A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, especial Winter is Coming, a partir do College Park Center em Arlington, Texas, rumo ao Worlds End de 30 de Dezembro.

Resultados

– “Hangman” Adam Page venceu Roderick Strong
Andrade El Idolo venceu Brody King (Continental Classic Tournament – Blue League)
– Riho venceu Ruby Soho
– Rush venceu Jay Lethal (Continental Classic Tournament – Gold League)
– Jay White venceu Mark Briscoe (Continental Classic Tournament – Gold League)
– Jon Moxley venceu Swerve Strickland (Continental Classic Tournament – Gold League)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

Em destaque neste especial Dynamite Winter is Coming tivemos a continuação da história do The Devil e do Continental Classic Tournament, tendo o main event sido o combate entre Jon Moxley e Swerve Strickland.

10 Comentários

  1. WS-PT7 meses

    Que show patético, com algumas lutas que tiveram alguns bons momentos. AEW está péssima, mal gerida e sem ideias. Não me surpreenderia MJF, OMEGA, MOXLEY e outros migrarem para outras empresas em breve.

    • Und3r7 meses

      Claramente não viu o show. Em vez de ser bater que ninguém lhe paga que tal deixar a aew em paz ? Tipo já imaginou só existir WWE como main stream ? Pq já vímosnesse filme e era uma miseria

  2. WS-PT7 meses

    The Devil x Uncle Howdy, seria hilário. Só rindo destas histórias mal produzidas.

  3. Outro Dynamite incrível! O único defeito foi o Swerve Strickland perder 🙁

  4. JokerLeadger7 meses

    Swerve está a lutar a um nível absurdo. Acredito que, pelo que aconteceu hoje, a final da Gold League seja Swerve vs Mox e dessa vez o Swerve saia vitorioso, pois merece bem ser o primeiro a vencer o Mox neste torneio. De resto um bom show, sólido e com bons desenvolvimentos. Ficamos a saber que o Devil não é o Hangman e penso também não ser o MJF pois falou-se demasiado disso ao longo do show

  5. Cebola7 meses

    Mais um excelente Dynamite como de costime. Destaque para Mox x Swerve.

  6. The Name7 meses

    Um show bastante sólido, no geral foi bom! O torneio têm sido fantástico, o de ontem não fugiua à regra, especialmente o combate entre o Brody e o Andrade! Andrade a surpreender!
    O único downside foi aquele segmento entre os Golden Jets e o Big Bill/ Ricky Starks, que péssimo! O Jericho precisa de uma pausa e o Omega precisa de voltar a lutar a solo, promos mesmo cringes!

  7. Alexandre7 meses

    AEW mantendo o padrão, ultimamente todos os shows estão acima de ótimo e esse foi mais um. Excelentes combates e segmentos, e a história do The Devil se desenrolando e ficando mais interessante e aumentando a expectativa de quem possa ser, é bom a AEW surpreender a todos quando revelar quem é…e por favor Sr. Shao Khan, acabe de uma vez com a dupla entre Jericho e Omega. Meu Deus, nunca vi duas estrelas tão sem química como esses dois.

  8. Começámos o Dynamite com um segmento muito interessante centrado à volta de quem é o diabo. O Joe apresenta a teoria de que é o Hangman, o Hangman está tipo “Como?” e o Roderick Strong apresenta fortes evidências de que é o MJF. Esta storyline do Devil tem mesmo que funcionar, porque se isto tudo resultar no Jungle Boy – como disse o Eddie Kingston uma vez “Desisto da AEW”. Este segmento inicial também resulta no 1° combate, onde o Hangman e o Roderick fazem uma exibição muito forte com ação muito boa. O Roderick na cadeira de rodas tinha piada, mas vou sempre preferir esta versão do Roderick. De destacar o pequeno detalhe da reação do Hangman quando viu um cartaz a referir as suas derrotas contra o Swerve, lindo. Brody King vs Andrade foi muito bom, com muita intensidade e um final muito bem executado. Bem, este Dynamite está a andar muito bem, que se segue? Chris Jericho, F#DA-SE! Que segmento aborrecido e horrível. Isto fez-me lembrar aquelas “promo battles” que a WWE fazia há uns anos onde os insultos pareciam algo saídos da creche. Voltando à diversão, Riho! Uma lutadora incrível que entrega um ótimo combate com a Ruby Soho. Lethal vs Rush foi um sprint divertido, com o Rush a vencer com o mesmo sleeper que o Moxley utilizou para o derrotar – bom detalhe. White vs Briscoe também foi forte e gostei imenso da onda de apoio ao Mark Briscoe. Passamos ao main event entre Swerve e Moxley, o melhor combate deste show. Um público fervoroso, ação forte e sequências muito boas. O final protege o Swerve, com o Moxley a fazer batota e o ombro do Swerve não estava no chão. 2 vitórias “controversas” para o Moxley, hmmm… Em geral, foi um ótimo episódio de Dynamite, muito forte na qualidade dos combates. O Continental Classic rejuvenesceu a programação da AEW, nomeadamente na qualidade garantida nos combates.