A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, a partir da Nationwide Arena em Columbus, Ohio, rumo ao All In de 27 de Agosto.

Resultados

– Young Bucks (Matt & Nick Jackson) venceram The Hardys (Matt & Jeff Hardy)
– FTW Champion Jack Perry venceu Rob Van Dam
Blackpool Combat Club (Jon Moxley & ROH World Champion Claudio Castagnoli) venceram Lucha Bros (Rey Fenix & Penta El Zero Miedo)
– AEW Women’s World Champion Hikaru Shida venceu Anna Jay

Vídeos

Watch Wrestling

Report

Em destaque neste Dynamite tivemos uma reunião dos Jericho Appreciation Society, dois Tag Team Matches, a estreia de Rob Van Dam nos ringues da AEW, e um AEW Women’s World Championship Match entre Hikaru Shida e Anna Jay.

3 Comentários

  1. Gostei:
    – Reunião obrigatória da Jericho Appreciation Society. Gostava que este segmento tivesse sido um bocado mais longo até porque o que tivemos aqui foi ótimo. Todos os membros mostraram as suas frustrações para com o Jericho, com o Matt Menard a entregar uma promo especialmente muito boa. Adorei a frase onde ele disse que finalmente entende porque é que o Eddie Kingston e o Kevin Steen não gostam do Jericho. Gostei igualmente do Sammy Guevara, ao lado do Jericho desde o dia 1 da AEW, ser o único a mostrar que poderá continuar do lado dele.
    – The Young Bucks vs The Hardys. A primeira parte do combate foi preocupante, com os Hardys consideravelmente mais lentos que os seus adversários, mas a parte final acabou por ser bem divertida, sendo que veio à custa das regras. Um bom combate, em geral.
    – Jack Perry (c) vs Rob Van Dam. O RVD tem 52 anos mas mexe-se como se ainda estivesse nos anos 2000. Um combate extremamente divertido com vários spots muito bons, especialmente aquele Van Daminator brutal. O árbitro levou com uma cadeirada linda e gostei imenso daquela near-fall após o Five Star Frog Splash.
    – Promo do MJF e Adam Cole. Antes demais, aquele segmento no parque de trampolins foi ouro. Sobre o segmento em si, bem, que mais posso dizer que não seja “O MJF é ouro”? “Adam Cole, és tão pálido e magro que se isto fosse os anos 80, o Hulk Hogan snifava-te” “Roderick Strong, quero que vás para casa, subas as escadas, que feches a porta do quarto, chores na tua almofada da Hello Kitty, metas os teus fones, ouças um bocado de Taylor Swift e shake it off, you bland b*tch!” Mais um segmento fantástico e a adição da parceria entre Roderick Strong e The Kingdom a isto é bem vinda.
    – Blackpool Combat Club vs The Lucha Brothers. O combate foi bom na sua maioria mas os momentos finais foi onde atingiu o nível seguinte e acabou por resultar num ótimo combate. Pena a câmara ter falhado o Castagnoli a tirar a máscara ao Penta, que fez com que o final parecesse confuso à primeira vista. E para os curiosos, sim, o Moxley sangrou.
    – Promo da Mogul Embassy e Darby Allin. Um ótimo segmento que cumpriu na continuação desta storyline. Curioso para a Tag Match no All In.

    Não Gostei:
    – Anna Jay vs Hikaru Shida (c). É este o problema da divisão feminina da AEW. Isto era um combate que tinha potencial para contar a história da veterana contra a novata, mas decidiram não dar build algum a isto e simplesmente fazer uma title match aleatória. E não, meter as mulheres no main event só para dizer que estiveram no main event não é bookar a divisão feminina melhor. O combate não foi nada demais e o final foi estranho. Não sei se era suposto o Angelo meter alguma parte da Anna nas cordas ou se era suposto ele falhar mesmo.

    Overall: 6/10. Não sei o que dizer deste show. Gostei de grande parte e foram anunciados 4 novos combates para o All In mas, ao mesmo tempo, teve o sentimento de um show para ocupar tempo. O main event também ter sido medíocre não ajuda nada. Vou destacar o segmento com a JAS, RVD vs Perry, MJF e Cole, BCC vs Lucha Bros e o segmento com a Mogul Embassy.

  2. Gostei deste Dynamite mas teve alguns contras, estava à espera de algo mais no segmento do Adam Cole e do MJF, estou à espera seriamente de um heel turn do Adam Cole mas estranhei irem atrás dos ROH World Tag Team titles, será que esta tag team veio para ficar? Estranho…
    Young Bucks vs Hardys foi bom, mesmo o Jeff Hardy andando algo atrapalhado mas foi bom.
    Reunião do JAS também gostei, estou curioso com o que cada um vai fazer, até digo mais e porque não o Daniel Garcia ir em definitivo para os BCC? Eu gostava.
    Adorava se o RVD tivesse ganho o título, mas já estava à espera de perder, a cena é que eu deu uma bofetada a quem o criticava por se mexer mal, a mim pareceu-me em boa forma para a sua idade.
    BCC vs Lucha Bros, adorei e gostava que o Claudio e o Moxley vencessem os AEW World Tag Team titles um dia.
    Também gostei do segmento do Swerve e do Darby.
    E gostei de ver mais um main event feminino, e a clara aposta na divisão feminina mas concordo com o Soares quando falta alguma história nesta divisão, é só combates randoms, algo que acontecia antes em toda a AEW e agora acontece apenas na divisão feminina, será que precisam de ajuda feminina para fazer histórias?

  3. Anónimo10 meses

    Bom combate entre os Blackpool Combat Club vs The Lucha Bros.