao veterano.

No que toca ao combate, PAC & Penta El Zero Miedo começaram o domínio fora do ringue, sendo que controlaram os AEW World Tag Team Champions durante alguns minutos, até que a maior experiência dos Young Bucks enquanto equipa fez com que estes isolassem PAC e começassem a dominar.

Depois de um domínio de alguns minutos, PAC finalmente conseguiu fazer o tag e Penta El Zero Miedo virou o ímpeto a favor da sua equipa e o que tivemos nos minutos seguintes foi o caos, com os quatro lutadores em ringue mesmo que não fossem os lutadores legais.

Nick Jackson ainda tentou roubar a máscara de Penta El Zero Miedo, mas este tinha uma segunda máscara e os campeões quase foram vencidos depois de um Black Arrow, mas no final Brandon Cutler interferiu sem que o árbitro visse e isso valeu a vitória aos Young Bucks.

Depois do combate, os Young Bucks e Brandon Cutler queriam continuar a atacar PAC & Penta El Zero Miedo, mas Eddie Kingston não permitiu que isso acontecesse.

Em seguida tivemos Mark Henry em ringue com Tony Schiavone, que explicou que está na AEW para ajudar a empresa e que ainda tem muito no tanque, pelo que não descarta um possível regresso aos ringues.

Inesperadamente, Vickie Guerrero interrompeu o discurso do “World Strongest Man” e mandou-os sair do ringue e apresentou a nova contratação da AEW… Andrade “El Ídolo”. O lutador mexicano foi ao ringue e disse que no passado dizia que ele ia ser a cara de todos os latinos, mas que agora será a cara de toda a AEW.

– QT Marshall & Anthony Ogogo venceram Cody Rhodes & Lee Johnson: Cody Rhodes & Lee Johnson dominaram este combate em especial atacando QT Marshall, mas quando Anthony Ogogo acertou um grande Big Boot em Lee Johnson a sua equipa começou a dominar.

Depois de um domínio de alguns minutos, Lee Johnson conseguiu fazer o tag a Cody Rhodes, que virou o combate a seu favor, sendo que quase venceu quando aplicou o Figure 4-Leg Lock em QT Marshall, mas Anthony Ogogo com um Frog Splash salvou o combate para a sua equipa.

No final e depois de Aaron Solow distrair o árbitro, Anthony Ogogo com um soco deixou Cody Rhodes KO e QT Marshall venceu o combate, mesmo sem saber como.

Logo a seguir tivemos um video package com imagens do Stadium Stampede Match e de regresso aos ringue tivemos os Inner Circle, com Chris Jericho a fazer questão de dizer que Sammy Guevara foi o herói no Double or Nothing.

O “Spanish God” explicou então que costumava fazer o 630 no telhado de casa da sua mãe e agora fazer no Double or Nothing foi incrível. Santana desafiou então os FTR para continuarem a lutar. Jake Hager explicou que Wardlow já o venceu num ringue, mas se é homem daqui a duas semanas irá enfrentá-lo numa jaula de MMA.

De seguida foi a vez de Chris Jericho falar de todos os lutadores dos The Pinnacle, tendo falado em especial de MJF e que ele precisa e irá vencer MJF, e que isto só acaba quando os Inner Circle quiserem.

A seguir tivemos os Best Friends a acusar Don Callis e Kenny Omega de terem feito batota e Orange Cassidy explicou que tudo isto ainda não acabou. Numa sala de produção, Don Callis e o AEW World Champion Kenny Omega estavam a ver imagens e o manager explicou que existe uma conspiração contra o campeão e eles vão provar isso. O segmento terminou com os dois a gozar com Jungle Boy.

– Christian Cage & Jungle Boy venceram Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen): Christian Cage & Jungle Boy entraram bastante bem neste embate, sendo que depois de algum alguma ofensiva por parte do jovem lutador, os Private Party com alguma batota conseguiram isolá-lo, mas foi por pouco tempo. Quando Christian Cage entrou em ringue conseguiu impor alguma da sua ofensiva, mas mais uma vez os Private Party com batota viraram o embate a seu favor.

Depois de um domínio de alguns minutos, Christian Cage conseguiu finalmente fazer o tag, aproveitando que os Private Party estavam cheios de bazófia e Jungle Boy entrou a 100 à hora e virou o combate do avesso, e quase venceu sozinho.

No final e depois de algum caos, Jungle Boy com a sua submissão em Marq Quen venceu o combate.

Já depois do combate terminar, Matt Hardy atacou Christian Cage pelas costas.

Nos bastidores tivemos Taz e a sua equipa, com o ex-lutador a dizer que “Hangman” Adam Page pode ter ganho no Double or Nothing, mas que na próxima semana ele que escolha um parceiro de equipa, pois vai ter de lutar contra Brian Cage e “Powerhouse” Hobbs.

A seguir tivemos Sting & Darby Allin em ringue, com o “Icon” a dizer que nunca irá esquecer o Double or Nothing. No titantron apareceu Scorpio Sky e Ethan Page e estes começaram a dizer que Sting esteve tão bem que carregou Darby Allin não só nesse combate, mas também na sua carreira na AEW, e que se Darby Allin quiser provar o contrário que arranje um parceiro que não Sting para os enfrentar.

A seguir tivemos a celebração da nova AEW Women’s World Champion Britt Baker, que fez questão de se vangloriar desde o primeiro segundo com a sua conquista, mas Nyla Rose fartou-se de estar na festa e desperdiçou dezenas de hamburgers, o que irritou a campeã.

Nos bastidores tivemos uma entrevista a Eddie Kingston, que foi interrompida por PAC e Penta El Zero Miedo, que não queriam nada com o “Mad King”, que só explicou que o inimigo do seu inimigo, é seu amigo.

– Red Velvet venceu The Bunny: Red Velvet entrou com tudo tendo dominado The Bunny sem grandes problemas, isto até que esta com alguma manha conseguiu virar o combate a seu favor. The Bunny controlou durante algum tempo, mas Red Velvet conseguiu equilibrar. No final, The Blade ainda tentou dar uma soqueira à sua mulher, mas com um grande pontapé, Red Velvet venceu o combate.

Nos bastidores tivemos a Dark Order a festejar o aniversário de John Silver, sendo que este ofereceu um combate pelo TNT Championship a Evil Uno, que prometeu deixar a Dark Order orgulhosa. A seguir foi a vez do TNT Champion Miro falar e explicar que as pessoas não se deveriam meter com ele e que tudo vai acabar mal para Evil Uno.

– Dustin Rhodes venceu Nick Comoroto (Bullrope Match): A agressividade esteve presente neste Bullrope Match desde o início, com a força de Nick Comoroto a ser um problema para o veterano Dustin Rhodes.

No entanto, fora do ringue, “The Natural” começou a equilibrar e até a dominar, que fez o seu adversário começar a sangrar e só depois de uma interferência de Aaron Solow, é que Nick Comoroto voltou ao controlo, mas não por muito tempo, pois Dustin Rhodes manteve-se na luta.

Já em ringue novamente, Dustin Rhodes começou a ganhar algum ímpeto, mas Nick Comoroto foi sobrevivendo, isto até ir de cabeça ao canto que estava exposto, levar com o sino na cabeça e no final um Bulldog da segunda corda, que deu a vitória ao “The Natural” neste Bullrope Match.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

19 Comentários

  1. jefferson silva2 semanas

    aee andrade

  2. Kaiser2 semanas

    Episódio OK, os destaques foram o opener, a estreia do Andrade, a promo dos Inner Circle e a promo do Omega, o resto não foi mau mas também não foi bom, simplesmente estava lá, em poucas palavras diria que foi um episódio filler.

  3. Facebook Profile photo

    Achei a crowd muito morta. Começo a achar desnecessário tanta contratação, falam da wwe nao aproveitar todo o talento que tem mas a aew esta a ir pelo mesmo caminho, o roster esta demasiado cheio. Quanto ao show foi mais ou menos, como disse no inicio a crowd nao ajudou.

    • Em Agosto vai começar uma 2ª brand, tem de haver contratações e vão haver bem mais até à data.

    • Sw2 semanas

      O AEW Rampage estreia em Agosto. É normal que precisem demais. Ou vais querer ver um novo show com estrelas que não conheces ou então com as mesmas que acompanhas fas tempo n AEW. Eu não quero ver no Dynamite Kenny vs Jericho e depois no Rampage Jericho vs Kenny.

    • Facebook Profile photo

      Eu percebo o que vocês disseram, mas mesmo assim o novo show apenas vai ter 1 hora, o que nao abre assim tanto espaço quanto isso, pelo que na minha opiniao o roster continua demasiado grande e a tendência e para aumentar, mas isto e so o que eu penso como e obvio.

    • jm282 semanas

      Dynamite, Rampage, Dark, Elevation. Recordar que é preciso alguem ganhar, alguem perder. É preciso estrelas que chamem a atenção. Por isso..ainda é preciso contratar mais gente. Relembrando que tambem vão saindo e tendo parcerias com outras empresas.

    • Kaiser2 semanas

      Se fores olhar para o roster nem está tão grande como parece, tens lutadores como o Luther, Serpentico, Janela, Billy Gunn, Christopher Daniels, etc que raramente lutam e têm outras funções (por exemplo o Luchassaurus é nutricionista), e o Tony Khan já falou que alguns lutadores menos importantes vão sair quando as indies voltarem com força máxima, e só não saíram ainda por não terem empresas suficientes para trabalharem, além disso ele também referiu que não vai despedir ninguém mas quando alguns contractos acabarem não vão ser renovados.

    • Facebook Profile photo

      Nem falo tanto do undercard porque sinceramente nao me aquece nem arrefece. Acho sim que há ali pessoal que tem verdadeiro potencial mas que vai sofrer por causa da falta de espaço. Eles para ja tem conseguido a maior parte das vezes evitar estas situações, dando destaque a quase toda a gente, mas tenho duvidas se o vao conseguir fazer a longo prazo com este roster tao grande.

  4. Rolf2 semanas

    Episódio fraquito, mas não mau.
    Apenas um filler depois de um grande PPV

  5. Show consistente. Estes episódios a seguir aos PPV’s contam sempre com grandes surpresas (cada vez mais parece ser uma garantia da companhia de Tony Khan) e este não foi exceção. Não haja dúvida que o Dynamite é must-see TV, todas as semanas há algo de positivo e/ou importante a retirar.
    Andrade El Idolo é #AllElite (OMG moment que veio literalmente do nada – excelente “finta” da empresa ao fazerem isto no spot em que Mark Henry iria falar, pois ninguém previa que isso pudesse acontecer naquela altura) e estou bastante curioso para ver como ele se comporta só baseando na sua promo (registei também melhorias no seu inglês, já agora), sendo que o facto de aparentemente Vickie Guerrero ser a sua manager é muito bem jogado por parte da AEW.
    Quanto ao resto, fiquei surpreendido por Cody Rhodes ter levado o pin (achava mesmo que Lee Johnson só estava presente no match para esse propósito) mas ao menos deram uma vitória relevante à The Factory para que esta recupere alguma credibilidade; promo expressiva de Chris Jericho e brutal o facto de todos os fãs no Daily’s Place terem recebido uma camisola do Inner Circle (parecia aqueles talk shows onde toda a gente recebe presentes tipo Oprah eheheh); bom combate entre Jungle Boy & Christian Cage e Private Party; main event duro e com um final muito inteligente (Dustin Rhodes a amarrar os pés para Nick Comoroto não dar kick-out foi “chef’s kiss”).

  6. Um bom episódio, um pouco abaixo das espectativas, que estavam muito altas

  7. El Cuebro2 semanas

    Eu não consegui ver o Dynamite essa semana, acabaram com a Jurassic Express?

    • Não, o Jungle Boy fez equipa com o Christian porque Matt Hardy e os Private Party atacaram a lenda depois de um segmento no AEW Dark: Elevation da passada segunda-feira.

    • TheFlyingTuga2 semanas

      Provavelmente será um separação ou diminuição deles até á feud com o Omega acabar para dar um push ao Jungle Boy a solo

    • El Cuebro2 semanas

      Eu sempre quis ver mais destaque pro Luchasaurus também!

  8. Anónimo2 semanas

    Gostei do segmento dos Inner Circle, e destaco a estreia do Andrade.

  9. Gostei:
    – Young Bucks vs Pac & Pentagón e fiquei surpreendido por o show abrir logo assim. Excalibur disse que os Young Bucks atacaram Fenix nos bastidores nesse mesmo dia, portanto está aí a explicação. Os Bucks tentam tirar a máscara de Pentagón e, quando eles conseguem, Pentagón faz uma de Sting e tinha outra máscara por baixo!!! O fim foi estranho, pois o Cutler acertou na perna do PAC e isso bastou para uma derrota (?).
    – Após o combate, os Bucks tentam remover a 2ª máscara de Pentagón, mas ele tinha uma 3ª másca— não, estou a brincar, Eddie Kingston vem salvar o dia. O segmento termina com Eddie, PAC e Pentagón no ring e Eddie nem sequer olha para eles, tendo em conta a história entre estes 3.
    – Tony Schiavone apresenta Mark Henry. Henry não está cá para consertar a AEW, mas para contribuir na ascensão da promotora. Vickie Guerrero interrompe. Ela apresenta a nova contratação, Andrade El Idolo… mas o público estava tão ocupado a assobiá-la que só notaram no anúncio quando Andrade apareceu. Depois houve um enorme pop, e ele fez uma promo sobre ser a próxima grande estrela da AEW.
    – Chris Jericho e os Inner Circle vêm festejar a vitória. No entanto, a guerra entre as 2 stables não terminou e não parará até destruir MJF da forma que MJF queria destruir a ele. Hager desafia Wardlow para uma ”MMA Cage” fight daqui a 2 semanas. Possivelmente o último combate cinemático.
    – Don Callis e Kenny Omega vão expor uma teoria de conspiração contra eles na AEW na próxima semana. (Sami Zayn is All Elite? 😂)
    – Taz e Team Taz com uma promo onde Taz desafia Page e um membro da Dark Order para enfrentar Cage e Hobbs na próxima semana. Ricky Starks foi embora quando ouviu Brian Cage.
    – Sting e Darby Allin são entrevistados. Sting diz que o último PPV foi um dos destaques da sua já longa carreira. Scorpio Sky e Ethan Page aparecem e dizem que Sting carregou Allin. Desafiaram Allin para um novo combate tag team, com um parceiro à escolha dele, mas não pode ser o Icon.
    – Britt Baker com a celebração de campeã. Britt diz que tem vouchers com hamburgers de graça para toda a gente, mas afinal os hamburgers são todos para ela. Ela deixou Tony e Rebel comerem um, até Nyla aparecer e começar a atirá-los para o público. Que pop para Nyla… até começar a arrebentar com os balões. No fim disto tudo, ninguém era apoiado aqui. Mas claro, a ótima promo de Britt salvou isto, com o público a ficar interessado com todas as palavras que disse.
    – PAC e Penta estão furiosos por Eddie Kingston os ter ajudado, mas Eddie relembra ”O inimigo do meu inimigo é meu amigo”.
    – The Bunny vs Red Velvet e a Red Velvet esteve fantástica. Allie esteve bem no papel de heel e a Velvet, desde que me lembro, realmente deu a sensação de que será a próxima grande estrela.
    – Dustin Rhodes vs Nick Comoroto numa Bullrope match. Nada de mais aqui, tens ali um bom momento ou assim outra coisa. Ambos estiveram bem, mas não é algo que recomende a ver.

    Não Gostei:
    – Ogogo & QT Marshall vs Cody & Lee Johnson, com Ogogo a conseguir a sua vingança (?) ao arrumá-lo com um soco quando o árbitro estava distraído…
    – Jungle Boy & Christian vs Private Party de fatos porque acabaram de sair da discoteca… Eles lutaram pior com esses fatos, tirem-lhes isso. Não houve nada de mau, mas nada de bom. A única coisa que gostei aqui foi o grande apoio ao Jungle Boy, já o merece há imenso tempo.

    Overall: 7/10. Divertido e deu a parecer ser curto. Mas a ação in ring voltou a ser fraca. Melhor que a semana passada, mas fraca ao que nos habituaram. Outro problema: não criou novas feuds (excepto Nyla e Britt) e continuou as antigas, quando o habitual é novas feuds após o PPV.

  10. Dynamite muito aquém das expectativas para show pós PPV.
    Destaques:
    -Otimo opener entre os Bucks e os Death Triangle.
    -Promo dos IC e o cada vez maior destaque que está a ser dado ao Sammy.
    -Estreia do Andrade pelo momento e não pela forma como foi feita.