A AEW transmitiu excepcionalmente este sábado mais uma edição do Dynamite no canal TNT, a partir da Addition Financial Arena em Orlando, Flórida, rumo ao Full Gear do próximo dia 13 de Novembro.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Bryan Danielson venceu Dustin Rhodes (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament)
– Ruby Soho venceu Penelope Ford (Primeira ronda do TBS Women’s Championship Tournament)
– Bobby Fish venceu Anthony Greene
– Eddie Kingston venceu Lance Archer (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament)
– Jungle Boy venceu Brandon Cutler
– Cody Rhodes venceu Malakai Black

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Bryan Danielson venceu Dustin Rhodes (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament): Bryan Danielson e Dustin Rhodes começaram de forma lenta e bastante técnica, algo que beneficiou o “American Dragon”. Com os minutos a passar, a agressividade foi aumentando, mas o equilíbrio foi o grande ponto de destaque deste opener.

Dustin Rhodes foi tentando vencer o mais rapidamente possível, na tentativa de não lutar ao ritmo de Bryan Danielson, e o veterano quase conseguiu surpreender por várias vezes, mas no final, o “American Dragon” provou a sua superioridade técnica e com um Guillotine Choke fez “The Natural” desmaiar.

De destacar ainda que Tony Nese esteve sentado no público a assistir a este primeiro combate da noite.

Nos bastidores, a The Elite foi entrevistada e o AEW World Champion Kenny Omega começou por insultar “Hangman” Adam Page, afirmando que este nunca o irá vencer e que não passa de um cobarde.

A seguir tivemos os FTR num video package a explicar que estão fartos de esperar e que os AEW World Tag Team Championships são os títulos que indicam quem é a melhor equipa do mundo, e que isso são eles com ou sem títulos, mas que no Full Gear isso irá mudar.

No ringue íamos ter Tony Schiavone a entrevistar Sting, mas MJF interrompeu-os e começou a vangloriar-se que Darby Allin nunca irá voltar.

Os insultos de MJF passaram a ser então direcionados a Sting, tendo dito que este nunca é amigo de ninguém, tendo até mencionado que Lex Luger está numa cadeira de rodas.

O “Icon” não perdeu tempo e atacou MJF, mas Shawn Spears e Wardlow vieram em auxílio do “Salt of the Earth”.

Já depois do ataque, MJF sentou-se numa cadeira e explicou que sabe que Darby Allin está a ver e que isto é o que lhe irá acontecer se ele regressar, pois ele é o melhor dos dois. O segmento terminou com MJF a usar o seu anel para dar um soco a Sting.

Nos bastidores, a AEW Women’s World Champion Britt Baker insultou Tay Conti, dizendo que esta desde que chegou à AEW só tem mostrado o seu rabo e que ela tem mostrado o seu talento, e no Full Gear irá provar isso mesmo.

– Ruby Soho venceu Penelope Ford (Primeira ronda do TBS Women’s Championship Tournament): Este combate abriu de forma agressiva, com Ruby Soho a entrar melhor, mas o rumo virou quando The Bunny apareceu perto do ringue.

Penelope Ford dominou durante alguns minutos, mas Ruby Soho conseguiu equilibrar a contenda. Os minutos finais foram algo equilibrados, sendo que The Bunny e Penelope Ford tentaram fazer batota, mas o árbitro viu e com o O’Connor Roll Ruby Soho venceu este combate, avançando no torneio.

Assim que o combate terminou, The Bunny e Penelope Ford queriam atacar Ruby Soho, mas Red Velvet veio ao ringue e equilibrou as contas.

Nos bastidores, MJF ia falar de Darby Allin, mas Wardlow questionou o fala-barato porque é que na semana passada este o empurrou contra Sting. MJF explicou que adora Wardlow, mas que este tem muita pressão em cima e que ele lhe paga muito dinheiro, e que a partir de agora Shawn Spears vai tomar conta de Wardlow.

– Bobby Fish venceu Anthony Greene: Anthony Greene tentou usar a sua velocidade para ter algum ímpeto, mas Bobby Fish não veio a este Dynamite para brincar e usou os seus strikes para virar o combate do avesso, e com um pontapé deixou o seu adversário KO e venceu este embate.

Apesar do combate ter terminado, Bobby Fish ainda não tinha dado a sua noite por terminada e continuou a atacar Anthony Greene, isto até que CM Punk veio ao ringue e fez o “Infamous” sair do mesmo.

Nos bastidores, Tony Schiavone entrevistou Dante Martin e Lio Rush, e este último explicou que vai guiar o jovem até ao sucesso e que Matt Sydal nunca ajudou o jovem, e no próximo Rampage eles irão enfrentar os Sydal Bros.

– Eddie Kingston venceu Lance Archer (Primeira ronda do AEW World Championship Eliminator Tournament): Eddie Kingston atacou Lance Archer enquanto este fazia a sua entrada e os dois lutaram fora do ringue ao ponto do “Murderhawk Monster” ter usado um fã para atacar o “Mad King”.

A agressividade esteve sempre presente neste combate, sendo que Lance Archer dominou até ao momento em que falhou um Moonsault da terceira corda, pois o lutador aterrou quase de cabeça, o que fez com que a equipa médica viesse ao ringue ver o seu estado. No meio de tudo isto, Eddie Kingston aproveitou e com um Oklahoma Roll venceu esta “guerra”.

A seguir tivemos Dan Lambert e os Man Of The Year no ringue, e Ethan Page insultou todos os membros do Inner Circle, tendo dito que eles é que são o futuro da AEW e não Sammy Guevara. O próprio TNT Champion interrompeu esta promo e insultou todos os que estavam em ringue.

Dan Lambert disse então os termos para que as duas equipas se enfrentassem no Full Gear: Sammy Guevara teria de defender o seu TNT Championship no próximo Dynamite contra Ethan Page e se perdesse, para além de perder o título também teria de sair do Inner Circle.

Sammy Guevara aceitou o desafio e quando os Man Of The Year iam atacar o TNT Champion, Jake Hager, Santana & Ortiz apareceram e meteram os dois lutadores a correr para fora do ringue.

Nos bastidores, Jon Moxley explicou que deveria estar aos gritos, mas que há dias olhou nos olhos da sua filha e ela pegou-lhe no seu mindinho e foi quando ele percebeu que só isso lhe interessa na vida, e que para voltar a casa de cabeça erguida tem de destruir todos neste torneio, e que é isso que irá fazer.

Ainda no backstage, a Dark Order estava a falar da sua derrota contra a Super Kliq, mas “Hangman” Adam Page apareceu e veio pedir desculpa e agradecer por tudo o que os seus amigos fizeram. O cowboy residente da AEW explicou também que se na próxima semana eles vão atrás dos The Elite e estando tão próximos do Halloween, The Elite vai aparecer mascarada.

– Jungle Boy venceu Brandon Cutler: Brandon Cutler tentou fugir mas não conseguiu e Jungle Boy venceu este combate sem problemas com o seu Snare Trap.

Assim que o combate terminou, Jungle Boy pegou no microfone e explicou que ainda está fresco e quer enfrentar outro lutador dos The Elite.

Adam Cole apareceu e afirmou que Jungle Boy é um bully e que eles vão lutar aqui e agora. Jungle Boy despachou Adam Cole com um soco, mas os Young Bucks apareceram nas costas do jovem lutador e atacaram-no com um duplo Superkick.

O que tivemos em seguida foi um ataque bastante agressivo, onde vimos os ex-campeões de equipas a atirar Jungle Boy da zona de entrada para cima de várias mesas.

Logo a seguir tivemos Miro a falar para o seu Deus e que não percebe como este o continua a ignorar, e que ele quer voltar para a sua esposa e vai destruir toda a gente para voltar para casa.

– Cody Rhodes venceu Malakai Black: A agressividade apareceu desde o primeiro segundo deste main event, sendo que o embate foi bastante equilibrado, mas os dois lutadores foram dando tudo. Cody Rhodes acertou o seu Cross Rhodes do apron para uma mesa que estava fora do ringue.

Já com os dois rivais a sangrar, Arn Anderson estava dentro do ringue e foi quando Andrade El Idolo se começou a aproximar, sendo que o seu assistente acabou por sofrer um Spinebuster por parte de Arn Anderson, mas este acabou por levar com a mist na cara, e PAC veio despachar o mexicano.

Os dois lutadores estavam exaustos, mas continuaram a dar tudo e as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes. No final, Cody Rhodes acertou o seu Cross Rhodes antes de levantar o seu rival e acertar o Tiger Driver 98 para assegurar esta vitória.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

15 Comentários

  1. Raquel Erica Pereira Rodrigues1 mês

    A AEW não tá mais passando as onze horas no space?

  2. Guilherme1 mês

    A cada semana o Dynamite vai ficando melhor , cada vez as rivalidades vai aumentado , tava óbvio que uma hora ou outra o combate da Tay Conti e a Britt Baker iria acontecer , sabia que elas se enfrentaram no Full Gear , ancioso pra chegar dia 13 ! #Tayconticampeã.

  3. joao (diferenciado)1 mês

    que sentido fez o Cody Rhodes ganhar?

    • Acho que faz tendo em conta a história.
      Mas sem o público do lado do Cody perdeu o brilho todo, um heel turn ia ser mesmo perfeito

    • joao (diferenciado)1 mês

      para mim não faz sentido. este 3º combate era completamente desnecessário, quanto muito podiam dar a 3ª win ao malakai e depois do combate acontecia o heel turn do cody.

  4. TR1 mês

    É incrível como Malakai Black era mal bookado na WWE e foi para a AEW e continua a ser mal bookado.

    • Que exagero, perdeu um combate contra um tipo que sempre foi de topo na AEW depois de já lhe ter ganhou 2x, uma delas um squash.

  5. António1 mês

    É lamentável informar mas a divisão feminina da AEW é uma merda ! Sem talento, sem criatividade.

  6. Toupeira1 mês

    Espero que Lance Archer não tenha se lesionado com aquele Moonsoult

  7. Episódio decente, mas com alguns pontos menos bons em comparação com anteriores: aquela queda de Lance Archer foi algo assustadora (espero que ele esteja bem, já agora) e não concordei com o desfecho do main event (Cody Rhodes deveria fazer o heel turn em breve, para “alinhar” com o público).
    Quanto ao resto do programa, gostei imenso do opener entre Bryan Danielson e Dustin Rhodes (dois “senhores” na questão de Wrestling técnico a enfrentarem-se num combate que nunca achei que fosse possível), da promo de MJF e do pós-match em que Jungle Boy é atirado de cima da rampa para uma mesa.

    • Ele alinhava com o público se voltasse à rivalidade com o MJF e é algo que deve ser feito depois do full gear espero eu

  8. L26MC1 mês

    Dynamite mais ou menos, mais para menos, serviu só mesmo para apimentar algumas rivalidades. Se é assim que pensam trazer audiências então estão tramados.

    Bryan vs Dustin – Combate sem grande historia, acabou por ser porreiro, tenho gostado das várias maneiras que o Bryan vai terminando os seus combates.

    MJF a provar que é o verdadeiro Legend Killer…

    Kingston vs Archer – O combate até estava a ser o melhor da noite, este era daqueles combates que não sei quem iria vencer, visto que o Kingston é um lutador que a AEW destaca a 8 a 80. Espero que o Archer recupere bem e está mais que na hora dele ser campeão TNT, num futuro próximo, têm uma ótima personagem, que apesar de ser heel cativa bastante o público.

    Cody vs Black – Dececionante!
    Tudo começou a ir por água abaixo depois daquele Cross Rhodes para cima da mesa, ambos foram pôr a cabeça debaixo do ringue para ensanguentarem-se. Depois voltando ao ringue o Cody levou com um Black Mass e passado uns segundos estava de pé como se nada fosse… lá foram eles novamente para fora do ringue, toca a pôr o Black novamente dentro do ringue e dar-lhe 2 finishers…
    Para aquilo que é o Black e o Cody pedia-se muito mais, são 2 grandes nomes que não estão a fazer aproveitar a sua rivalidade.

  9. Anónimo1 mês

    Gostei do combate entre o Bryan e Dustin Rhodes. Destaco também a boa promo do MJF.